Apple WatchDicas de iPhone e iPadTutoriais

[hack] Como ativar o ECG do Apple Watch no Brasil de forma não-oficial

Este é um hack do ECG no Apple Watch que ativa a função de eletrocardiograma em modelos comprados em países não homologados.


Sem dúvida, uma das funções mais desejadas do Apple Watch é a medição do Eletrocardiograma (ECG) direto no pulso. Ela foi introduzida do modelo Series 4 e, junto com com o monitoramento de ritmo irregular, ajuda bastante os usuários em casos de anomalias cardíacas.

Porém, por ser diretamente ligada à saúde, a função precisa obrigatoriamente ser autorizada pelos órgãos reguladores de cada país. Sem esta autorização, a Apple estaria irregular, e por isso o ECG é desativado em algumas regiões.

No Brasil, quem homologa este tipo de função é a ANVISA, e enquanto ela não autorizar, a Apple não poderá liberar o eletrocardiograma em nosso país.

Quem compra o relógio em outro país autorizado consegue ativar o ECG lá e usá-lo normalmente quando volta de viagem, conforme já explicamos aqui. Mas quem compra o aparelho aqui não consegue ativar a função estando no Brasil.

Recentemente, foi divulgado uma gambiarra (hack) para conseguir ativar o ECG mesmo não estando em outro país, e qualquer um pode fazer, desde que possua um modelo homologado por outro órgão regulador.





Este tutorial serve apenas para modelos comprados em países que já homologaram a função (veja a lista oficial aqui).

Em maio de 2020, a ANVISA autorizou o ECG em território brasileiro. Com isso, mesmo que a Apple ainda não tenha liberado oficialmente a função, este hack é capaz também de ativar modelos comprados no Brasil.

Caso você tenha comprado o relógio nos Estados Unidos, Europa ou outro país autorizado, então poderá ativar o ECG mesmo estando no Brasil, de forma não oficial, com o hack ensinado neste artigo.

Você vai precisar de um computador com iTunes, um programa especial e um arquivo específico.

Como funciona o hack

Para não precisar fazer nenhum jailbreak no iPhone, o método utilizado faz a alteração do backup do aparelho, mudando alguns códigos internos para deixar ativada a função de ECG.

É um método engenhoso, mas obriga o usuário a fazer o backup e depois restaurar o iPhone, o que leva certo tempo. Leve isso em consideração antes de iniciar o processo.

Após a restauração do sistema, alguns aplicativos bancários poderão exigir que você valide novamente os tokens de segurança.

Outro ponto importante: no final do processo, você terá restaurado o seu iPhone para a última versão disponível do iOS. Se você ainda estiver em uma versão anterior e quiser permanecer nela, não poderá realizar este hack.


1. Preparando o material

Para realizar o hack, você terá que criar um novo backup do seu iPhone no computador, usando o iTunes.

tutoriais na web que ensinam como fazer tudo usando o programa iMazing, mas para restaurar o backup adulterado por ele, é preciso pagar a licença (que atualmente custa US$ 44,99 – cerca de R$ 190). Por isso, o Blog do iPhone foi atrás de uma solução alternativa, que permita que nossos leitores ativem seus relógios sem precisar pagar nada. 😉

É importante você ter consciência de que mexer em arquivos de backup é algo que traz riscos. Por isso, guarde também um outro backup diferente, em outro lugar, caso a manipulação que você for fazer aqui não dê certo.

Você vai precisar dos seguintes “ingredientes”:

  • Um computador com iTunes (pode ser Mac ou Windows)
  • Baixar e descompactar no computador este arquivo aqui.

Prepare tudo isso e deixe pronto para ser usado, pois só então passaremos para a próxima etapa.


2. Fazendo o backup

A primeira coisa que você fará será o backup do iPhone, para ser alterado mais adiante. Usaremos o nosso velho e conhecido iTunes para fazer e restaurar o backup no aparelho, e isso já nos economizará alguns bons trocados.

Você precisa antes de duas coisas:

  • desemparelhar o Apple Watch do iPhone
  • ajustar a criptografia no backup

O backup que formos fazer não pode conter as informações atuais do seu Apple Watch com o ECG desativado. Por isso mesmo, antes de fazer o backup precisamos desemparelhá-lo.

Portanto, abra o app Watch no iPhone e desemparelhe completamente o relógio.

E quanto à criptografia, ela é necessária, pois só backups assim guardam os dados de saúde. E são eles que contêm a informação sobre o ECG.

Pois bem, vamos aos passos:

 PASSO 1:  Após ter desemparelhado o Apple Watch, conecte o iPhone ao computador pelo cabo USB. Abra o iTunes e lembre-se de marcar a opção “Criptografar backup local“. Crie uma senha e nunca, nunca se esqueça dela.

 PASSO 2:  Feito isso, crie o backup do aparelho clicando no botão “Fazer Backup Agora“. Aguarde todo o processo finalizar.

Pronto, nosso backup está feito. Agora teremos que alterá-lo para depois devolvê-lo ao iPhone.





3. Modificando o backup

Como dito acima, precisaremos alterar algumas linhas de código no backup, para que o sistema pense que o ECG já está ativado. E faremos isso usando a versão gratuita do programa iMazing e aquele outro arquivo .PLIST que você baixou e descompactou.

Siga os passos seguintes:

 PASSO 3:  Conecte seu iPhone no computador pelo cabo USB, abra o programa iMazing e, na coluna da esquerda, procure pelo backup que você fez no iTunes. Clique nele com o botão direito do mouse e escolha a opção “Criar uma cópia editável deste backup“.

Isso fará com que uma cópia do mesmo backup seja criada para alterarmos, deixando o original preservado caso algo dê errado.

 PASSO 4:  Neste ponto, teremos que dar um nome à cópia do backup que estamos fazendo. Para ficar mais fácil de identificar, vamos chamar de “ECG-hack“.

 PASSO 5:  Depois da cópia feita, selecione-a na coluna lateral. Clique em “Sistema de arquivos“, pois é nele que faremos a alteração que precisamos.

O programa irá pedir a senha do backup. Esta é aquela senha que você configurou lá no iTunes (no Passo 1).

 PASSO 6:  Você então verá uma lista de pastas. Esta é a estrutura interna do seu backup e é em uma dessas que colocaremos o arquivo que você baixou.

Navegue pelas pastas até chegar em HomeDomain/Library/Preferences. Abra esta pasta e arraste para dentro dela aquele arquivo .plist que você baixou e descompactou.

Como você está utilizando a versão gratuita do iMazing, irá aparecer um aviso dizendo para você comprar a versão completa. Não se preocupe, pois você tem direito a realizar 10 alterações no backup sem pagar nada. Clique no botão azul “Continuar“.

Ao prosseguir, a cópia do arquivo .plist será feita. Se já tiver outro arquivo com o mesmo nome no seu backup, aparecerá um aviso para substituí-lo. Pode fazer sem medo.

Pronto, a terceira parte já está concluida.
O seu backup está modificado e agora precisamos instalá-lo de volta para o iPhone.





4. Restaurando o iPhone

Agora precisamos restaurar o backup alterado de volta para o iPhone. O problema é que se fôssemos fazer isso pelo iMazing, ele nos obrigaria a pagar pela versão completa do aplicativo. Felizmente existe uma gambiarra para que possamos usar no iTunes este mesmo backup alterado no iMazing, e assim restaurar como se fosse um backup qualquer, de graça.

Então vamos fazer com que o iTunes consiga visualizar o backup que você alterou no iMazing.

 PASSO 8:  No iMazing, depois de todo o processo feito, clique com o botão direito no backup “ECG-hack“, e revele onde se encontra no computador a pasta deste backup.

Você deverá ver uma pasta com um nome numérico, do tipo 20200114-121158. É nesta pasta que está seu novo backup alterado.

O que você precisa é mover esta pasta para a mesma que o iTunes usa em seus backups normais. E é isso que você vai fazer agora. Mova-a para a seguinte pasta, de acordo com seu sistema operacional:

  • Mac:
    Usuário/Biblioteca/Application Support/MobileSync/Backup/
  • Windows XP:
    C:\Documents and Settings\user\Application Data\Apple Computer\MobileSync\Backup
  • Windows 7, 8 ou 10:
    C:\Usuários\(nome de usuário)\AppData\Roaming\Apple Computer\MobileSync\Backup\

Feito isso, reinicie o iTunes. É nele que finalizaremos o procedimento.

 PASSO 9:  Você terá que restaurar todo o seu iPhone. Do zero. Então conecte seu iPhone no computador com o cabo USB e clique no botão “Restaurar iPhone“. Aguarde todo o processo se finalizar (pode demorar um pouco).

 PASSO 10:  Com o novo sistema instalado, escolha a opção de recuperar o seu backup, ou clique no botão “Restaurar Backup“.

Escolha o backup “ECG-hack” e finalize o processo.

 PASSO 11:  Depois da restauração completa, emparelhe novamente o Apple Watch ao iPhone, tomando o cuidado de escolher a opção “Configurar Como Novo Apple Watch“. Se você não fizer isso e restaurar um backup antigo do Watch, tudo o que fizemos até agora se perderá.

Pronto! Agora você já deve conseguir ativar o app ECG como explicado neste outro artigo.


Perguntas frequentes

Se atualizar o iOS, perde a função ECG?
Não perde. Só se você fizer uma restauração limpa (restaurar e não aproveitar nenhum backup antigo). Basta a partir deste momento continuar fazendo os backups normais e reaproveitar o mais recente sempre que mudar de sistema. Dá até para passar o backup para um outro iPhone, que continuará funcionando o ECG.

Se eu desemparelhar o Watch, e depois voltar a emparelhá-lo, eu perco o ECG?
Não perde, desde que não restaure o iPhone sem usar o backup.

Eu preciso sempre manter o arquivo deste backup modificado para manter o ECG ativo?
Não. Uma vez alterado, você poderá fazer outros backups em cima dele, que a funcionalidade de ECG passará de um backup para outro.

Depois que eu ativei o ECG pelo meu iPhone, posso emparelhar o Watch com o iPhone de outra pessoa e o ECG vai funcionar?
Não vai funcionar.
Isso porque a ativação do ECG está no iPhone e não no relógio. Então é preciso ativar a função no outro iPhone, através do processo descrito neste artigo.

Meu Watch foi comprado nos EUA, mas meu iPhone é do Brasil. Tem problema?
Não, o hack funciona igual. O importante é que o relógio seja originário de um dos países homologados.


Nós testamos o método e funcionou. Porém, a qualquer momento a Apple pode mudar alguma coisa no sistema que faça este procedimento não funcionar mais. Portanto, lembre-se de ter guardado um outro backup para você não perder seus dados caso este hack não funcione.

Lembrando que só funciona em modelos do Watch originalmente comprados em países que homologaram o ECG.

Compartilhe conosco sua experiência nos comentários, para outros usuários serem ajudados. 😉

Fonte
Redmond PiePesquisa própria Blog do iPhoneGithub
Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close