Notícias

Carregador MagSafe Duo não é capaz de carregar o iPhone a 15W

Algo não cheira muito bem nos produtos da Apple este ano.

Já falamos aqui do carregador MagSafe Duo, uma base dobrável de recarga por indução (sem fio) criada pela maçã, com preço alto mas que, ao menos, carregava o iPhone 12 em uma velocidade maior, aproveitando a potência de 15W.

Pois parece que nem essa característica ele tem de verdade.

A Apple alterou a página do produto, alertando que ele não é tecnicamente capaz de atingir a potência de 15W na recarga, acabando com seu maior diferencial.



A empresa primeiro fez a alteração das informações na página americana e não na brasileira, o que nos permite ver a diferença. (clique na imagem para ampliar)

Como a fonte de alimentação não vem junto com o acessório, o cliente precisa comprar um adaptador de tomada separadamente (ou usar algum que tenha em casa).

Na nova alteração, a Apple deixa claro que se o usurário usar uma fonte de 20W, a potência máxima da carga sem fio que chegará ao celular será de 11W, mesmo os novos iPhones sendo compatíveis com cargas de 15W.

Caso o usuário resolva usar um carregador de laptop, com 27W ou mais, a carga no iPhone 12 será de, no máximo, 14W.

Ineficiência energética

É até normal carregadores por indução apresentarem perda energética, isso faz parte da tecnologia. Mas a média desta perda é de 25% em carregadores comuns. No caso do MagSafe Duo isso chega a quase 50%, o que é absurdo de ineficiente.

Entenda bem: se fosse um acessório baratinho, alguém até poderia dizer “Tudo bem, não me importo de perder alguns minutos a mais na carga, o importante é carregar o aparelho“.

Mas estamos falando de um dos mais caros carregadores de indução do mercado, que custa no Brasil R$1.699. Com esse valor dá para comprar uma Smart TV LED e ainda sobra dinheiro para comprar um bom carregador sem fio na BDI Store.

Não faz sentido nenhum.

Na nossa opinião, este é o segundo acessório mais absurdo que a Apple já lançou na era Tim Cook, em termos de custo/benefício.

O primeiro foi o Apple Watch de ouro, que funcionava exatamente igual ao modelo de US$350, mas custava US$10.000.

Confusão nos produtos

Porém, talvez o que mais me assuste é perceber que a Apple lançou um produto sem conhecer direito suas limitações, e precisou alterar a página do produto após o lançamento.

Como se fosse algo que os usuários tivessem descoberto e não os engenheiros que desenvolveram o produto.

E isso é muito, muito ruim.

A Apple sempre se diferenciou de outras marcas por não fazer seu usuário de cobaia e sempre lançar produtos finalizados, o que faz muitas vezes algumas tecnologias demorarem para serem adotadas.

Mas o MagSafe Duo está demonstrando que, pelo menos, há uma certa confusão na equipe de produtos da maçã. Provavelmente a mesma equipe que falhou ao tentar desenvolver o AirPower.

Via
Mark Gurman
Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar