Dicas de iPhone e iPad

9 verdades sobre a bateria do iPhone

O carregador rápido do iPhone prejudica a bateria ao longo do tempo? Como prolongar a vida útil da bateria? Especialistas revelam algumas verdades sobre a bateria do iPhone e acabam com mitos comuns entre os usuários.


Um dos assuntos mais controversos da comunidade tecnológica é sobre a bateria do iPhone. Como pode, depois de tantos anos, a gente ainda precisar conectar o aparelho na tomada todos os dias?

Além disso, diversos mitos são criados sobre o uso e preservação da bateria. Será que deixar carregando a noite toda sobrecarrega a bateria? E o carregamento rápido danifica a vida útil dela? E se não usar cabos da Apple, é pior?

Alguns especialistas falam sobre estes mitos e esclarecem algumas verdades em relação a bateria do iPhone.



  Verdade 1   O carregamento rápido não danifica a bateria

A pressão de todos os usuários para ter uma bateria melhor é uma constante para todos os fabricantes de smartphones. Com isso, foi mais do que natural a popularização do carregamento rápido entre os dispositivos.

No iPhone, ele foi incorporado com os iPhones 8 e X, em 2017, e segue até hoje.

Muitos usuários acreditam que este carregamento rápido prejudica a saúde da bateria física do aparelho. Mas segundo os especialistas, isso não é verdade.

Até 2019, o carregador padrão do iPhone que vinha na caixa era um de 5W. No iPhone 11 Pro, a Apple começou a colocar carregadores mais potentes, de 18W e que carregam muito mais rápido.

As baterias de carregamento rápido funcionam em dois estágios. O primeiro aplica uma grande quantidade de tensão à bateria que esteja vazia ou quase vazia, que fornece uma carga incrível de 50% nos primeiros 30 minutos.

Isso ocorre porque, durante a primeira fase do carregamento, as baterias podem absorver rapidamente uma carga, sem grandes efeitos negativos sobre a saúde a longo prazo.

Estágios da Bateria do iPhone

Essa primeira fase dura até os 80% da bateria. A partir daí, começa o segundo estágio, em que a carga fica mais lenta, pois é nesta parte que uma sobrecarga poderia danificar os componentes.

É o iOS quem gerencia todo o processo. Ele monitora de perto as duas fases da carga e diminui a velocidade de carregamento durante o segundo estágio para dar tempo à bateria para absorver a carga e evitar problemas, e é por isso que pode levar mais tempo para obter esses últimos pontos percentuais.

Então, não, a carga rápida não danifica a vida útil da bateria, porque na fase crítica em que uma sobrecarga poderia ser prejudicial, o sistema se encarrega de fornecer uma carga mais lenta.


  Verdade 2   Deixar carregando o iPhone durante a noite não danifica a bateria

Muitos tem o medo de que, deixando o iPhone carregando a noite inteira, isso possa sobrecarregar a bateria quando ela atingir 100% e continuar conectada.

Mas fique tranquilo, porque não é isso que acontece.

De acordo com os especialistas, o sistema de gerenciamento do iOS é projetado para desligar a carga elétrica quando a bateria atinge 100%, antes que ela possa sobrecarregar.

No iOS 13, a Apple reforçou ainda mais este cuidado. Para diminuir maiores riscos de sobrecarga, ela incluiu uma função de Carregamento Otimizado da Bateria, que interrompe a carga em 80% e retoma mais próximo do usuário precisar. Este cálculo é feito com aprendizado de máquina se baseando nos hábitos do proprietário.

Carregamento Otimizado da Bateria

Claro que essa função funciona melhor para usuários que possuem um hábito constante de carregamento, como por exemplo, acordar sempre no mesmo horário ou ter o costume de carregar durante o dia, em um horário específico.



  Verdade 3   Você não deve deixar a bateria chegar a 0%

Um outro mito bastante divulgado é aquele que diz que, de tempos em tempos, é importante deixar o iPhone desligar sozinho sem nada de carga, para “recalibrar a bateria“. Não faça isso!

Este mito se originou nos antigos celulares. Mas depois que as baterias compostas de íon de lítio começaram a ser usadas, isso nunca mais precisou ser feito.

Na verdade, o que acontece agora é o contrário: descarregar uma bateria completamente pode causar reações químicas que, com o tempo, podem reduzir a vida útil da bateria.

Tanto que o iOS inteligentemente faz o aparelho desligar antes da carga realmente se esgotar por completo, justamente para tentar proteger a integridade do aparelho. Mas é importante nunca deixar um iPhone sem carga por muitas horas, pois isso pode danificar a bateria.

Se você se preocupa mesmo em proteger a saúde da sua bateria, o ideal é procurar sempre recarregar quando o nível da bateria diminuir em torno de 30%, bem acima dos níveis baixos que podem ocasionar danos.


  Verdade 4   Altas temperaturas podem danificar sua bateria

Provavelmente você já sabe, mas não custa repetir: em temperaturas que ultrapassem 35ºC, a bateria pode sofrer sérios danos em sua saúde e diminuir sua eficácia.

Visto que vivemos em um país que em certas regiões se atinge estes níveis climáticos durante o verão, todo o cuidado é pouco. Mas, mesmo em períodos mais frios, descuidos podem colocar seu aparelho em risco.

Por exemplo, deixar o iPhone no painel do carro, ou então em uma praia sob o sol escaldante. Tudo o que pode causar superaquecimento no aparelho podem tornar a bateria menos eficiente. E em casos extremos há mesmo o risco de explosão.

Então, uma regra básica: mantenha o iPhone longe de altas temperaturas.

Temperatura iPhone


  Verdade 5   Carregadores e cabos de outras marcas não danificam sua bateria

A Apple sugere que só se use cabos e carregadores fabricados por ela. Porém, o preço é o dobro do que outras opções no mercado.

Mas não se preocupe: misturar e combinar cabos e carregadores não prejudicará sua bateria. Porém, eles não podem ser falsificados, precisam ser acessórios homologados por alguma agência reguladora, como a Anatel, por exemplo, ou até mesmo a própria Apple.

Então, usar carregadores USB de outras marcas, como Samsung ou Motorola, ou então comprados em lojas de confiança, não causam problema algum, pois são construídos com dispositivos de segurança que não danificam o aparelho.

Mesma coisa com os cabos Lightning. Se tiverem o selo MFi, foram homologados pela Apple e também cumprem perfeitamente a função.

É sempre bom lembrar que carregador e cabo são dois acessórios diferentes. É comum algumas pessoas chamarem de “carregador” o cabo ou os dois juntos, mas não é correto.


  Verdade 6   Fechar aplicativos abertos não economiza a bateria

Há um mito da multitarefa: quanto mais aplicativos estiverem abertos ao mesmo tempo no sistema, mais bateria é consumida. Isto é bem verdade em outros sistemas, mas no iOS o gerenciamento da multitarefa é diferente. Os aplicativos ficam em um estado “congelado” quando em segundo plano, o que reduz muito o consumo de energia.

Por causa deste mito vindo de outros sistemas, muita gente tem o hábito de fechar sempre os aplicativos que não usa. Mas a multitarefa do iOS tem uma vantagem pensada pelos engenheiros da Apple: guardar na memória RAM os dados dos aplicativos, acelerando a retomada deles quando se volta a utilizá-los.

Se você fechar completamente um aplicativo que for usar logo depois, isso fará com que ele tenha que ser todo recarregado, o que consome mais processamento e, consequentemente, mais bateria. Por isso, só feche os apps que você realmente não irá mais usar por um longo período, para não fazer o processador trabalhar dobrado.

A única exceção que pode-se fazer é a respeito de aplicativos de GPS, que usam constantemente a localização mesmo com o app em segundo plano. Nesse caso, eles acabam sugando a bateria mesmo não sendo usados, e portanto é aconselhável que, se você encerrou o uso dele naquele período do dia, o melhor é fechá-lo para não gastar bateria a toa.



  Verdade 7   A sua bateria se degrada a cada mês que passa

Por mais que você tome todo o cuidado do mundo, o fato é que sua bateria física irá se degradar com o tempo. É um fato.

A cada ciclo de carregamento, ela perde um pouquinho de sua vida útil. Então, não queira que um celular que já tem 3 anos tenha uma bateria com a mesma performance de quando foi comprado. Isso é física e quimicamente impossível. E é normal! Não se culpe por isso, porque é assim que as coisas foram feitas para funcionar.

À medida que as baterias de íon de lítio envelhecem quimicamente, a capacidade de manter a carga diminui, resultando em períodos mais curtos entre as cargas do dispositivo. Isso pode ser chamado de capacidade máxima da bateria, que é uma medida da capacidade de carga em relação a quando ela era nova.

No iOS 11.3 a empresa incorporou em todos os iPhones uma função que mostra a Saúde da Bateria. E quando tiver marcando menos de 80%, ela aconselha a trocar, para não reduzir o desempenho do aparelho.

Mas apesar desta função ser uma referência útil, tente não ficar maluco se notar que os números da saúde da sua bateria estão diminuindo. Essa é apenas uma referência e só será um problema quando a bateria realmente apresentar falhas estranhas. Há muitos usuários do iPhone 11 que estão passando por isso, mas até o momento isso não virou um problema oficial:


 Verdade 8   A tecnologia das baterias não muda faz tempo

Por mais que queiramos que a Apple lance a cada ano um iPhone com bateria que dure mais do que os modelos anteriores, o fato é que a tecnologia das baterias de íon de lítio é a mesma há décadas. Está estagnada.

De 1995 até 2007, a capacidade de armazenar energia nem sequer aumentou 30%. E a perspectiva é que a situação não melhore muito até 2021.

Se todo o ano as fabricantes apresentam melhoras na duração da bateria sem aumentar muito o tamanho físico dela é porque houve um grande trabalho de otimização do software, além de adotar novos componentes que consomem menos energia, como os microprocessadores e a tela OLED.

Atualmente, o foco no desenvolvimento de novas baterias está mais voltado para carros elétricos e satélites do que para celulares, que são bem menores.

A bateria para um carro Tesla 3 tem uma capacidade de bateria mais de 4.000 vezes maior que a do iPhone 11 Pro Max.

Isso importa porque quanto maior a bateria, mais truques podem ser feitos para prolongar sua vida útil. Por exemplo, quando você carrega uma bateria, a voltagem aumenta, colocando-a sob estresse, especialmente durante os últimos 20% da carga. Para evitar esse estresse, os fabricantes de carros elétricos podem carregar novas baterias apenas em 80%. Devido à maior capacidade da bateria, o carro elétrico ainda pode percorrer uma distância aceitável, evitando o estresse de tensões mais altas. Isso pode dobrar a vida útil total da bateria do carro.

Então, a não ser que vejamos nos próximos anos o avanço de alguma nova tecnologia nesta área, não teremos grandes evoluções nas durações das baterias para celular.



  Verdade 9   Você pode carregar a bateria a qualquer momento

As baterias de íon de lítio funcionam em ciclos de carga. Por essa razão, há quem acredite que há momentos certos para recarregar a bateria. Ou que se carregar quando ela estiver em 40% e não deixar até 100% não vai completar o ciclo.

Não se preocupe quanto a isso. Os ciclos da bateria são contados de 0 a 100%, mesmo que você comece no meio e não termine de carregá-lo.

Um ciclo de carga termina quando você usa (descarrega) uma quantidade equivalente a 100% da capacidade da bateria, mas não necessariamente de uma carga. Por exemplo, você pode usar 75% da capacidade da bateria em um dia, depois dar uma carga completa durante a noite. Se você usar 25% no dia seguinte, terá descarregado 100%, e os dois dias vão equivaler a um ciclo de carga. 

Ciclo da bateria do iPhone

Com isso, um ciclo completo pode levar vários dias. E como a gente explicou antes nesse texto, a capacidade da bateria diminui um pouco a cada ciclo completo de carga. 

Ficou curioso para saber quantos ciclos de carga o seu iPhone já tem? A gente fez um tutorial explicando como saber:



Como economizar a bateria no iPhone

Sabendo dessas verdades e desmitificando ideias pouco eficientes já ajudará você a tratar melhor a bateria do seu iPhone e fazê-la durar por mais tempo.

As velhas e conhecidas dicas de economia de bateria de iPhone continuam valendo. A gente mesmo fez um artigo falando disso:

Fonte
Battery UniversityApple.comCNETSuporte AppleBlog do iPhone
Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar