Opinião

A confusão de nomes entre a Apple TV, o Apple TV, a Apple TV e o Apple TV+

Até poucos anos atrás, quando alguém falava para você o nome “Apple TV”, era fácil associar à pequena caixa preta que se conecta à televisão e permite acessar diversos tipos de conteúdo multimídia.

Porém hoje, no final de 2019, é muito difícil você dizer Apple TV sem precisar explicar ao que você está se referindo, tamanho o número de serviços e produtos com a mesma nomenclatura.

Cadê a simplicidade que sempre foi característica da maçã?





Além do dispositivo que se conecta à televisão, o nome Apple TV também pode se referir ao aplicativo do iOS introduzido no iOS 10.2 e que começou a se chamar assim no iOS 12.3.

Apple TV também é o nome de um aplicativo na própria Apple TV (dispositivo), que serve para alugar ou comprar vídeos na iTunes Store ou sincronizar os vídeos assistidos entre iPhone/iPad e Apple TV (dispositivo). O app permite visualizar vídeos de diversos aplicativos de terceiros, como Globoplay, Amazon Prime Video, entre outros.

Também tem um aplicativo Apple TV para smart TVs, mas esta versão não permite visualizar vídeos de aplicativos de terceiros.

Tem também os Canais da Apple TV, que é uma maneira de assinar outros streamings sem precisar sair do Apple TV (app). Mas praticamente nenhum serviço no Brasil é compatível, então na prática pouca gente usa isso.

Apple TV Channels

E mais recentemente, temos o Apple TV+, que é um serviço de vídeo da Apple com conteúdo original. Você paga uma assinatura mensal para ter acesso a este conteúdo, e não precisa necessariamente ter uma Apple TV (dispositivo) para assistir. Mas precisa ter o Apple TV (app) no iPhone, no iPad ou na TV.

Com a Apple TV (dispositivo), você pode espelhar a tela do seu iPhone ou iPad, ou então enviar vídeos e sons via AirPlay. Mas não consegue fazer isso se só tiver uma smart TV com o Apple TV (app) instalado, a não ser que ela seja compatível com o AirPlay, mas aí não tem nada a ver com o aplicativo.

Resumindo: se você tiver uma Apple TV sem assinar o Apple TV+, poderá ainda acessar o conteúdo do Globoplay pelo Apple TV, mas não poderá assinar o serviço diretamente por ele, porque a Globo ainda não faz parte dos Canais da Apple TV. Mas se você não tiver uma Apple TV, pode ainda ter o Apple TV em uma smart TV, caso ela seja compatível, mas não poderá acessar vídeos do seu computador, pois isso somente quem tem uma Apple TV pode fazer.

Deu para entender a confusão?

No passado, a Apple já reutilizou nomes em produtos diferentes. É o caso do iBook (que foi um laptop e depois virou livro digital) e QuickTake (uma máquina fotográfica da Apple e hoje é uma função do iPhone 11). Porém, usar a mesma denominação para diversas coisas diferentes, ao mesmo tempo, acho que é a primeira vez.

Via
Título inspirado em um artigo de Dustin Curtis
Tags

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados

  • Roger Rocha Moreira

    Na verdade, o aparelho chama-se Apple TV e o app chama-se apenas TV. O serviço chama-se AppleTV+. Ok, é confuso, mas têm nomes diferentes.

    • Gustavo

      Negativo . O app é sim Apple TV .

    • Roger, na tela dos apps aparece apenas como “TV” por uma questão de abreviação. Também nos ajustes aparece assim. Mas a própria Apple chama de “aplicativo Apple TV”, conforme você pode constatar no material de suporte dela: https://support.apple.com/pt-br/HT208083

      O ícone do app tem, inclusive, o logo da Apple.

    • Se você notar, no artigo tem uma imagem que mostra a frase “Canais disponíveis na Apple TV”, se referindo ao app e não ao aparelho. Só abrir o app “TV” no seu iPhone e você verá a mesma frase. 😉

  • Gustavo Sarmento

    Bem perdidinha, pra quem alegava ter “quebrado o segredo da TV”… 😂

    • Depende do ponto de vista. Se o segredo da TV for confundir o espectador pra ficar bastante tempo em frente a ela, sem saber direito o porque, eles aprenderam direitinho.

  • É que nem o YouTube. Com o app YouTube, YouTube TV, Youtube Movie, YouTube Premium, YouTube Music e YouTube Red Originals.

    • Anderson Felipe

      Mas aí há uma boa diferenciação nos nomes… Dá pra discernir… Mas se eu pra falar o termo Apple TV estou me referindo a quê? O Aparelho, o App normal ou o App para dispositivos terceiros?

  • Alexandre

    Q lambança!

  • Henrique

    Excelente artigo. Muito confuso mesmo. Mancada da Apple

  • Lari Fischer

    Parabéns pela matéria! É muita confusão mesmo. Agora dizer que o Apple TV+ cheio de conteúdo, original sim, agora conteúdo muito muito pouco!

    • Verdade, Lari, você tem toda razão. A frase ficou bem exagerada.
      Alteramos esta parte para refletir melhor a realidade.

  • Christian Tavares

    Acho que a Apple tá precisando acionar o departamento de estratégia do Marketing pra ver os namings de seus produtos. Está ficando cada vez mais confuso isso.

    • Escrevi exatamente isso ainda agora. Tá complicado mesmo. Antigamente a gente falava o nome do produto e não precisava explicar mais nada… hoje em dia até a gente se enrola.

  • Leandro

    A Apple sem o Jobs está voltando com os mesmos erros que a fizeram quase fechar, atualmente os usuários não sabem se estão com o último iPhone ou não, pois virou uma bagunça, XR, Max, Plus, Pro.. antes quando alguém falava que tinha um iPhone 4, 5 já tínhamos em mente o tempo do aparelho e até os recursos que possuía, hoje nem sei mais o que mudou entre os últimos modelos, só sei que o Pro tem 3 cameras.

  • LAERTE

    Nao entendo mas a minha apple tv parou de ligar e desligar quando ligo no siri control alguem tem uma dica?
    obrigado

    • Já tirou e colocou na tomada? As vezes (raro) ela trava e precisa reiniciar.

  • A Apple está precisando mesmo repensar estratégicamente nos nomes de seus produtos, porque pra a gente que acompanha é fácil (e mesmo assim nos embolamos às vezes), mas pra um novo consumidor isso é uma dor de cabeça.

    É fundamental que o consumidor conheça e saiba diferenciar os produtos de uma marca. Desde o ano Xs/Xr isso está uma loucura.

    Lançaram o Xs, evolução do X. Aí lançaram o Xs Max, que é o Xs de tela grande que poderia se chamar Xs Plus facilmente que todo mundo entenderia, pois já é assim desde o iPhone 6, mas resolveram mudar com o pretexto de que se a tela é maior que Plus, teria que ter outro nome, Max. Como se Plus e Max fossem unidades de medida.

    Lançaram o Xr que é o iPhone “de entrada” que caiu no gosto do público, bem diferente da primeira tentativa que foi o iPhone 5c, fracasso de vendas na época. O Xr que foi tão elogiado “sumiu” na nova geração. A gente que é usuário e acompanha sabe que a evolução do Xr é o iPhone 11, mas quem não conhece ficou perdido de novo e introduziram mais uma nomenclatura, a “Pro”, agora pros telefones.

    Isso sem falar na linha dos iPads que eu já deixei até de acompanhar.

    Como a matéria mesmo diz, pra uma empresa que sempre prezou pela simplicidade, tá tudo bem confuso, até pra explicar.

  • Jeff

    Eu acho tudo muito complicado e nunca sei onde ir 🤣🤣

  • Anderson Felipe

    Tinha que ser:

    AppleStreaming (Serviço)
    AppleTV (Dispositivo)
    Apple TV App (App)
    ah sei lá…

Back to top button
Close