Dicas

As 10 primeiras coisas que você deve experimentar no iPhone X

Digamos que você seja um dos sortudos a ter conseguido comprar em outro país o novo iPhone X, ou então conhece alguém que já tem um. O que experimentar primeiro? Que novidades legais o precioso aparelho oferece? O que mostrar quando alguém pede para ver seu novo iPhone “xis”?

Aqui temos uma lista com sugestões das novidades que você pode experimentar no novo queridinho da maçã.


1. Experimente o Face ID

Claro que a primeira coisa que você vai querer experimentar será o sistema de identificação de rostos. Ele é o carro chefe do novo aparelho e sem dúvida a maior tecnologia atualmente incorporada em um iPhone, com origens no velho Kinect (leia mais sobre isso neste outro artigo).

Após configurado, o iPhone desbloqueia somente ao olhar para ele, o que é algo impressionante para quem vê isso pela primeira vez. Faça diversos testes, desafie o sistema para ver se você consegue enganá-lo. Faça caretas, coloque óculos e chapéus, tente desbloqueá-lo no escuro ou de olhos fechados. É provável que grande parte destes testes surpreenda você.

Quando receber uma notificação com a tela bloqueada, repare que o conteúdo dela só será mostrado quando você olhar para a tela. Isso é algo bem divertido de testar.

No dia a dia o Face ID acabará incorporando-se aos seus hábitos. Você pegará o iPhone e deslizará automaticamente a tela para usar os aplicativos, sem nem precisar esperar que o cadeadozinho se desbloqueie. É tudo muito rápido e intuitivo. Vale lembrar que ele funciona normalmente em aplicativos configurados para o Touch ID, bastando olhar para a tela.


2. Brinque com os Animoji

Muitos já estão dizendo que eles são a grande sensação do novo iPhone. É sem dúvida, a função mais divertida de mostrar para outras pessoas, porque não tem como não gastar alguns minutos brincando com eles.

A câmera TrueDepth é capaz de fazer um mapa do seu rosto e animar em tempo real um dos 12 personagens disponíveis (acredita-se que outros mais serão incluídos em futuras versões do iOS). Com isso, você cria pequenos desenhos animados de uma forma extremamente intuitiva, que podem ser enviados para amigos ou parentes. Alguns podem achar isso bobo, mas é a aplicação de uma tecnologia super avançada, para uso no nosso cotidiano, e isso é genial.

Por mais resistente que você seja com os Animoji, não tem como não achar divertido na primeira vez que experimenta.


3. Aprenda os novos gestos

Este novo iPhone traz também todo um novo modo de usar o aparelho, devido às importantes mudanças no design. Como não tem mais botão frontal, você terá que se readaptar aos novos gestos, coisa que a princípio parecerá difícil, mas que não demora mais de um dia e meio para você se acostumar totalmente.

A coisa é tão importante que a Apple fez um vídeo do tipo guide tour, coisa que ela só faz para dispositivos desconhecidos. O último feito para o iPhone foi no modelo 3G (2ª geração).

Os principais gestos a aprender são os seguintes:

  • Arrastar de baixo para cima: o gesto que substitui o antigo botão Home (Início) é o de deslizar o dedo da extremidade inferior da tela para cima. Isso permite você sair de aplicativos e voltar à tela inicial.
  • Multitarefa: arrastando de baixo para cima e segurando disponibilizará as janelas dos aplicativos abertos, para você passar facilmente de um para outro. Você também pode trocar de aplicativo ao deslizar para o lado aquela linha que fica na parte de baixo da tela em todos os apps.
  • Fechar apps: para fechar definitivamente um aplicativo, abra a tela de multitarefa e aperte com mais força as janelas que aparecem. Um símbolo redondo vermelho aparecerá no canto superior esquerdo de cada app, permitindo que você o feche.
  • Central de Controle: por causa dos novos gestos, não é mais possível puxar a Central de Controle de baixo para cima. Ela agora é acessada puxando para baixo o topo superior direito da tela.
  • Central de Notificações: ao puxar o topo da tela para baixo (excluindo o canto direito que comentamos no ítens anterior) você tem as notificações e os widgets, parecido com o que você já conhece.
  • Alcançabilidade: a função que faz a tela baixar para você conseguir tocar no topo com apenas uma mão ganha uma nova forma de funcionar no X. Basta colocar o dedo na parte de baixo da tela e arrastá-lo para baixo.
  • Câmera na tela bloqueada: para acessar a câmera fotográfica na tela bloqueada você ainda pode simplesmente deslizar para o lado, como em outros iPhones. Porém no X há também um botão para isso, que deverá ser apertado com um pouco mais de força (3D Touch).
  • Toque para despertar: você poderá despertar a tela apenas tocando nela.

Além de gestos, os botões laterais também mudam um pouco. Para desligar completamente o aparelho não basta apertar por alguns segundos apenas o botão de repouso, como você sempre fez nesses 10 anos de iPhone. No X você precisa apertar o botão de repouso e com o botão de aumentar volume, juntos. Isso porque com a retirada do botão frontal, agora o botão de repouso serve para ativar a Siri. Enquanto ele sozinho estiver apertado, a assistente virtual estará ouvindo o que você diz.

Para tirar foto da tela, basta apertar rapidamente o botão de repouso e o botão de aumentar volume.


4. Curta a nova tela OLED

A nova tela OLED impressiona e vale a pena você reservar um tempo para descobri-la. Você notará que o preto é realmente preto, porque esta tecnologia permite que pixels negros não sejam acendidos (o que inclusive ajuda na autonomia da bateria). A função True Tone adapta as cores de acordo com o ambiente que você está, então faça testes, se locomovendo e experimentando diferentes ambientes, para ver o que muda.

Outro ponto interessante é a função HDR para vídeos, que deixa a imagem mais nítida e agradável de assistir. Experimente assistindo vídeos com o aplicativo da Netflix ou do Globo Play, buscando ter certeza que o conteúdo escolhido oferece compatibilidade com HDR.


5. Tire fotos em Modo Retrato

Para quem nunca tirou fotos com um iPhone 7 Plus, o Modo Retrato é uma das coisas que mais impressionam nos novos aparelhos. Não tem como não ficar apaixonado com as fotos de pessoas, animais ou até certos objetos com destaque por causa da profundidade de campo, como acontece com câmeras profissionais. Repito, é de apaixonar qualquer um.

A nova funcionalidade de Iluminação de Retrato até é legal e ajuda em muitos momentos, mas você precisa testar caso a caso para ver se ela realmente melhora a sua foto. O modo Luz de Estúdio é o mais popular.


6. Faça selfies

Outro ponto fortíssimo no novo iPhone é que ele permite fazer selfies maravilhosas por causa do mesmo Modo Retrato da câmera traseira. Com a câmera frontal do X é possível tirar fotos com o fundo desfocado e também usar a função Iluminação de Retrato, e você verá que o resultado disso é fantástico. Seus amigos nas redes sociais irão se impressionar.


7. Tire fotos no escuro com flash

Nós já comentamos aqui sobre o Flash com sincronização lenta (também presente no 8), que permite tirar fotos no escuro que não fiquem estouradas com a iluminação. Experimente usar mais o flash em fotos no escuro com pessoas em ambientes com fundo amplo e você verá a diferença que esta funcionalidade traz para as suas fotos.

Flash sem e com sincronização lenta

8. Faça um vídeo HD em câmera lenta

Os novos iPhones agora podem gravar vídeos em câmera lenta em alta definição (1080p) a 240 fps. Faça vídeos de seus cachorros brincando, ou de crianças correndo e você verá o quanto especial pode ficar o registro de um momento especial que ficará como recordação para a vida inteira.


9. Faça vídeos com zoom ótico

O iPhone X traz agora o sistema de estabilização ótica nas duas câmeras traseiras e não apenas em uma, como era no 7 Plus. Isto significa que você pode fazer vídeos com o zoom ótico 2x mesmo em movimento, e a câmera tratará de estabilizar a imagem para não deixá-la tremida.


10. Use um carregador sem fio

Uma novidade bastante prática é a compatibilidade com bases de carregamento por indução Qi. Basta apoiar o iPhone sobre uma delas e ele passa a recarregar a bateria sem você precisar conectar o fio Lightning no aparelho. É uma grande facilidade no dia a dia, apesar da velocidade não ser tão rápida quanto o carregamento por cabo. O ideal é ter uma base dessas ao lado da mesa de trabalho, ou então do lado da cama para deixar carregando enquanto dorme.

Nós já fizemos aqui um teste deste carregamento com o iPhone 8.


Essas são as 10 primeiras coisas que você pode fazer com seu novo iPhone X, ou mostrar para quem vier lhe fazer aquela pergunta clássica: “E aí, o que tem de novo nesse iPhone?“. Se você mora fora do Brasil tem chance também de impressionar as pessoas fazendo pagamentos com o Apple Pay apenas com o seu rosto, o que é bem legal. 😉

Fonte
Conteúdo original ® Blog do iPhone
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Alex iPilot

    Uma observação sobre o Face ID que provavelmente os colegas leitores familiarizados com segurança saibam descrever melhor, até de forma mais técnica: quando usamos o tradicional Touch ID conseguimos facilmente testá-lo usando um dedo não cadastrado. O leitor não reconhece o dedo e sabemos que estamos seguros. Mas no Face ID como fazemos o mesmo tipo de teste? Digo, podemos fazer caretas, usar óculos, chapéus, mas o estaremos testando SEMPRE contra o nosso rosto cadastrado… A menos que peçamos a outra pessoa para tentar destravá-lo…

    Ficou mais complicado testá-lo em comparação ao Touch ID. Se tivermos apenas um dedo cadastrado no Touch ID podemos facilmente, a qualquer momento, testar os outros nove dedos… Mas como fazer isso com o Face ID? Como ter a mesma “confiabilidade” testando por nós mesmos?

    • Não sei se entendi a pergunta…

      Mas na apresentação da Apple, aquela falha na tentativa do Craig se deu porque a pessoa que preparou os aparelhos antes da apresentação deixou o sistema tentar 5 vezes identificar, e como estava configurado para o rosto do Craig, ele então ativou a entrada por senha (como acontece com o Touch ID depois de algumas tentativas frustradas).

      • Alex iPilot

        Sim, eu entendi o que aconteceu na apresentação.

        Deixe-me tentar explicar melhor. No leitor de digitais eu facilmente consigo fazer um testa sabendo que a resposta será negativa bastando usar os dedos que não estão cadastrados. Então eu facilmente testo o resultado positivo e o resultado negativo. Mas no Face ID eu teria que pedir para outras pessoas tentarem destravá-lo… Muito mais complicado do que usar um dedo não cadastrado no Touch ID.

        Vamos supor que o Face ID esteja falhando e SEMPRE liberando o acesso… Se eu fizer como você disse e tentar “enganá-lo” fazendo caretas, usando óculos, etc, e ele SEMPRE liberar o meu acesso não significará que ele está funcionando 100%… O teste “real” seria chamar outras pessoas para tentar liberar o acesso.

        • Junior Dias

          Até por que você vive no meio da selva e encontra uma pessoa a cada 30 dias pra só assim te ajudar nesse teste.

          • Alex iPilot

            “- Oi! Com licença! Por favor, será que você poderia olhar um segundinho aqui para meu iPhone X?… Bonito, não é?… Obrigado!”

            Ou de outra forma…
            “- Surpresaaaaaaaaaaaaaa!”

            😀

            • Phaloma

              E tu não tem nenhum familiar? Órfão de pai e mãe?

            • Alex iPilot

              Não tantos e tão disponíveis quanto os dedos das mãos, caso você não tenha entendido a comparação com o Touch ID… 😉

            • Phaloma

              E você fica testando o tempo todo se o touch id funciona regularmente? Que medo todo é esse? Guarda os segredos do universo no celular ou é mulher ciumenta? hahahaha

            • Alex iPilot

              Phaloma, eu estou comparando métodos de teste de duas tecnologias diferentes, uma já consolidada e outra ainda nova… TODAS as suas perguntas são sobre mim! Tudo bem, ok, mas é eu fico meio sem jeito de responder aqui, hehehe… <3

      • Douglas Knewitz

        Vcs sabem explicar o que acontece agora após 10 tentativas erradas ? Nos anteriores ele apagava todos os dados (se afim vc quisesse).
        Sobre o que o leitor a cima quis dizerem acho que foi isso: que pra testar o Face ID com o nosso rosto já cadastrado não é igual testamos com o Touch ID (que temos outros dedos não cadastrados) no Face ID ou vc testa cadastrado e vê se consegue burlar ou tenta testar descadastrado…

        • Alex iPilot

          Isso! Se ele estiver falhando e liberando “todo mundo” a gente não vai saber… Pelo menos não facilmente…

      • Jonas

        O face ID funciona bem em ambientes muito iluminado? Ou não, igual o s8.

    • Douglas Knewitz

      Sabe eu acho que em breve varios canais no yt vão testar ele ao extremo, teve um que usou até um molde do rosto super realístico…

    • Estan Duarte

      No Canal iJustine, uma loirinha linda e simpatica, ela pegou o iPhone e ja fez varios testes e usos rotineiros do dia a dia comum. Da uma olhadinha, parece bem funcional, pratico e seguro.

      • Alex iPilot

        Valeu! Vou pesquisar!

      • Alex iPilot

        Valeu! Obrigado!

      • Leandro Augusto

        vou ter que ver só por causa da loirinha linda

  • Lucas Gouveia

    Prefiro esperar o modelo do ano que vem e vê se me surpreende mais!

    • Acho que o de 2019 vai te surpreender ainda mais! O problema é ter que esperar sempre pelo próximo, que com certeza vem melhor, e nunca aproveitar o presente…

      • Rafael Cavalcante

        felizmente sigo esse pensamento e aqui continuo com o mesmo iPhone e poupando dinheiro <3

      • Fabrício

        Pela elevação de preço que este modelo teve esse ano, para uma boa parte é melhor esperar.
        Contudo, fiquei com uma dúvida. Novos lançamentos serão no patamar do iX ($1000) ou teremos ainda aqueles no patamar do i7/i8 ($600 – $650)?

        • Douglas Knewitz

          Eu acho que o X desse ano vai ser vendido ano que vem como intermediário por $650 e os novos XI e XI+ por 899-999 e 1.099-1.199.

          Bom mesmo seria apenas uma capacidade, 256 pra todos os modelos, diminuindo os preços….

        • Fabrício, mas esse seu argumento já é outro, que eu acho válido.
          Eu comentei sobre o argumento específico que ele usou, que achei falho porque SEMPRE o modelo do próximo ano será melhor. Claro que ele tem todo o direito de esperar e comprar quando quiser, só achei que esse argumento não é suficiente para convencer outras pessoas.

          • Fabrício

            De fato a lógica é que sempre o próximo modelo seja melhor e se pensarmos somente por esta ótica, nunca trocaremos.
            Neste ano me incomodou o fato de todos eles terem o mesmo processador. Esperava que o iX tivesse, pelo menos, aquelas versões turbinadas que eles lançam nos iPads da mesma geração.
            Mas talvez se tivessem feito isso, os i8 venderiam ainda menos.
            Foi a primeira vez que fico tão indeciso se faço ou não um upgrade e, caso faça, qual modelo escolher.

      • Douglas Knewitz

        Falou tudo. Eu estou indeciso se compro esse ou espero pra comprar o do ano que vem… no fim das contas acabo trocando todo ano e sempre de olho nas novidades que podem vir no próximo. iPhone agora se tornou em um brinquedo de gente grande caro pra manter anulante!

      • Lucas Gouveia

        Vou aguardar ansiosamente e esperar por um modelo mais completo!

    • Celso Pimentel

      O que você está esperando para ir para a Samsung? 😏

      • Rodrigo Freitas

        Não.

      • Sansumg? Quem usa isso?

        • Exes Man

          Exato… tem o pessoal do Android que não são poucos devido os preços extremamente baixos dos aparelhos que existem que “dizem” odiar iPhone. Mas quem está no nível de um S8 sabe que a história é outra é que um iPhone 8 ou X são casos para se pensar seriamente independente do preço.

          • Adriano Henrique Baptista

            Olha, tenho um Galaxy S8+ e acompanho o blog para ver o que rola de interessante no mundo da Apple, pois venho acompanhando desde que tinha um iPhone 4, passando para o 5S e depois trocando pelo Galaxy S8+ e uma coisa que tenho para falar é que no mundo em que o BRASILEIRO vive (aqui eu me refiro à maior parte da população brasileira), não compensa comprar um iPhone de última geração.. até mesmo pelo custo x benefício.. ultimamente a Apple só vende a marca e não o produto, inclusive estava pensando em comprar o iPhone 8-X mas depois da apresentação tive mais certeza que não valeria a pena.. seja pela falta de inovação ou simplesmente pela falta de recursos básicos como falta de implementação do Apple Pay no Brasil (o Samsung Pay funciona muito bem, obrigado), fast charging direto da caixa e o bendito do headphone jack (que querendo ou não fazem falta no dia a dia).. e não, não pensaria sequer por um momento em comprar o iPhone 8 ou o X sendo que a Samsung ou até mesmo outras fabricantes como a própria Google ou LG oferecem aparelhos com qualidades melhores (superiores, até), pela metade do preço.

            A decisão final fica com o sistema operacional.. mas aí já é outra questão que não vale a pena mencionar, porque gosto é gosto..

            Mas só para argumentar, voltaria sim a usar o iPhone se a Apple voltasse a ser inovadora e fosse respeitosa com os seus clientes brasileiros. Cobrar 7k em um celular que nem é tudo isso acaba com qualquer credibilidade.

            • Fernanda Costa

              Adriano…estou pensando seriamente em trocar meu iphone 6 por um S8. Acho um absurdo pagar 7K pra ter recursos que a Samsung já disponibiliza por um preço bem menor. A única coisa que me trava é trocar o IOS por Android…tirando a adaptação (que como vc bem apontou é gosto), ainda tem essas coisas de travar, demorar pra atualizar ou virou lenda urbana? Obrigada

            • Adriano Henrique Baptista

              Fernanda, a questão das atualizações do Android varia muito de fabricante por fabricante.. o que anda rolando na comunidade em relação ao tema é que a Samsung realmente não disponibiliza muitas atualizações (a média é de atualizações garantidas por 2 anos). Mas também é o tempo médio que pretendo ficar com o aparelho, então para mim é perfeito.
              Já na questão de travamento e tudo mais, depende muito do aparelho que você compra.. Os flagships da Samsung estão muito melhores do que há 2-3 anos atrás. Até hoje não experienciei qualquer travamento ou lentidão no meu S8.. tenho há aproximadamente 2 meses e não tive nenhum problema.
              Mas sistema operacional é gosto mesmo.. não tem jeito.

    • Alex iPilot

      Eu apostaria no leitor de digitais sob a tela e no carregamento sem contato.

      • Douglas Knewitz

        Já pensou se ela escolheu o padrão Qi pra difundir em todos os lugares pra implementar o carregando a distância mesmo em lugares como aeroporto, Starbucks, e afins, ia ser show ver isso se tornando real! Ou ela, atualizando via software iPhones X pra suportar esse novo carregamento….

        • Alex iPilot

          O Qi precisa encostar ou chegar a poucos centímetros, eu me refiro a VÁRIOS METROS de distância, como na tecnologia das duas empresas que a Apple adquiriu. Não é apenas “wireless”, é “contactless”!

          • Douglas Knewitz

            Sim eu sei, mas quem sabe não venha uma parceria cm a Qi pra popularizar esse novo método…

            • Alex iPilot

              Eu penso que esse sim será o próximo “divisor de águas”, um marco como tantos outros na história da Apple.

      • Eu aposto junto sobre o leitor de digitais na tela. Isso era pra ter vindo agora. Mas dependendo da aceitação do Face ID eles podem até abandonar de vez o leitor de digitais na próxima versão e lançarem uma segunda geração de Face ID.

        • Alex iPilot

          Eu acredito que o leitor sob a tela SOMADO ao Face ID será a “solução completa”, finalizada, como a Apple costumava fazer com os iPhones “S”.

  • Mike bq

    Com o Face ID terá a opção de cadastrar dois rostos? O meu e o do meu filho, por exemplo?

    • Alex iPilot

      É uma excelente questão! Acredito que não possa não vi isso em lugar algum. Interessante que o Touch ID permite diversas pessoas… Por essas e outras creio que o leitor sob a tela virá mais cedo do que imaginamos!

      • Alisson Rocha

        Já foi dito que isto não vai acontecer. Esquece.

      • Estan Duarte

        Acredito que o TouchiD permida varios dedos e nao varias pessoas, porque voce tem 10 dedos e depende da forma como usa o smartphone, o rosto voce so tem um, e no mesmo caso de segurança, a intenção do touchiD e faceiD é permitir comprar e manter o smartphone seguro, em todos os casos a senha manual existe para desbloquear o aparelho apenas, diferente do leitor biometrico que permite compras.

        • Alex iPilot

          O Touch ID permite várias pessoas bastando cadastrar seus dedos, como o colega acima citou, permitindo compartilhar o aparelho com filho, cônjuge, etc, sem a necessidade do código numérico.

          • Estan Duarte

            Eu entendi o que voce disse, mas eu quis dizer que o proposito da Apple com varios dedos cadastrados deve-se ao fato da quantidade de dedos que temos rs… Se voce notar no site inclusive, falam sobre a velocidade do touchiD diminuir o reconhecimento quando se cadastra mais de um dedo, pois aumenta os calculos de reconhecimento no enclave do SOC.

    • Não, apenas uma pessoa.

    • Douglas Knewitz

      Nessa versão só aceita uma biometria facial por vez. Quem sabe ano que vem …. afinal exige muito poder de processamento envolvido …

    • Caio Cartaxo

      Não tinha parado pra pensar nisso, isso acredito que seja o maior ponto negativo da ausência do Touch ID.

  • Thiago

    Felizmente meu 5S no iOS 10 ainda suporta muita coisa. Vou deixar pra trocar de celular só ano que vem, que provavelmente o suporte de iOS dele termina! Vida eterna ao 5S. Um ótimo celular ainda até hoje, inclusive.

    • Douglas Knewitz

      Queria ter seu sangue frio… e aguentar tanto tempo com um iPhone.

      • Rafael Cavalcante

        amigo eu aguento sempre pq não tenho dinheiro pra comprar outro UHASUSAHU

      • Thiago

        hahah!! tem que ter pô, afinal, é assim que se aproveita um iPhone… eu só troco meus modelos quando deixam de receber atualizações.

        • Douglas Knewitz

          o Máximo que eu consigo são dois anos.

      • Bruno

        Considero isso mais inteligência emocional e financeira do que sangue frio. 2 coisas que eu não tenho quando se trata de produtos Apple. 😂😭

    • José Carlos

      Somos dois, só vou trocar meu 5S ano que vem, meu uso se resume em redes sociais e nesse quesito ele se sai muito bem!

      • Thiago

        Simm!! Ele roda todas as redes sociais muito bem, inclusive whatsapp e facebook… portanto, não acho que há razão para trocar nesse momento.

  • Marcos Vinicius

    Alguém sabe como fazer as postagem via “Ios” no facebook ou postar fotos no álbum do “Ios photos” no Ios 11 agora ?

  • Luanos Vieira

    TALVEZ EM 2020 ME SURPREENDO, AGORA SEM CHANCE, VOU DE ANDROGENO, O IPHONE TA MUITO CARO

  • Vinícius Oliveira Moreno

    No IOS 11 não tem o brilho automático mais???

    • BS

      Tem! Está em Acessibilidade – Adaptações de Tela.

      • Vinícius Oliveira Moreno

        Opa valeu!!!

  • Marcelo Passos

    Boa noite pessoal, não tem relação com o tópico mas por favor, tirem uma dúvida minha: pra compartilhar meus 200 Gb do iCloud preciso atualizar para o iOS 11? E o celular da minha esposa ( que estou tentando compartilhar) precisa ter o iOS 11 tb? Muito obrigado!

  • Caio Cartaxo

    Esse Face ID desde o começo que eu fui com a cara dele, talvez por causa do android, uso o reconhecimento facial do android e ele já ajuda muito no dia a dia, principalmente quando você está andando na rua ou no carro, basta decorar o rosto com o óculos que você usa, sem, de todos jeitos cotidianos que não terá problema. Se nele já funciona bem assim, imagina com essa implementação de tecnologia usada no Kinect (que sempre fui um grande admirador, tive os dois já aqui em casa), deve funcionar praticamente 99% ou até 100% das tentativas. Realmente genial essa implementação, de inicio fiquei assustado com a ideia de matar o botão Home e o Touch ID (no android que uso tenho o leitor de digital e detector facial, e uso ambos diariamente, acredito que sentiria um pouco de falta de ambos também), porém pelo uso das pessoas que já estão relatando na internet não está fazendo tanta falta graças a perfeição do Face ID e também dos gestos que acaba acostumando. Pretendo em breve ver como ficou de perto, acho que esse de fato foi o melhor lançamento dos últimos 2, 3 anos quando se fala de iPhone, e acredito também que nesse modelo eles conseguiram tornar a bateria algo aliado do iPhone e não mais um empecilho, estou torcendo por isso pra quem sabe um dia voltar a usar o iDevice como principal novamente.

  • Neto Herrera

    Alguém pode me explicar como ativar a Alcançabilidade? Não consegui encontrar no iPhone X…

    • Don Corleone

      Alcançabilidade não é software?

      • Neto Herrera

        Estou falando daquela opção da tela descer até metade pra alcançar os Apps de cima só com uma mão.

    • Fernando Bicalho

      Ja tentou arrastar a linha inferior para baixo?

      • Neto Herrera

        Já, mas não dá. Essa opção não está ativada. E eu não consigo achar onde ativa ela nas configurações.

        • Renan Gomes

          Está em acessibilidade, tem a opção pra ativar.

          • Neto Herrera

            Já procurei em tudo em Acessibilidade e não acho… :/

            • Renan Gomes

              É q o meu está em inglês accessibility>interaction>reachability

              E só funciona se vc arrasta o dedo pra baixo na sua Dock. E não em qualquer parte da tela.

            • Neto Herrera

              Achei aqui. Não estava aparecendo pq ainda não tinha atualizado pra última versão do IOS 11. Vlw!

  • Don Corleone

    Os animojis são salvos em gif?

  • matheus pupo

    Alguém tem a informação se está normal a compra do Iphone, digo, irei a uma loja nos eua e conseguirei comprar normalmente o iphone x ou está com problema de estoque?

  • caio

    Faltou falar do carregamento rápido, e algumas demonstrações do quão util isso será em nossa vida em questão de economizar tempo , como funciona, e demostrar se os acessórios de outras marcas conseguem fazer o feito…
    Ótima matéria!

    • Renan Gomes

      Acho que ele não falou sobre pq não é algo que vc consiga fazer logo de cara, tem q comprar outro cabo e outro carregador compatível com tal.

      • Exatamente. O artigo não tem como intenção mostrar TUDO o que pode ser feito com o iPhone X e sim apenas as primeiras coisas para serem experimentadas no primeiro dia que o retira da caixa. 😉

  • Eduardo Edu

    Gostaria de saber se, apesar da menor largura de tela, compensa trocar um plus por um X.

    • É uma questão de opinião pessoal. Na minha opinião, compensa e muito. 😉

  • Jeff

    Vai ficar só na vontade mesmo, com esse preço😞

  • Moro nos USA mas nao consegui reserva na rapida pré venda, mas ontem por curiosidade olhei no site e por uns instantes havia disponível em todas as lojas, coisa de minutos, hoje então fui ate a loja e peguei o novo carissimo iphone X , 1062,00 Trumps

  • Luanos Vieira

    REMOVERAM MEU COMENTÁRIO, BELA DEMOCRACIA. FOI ISTO QUE COMENTEI: “TALVEZ EM 2020 ME SURPREENDO, AGORA SEM CHANCE, VOU DE ANDROGENO, O IPHONE TA MUITO CARO”

    • Rafael Cavalcante

      relaxa pô ave, dia 15 tem feriado dnv

  • Arley Martins

    Muito bacana esses algos a mais neste post, anotado. No próximo Iphone a ser lançado irei comprar, pois meu 6S já estará com 3 anos de uso (hora de trocar). Já estou me preparando em $$$ pra ir nos USA ou Paraguai comprar um e claro me divertir um pouco e comprar algumas coisinhas alem do iphone. Vou esperar o povo testar bastante estas novas funcionalidades e ai quando a apple aperfeiçoar no próximo eu compro o modelo mais novo que deverá vir com outra coisa nova talvez e tudo que tem agora bem mais refinado, assim eu poderei ficar mais 3 anos com o aparelho, pq trocar de celular todo ano não rola financeiramente, não sou rico pra ficar indo buscar um novo celular todos os anos em outro pais. Comprar no Brasil o aparelho, prefiro não comentar mais.

    • A grande vantagem do iPhone em relação a qualquer Android é que ele é atualizado por vários anos, o que permite ficarmos bem mais tempo usando o mesmo aparelho, sem precisar trocar.
      Se o iPhone que você tem hoje lhe satisfaz, realmente não há razão para trocá-lo. É claro que o marketing e a publicidade tentarão incutir em sua cabeça que você precisa trocar de aparelho todos os anos, nas a realidade (principalmente financeira de todos nós) não é necessariamente essa. 😉

      • Milton Bender Júnior

        Complementando tua resposta iLex, vou dar um pequeno depoimento aqui. Fui usuário Android por vários anos. Não tinha em mente a ideia de comprar um iPhone, porém alguns anos atrás minha mãe viajou a NY e me trouxe (sem eu pedir) um iPhone 6. Usei e o que mais me atraiu no iPhone (hoje tenho o 7 e em uma perspectiva futura não me vejo voltando ao Android) é algo que acontece da mesma maneira no universo Mac x PC. O iPhone tem o hardware e software feitos um para o outro, assim com o Mac e o MacOS. Já nos PCs o Windows tem que lidar com 12983749283749238734 milhões de fabricantes e dispositivos, assim como o Android em relação aos celulares. Nem que os caras queiram eles vão chegar próximos em um nível de otimização de desempenho. Não existe milagre. Software com seu próprio hardware não tem jeito, é difícil bater nesse quesito. Claro que na questão da escolha entra uma série de outros fatores de cunho pessoal. Mas tecnicamente temos uma vantagem que não se pode negar. É minha visão como analista de sistemas e alguém que sempre gostou de tecnologia.
        Abraço!

  • Fabricio Guedes

    Tópico 7 gostaria de saber como fazer 2 fotos idêntica ao mesmo tempo!
    Deve ser o milagre da fotografia!

    https://uploads.disquscdn.com/images/edd1db408073003682b869e32e65d6769bde1e40796c119dabd2350d6b5dc636.jpg