Apple

Novo iPhone 12 traz tela mais resistente e com maior definição

Como já se esperava, a Apple apresentou hoje o novo iPhone 12, com quatro modelos diferentes: dois de linha básica e outros dois de linha Pro.

E todos eles se harmonizam com o design externo dos mais recentes iPads, que resgatam, por sua vez, o padrão “sanduíche” do iPhone 4, com as bordas achatadas.

Confira alguns detalhes revelados pela Apple no evento de hoje.



Processador

Nenhuma surpresa, o processador é o A14 Bionic, já apresentado no lançamento do iPad Air em setembro.

A Apple adora reforçar que é o primeiro chip de 5nm do mercado mobile, mas isso não significa que a concorrência não esteja quase lá também. A maçã apenas foi a que conseguiu lançar primeiro.

Mas se o A13 já era o mais rápido dos smartphones, o A14 voa ainda mais alto e promete um desempenho ainda mais impressionante.

Ele permite, por exemplo, realizar vídeos em time-lapse no Modo Noite, que é capaz de registrar imagens em baixa iluminação.

Conexão 5G

Um dos grandes chamariz da Apple, mas que ainda não tem estrutura de rede no Brasil.

Novas cores

Há novas cores, exatamente como aquelas vazadas nesta manhã.

A cor Ouro é bem brilhante, parecendo mesmo que o aparelho foi feito em ouro.

Melhoria nas câmeras

O número de câmeras continua o mesmo. Porém não se engane, porque há melhorias bem interessantes, em grande parte graças ao A14 Bionic. Em breve detalharemos melhor essas mudanças.

Tela mais resistente

A Apple diz que adicionou uma camada chamada Ceramic Shield, que deixa o vidro da tela 4x mais resistente a riscos e quedas.

Tela com maior definição

Algo que os rumores não tinham adiantado: a tela Super Retina XDR, que segundo a Apple tem 2x mais pixels que seus antecessores

Novos tamanhos

Com essa remodelação nos pixels, a Apple também mudou os tamanhos da tela.

O iPhone 12 segue com os mesmos 6,1 polegadas do iPhone 11. Mas agora há uma versão “mini” com tamanho de aparelho menor que a do iPhone 8/SE.

Já o modelo Pro aumentou todos os seus aparelhos. O 12 Pro agora tem as mesmas 6,1 polegadas do iPhone 12, e o 12 Pro Max aumentou para 6,7 polegadas.

MagSave

A Apple trouxe de volta um nome que usava nos MacBooks, para incorporar na traseira do iPhone ímãs que faz com que determinados acessórios grudem magneticamente atrás.

Serve tanto para carregadores sem fio como capas e acessórios (tem até um porta-cartão). Falaremos mais desta característica em um artigo dedicado.

Menos coisas na caixa

Os novos iPhones agora não trazem mais na caixa o carregador de parede, nem os fones de ouvido.

Aliás, isso serve também para modelos antigos vendidos a partir de agora.

Preços e disponibilidade

No Brasil, a Apple ainda não deu uma data de lançamento, e nem uma ideia de preços (apesar de já imaginarmos como eles serão).

Nos Estados Unidos, o normal seria o iPhone 12 ter mais ou menos o mesmo preço do iPhone 11, mas não foi isso que aconteceu.

O iPhone 11 custava em 2019 US$ 699.

O 12 mini é menor que o iPhone 11, então se imaginava que por isso custaria menos do que o 11 de 6,1 polegadas. Mas em vez disso, ele ficou mais caro.

A versão sem operadora vendida pela Apple Store está custando US$ 729. Menor e mais caro do que era o 11.

De fato, a Apple não está considerando o tamanho como um grande diferencial de preço, pois o modelo maior custa lá nos EUA apenas 70 dólares a mais ($799).

Veja na tabela a faixa de preços dos novos modelos no país norte-americano:

Preços iniciais

iPhone 12 mini US$‎ 729,00
iPhone 12 US$‎ 799,00
iPhone 12 Pro US$‎ 999,00
iPhone 12 Pro Max US$‎ 1.099,00

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar