Finanças

Tim Cook se diz investidor de Bitcoin e criptomoedas

Um dia depois do Bitcoin bater mais um recorde histórico, o CEO da Apple, Tim Cook, revelou em uma entrevista para o The New York Times ser um investidor de criptomoedas.

Este tipo de declaração é muito esperada há tempos pela comunidade de criptoativos. No primeiro semestre deste ano, rumores rolavam dentro deste nicho afirmando que a fabricante do iPhone poderia passar a aceitar pagamentos em bitcoin a qualquer momento, a exemplo do que fez a Tesla. Mas nós que seguimos a empresa mais a fundo sabemos que isso ainda está longe de acontecer.

Mesmo assim, a atual declaração de Cook é algo que pegou de surpresa muita gente que ainda não sabe direito o que é bitcoin.



A entrevista com Andrew Ross Sorkin faz parte da conferência online DealBook.

Durante a entrevista, Cook abordou alguns produtos da empresa e fez comentários sobre o futuro da realidade aumentada (RA). Uma das partes mais interessantes da conversa, no entanto, se concentrou nos pensamentos dele sobre criptomoedas.

Cook explicou que a Apple está “observando” a criptografia monetária, mas não tem planos imediatos de fazer qualquer anúncio na área. Ele também disse que, ao contrário da Tesla, a Apple, como empresa, não planeja investir em criptomoedas porque acredita que os seus acionistas não compram ações para se expor à criptografia.

Sorkin: Qual é a sua opinião sobre criptomoedas e sobre potencialmente aceitá-las por meio de pagamento na Apple ou de outra forma?

Cook: É algo que estamos observando, não é algo que temos planos imediatos para fazer. Eu diria que há coisas que eu não faria como nosso saldo de caixa. Eu não iria investir em criptografia não porque não investiria meu próprio dinheiro em criptografia, mas porque não acho que as pessoas compram ações da Apple para se expor à criptografia. Então, se eles quiserem fazer isso, eles podem investir diretamente em criptografia por outros meios. Então eu não faria isso. Não estou planejando, no futuro imediato, usar criptografia para nossos produtos.

Cook também revelou que ele próprio possui criptomoeda, dizendo “é razoável possuí-la como parte de um portfólio diversificado”, enquanto também observou que “não está dando conselhos de investimento a ninguém“.


Desde julho o bitcoin vem desenvolvendo uma onda de crescimento de valor e esta semana voltou a bater recordes de preço. Muitos estimam que 1 BTC possa chegar a custar R$ 550.000 (ou 100 mil dólares) já em dezembro.

Caso você esteja se interessando por este mercado e ainda não tem uma conta na corretora Binance (uma das maiores do mundo), pode abrir sua conta gratuitamente neste link, para ganhar 10% de desconto nas taxas de todas as suas transações. 😉

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo