App Store

Apple reduz para 15% sua comissão sobre aplicativos de pequenos desenvolvedores

A Apple anunciou nesta quarta (18) um Programa para Pequenos Negócios da App Store (App Store Small Business Program), que pretende reduzir pela metade as taxas cobradas na publicação de aplicativos na loja online da maçã.

Mas duas gigantes, Epic e Spotify, não gostaram da manobra, que acusam ser “calculada” para minimizar futuras punições judiciais.



Taxa de 30%

Desde que a empresa lançou a App Store, em 2008, seu modelo de negócios é o seguinte: ela oferece toda a estrutura técnica e financeira para desenvolvedores venderem seus apps para o mundo  inteiro.

Para quem é pequeno, isso é ótimo, porque não precisa se preocupar em contratar caros sistemas de pagamento para diferentes moedas, nem em ajustar uma loja online adaptada para cada país. A Apple é quem se preocupa com isso, deixando o desenvolvedor focado apenas no seu aplicativo.

Em contrapartida, ela cobra uma taxa de 30% sobre tudo o que for vendido pela loja dela. Se o aplicativo for de graça, nada é cobrado do desenvolvedor.

Ao mesmo tempo que isso é algo ótimo para os pequenos, as grandes corporações não gostam nada disso. Por terem uma estrutura gigante que permitiria vender seus aplicativos sem depender de ninguém, o fato de serem obrigadas a repassar os 30% de tudo o que vendem é algo que os incomoda bastante.

Isso foi o principal motivo da briga de marketing arquitetada pela Epic, que iniciou alguns processos pelo mundo contra a Apple.

Pequenos Negócios da App Store

Pela primeira vez na história da loja, a Apple anunciou que irá reduzir esta comissão de negócios que faturem menos de 1 milhão de dólares anuais.

O Programa para Pequenas Empresas da App Store, que será lançado em 1º de janeiro de 2021, chega em um momento importante, pois os desenvolvedores pequenos e independentes continuam trabalhando para inovar e prosperar durante um período de desafio econômico global sem precedentes.

A comissão reduzida do programa significa que pequenos desenvolvedores e aspirantes a empreendedores terão mais recursos para investir e expandir seus negócios no ecossistema da App Store.

O plano é dar início ao novo modelo a partir do primeiro dia de 2021. Em dezembro a empresa dará mais detalhes, mas basicamente serão beneficiados:

  • Os desenvolvedores que ganharam até US$ 1 milhão em 2020 em todos os seus aplicativos.
  • Os desenvolvedores que entrarem agora na loja podem se qualificar para o programa e ter a comissão reduzida.
  • Se um desenvolvedor participante ultrapassar o limite de US$ 1 milhão em 12 meses, a taxa de comissão padrão será aplicada para o restante do ano.
  • Se o negócio de um desenvolvedor ficar abaixo do limite de US$ 1 milhão em um ano futuro, ele poderá se requalificar para receber a comissão de 15% no ano seguinte.

Isso beneficiará cerca de 98% dos desenvolvedores da App Store. Nada mal, não?

Mas não se iluda: isso significa apenas 5% do faturamento total da App Store. Os outros 95% da receita vem de grandes empresas de jogos e aplicativos.

As gigantes reclamam

Claro que quem já estava reclamando, não gostou da novidade.

A Epic e o Spotify reclamaram, dizendo que a atitude da Apple visa apenas tentar evitar punições jurídicas em tribunais que analisam um suposto comportamento de monopólio da empresa.

Para o CEO da Epic, Tim Sweeney, isso vai fazer com que grande parte dos desenvolvedores deixem de criticar a maçã, enfraquecendo assim a luta para que ela seja obrigada a permitir que se venda aplicativos em outras lojas virtuais.


Realmente, parece ser uma jogada da Apple pensando nos tribunais. Mas seja como for, foi uma jogada bastante esperta.

Neste grande jogo de xadrez entre gigantes, a gente fica só olhando, torcendo para que isso não prejudique no futuro o usuário comum, que é quem paga no final.

Via
New York Times
Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar