iOS

Veja como funcionará a nova função Saúde da Bateria do iPhone no iOS 11.3

Após toda a polêmica da descoberta de que o iOS baixa a performance do iPhone quando a bateria está desgastada, a Apple prometeu incluir no sistema uma opção para o usuário escolher quando quer (ou não) que a performance seja prejudicada, além de uma análise mais transparente do estado da bateria.

Esta novidade começou a aparecer no segundo beta do iOS 11.3, liberado na tarde desta terça para os desenvolvedores.


Os Ajustes da bateria ganharão um menu a mais, chamado Saúde da Bateria. Inicialmente ela será etiquetada com a denominação beta, por estar em fase de testes.

Neste menu, será possível ver a capacidade máxima atual da sua bateria e, se ela estiver abaixo de 80%, o sistema passa a diminuir o clock do processador para preservar o aparelho ligado. A Apple chama isso de Gerenciamento de Desempenho. Neste caso, aparecerá a opção (bem discreta) para o usuário desligar o gerenciamento, caso queira que a performance continue original.

Porém, é importante notar algumas coisas:

  • Dispositivos que forem atualizados para o iOS 11.3 terão o gerenciamento de desempenho inicialmente desativado por padrão; ele será ativado apenas se o dispositivo sofrer um desligamento inesperado.
  • Se você desligar manualmente o gerenciamento de desempenho e o aparelho vier a se desligar novamente de forma inesperada, a funcionalidade é reativada automaticamente, até você desligá-la manualmente.
  • O gerenciamento de desempenho estará presente somente nos modelos iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 6s, iPhone 6s Plus, iPhone SE, iPhone 7 e iPhone 7 Plus. Outros modelos não sofrem redução de performance por causa da bateria e por isso os usuários não precisam se preocupar.
  • A capacidade máxima da bateria avalia a capacidade da bateria do dispositivo em relação a quando ela era nova. As baterias iniciarão em 100% quando forem ativadas pela primeira vez e terão sua capacidade diminuída conforme a bateria “envelhecer” quimicamente, o que pode resultar em menos horas de uso entre as cargas.

É muito bom saber que a diminuição da performance não estará ativa por padrão e só será acionada quando houver um desligamento inesperado antes da bateria chegar aos 0%.

Aplicativos de terceiros

Sempre fomos bem desconfiados aqui sobre a eficácia de aplicativos que dizem conseguir analisar o estado da bateria do iPhone. A Apple não dá muita liberdade para aplicativos da App Store analisarem informações do hardware, então é bem difícil algum deles afirmar que é capaz de dizer o estado da sua bateria física.

Nós aqui apontamos um programa de computador que analisa a bateria através do cabo do iPhone (veja o link do artigo completo) e muitos de vocês puderam assim descobrir como estava a sua. Com o beta do iOS 11.3, fizemos a comparação da avaliação feita pelo novo sistema e pelo programa, em um iPhone 7. E o resultado foi bem parecido:

Já alguns aplicativos da App Store acabaram mostrando resultados bem diferentes daqueles da Apple.

Um dos mais populares, o Battery Life, se mostrou ineficiente em analisar o estado físico da bateria, apresentando uma porcentagem bem diferente da real.

Portanto, repetimos o que já dissemos aqui algumas vezes: não confie em aplicativos da App Store que alegam analisar o estado físico de sua bateria. Eles não conseguem e só servem para lhe despejar publicidade.


Ainda não há datas oficiais de quando o iOS 11.3 chegará nas mãos dos usuários, mas acredita-se que isso possa acontecer entre março e abril.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Felipe

    Ainda está rolando aquela “promoção” da troca de bateria?

    • Henrique Mafra

      Até fim 2018

      • Felipe

        Obrigado!

    • Boa sorte..,. fui em uma autorizada aqui em ribeirão preto fizeram o pedido e falaram q lá pro final de Abril deve chegar..

      • Felipe

        Caramba, sério? Bem, eu moro no Rio… Aqui deve ter mais estoque, né? Espero, mas também não tenho tanta pressa!

        • Alessandro Araujo

          Fui na Apple Store do Village Mall e o prazo dado foi de 15 a 30 dias.

      • Marcos Mendonça

        Idem aqui em Bauru/SP 😒

        • Fabricio Lourenção

          Marcos,
          Estamos em situação pior ainda! A única autorizada Apple aqui fechou.
          🙁
          A mais próxima agora é em Marília.

          • Sério que fechou? Nunca gostei de levar lá porque sempre fui tratado mal, então todas as vezes insistia pra enviar pra apple pelo correio.

      • Aqui em Palmas me pediram entre 2 a 3 semanas para chegar, mas no 8° dia já me ligaram informando que chegou!

        • Igor Danillo

          Já trocou a sua? Quanto tempo eles ficaram com o seu iphone para fazer a troca? Onde fica a autorizada da apple em Palmas? Valeu!

          • Deixei lá agora, 9h da manhã. Às 14:30 falaram que estará pronto! E a única autorizada na cidade é a Casa do Notebook, como eu sou péssimo de endereço, eu não sei aonde é, mesmo tendo ido lá agora maninho! Joga no Waze (:

      • Felipe Sobral A. Ferreira

        A unica que vi que faz a troca assim que solicitar, é a aqui de SP/Morumbi que fica no Shopping Morumbi, mais uma vez uma falha, se vai trocar, teria que ter suporte para quem e onde fosse. FeelsBadMan

  • Alexandre Pinho

    “Se você desligar manualmente o gerenciamento de desempenho e o aparelho vir a se desligar novamente de forma inesperada, a funcionalidade é reativada automaticamente, até você desligá-la manualmente”. O correto é “SE ELE VIER”!

  • paulogrego

    Não entendi porque o iPhone 8 e X não têm esse problema. Se a questão é da natureza das baterias, todas teriam esse efeito, certo? Ou simplesmente por serem modelos novos não trataram deles agora, mas sim talvez no ios12 e adiante?

    Outra questão importante, algum usuário de Android sabe informar se esse desligamento repentino acontece com aparelhos mais velhos? Nunca vi tal relato, por isso não entendo ainda como a Apple está vendendo essa ideia colocando toda a culpa na própria natureza da bateria, será que ela não tem parcela de culpa na forma de lidar com ela no software? Caso contrário, isso seria comum não só em outros fabricantes, mas tb nos iOS mais antigos. Qual a explicação para esse problema só ocorrer agora nos últimos anos?

    • Marcelo Silva

      concordo

    • Marcelo Silva

      Só afetou a bateria do 6 ao 7 isso foi um erro e não querem assumir

    • Daniel Luz

      A Apple tem colocado novos aparelhos na lista conforme eles envelhecem e apresentam problemas na prática. O iPhone 7, por exemplo, só recebeu o tratamento de performance com o iOS 11.

      Quanto ao desligamento repentino: sim, é bastante comum, em vários aparelhos. Em comunidades Android você volta e meia vê um post desse tipo. Um caso que me lembro agora é o do Nexus 6P, que para alguns chegava ao extremo de morrer com 60% de bateria restante, com pouco mais de um ano de mercado http://www.androidpolice.com/2016/12/20/some-nexus-6ps-have-developed-a-battery-early-shutoff-problem-and-its-becoming-a-safety-issue/

    • AlexSanders

      Realmente. Essa história está muito mal contada. É a Apple se afundando, infelizmente.

    • Douglas Knewitz

      A arquitetura e desenvolvimento dos novos chips e baterias mais novas, resultam em maior estabilidade a longo prazo. Os modelos 6-7 tinham chips que precisavam de muita energia e essa energia não era suprida cm a bateira já em estado de deterioração alta. O que a Apple fez foi tornar os chips A11 Bionic, mais eficientes pra lidar melhor com essa demanda de energia… E sim, quando as baterias estiverem já desgastadas quimicamente, o aparelho irá ter problemas.

      É só ler as informações na página de suporte.

    • Vitor Souza

      Acho que de maneira geral, todos smartphones tem problemas na bateria depois de um tempo. Meu Android com 1 ano, passava do 50% pro 10% em menos de 5 minutos. Meu IPhone 4s, chegou um momento que eu não podia tirar da tomada, que ele desligava. O problema maior é que algo que deveria acontecer daqui uns anos, já está acontecendo com aparelhos que nem são tão velhos, como o caso do 6 ao 7.

  • Marcelo Silva

    Se não afetou iPhones antes do 6 e depois do 7 tudo leva a crer que foi um erro de engenharia da Apple e não da bateria. Ou seja quem comprou iphone do 6 ao 7 vai ter que ficar escolhendo entre lentidão ou desligamentos inesperados até o fim de vida do seu aparelho. Pq a Apple não assume logo que errou e pronto.

    • Alex Pereira

      Pq vc não me explica pq meu iPhone 5 de 2013 tinha esses mesmos problemas Marcelo??

      • Marcelo Silva

        Comigo nunca aconteceu isso, mas vc pode ver que o que falei é certo. Veja o novo poste do blog e verá que o erro com esses iPhones foi um erro de projeto. Vê lá.

  • Luan

    Olá pessoal do Blog. Só por curiosidade,quanto tempo de uso tem este iPhone cuja bateria está em 79%?

  • Luan

    Isso só vai servir para colocar minhoca na cabeça da galera. Prevejo Apple stores lotando de gente querendo trocar a bateria e a Apple lucrando.

  • Alex iPilot

    Então 20% é “degradação significativa” e desligar o aparelho é “normal”??? Fala sério, Apple!!!
    “ALERTA – Foi detectada uma perturbação grave no nosso Campo de Distorção da Realidade!!!”

  • Quando lançar, não vai dar mais pra vender o iPhone com a bateria ruim..rs

  • Paulo Henrique

    Poderiam fazer um teste de desempenho com a função habilitada e desabilitada, para ver a diferença entre um e outro e se vale a pena desligá-la.

  • Felipe Sobral A. Ferreira

    Fiquei com uma duvida: – Você terá mais transparência, porém, o problema ainda existe, essa seria a solução? (Ao meu ver, não) ou paliativa “um cala boca”. Processei a Apple por isso e estamos em vias de fato ao favor da pessoa lesada, ou seja, EU. O que me deixou impressionado, que quase ninguém a processou aqui no Brasil por essa falha de projeto e não ter avisado os consumidores para um recall, a aqueles que irão defender, um empresa BILHONARIA tem condições de fazer recall. Continuo sem entender… Aos Fanboys, essa é a minha opinião e visão do problema.

    • Marcelo Silva

      Muito bem Felipe, se ficarmos calados é justamente oq essas empresas querem, foi erro no projeto do iphone sim, e o que nos empurram são essas soluções temporárias.

    • Daniel Vitor

      Queria fazer isso também, mas não faço ideia qual caminho seguir.

      • Felipe Sobral A. Ferreira

        Olá Daniel, eu por ter uma esposa advogada foi muito mais facil o caminho mas não quer dizer que o seu não possa. Procure a Defensoria publica ou o Procon e peça esclarecimentos sobre o fato, explique a eles o que acontece e irão te encaminhar da melhor forma.

  • Damyhonn Paulino

    Nunca que o meu 5S não teve seu desempenho piorado com o iOS 11.
    O 5S de minha esposa ainda está com o iOS 9 e é uma bala se comparado ao meu.
    Os menus, as animações, a abertura dos apps, tudo roda mais fluido. Dá até um desgosto.