Notícias

Futuro iOS permitirá que a performance do iPhone não seja reduzida quando a bateria estiver desgastada

Enfim uma boa notícia sobre a polêmica da lentidão do iPhone com baterias antigas

O ano passado acabou com um gosto amargo na boca dos usuários de iPhone: a notícia de que a Apple diminui propositadamente a performance de alguns modelos de iPhone quando a bateria começa a apresentar sinais da idade. Isso deixou muita gente decepcionada, o que fez a empresa iniciar um programa de desconto no preço da troca oficial de baterias, para a performance não ser reduzida nos aparelhos.

Porém, isso não resolveu nada. A sensação de que isso era apenas um paliativo temporário que só adia o problema fez com que mais de 50 processos na justiça pedissem à Apple explicações sobre o caso. No Brasil, até mesmo o PROCON se manifestou.

Agora, em uma entrevista para a ABC News, Tim Cook deixou claro que em uma próxima atualização do iOS o usuário poderá escolher se reduz ou não a performance do próprio iPhone caso a bateria esteja degradada.


O início de tudo

Tudo começou em 2016, quando alguns iPhones 6 e 6s começaram a desligar de repente antes da porcentagem da bateria chegar perto do 0%. Na época, achamos que poderia ser algo relativo ao software, pois só acontecia em modelos atualizados para o iOS 9.3.2 (então o mais recente). Justamente esta versão trazia mudanças no funcionamento das funções Night Shift e Modo de Economia de Energia. Foi muita coincidência tudo isso ter acontecido junto.

Mas a Apple nunca admitiu que fosse um problema do iOS, preferindo acreditar (e talvez baseada em análises técnicas) que poderia ser algo relacionado ao hardware. Ela então implementou no sistema uma forma de avaliar a performance da bateria, para tentar entender o que provocava os apagões repentinos.

A resposta final foi vaga e bem limitada: o iOS ganhou apenas um indicador interno que avisava quando a bateria estava desgastada, sugerindo a troca.

A gambiarra

O que o grande público não sabia é que, nos bastidores, os engenheiros da Apple planejavam um estratagema para que a baixa tensão de uma bateria velha não causasse mais apagões no aparelho. Para isso, eles chegaram à conclusão que reduzindo a velocidade do clock do processador (ou seja, a performance do iPhone), isso consumiria menos energia e faria com que o usuário tivesse a impressão que a bateria estava durando mais.

Porém, quem que possui um iPhone 6s quer a performance de um iPhone 3G (!!!) em seu aparelho? Como eles chegaram a cogitar que este tipo de solução seria algo satisfatório para os usuários?

A polêmica

Óbvio que não demorou muito para um esperto usuário se dar conta que a performance do iPhone diminuía drasticamente quando a bateria estava gasta (leia mais sobre o caso aqui), iniciando uma das maiores polêmicas da história da Apple.

A Apple então admitiu que estava sim fazendo isso, para resolver um problema que ela tinha descoberto. Para ela, manter o iPhone aceso é mais importante do que ele ser performático.

A repercussão negativa foi gigante, o que obrigou a empresa à escrever uma nota pedindo desculpas,  comunicando que uma atualização nos primeiros meses de 2018 permitirá que o usuário tenha um relatório completo sobre o estado atual da bateria do seu dispositivo. Porém, como nós mesmos afirmamos aqui, isso não resolve efetivamente nada se o aparelho continuar com a queda de performance imposta pelo sistema.

A solução

Tim Cook agora nos deixa mais tranquilos, afirmando que o usuário terá a opção de desligar a queda de performance mesmo se a bateria estiver gasta. Será uma decisão do usuário querer preservar mais a bateria ou manter a performance original do aparelho, performance aliás que provavelmente foi um dos motivos dele ter escolhido pagar caro por aquele modelo.

Em breve uma versão de testes começará a ser distribuída exclusivamente para os beta testers e, algum tempo depois, a versão final deve chegar nas mãos dos usuários. Não foi divulgado o número da versão, mas nós aqui poderíamos apostar que será chamado de iOS 11.3. Porém, desde o iPhone 4s o nosso contador nos proibiu de fazer apostas…

Nossas considerações

É uma ótima notícia a Apple finalmente colocar nas mãos dos usuários a decisão de diminuir ou não a performance em caso de baterias desgastadas. Como já dito aqui, os consumidores pagam caro em um iPhone porque querem alta performance e qualidade na experiência de uso. Diminuir intencionalmente a velocidade de um aparelho não é algo aceitável em nenhuma marca, principalmente sem admitir que isso possa ser um erro de projeto.

Afinal, velhas perguntas ainda continuam: por que o problema começou a se manifestar apenas em modelos a partir do iPhone 6, que foi o mais fino iPhone já fabricado? Será que essa obsessão por deixar o aparelho o menos espesso possível não prejudicou a performance da bateria? Seria o projeto todo o causador destas anomalias da bateria? E se sim, o que isso pode influenciar também nos atuais e futuros projetos?

São respostas que a Apple ainda não deu, mas que esperamos serem fornecidas em breve. Dar ao usuário a decisão de baixar ou não a performance é um grande passo (e uma ótima notícia), mesmo ainda não sendo uma solução definitiva para o problema principal, que é o do funcionamento anômalo da bateria quando ela está desgastada.

Estamos de olho…

Fonte
ABC News
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Enfim um pouco de bom senso da Apple. Só precisou do mundo inteiro processar a empresa, coisa simples. Mas fico aliviado em saber que não vou precisar sair da marca e me adaptar ao Android no curto prazo.

  • Ismael

    Não resolveram por amor, mas sim por terror! Depois de tanta pressão…

  • Tiago Pimenta

    É muito mimimi… Se eles reduzem a performance por causa da degradação natural da bateria, reclamam… Se não reduzem a performance para dar uma sobrevida maior ao sistema inteiro, inclusive na bateria já degradada, reclamam… Povo chato do baralho !!!

    • Amoracyr Nuñez

      Tiago, concordo em discordar de você… Quando compramos qualquer aparelho, sabemos que a degradação natural da bateria é uma coisa que vai ocorrer. Ninguém vai se sentir lesado ao ver a vida útil da bateria diminuir de forma natural. Agora, como você se sentiria caso comprasse um carro caro e potente, mas que viesse programado (sem você saber) pra ter sua potência reduzida pra quase um terço da original quando a bateria arriasse? Seria mimimi reclamar, caso você comprasse um Camaro e depois de alguns anos ele tivesse a potência de um Corolla? Acho que não, né?

      • Tiago Pimenta

        Tocou num assunto que gosto também… Carros… E sim, neles também existem “mecanismo” de proteção que não perguntam ao usuário se eles querem ou não… Exemplo… Limitador de Giro.. A montadora limita o giro do motor para proteger…

        Mas vamos a outras suposições… Se a montadora limitasse a potência do meu Camaro caso a gasolina chegasse perto do final, para proteger componentes do carro (Exemplo: Bomba Elétrica), eu não ligaria… Caso a VW limitasse a potência do meu Golf 2.0 Tsi Gti 16V Turbo quando a bateria tivesse degradada para proteger o sistema ou outros componentes, ou para que o carro não ficasse “apagando” e “travando” toda hora… também não ligaria…

        Eu só ligo de não ter um Camaro ou um Golf Tsi GTi *rs*

        • Proper

          Tiago, não creio que sua analogia com combustível seja a mais correta, dado a frequência com que você tenha que abastecer, penso que o exemplo dado pelo Amoracyr seja mais apropriado.

          Mas, independente disto, seu exemplo toca em um ponto que não ocorreu com a Apple nesta polêmica toda: transparência. Há uma grande diferença entre o fabricante lhe informar do “recurso” (sobretudo quando já existe uma opção de economia de energia, sendo assim a “economia da economia”) e outra completamente diferente quando você desconhece a questão e ao final da descoberta inevitavelmente se sente lesado, uma vez que abre brechas para interpretações variadas, e todas elas voltadas não para beneficiar o usuário, mas sim para a imagem e saúde financeira da própria empresa (ex., quem garante que a “gambiarra” não foi para evitar processos e custos maiores com recall nos casos de iPhone 6 e 6s desligando inesperadamente? Ou mesmo também de obsolescência programada? Em ambos os casos nunca saberemos pois uma vez confirmada o estrago na reputação da empresa seria ainda muito maior que a polêmica já ocorrida).

          Dito isto, desculpe, mas não é puro “mimimi”, ninguém paga caro em produtos Apple esperando que no final a experiência de uso seja sabotada pela própria empresa em um caso que denota pura jogada empresarial e em que nada beneficiou o consumidor.

          • Amoracyr Nuñez

            Pois é, Tiago. Eu também acho que o exemplo do limitador de giro é um pouco diferente. Nesse caso, acho que poderíamos comparar com os mecanismos que desligam o telefone quando utilizados em temperaturas extremas. Você não ficaria surpreso se o motor do seu carro não girasse mais rápido a partir de 7000 rpm (não entendo muito disso, estou chutando o valor), do mesmo jeito que não ficaria surpreso se o seu smartphone desligasse ao utilizá-lo fora de casa em um inverno de -40°C. Em ambos os casos, você que está fazendo mau uso do carro ou do aparelho. Agora, como você disse, a degradação da bateria é natural e ocorre uma hora ou outra independente da forma como você utiliza o telefone. Mas o desligamento automático antes do esgotamento completo da bateria é um erro de engenharia que foi “consertado” com um erro ainda maior (e pouco transparente). Enfim, são opiniões e respeito totalmente a sua. Quem perdeu um pouco do meu respeito foi a Apple, que lidou muito mal com a situação.

    • Milton Bender Júnior

      A questão não foi reduzir ou não a performance. A questão foi isso nunca ter ficado claro aos usuários. Aí o celular do cara ficava uma grande porcaria e ele não sabia o
      porquê. Até mesmo porque muita gente sequer sabe verificar se a bateria
      está boa ou não.
      Acabou que quando veio à tona deu no que deu. Até minha esposa, por exemplo, que não é da área e mal sabe o que muda de uma versão do iOS para outra ficou sabendo do rolo todo e achou um tiro no pé da Apple.

      • Tiago Pimenta

        Milton… Concordo contigo que teria sido muito melhor se eles tivessem deixado isso claro ao usuário e que fazendo isso, quando a performance começasse a ficar mais lenta, ele já saberia onde seria o problema, nesse caso a bateria… Agora em relação ao usuário saber se a bateria está boa ou não, a maioria sabe sim, pois sabe que antes durava o dia inteiro, depois começou a durar só X horas, depois começou a durar menos… Depois começou a chegar em 20% e desligar… Quando tem esses sintomas, todos sabem que a bateria está ruim…

        O que precisa ser mais divulgado, é que existem algumas “boas praticas” para prologar a vida útil da bateria… Métodos para calibrar ela, etc… Eu mesmo, só fui descobrir que tinha como calibrar a bateria, quando o meu iPhone 5 começou a chegar em 15%/20% e desligar…

        Mas ainda continuo com a minha opinião, muito mimimi…

        • Giiliard Freitas

          como se calibra a bateria de um iPhone?

          • Marco Portuga

            Carregue a bateria do seu iPhone completamente (100%);
            Use seu aparelho até que a bateria se esgote e dispositivo desligue sozinho;
            Deixe-o desligado durante 6 a 8 horas;
            Faz uma carga de bateria agora por 6-8h. É aconselhável não utilizar o iPhone nesta etapa para uma calibração mais precisa;
            Agora que seu aparelho está com 100% de bateria, reinicie o dispositivo segurando os botões home + power.

    • KB

      O mimimi é por conta da ausência de transparência e não deixar o usuário definir o que quer. A Apple sempre deu ao usuário a chance de optar, por que desta vez privou o usuário de uma escolha importante? De qualquer forma, antes tarde do que nunca. Com opção de escolha, cabe o usuário decidir o que quer.

      • Tiago Pimenta

        Qual empresa é 100% transparente ? Quando foi que a Apple deixou os usuários decidir, personalizar ou que o usuário escolha como o SO vai ser ?

        Ta vendo… É tudo mimimi… Nenhuma empresa é 100% transparente e nunca a Apple deixou tudo nas mãos do usuário, pelo contrário, sempre foi assim “Ou é do meu jeito ou vão para Android”.

        • Jonas

          Vdd

  • Estan Duarte

    É sempre bom tomar as redias do proprio aparelho, para fechar com chave de ouro: libere todas as versoes do iOS para instalação e a compatibilidade de apps com versoes antigas do iOS, porque as novidades nao tem muita diferenca de apps de 6 anos atras.

    • Melhor ainda !! Deixem instalar Android no iPhone ou Symbian !!!

    • Emanuel Dantas

      Seria massa.. o problema é que se alguem decidisse voltar ao ios 5 por ex.. não conseguiria instalar quase nenhum app.. a politica da apple com os apps da appstore é mt punk.. ou atualiza junto com o ios ou cai fora.
      Teria que ter uma opção de versões dos apps também. Mas seria uma ótima ideia.

  • Arthur Soares

    Problema de iPhone desligar com bateria degradada não é de hoje… Já tive com meu 3Gs e já vi varios 4/4S/5/5S com o mesmo problema. Isso não é culpa da Apple, e sim da tecnologia atrasada das baterias. A não ser que todos tenhamos chances de comprar baterias acessíveis constantemente isso não vai parar de acontecer, você diminuindo a potência do aparelho ele para de desligar, OK… Mas ninguém quer realmente um aparelho mais lento, porém ficar com o aparelho desligando é irritante demais.

    Hoje meu 6 ta uma carroça, precisando urgente de uma bateria nova, tanto pelo desempenho do equipamento quanto pela autonomia dele.

    Baterias acessíveis é a melhor solução até inventarem tecnologia melhor.

    • Estan Duarte

      Eu acredito que o iOS deveria voltar ao Kernel da versao 6, congelar apps e manter apenas o app na tela consumindo CPU, ai sim poderiamos ter uma reducao de 50% de clock sem problemas visiveis.
      Alem de manter a autonomia de bateria.
      Mas infelizmente o iOS caminha contra a sua base, com apps em multitarefa cada vez mais exigentes e ativos, enquanto o proprio Android caminha para gerencimamento inteligente de apps em segundo plano.
      O iOS poderia focar em gestao de app, seria melhor um app congelado em segundo plano e pronto para o uso, do que um aparelho quente, com apps que fecham, desempenho piorado e autonomia de bateria precaria.

      • Arthur Soares

        Realmente seria muito melhor um iOS com melhor gerenciamento de aplicativos para 2º plano.
        Mas falando sobre a bateria, acredito que mesmo tendo esse gerenciamento com o tempo ela se degrada o suficiente para dar shutdown no equipamento. Foi o que passei no 3Gs tempos atrás e achei que passaria no 6+ agora, mas realmente tinha notado alguns lags e ai veio a notícia hahaha

        • Estan Duarte

          😂😂

    • Proper

      Arthur, penso que você perdeu o fio da meada quanto a polêmica, ninguém acha que a Apple invente de um dia para noite uma tecnologia mirabolante que evite degradações de células de íons de lítio e sim que seja transparente quanto a questão e dê opções ao usuário (como ela está fazendo agora, ainda que depois de toda a polêmica).

    • Jonas

      O valor da bateria agora está acessível.

  • Anderson1sp

    Mais uma coisa que ela não vai prometer igual o iMessage no iCloud 😴

  • Murilo Herrmann

    “Porém, desde o iPhone 4s o nosso contador nos proibiu de fazer apostas…”
    rindo muito disso aqui. cliente que não retem dinheiro só da dor de cabeça kkkkkkkkkk

  • Quem garante que se eu escolher por performance o sistema agora não ficar desligando mais que o normal meu aparelho e aparecer a notificação “Eu avisei”

    • Estan Duarte

      😂😂

  • Yan Hideki

    Galera vamos pensar !!!!
    Este problema de bateria começou com o iphone 6s plus … que desligava sozinho …
    Até então a bateria ficava ruim com o tempo…
    Para resolver o problema da bateria do 6s plus trocaram alguns aparelhos no programa de troca .
    Para o restante conseguiram dar um paliativo via IOS baixando o clock do processador.
    Mas o problema continua lá ERRO DE PROJETO…
    Aí agora depois da revelação resolvem abaixar o preço das baterias , e agora vão lançar uma atualização que permite vc “escolher” entre desempenho e bateria .
    Me pergunto se um celular galaxy , sony ou até mesmo um celular xing ling precisa usar o recurso de baixar o clock do processador para funcionar direito .
    Isso está acontecendo por que sim há com muita certeza uma falha de projeto seja de hardware ou software…
    Por que se não houvesse alguma falha o telefone não precisaria de abaixar o clock do processador.
    A bateria mesmo ficando mais velha o que deveria acontecer é acabar mais rápido , apenas isso.
    Agora vai ficar assim, vc escolhe desempenho seu celular fica desligando e a Apple diz :
    Problema seu nos avisamos que escolher desempenho ia dar nisso .
    De certa forma eles tiram o deles finalmente da reta …
    Pensemos …
    Em tempo …
    Ontem voltei meu ipad 2 que era lento para o ios 6 ….
    Ele agora está super rápido…
    Isso me faz pensar muito no que a apple está fazendo

    • Murilo Herrmann

      A Apple ainda está validando o iOS 6?
      achei que já tinham fechado a porta depois do bug de dias atrás.

    • KB

      Não sei, mas no meu caso este problema começou com o iPhone 6. A Apple nunca oficialmente admitiu no iPhone 6, mas pode ter certeza de que tinha o mesmo sintoma.
      O que acontecia no meu aparelho, além de desligar ainda com carga, era em determinadas situações a bateria ia decrescendo de forma rápida, tipo 1% a cada ‘x’ segundos… tipo contagem regressiva…

      • Jose Damaceno

        Sim.
        O meu iPhone 6 em 2016 tive que trocar a bateria por esses desligamentos inesperados, depois parou e paguei T$ 449 temers. Depois de 1 ano, sai essas notícias…imaginem quantos não fizeram quanto eu…pois a própria Apple não sabia o que era?!

  • Genildo Freitas

    Meu X quando chega a 1% fica meio lerdo. Liguei no 0800, fizeram o diagnóstico, tudo ok! Dai me disseram que quando a bateria chega a 1% o aparelho tenta prolongar-la, reduzindo a performance. No meu 6s Plus fazia isso tb, engraçado que no 7 Plus Red não acontecia isso. 🤔

    • Acho que aí é aceitável, porque realmente é uma tentativa de prolongar o uso ao máximo. Diferente de reduzir toda a performance do aparelho, independente da carga.

    • Estan Duarte

      Tenho 7P e ele fica 30min em 1% e nao tem perda de performance, em uso comum.

  • Ricardo Naodi Oshiro

    Eu acabei trocando os i6s plus daqui de casa pelos i8 plus, mas “se for” mal dimensionamento de bateria, acredito que somente os futuros iphones é que terão atenção maior no dimensionamento das baterias. Sei lá, talvez em 2019? Os i6s plus daqui de casa ainda não estavam lentos, mas uma amiga tem um i6 e nem está conseguindo usar de tão lerdo e cheio de travamentos. Os amigos de android é que tiram sarro…

  • Estan Duarte

    Achei isso em um dos LOGs do sistema, estou no iOS 10.3.3.
    No iPhone 9,2
    Acredito que esse seja o processo responsavel pela perda de performance nos iPhones.

    https://uploads.disquscdn.com/images/3623093298e81794921d07f4bdf9c6c4f957c14f16fe219a2a8547f9bbc663d2.jpg

  • Eric

    Esss nova opcao de desativar a reducao de performance se desativar o celular vai desligar, qual a vantagem?

  • Junior_34

    Acho que a Apple perdeu um pouco de sua credibilidade após esse fato das baterias.
    Se ninguém notasse nada no aparelho, continuariamos sendo lesado por essa artimanha da engenharia. Esperamos voltar a ter um sistema eficaz, seguro, fluido e funcional como nas outras versões.

  • iLuk

    Desde meu iphone 4s isso acontece, o pior foi ao atualizar meu antigo Iphone 5 que ficou muito pior, alem de ter reduzido a performace ele tambem desligava sozinho ! 🙁

  • KB

    Fico imaginando se numa carcaça menor o aparelho não esquenta mais do lado da bateria, ocasionando um desgaste maior, uma vez que temperatura é um dos fatores que influencia na autonomia da bateria.

  • Gabriel

    Esse app, CPU Dasher, é pago.
    Gostaria de saber se existe algum 0800 que demostre a frequência da CPU também! (De não, vai 3,50 conto memo xD)

  • Ivson Passos Jr

    Dizer que vai oferecer a opção de redução de performance do aparelho DEPOIS que a polêmica toda aconteceu é mole. Explicar porque isso foi feito sem o conhecimento e o consentimento do usuário em primeiro lugar é que é difícil, né?

  • Sonia Silva

    Off. Será que só acontece com o meu iPhone X? Quando recebo uma ligação e eu não atendo, o iPhone não apresenta uma ligação perdida no ícone telefone, só vou saber quando clico nele.

    • Estan Duarte

      Verifique se as notificacoes do app telefone esta ativado a opcao: aviso no icone.

  • Vitor Tanaka

    Alguém já trocou a bateria? Os preços realmente baixaram?

  • Thiago

    Qual é esse app que mede o clock do processador, que aparece no print?

  • Alisson Rocha

    Concordo com cada palavra desta publicação iLex. Essa bola fora da Apple foi foda, eu acho correta a atitude de dar opção ao usuário. Que venha o 11.3 logo, porque meu telefone está uma b****, e porque ninguém aguenta mais esse mimimi…

  • Alex Pereira

    O meu iPhone 5 também tinha os mesmos problemas com o IOS 9

    • Estan Duarte

      Apple fala que comecou no iOS 10, mas duvido muito, esse problema surgiu no iOS 9, desde que a Apple comecou implementar recursos energeticos no sistema, que ate entao eram automatizados nas versoes anteriores. Todo iPhone desde o iOS 9 apresentou o problema de desligamento.

  • Creio eu que será embutida no modo de pouca energia. Faz mais sentido ativar esse modo e reduzir o clock do aparelho. Ou então criar outro modo de redução de processamento. Enfim. Já era hora de resolver isso

  • Marco Almeida

    “por que o problema começou a se manifestar apenas em modelos a partir do iPhone 6, que foi o mais fino iPhone já fabricado?” Não, o meu 4S também começou a desligar antes do fim da carga a partir do iOS 9.3.2 que, apesar de ser antigo, funcionava bem.
    Dar a opção de escolher por performance ou bateria é até bom mas, baixar os preços das baterias pra trocar por uma nova e ter o aparelho revigorado é ainda muito melhor.

    • Estan Duarte

      Voltei o 4S para 6.1.3 e ele nao apresentou desligamentos. Incrivel hein?

      • Luciano Assunção

        O meu 6 também não apresentava descarregamento no iOS 9, no entanto está rodando absurdamente lento no 11.

      • Marco Almeida

        É verdade Aquele sim era um sistema otimizado!

      • KB

        Fico imaginando se tem a ver com as funcionalidades novas que foram implementadas, como tasks em segundo plano, serviços de notificação, etc. De repente o aparelho começou a ficar mais e mais conectado consumindo mais bateria do que previamente… Acho que se pegar as funcionalidades novas que vieram com o iOS 7, 8, 9, etc e comparar com as presentes no 6 dá para se ter uma idéia.

        • Estan Duarte

          Eu preferia o iOS como antes, focado apenas no app que esta na tela e congelava o restante, funcionava apenas PUSH, audio, VoIP e localizacao.
          Mas Craig esta cagando o iOS o tornando igual Android (antigo) porque ate Android ja mudou com Doze, pois percebeu que multitarefa faz qualquer smartphone virar uma carroca, pode ter o SOC com a RAM que for, se deixar apps livres o negocio desanda.
          Forstall faz muita falta para o iOS.

  • Thiago

    Fiz o teste com o coconut battery e indica que minha bateria do 6s Plus ainda retém 60% da capacidade original (2 anos e 1 mês de uso).

    Usei o CPU DasherX e ele indica que a frequência do meu processador é a mesma ainda (não houve redução da performance).

    Acredito que essa redução seja só em casos extremos onde a bateria está muito degradada. Acho que pra maioria dos usuários não fará tanta diferença…

  • Cristiano Matos

    Na minha opinião a Apple sempre fez isso. A diferença é que agora a galera descobriu.

  • Fernando Sade

    Na minha opinião, a maioria dos usuários estão considerando apenas as intenções declaradas pela Apple. Mas já troquei de iPhone e iPad por constatar que o desempenho deles estava muito baixo em relação aos novos modelos. Provavelmente, não era verdade. Apenas tiveram seu desempenho reduzido por software. Quantos milhões de usuários trocaram seus aparelhos também?

    • Gustavo

      Milhões infelizmente ..

  • KB

    Sou só eu ou tem mais gente com isto… tenho notado uma considerável demora no carregamento da bateria do iPhone. Não tenho a quantificação, mas depois do 11.2.2 tem demorado para chegar aos 100% durante a carga. Usando acessórios originais (adaptador e cabo). O iPhone é o 7.

  • Patrick Moreno

    Sou usuário a anos de iPhone, desde o 3G entre trancos e barrancos continuei com a Apple pois era um celular que sempre “durou” mais que a concorrência, estou atualmente com um 7 de 256Gb, super satisfeito com a performance dele, mas com todas estas polêmicas, não vejo como ele ter a duração do meu 5S que até hoje está bem acima em performance que os celulares lançados juntos com ele, mas ele não faz parte dessa leva de problemas da Apple, com isso, estou olhando o OnePlus 5T com olhos de quem quer sair da Apple depois dessa tremenda mancada com os consumidores, não confio mais na marca.