Curiosidades

Nossas primeiras impressões dos novos iPhones XS e XS Max

Os novos iPhones XS e XS Max foram lançados em 28 países nesta última sexta-feira (21). Como eles são no uso do dia a dia? Vale mesmo a pena trocar de iPhone? Quais as reais diferenças para o iPhone X do ano passado?

Nós vamos contar um pouquinho como foram nossas impressões iniciais nas primeiras 48h de uso.


Modelo 2018

A primeira coisa que reparamos é que, se você vem de um iPhone X, não vai notar inicialmente diferença nenhuma no novo iPhone XS. O exterior é exatamente o mesmo e é muito difícil diferenciar se é um modelo deste ano ou do ano passado ao ver alguém segurando o aparelho. A não ser que seja um modelo Max (de tamanho maior) ou na cor dourada, que só tem no XS.

As mudanças este ano foram internas, e como grande parte dos aplicativos ainda não foi otimizada para os novos processadores, você não notará diferença nenhuma nos primeiros meses caso venha de um iPhone X. Para quem usa modelos de gerações anteriores, aí sim as mudanças são diversas: tela OLED, sem botão frontal, Face ID que substitui o Touch ID, Animoji, selfies em modo retrato e outras coisas mais. Neste caso, é toda uma nova experiência de uso, como foi no ano passado para quem trocou para o X.

iPhone XS Max

O Max possui o mesmo hardware do seu irmão menor, o que muda é apenas o tamanho. A Apple parou de colocar funções extras nos modelos maiores, como fazia com o Plus, que obrigava os que preferiam tamanhos menores a comprar o maior só para ter fotos em modo Retrato. Agora é tudo igual e você pode finalmente escolher o tamanho que preferir.

Mesmo tendo tamanho de corpo muito similar ao do iPhone 8 Plus, o Max não parece tão grande na mão, talvez pela tela ocupar toda a frontal, fazendo a gente esquecer do tamanho. De fato, bastam alguns minutos com ele para esquecer que aquele é um aparelho maior que o X. Apenas quando os colocamos lado a lado é que se percebe a diferença, e o X/XS até passa a parecer “pequeno”. E pensar que até o ano passado esta era a maior tela já colocada em um iPhone; hoje é a menor dos novos modelos.

Benchmarks

Nos testes de desempenho do processador (benchmark), fica mais evidente as diferenças dos novos dispositivos. Há uma bela melhora no novo A12 em relação ao modelo do ano passado. Repare que entre o XS e XS Max a performance é praticamente a mesma (com uma pequeníssima superioridade do XS menor).

Compatibilidade de capas

O design externo do iPhone XS é exatamente igual ao do X, com uma pequeníssima diferença na posição da câmera traseira. Nos testes que fizemos com algumas capas do X, elas couberam sem problemas no XS de 5,8 polegadas. Iremos nos próximos dias ampliar nossos testes para entender se isso será ou não um problema para o usuário se preocupar.

Capa do iPhone X no XS
Capa do iPhone X no iPhone XS

Conexão 4G

Os modelos testados por nós foram comprados nos Estados Unidos. Até o momento, não tivemos problema algum em conectar com redes 4G no Brasil. O modelo não é compatível com a banda 28 (700mHz APT), mas pelo menos em nossa região isto não está sendo um impedimento para usar a rede 4G disponível em outras faixas de banda.

Unboxing

Fizemos um unboxing do iPhone XS (e Max), confira:


Estas foram apenas as primeiras impressões dos novos iPhones. Estamos mexendo neles e descobrindo algumas coisas interessantes, que logo publicaremos aqui no Blog, em artigos mais detalhados. Você também pode colaborar fazendo perguntas e tirando suas dúvidas nos comentários. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Roger Rocha Moreira

    Tem uma diferença importante que vcs não comentaram: o preço exorbitante para quem é brasileiro…:(

    • Na verdade o preço do iPhone X já era exorbitante no ano passado e, em dólar, continua o mesmo.

  • Oscar

    Boa tarde. iLex estava ansioso esperando um post do blog a respeito do 4G. Estou procurando por brasileiros que foram aos EUA e trouxeram o Xs Max ou Xs e que estão testando no Brasil o 4G.
    Estou indo em outubro a Orlando e quero trazer um. Medo vou ter mas vou arriscar

    • Ronilton Ayres

      Eu também moro nos eua mas acho que não vai pegar na região para onde estou indo o ideal é comprar os model europeu logo pelo preço vale a pena ter o modelo que vai se adequar à nova banda 28

      • Oscar

        Ronildo me tira uma dúvida. O brasil vai mudar toda a banda para 28 ou serão as atuais mais a 28?

        • Ronilton Ayres

          Parece que vai depender a operadora, mas acredito que seja as atuais mais a 28 que tem mais abrangência essa é a vantage. Entrei em contato com todas as operadoras a claro disse que usa a banda 7 em todo território nacional não citou a banda 28

    • Nilton Luiz Montemor

      A grande decepção em comprar nos EUA (vou em dezembro) é a falta de acesso na banda 28.. minha filha vem em janeiro da AUS…acho que vou pedir para vir de lá mesmo pagando mais caro (EUA-R$ 5.500,00 x AUS -R$ 6.200,00

      • Ronilton Ayres

        Uma dica peça o modelo que será vendido no Brasil pois a Guarantia da Apple e mundial ou seja se vc tiver que trocar seu aparelho do Brasil nos eua eles têm que ter o mesmo modelo em estoque.

  • Lunatic

    Ótima análise, na minha opinião o XS Max é um ótimo smartphone pela tela de 6.5″, a câmera em HDR, o processador A12, a bateria mais longa em um iPhone e os stereo speakers melhorados. O preço infelizmente está extremamente alto tanto no Brasil como aqui em Portugal em que o modelo de entrada custa 1279€, cerca de R$6124.50.

  • MJuliani
  • Luiz Carlos Souza Antonio

    A câmera é notavelmente melhor, também. Modo retrato de fato funciona mais rápido no XS Max, e o equilíbrio de luz é bem melhor.
    Eu tenho um X, meu marido um Xs Max, estávamos comparando fotos nas mesmas posições

    • Com certeza, Luiz, mas isso a gente não vê nas “primeiras impressões”, assim que abre a caixa.
      Para isso (e outras tantas diferenças) faremos um artigo mais detalhado e profundo, que aí chamaremos de “review”. 😉

      • Luiz Carlos Souza Antonio

        Ah, sim! Foi só um adendo que eu achei legal compartilhar, acompanho o blog há anos, imaginei que vcs fariam um review mais detalhado 😉
        Abraços

  • Wanderley Santtos

    Mesmo com 3.174 mAh o Iphone Xs Max já é considerado o “rei” das baterias, vencendo até mesmo o Galaxy Note 9 (com bateria de 4.000 mAh)… como adianta o canal Mrwhosetheboss.

  • Fabiano Pereira

    Ilex e demais colegas existe algumas perguntas que não querem calar!
    Vou aos EUA em outubro e pretendo trazer um iPhone XS Max, no entanto, essa questão da incompatibilidade do aparelho com a banda 28 (frequência 700mhz) não está clara em seus detalhes.
    Já li bastante sobre e a grande maioria das fontes dizem que apenas em algumas regiões a banda 28 está implantada ou em vias de ser.
    Eu moro em Brasília/DF e utilizo os serviços da operadora Vivo, pesquisei em um site (não sei se é confiável!) e descobri que alguns pontos do DF a frequência utilizada pela Vivo é justamente a de 700mhz (ver arquivo anexo).
    Nessas pesquisas descobri notícias publicadas em alguns sites e de certa forma confirmadas toscamente pela Apple Brasil de que aparelhos comprados nos EUA sem essa compatibilidade serão trocados por modelos homologados no Brasil (modelo europeu).
    Segue link
    https://macmagazine.com.br/2018/09/14/apple-brasil-diz-que-trocara-iphones-americanos-incompativeis-com-o-nosso-4g/

    Gostaria de sugerir a publicação de um artigo no mesmo nível dos excelentes que são periodicamente publicados nesse site, sobre essa questão, detalhando pormenorizadamente essa questão, inclusive solicitando posicionamento da Apple sobre esse assunto.

    Como eu já escrevi, faltam duas semanas para a minha viagem, trago o IPhone de lá ou tenho que comprar o homologado quando chegar ao Brasil provavelmente perto de 8 mil reais?

    https://uploads.disquscdn.com/images/33ef7a1a7c7433b5eadef1027552c5aa0ac2e184c19d65faf23202d1ff409d89.png

    • Oscar

      Estou com a mesma dúvida. Acredito que a Apple não trocará o iPhone pelo homologado no Brasil, somente no caso do aparelho danificado que efetuarão a troca(pelo que li é isso). A vantagem de comprar fora é o preço ser absurdamente menor, mesmo com o dólar na alturas. O que pode acontecer é em alguns bairros de Brasília não funcionar o 4G. Eu não lembro como foi a época do iPhone 5 que não funcionava o 4G mas depois começou a funcionar, quem sabe da uma esperança pra quem for comprar no EUA.
      Estou seco para comprar o XS Max no Eua mas essa dúvida cruel do 4G me deixa com pé atrás. Vamos aguardar. Quem sabe o iLex faça mais para frente um post com mais detalhes da utilização dele com o iPhone americano, com mais testes.

      • Fabiano Pereira

        Pois é, para quem mora em Brasília, essa questão da incompatibilidade dos novos iPhones afetará usuários das operadoras Vivo, Claro e Tim, apenas com a Oi e a Nextel não afetaria porque essas duas últimas não utilizam essa faixa de frequência.
        Ilex, estamos aguardando ansiosamente um artigo, rico em detalhes como sempre, acerca desse assunto!

    • Marcio Perillo

      Brasília é campeã na faixa de 700Mhz, só sobra a VIVO que usa as duas bandas.

      • Fabiano Pereira

        A Oi não usa a faixa de 700 mhz seria uma opção para quem vai trazer iphones americanos e não quer ficar sem a cobertura 4G. Aqui no DF, tanto a Vivo, quanto Tim e Claro já usam em algumas regiões essa faixa de frequência pelo que andei lendo. Na verdade só não sei se a Oi de fato é uma opção boa, do ponto de vista da usabilidade e experiência do usuário, porque na época que eu usava era realmente bem ruim a cobertura do 4G do DF.

  • Jeff
    • Wardney Martins

      o Apple Pay Cash é um serviço P2P (Peer-to-Peer ou Ponta a Ponta) que permite pagamentos e transferências diretamente via dispositivos com iOS.

      • … mas que não está disponível ainda no Brasil.
        Apareceu para mim também, não sei por qual razão.

  • Rogerio Armellini

    Se comprar na Inglaterra ou França, será o mesmo aparelho vendido aqui? Vai funcionar o 4G sem problemas?

  • FЯΞD

    Apple Care+ Sempre!!!

  • Bernard

    Alguém chegou a reparar algum tipo de problema com o contraste (acho que é contraste) na tela principalmente em partes pretas? Quando estou em lugares escuros a tela se adapta e as partes pretas ficam parecendo estar com baixíssima qualidade, chegando a ficar cinza. Isso num iPhone Xs.

  • Manoel Araujo

    Acabei de Fazer o teste com o “geekbenchmark 3” https://uploads.disquscdn.com/images/1eb51e08565fb67115bef83d34c57a93b9232c24e01764fb580960cc9d4e09ed.png
    E meu i8 foi maior q esse X, q estranho.

    • Skinny

      varia muito …

    • O processador do iPhone 8 é exatamente o mesmo do iPhone X: o A11 Bionic.

  • Skinny

    Fico bolado quando mencionam ”animoji” como se fosse algo relevante kkk