Apple Watch

Apple Watch Series 5: qual modelo funciona com o 4G no Brasil?

Neste artigo, explicamos a compatibilidade com o 4G brasileiro do Apple Watch Series 5.


Desde que a Apple apresentou a nova geração do seu relógio inteligente, centenas de leitores nos procurarm para querer saber a pergunta que não quer calar:

O Apple Watch Series 5 Cellular comprado nos Estados Unidos, irá funcionar nas operadoras brasileiras?

Neste artigo, vamos conversar sobre isso, para tentarmos alinhar algumas informações e tirar grande parte das dúvidas de muitos.





Modelos

Antes de tudo, vamos recapitular. A Apple oferece dois modelos de relógio (em dois diferentes tamanhos).

Um deles ela chama de GPS, que é o menos caro de todos. Como o próprio nome diz, ele possui um GPS interno capaz de traçar os lugares onde o usuário passa. Isso é ótimo para registrar caminhadas, corridas e atividades físicas. Ele é capaz de se conectar na internet e atender ligações somente quando está próximo do iPhone, ou conectado em uma rede Wi-Fi conhecida.

Já o outro modelo é o GPS + Cellular, que possui um eSIM que permite instalar um “clone” da linha telefônica do iPhone no relógio, que passa a funcionar de forma independente. Desta maneira, é possível se conectar à internet e realizar ligações no relógio sem precisar ter o iPhone perto. Ele mesmo se conecta na rede 4G sozinho.

Apesar do modelo 4G ter sido lançado em 2017, somente em meados de 2018 os usuários brasileiros tiveram acesso a ela. Isso porque, diferente do iPhone, o funcionamento depende de uma estrutura interna da operadora. Se ela não fornecer compatibilidade com o serviço, não tem como usar a função celular no relógio.

Até a publicação deste artigo, apenas duas operadoras brasileiras oferecem este serviço no Brasil: Claro e Vivo.

Rede 4G no Brasil

No Brasil, nossas operadoras estão autorizadas a operar em 3 bandas da rede 4G (LTE), que são:

  • Banda 3 (1800 MHz)
  • Banda 7 (2600 MHz)
  • Banda 28 (700MHz APT)

Para lidar com a compatibilidade LTE e UMTS (que é diferente em cada parte do mundo), a Apple separou o Watch em dois modelos regionais: Américas e Europa/Ásia-Pacífico.

Apesar do Brasil estar situado na América, nos últimos anos foram homologados por aqui os mesmos modelos europeus, que até então eram os únicos compatíveis com as bandas 3 e 7. Até hoje, nenhum modelo de Apple Watch foi compatível com a banda 28. Nem mesmo aqueles vendidos no Brasil.


Anatel

Os modelos aprovados no Brasil são os mesmos vendidos na Europa, Ásia e Oceania:

  • Modelos só GPS: A2092 (40 mm) e A2093 (44 mm)
  • Modelos GPS+Cellular: A2156 (40 mm) e A2157 (44 mm)

Numericamente, os modelos vendidos nos Estados Unidos (e outros países da América) são diferentes, mas aí vem a boa notícia: todos eles apresentam compatibilidade com as bandas 3 e 7, que funcionam perfeitamente no Brasil.

Então, não importa o país do mundo em que você irá comprar o seu Apple Watch Series 5 Cellular, ele funcionará normalmente com as operadoras brasileiras.


Compatibilidade com o 4G brasileiro

É preciso entendermos que o processo de ativação de uma linha no iPhone é completamente diferente daquele no Apple Watch.

No iPhone, é possível comprar o aparelho em qualquer lugar no mundo e, desde que ele não esteja bloqueado com nenhuma operadora local, você consegue trazer para o Brasil e colocar você mesmo um chip de uma operadora nacional, como qualquer outro celular. Talvez algumas bandas do 4G não serão compatíveis com ele, mas você conseguirá usar o aparelho nas outras bandas ou até mesmo em redes mais lentas, como 3G e GPRS.

Já com o Apple Watch a coisa muda de figura. Primeiro porque você depende totalmente da operadora fornecer o suporte para usar no relógio o eSIM com o mesmo número do iPhone, inclusive pagando um preço extra por isso. A TIM, por exemplo, passou a dar suporte ao eSIM no iPhone, porém ainda não para o relógio da Apple. Isso porque são duas coisas diferentes.


O que dizem as operadoras?

O Blog do iPhone entrou em contato com as operadoras brasileiras para saber se elas tinham alguma dessas respostas para nos dar.

A Claro não nos respondeu até o fechamento deste artigo. Caso o faça, atualizaremos o texto.

A Vivo preferiu não adiantar nenhuma informação e disse que aguardará um posicionamento da Apple sobre o tema.

A TIM ainda não tem suporte ao Apple Watch Cellular, mas deu a entender que está trabalhando para em breve oferecer este benefício aos seus clientes. Segue a íntegra do comunicado:

A TIM não tem informações sobre os novos modelos da Apple (smartphones e relógio) que serão lançados no Brasil, já que ainda não foram homologados pela Anatel. A operadora lançou o e-SIM, no início de setembro, para clientes dos planos pós-pagos e controle de usuários dos aparelhos iPhone XS, XS Max e XR. Ainda não há previsão para lançamento do e-SIM para o Apple Watch. A empresa seguirá com o roll-out da tecnologia e comunicará novidades em breve. A operadora quer ampliar cada vez mais sua parceria com a Apple e seguirá buscando os melhores produtos para aprimorar a experiência do cliente.

É bem normal a Apple não adiantar muitas informações para as operadoras antes dos lançamentos. Provavelmente já existem alguns funcionários testando os novos modelos internamente, mas eles são proibidos de fornecer qualquer informação a respeito.

Fonte
Conteúdo original © Blog do iPhone
Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close