Opinião

Por que a Realidade Aumentada da Apple promete ser mais popular que a das concorrentes

Como já comentamos aqui, a Realidade Aumentada (A.R. na abreviação em inglês) não é uma novidade de hoje. Desde o lançamento do iPhone 3GS (o primeiro com giroscópio e bússola interna) que se fala disso, mas a coisa esfriou desde então e não tivemos muitos progressos entre os desenvolvedores.

Os concorrentes nos últimos tempos estão investindo bastante em Realidade Virtual. A Microsoft estuda o Hololens, que impressionou a muitos. A Oculus Rift (comprada pelo Facebook) e Samsung também investem bastante nisso, com o uso de óculos especiais. Mas se a Apple só está entrando agora nisso, como pode já sair na frente?

A diferença é que, através do iOS, esta tecnologia é capaz de chegar muito mais rapidamente nas mãos das pessoas do que qualquer outra empresa está conseguindo.

Realidade Virtual para o resto de nós

Cansada de esperar pelos desenvolvedores, a Apple resolveu mostrar ela mesma como se faz. Em junho de 2017, na WWDC, ela apresentou ao mundo o ARKit, um conjunto de ferramentas que facilita a criação de aplicativos que usem a Realidade Virtual e Aumentada, direto no iPhone e iPad. E já pudemos ver alguns exemplos das possibilidades.

Isso faz com que cada iPhone e iPad compatível possa oferecer para os usuários uma experiência tangível de AR e VR. E isso já vai acontecer nas próximas semanas, assim que o iOS 11 for liberado.

Aí está a grande diferença. Enquanto outras empresas estudam formas de oferecer a Realidade Virtual apenas através de equipamentos externos (óculos, computadores), a Apple está levando tudo isso já para os nossos iPhones. O assunto até virou motivo de piada na internet:

O Hololens, por exemplo, tem um potencial incrível, mas a Microsoft decidiu não desenvolvê-lo para dispositivos móveis, porque “não atrairia a atenção de usuários de Android e iOS”. O hardware necessário para o Hololens não é tão acessível, o que a transforma em uma tecnologia voltada para um nicho. E foi justamente este buraco que a Apple quis preencher.

O Google é um que poderia ter dado um passo antes da Apple nesta direção e teve oportunidade há um ano, mas tropeçou no mesmo problema de sempre: a tecnologia precisa de sensores específicos, coisa que não depende deles e sim de cada fabricante do fragmentado mundo Android. Não tem como desenvolver uma boa tecnologia de realidade virtual se cada fabricante adota um sensor diferente (ou em muitos casos nem adota).

A grande vantagem da Apple, segundo o especialista Matt Miesnieks, é o fato dela dominar completamente o hardware e conseguir assim calibrar a tecnologia AR exatamente como precisa. Se por ventura precisar de algo mais avançado, basta ela decidir incluir no próximo iPhone e pronto, os usuários já têm acesso. Este tipo de coisa é quase impossível no Google, pois ele não domina o hardware.

Além disso, não é preciso comprar equipamento ou óculos para usar a tecnologia, tudo pode ser feito com o seu iPhone ou iPad. Um exemplo prático de utilidade real foi dado por um desenvolvedor, que brincando com o ARKit criou um app capaz de localizar uma pessoa no meio de uma multidão. Confira:

Provavelmente haters irão esbravejar, dizendo que a Apple não inventou a realidade aumentada (e virtual) e que isso já se faz há anos. E realmente, ela não inventou mesmo. Mas o fato é que, hoje, fins de agosto de 2017, nenhum, repito, nenhum smartphone oferece algo parecido ao vídeo acima aos seus usuários. Nem Samsung, nem Google, nem LG, nem Xiaomi, ninguém. E daqui algumas semanas, milhares de usuários de iPhone poderão ter acesso a isso, com uma enxurrada de aplicativos que chegará à loja, usando o ARKit.

É por isso que a Apple, mesmo chegando “atrasada”, irá impressionar muito mais que outras empresas que estão há anos estudando isso. Assim como nos bons tempos de Steve Jobs, ela está mostrando para todos como se faz da forma certa.

Via
Super Ventures Blog
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Mauricio Lopes

    já foi dito diversas vezes.. a Apple não se preocupa em ser a primeira em determinada tecnologia. Ela se preocupa em ser a melhor. Por isso ela demora, mas quando vem, vem melhor que todos os outros juntos.
    Foi assim com aparelho a prova d’água, duas câmeras e outros..

  • André Dória

    Aprnas uma correção no texto, tá dizendo que desde o iPhone 3GS temos giroscópio, quando ele só foi apresentado junto ao iPhone 4. Antes só tinha acelerômetro e bússola.

  • Taciano

    Muito bom! Saindo na frente!

  • Ju Jobs

    Não vai ser tipo as câmeras dos Xperias da Sony? Só que obviamente, melhorado ?

  • Gabriel

    Tenho acompanhado pelo Twitter um monte de novidades do ARkit e sério, é assustador. Já estou vendo algum “óculos de realidade aumentada” para por o meu 6S Plus, pois realmente vai ser um barato usa-lo com as novas coisas que virão, sejam jogos, sejam só aplicativos de entretenimento.

    • Ju Jobs

      A Qualidade da Tela dos Iphones não são boas o suficiente pra isso

      • Gabriel

        Invejo muito a tela do S7 e S8, mas é o que temos pra hoje e não ligo pro resto.

      •  lover

        Até o iphone 8 talvez. Mas duvido que vejamos uma tela 4K em um iPhone.

      • Estan Duarte

        Telas AMOLED usam substrato organico, que por consequencia tem força de luz maior nas cores vermelha e verde, e vida util menor para o azul. Para sanar isso, usa-se um par de leds azuis para cada led vermelho e verde, formando assim um conjunto de 4 leds que junto formarão um pixel de foto-imagem. Portanto é necessario uma resolucao de 2k numa tela de 5,5 polegadas, para permitir assim uma densidade de pixels de imagens suficientes, comparado a telas LTPS que Apple usam em seus dispositivos. Tanto é, que com o Samsung VR você vê uma imagem semelhante aos antigos displays CRT. Por esta razão a imagem em telas AMOLED formam tons de cores esverdeados, vermelhos e azuis, justamente por conta da densidade baixa causada pela armação dos pixels, formados por conjuntos de LEDs, os quais a samsung nomeou de DIAMOND, pois o arranjo dos LEDs formam um diamante.

        • Resumindo: os outros precisam lançar telas em 2K para tentar alcançar a qualidade que a Apple já oferece, é isso?

      • A Qualidade da Tela dos Iphones não são boas o suficiente pra isso.

        Aparentemente você nunca olhou ou pegou na mão um iPhone na vida. Porque você fala como se a tela do iPhone tivesse uma qualidade horrível, bem pior que a dos concorrentes.
        Talvez você tenha acreditado demais no marketing das fabricantes, ou então está tentando se convencer de algo diferente da realidade.

        • Robson

          Infelizmente ele tem rezão, a samsam esta na frente nisso. Tem uma qualidade de imagem superior. Ja tive os dois (iphone 6s e sansumg s7) e o S7 é muito superior, mas muuuuuuuuuito.

          •  lover

            Eh só acho a imagem mais saturada e maior resolução.

          • Robson, não estou questionando qual tela é melhor ou pior. As telas AMOLED da Samsung chamam mais a atenção dos olhos devido à maior saturação aplicada propositalmente. Mas nem quero discutir isso, especialistas tem uma opinião, menos especialistas tem outra.

            Repare que ele nem entrou nessa questão. Ele apenas afirmou que a qualidade das telas do iPhone não são boas o suficiente para realidade virtual. Sério que você acha que ele tem razão nisso?

            A frase dele me pareceu inundada de recalque, de alguém que está incomodado com o que o texto disse.

            • Guilherme Bezerra

              a tela do iphone e pior simplesmente porque e fullhd contra telas quadhd… pega um oculos de VR espeta um s8 em fullhd e depois troca a resolução.

              mas ao invez de testar o fanboy do ilex já vem falando besteira.

            • Paulo Ricardo

              Sobre cor, saturação e “temperatura” das telas, as do iPhone por serem mais realistas e equilibradas são melhores mesmo, principalmente em resolução acima do 2k (acho que a linha plus é).
              Ainda não pude testar meu óculos vr num iPhone plus (Tenho só um 5S), mas deve ficar bom.

          • Estan Duarte

            Gosto do equilibrio de cores do iPhone, a interface saturada e as fotos reais. Em Amoled tudo é saturado ou desbotado, o equilibrio de cores é inexistente.

        • Paulo Ricardo

          A questão não é que as telas do iPhone são ruins, elas são boas, mas não o suficiente para uma boa imersão com o uso de óculos VR. É preciso entender que existem specs para que um óculos VR funcione bem com smartphones, e uma delas é resolução, o ideal é 4K, mas 2K até da para o gasto, mas haverá pixelixação, pois a imagem será aumentada pelas lentes dos óculos, por isso a necessidade de alta resolução. Outro fator importante são as polegadas, abaixo de 5.2 haverá bordas nas laterais do campo de visão dos óculos acabando com a imersão. A pixelixação de telas de baixa resolução também prejudicam a experiência.
          Foi isso que o Ju Jobs quis dizer.

      • Oberdan Gomes

        Não adianta possuir uma tela com Super AMOLED, com 570 PPI (Pontos por Polegada) se é de conhecimento científico que o olho humano não distingue essa resolução, já que enxergamos pouco mais de 280 PPI. Pois essa resolução só faz sentido em telas muito grandes (60″, 80″ ou mais), menor que isso o olho humano não nota a diferença, como já ocorre com o Full HD para o 4K…
        “Ah, mas se colocarmos uma TV Full HD ao lado de um 4K, notamos uma grande diferença” … Sim e Não! O que notamos na verdade é uma diferença no conjunto Brilho, Frequência (Hz) e principalmente Contraste, por apresentar cores mais vivas (Contraste) e mais suave (Frequência), temos a falsa impressão que a imagem possui melhor qualidade/resolução.

        Na minha opinião (baseada no que a ciência já provou) essa briga por resolução/qualidade de imagem só serve para o Marketing “vender o produto”… é o mesmo caso do vendedor de carros falar que seu carro novo possui sistema de aquecimento, só que você mora em Cuiabá, Manaus, RJ (ou tantas outras cidades reconhecidas pelo calor).

        • Guilherme Bezerra

          O olho humano não distingue isso em uso normal em smartphone, em VR quanto maior a resolução melhor a qualidade.

        • A questão de ter DPI muito alto realmente não faz diferença a olho nu, mas em VR faz diferença sim, afinal os pixels da tela vão ser espalhados por todo o campo de visão.

          E discordo do seu comentário sobre a falsa diferença de 4K em TVs. Possuo uma de 55″ e a diferença de qualidade de conteúdos 4K é muito nítida. Detalhes de cenas, textos pequenos se tornam legíveis, texturas, cabelos, é tão clara a diferença quanto a percebida quando surgiu a tela Retina no iPhone 4.

          • Oberdan Gomes

            Pedro, mesmo no VR, do Full HD para cima (considerando a proximidade que a tela fica usando aqueles óculos) o olho humano não consegue distinguir os pixels. Em um ensaio feito em laboratório, usamos uma lupa eletrônica (Estereoscópio), e só foi possível notar uma diferença significativa nos pixels (da tela Full HD e Ultra HD) acima de 20x de aumento, porém, usando um celular com resolução abaixo do Full HD, no VR já dava para notar os Pixels nitidamente, na Lupa então, em 3x eles já eram bem evidentes.

            Sobre as TVs, minha opinião é com base em um estudo em que os voluntários indicavam os Aparelhos que possuíam melhor imagem (por meio da Percepção), não vou me estender sobre, porém resumindo só houve realmente diferença perceptível em TVs acima de 60, abaixo disso foi praticamente nulo o % de acerto (e pode ser considerado erro amostral), quando solicitados à identificar a resolução, mais uma vez um percentual muito baixo de acerto, porém o mais interessante desse estudo (ao meu ver) foi quando estimulados (quando indicavam em qual a resolução estava) e pediram para descrever o porque da melhor imagem no aparelho, os voluntários falavam justamente “Melhor textura, Cores mais vivas, Imagem mais fluidas, Riqueza de detalhes, (e tantos outros termos usados no marketing)”, mesmo a imagem estando em Full HD ao lado de uma Ultra HD (4K) em aparelhos idênticos. (nas TVs grandes não, nelas ficou bem perceptível essa diferença).

  • Essas funções vão ser compatíveis com todos os dispositivos que rodarão o iOS 11?

    • Bruno Bolani

      Dispositivos com processador A9 ou superior:
      iPhone 6s e 6s Plus
      iPhone 7 e 7 Plus
      iPhone SE
      iPad Pro (9.7, 10.5 or 12.9)
      iPad (2017)

  • Estan Duarte

    site da apple está fora do ar…

  • Estan Duarte

    A rolagem do Blogdoiphone esta suave no smartphone, porém no notebook parece rolar o texto linha por linha, dando uma sensação androidiana no site…. #consertempeloamordedeus

    • PoderosoCastig4

      Aqui no meu PC tá tranquilão, você rola utilizando o scroll do mouse? Qual Windows, qual navegador?

      • Estan Duarte

        Parece algo ligado as fontes, como se elas rolassem linhas de cada vez. Win7, Chrome.

    • Estan, estamos vendo o que é isso, que acontece apenas para alguns usuários. Aparentemente depende do navegador e sistema que se está usando.

      Você pode, por favor, me dizer qual o seu navegador e SO que está ocorrendo o problema?

      • Estan Duarte

        Chrome, Win 7

        • Ber

          Tô usando o Chrome no Windows 7 e tá tudo certo por aqui

      • João Vitor

        Comigo está acontecendo no Safari 10.1.2, último Mac OS Sierra no MBPr iLex!

    • Aqui também está assim, quando rolo a página ela parece que vem saltando.

    • Engraçado que no meu Android tá super suave, no Mac também.

      • Estan Duarte

        No meu Android tambem. Agora nao estou notando saltos, talvez consertaram ou o Chrome corrigiu algo. Esse navegador é bom, mas tem as suas controversias .

  • Jean Carlos

    A apple sendo a apple; Steve quando criou o primeiro iphone também não inventou muita coisa, apenas usou o que já existia no mercado só que de forma melhor, e muito mais funcional. O problema da realidade aumentada sempre foi encontrar uma justificativa para ser utilizada, como ela poder nos ajudar no dia-adia ou coisas do tipo, essa é a hora;

    • Cizenando G de Lima Junior

      Exato! O mais interessante dessa empresa é justamente isso. Não precisa ficar inventando a roda o tempo todo!

  • Ticiano

    Tive um Nokia N95 (2008, mas o aparelho foi lançado em 2007) que já tinha realidade aumentada em alguns apps. Tinha um jogo dos Transformers que usava a camera e movimentação do aparelho.

  • Renato

    Só um feedback, a nova tipografia usada pros textos é muito muito fina, no meu monitor pelo menos fica um pouco distorcida dificultando a leitura.

    • Fabio Kuwahara

      Aqui achei ruim de ler também.

    • Obrigado pelo feedback.
      Qual versão do sistema operacional e navegador que você está usando?

      • Renato

        Chrome no Windows 7

    • Estan Duarte

      Notei isso tambem, preciso diminuir o brilho para reduzir o vazamento de branco nas fontes.

  • Pessoalmente falando, um grande obstáculo que eu encontrei ao usar o VR do Playstation 4 e o VR do Galaxy foi a tontura e a náusea. Após pouco tempo de uso os meus olhos já demonstram um cansaço imenso e eu fico bem enjoado. Até para tarefa simples, como assistir um Netflix…

    • Estan Duarte

      A minha experiencia com VR do Galaxy foi de cansaço do globo ocular. Aquele esforço de foco que o olho faz para as lentes próximas, me deixa bem exausto, como se os micro musculos estivessem fadados do esforço, que de fato acontece. A tontura apenas depois de horas de uso. Achava legal assistir series e filmes na tela gigante virtual, porém abusa.

    • juhnior

      Eu acho esse tópico bastante sério, os impactos que a tecnologia causará nos nossos olhos. Fico meio preocupado.

  • Guilherme Bezerra

    falou falou falou e o motivo de sair na frente é um ARKIT.

    ou seja, o que temos e especulação que talvez ela saia na frente, talvez essa tecnologia decole.

    • Estan Duarte

      kkk

  • Fernando Oliveira

    Espero que o ARkit não fique funcional apenas nos novos modelos, seria muita sacanagem apesar da Apple já ter feito isso antes. Alguém sabe alguma coisa a respeito?

    • Fernando Oliveira

      Acho que já responderam, Dispositivos com processador A9 ou superior:
      iPhone 6s e 6s Plus
      iPhone 7 e 7 Plus
      iPhone SE
      iPad Pro (9.7, 10.5 or 12.9)
      iPad (2017)

  • Anderson

    Promete..