Notícias

O iPhone X usa a mesma tecnologia do Kinect

Em 2009, a Microsoft apresentou o Kinect, uma nova tecnologia criada por uma empresa israelense, a PrimeSense, capaz de identificar formas e objetos em 3 dimensões projetando pontos infravermelhos e traçando assim um mapa virtual do espaço real. Na época, lembro de ter ficado furioso com Steve Jobs, pois esta tecnologia foi oferecida primeiro para a Apple, que a recusou, sendo licenciada e adotada mais tarde pela Microsoft (sim, várias vezes fiquei chateado com decisões de Jobs).

Bem mais tarde, em 2013, a Apple de Tim Cook simplesmente comprou toda a empresa PrimeSense, adquirindo para si a sua tecnologia. Muitos caíram no óbvio de achar que ela estaria pensando em um sensor de movimentos para uma possível iTV, porém, agora sabemos que isso originou o novo detector de rostos, o Face ID.

Graças à esta tecnologia da PrimeSense, basicamente criada na década passada, a Apple está conseguindo apresentar um sistema de detecção de rostos muito melhor e mais eficiente que a concorrência. Com os sensores frontais, a câmera traça um verdadeiro mapa do rosto da pessoa, detectando os mínimos detalhes e até aceitando pequenas diferenças como o uso de chapéu, boné, lenço e óculos, sem atrapalhar na identificação. Isso também permite algo fantástico, que é o Modo Retrato em selfies (fundo desfocado, como em fotos profissionais) sem precisar de uma câmera dupla na frente.

A tecnologia também permite brincadeiras como os Animojis, que movimentam personagens virtuais de acordo com as expressões de nosso rosto.

O Face ID e os Animojis são apenas o começo. Podemos esperar daqui para frente mais aplicações desta tecnologia, principalmente se imaginarmos que todos os próximos iPhones virão com ela.

Pena que levou 10 anos para isso acontecer. Mas antes tarde do que nunca.

Via
The Verge
Tags
Mostrar mais

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados