Apple WatchNotícias

Apple pode ter vendido quase 2 milhões de Watches em um período de 48h

Os números não são oficiais, mas uma empresa de levantamento de dados analíticos divulgou um relatório sobre o provável número de vendas do Apple Watch no dia da pré-venda, 10 de abril. E este número já é bem maior que todos os relógios com Android Wear vendidos até hoje.

A Apple provavelmente não anunciará quantas unidades ela vendeu do seu relógio e isso ela já tinha avisado em janeiro, quando comunicou que iria incluir nos relatórios fiscais as vendas do novo produto no mesmo grupo de outros, para não passar informações demais para a concorrência. Ou seja, não saberemos pela boca da empresa quantos já foram vendidos realmente. Mas isso não impede que alguns especialistas tracem alguns números baseados em informações de distribuidores e fabricantes de peças.

Estima-se que cerca de 1 milhão e 700 mil reservas foram feitas do relógio durante o primeiro final de semana, mesmo que apenas uma pequena parte delas tenham sido já entregues. Os mesmos analistas acreditam que apenas 376.000 usuários estejam já com seu Apple Watch no pulso, enquanto o resto aguarda até junho para receber o seu.

Em nossa cobertura, pudemos constatar o quão difícil foi para muitos conseguirem garantir o seu relógio. Quem não conseguiu comprar nos primeiros minutos do dia 10, tem que amargar uma espera de semanas até poder conseguir um.

Mesmo que a Apple não revele os números oficiais, vários indícios já apontam como um grande sucesso o lançamento do novo Watch. Só é uma pena que a empresa esteja tendo tanta dificuldade em fabricar uma quantidade suficiente para atender pelo menos metade da demanda. Se formos comparar com números de venda do iPhone e do iPad, por exemplo, 376.000 é um número bem pequeno para um novo produto.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Carlos Frederico

    E enquanto isso as outras empresas precisam fazer muito mais marketing e não conseguem vender nem um décimo.

    Aqui em Bauru, interior, 350k de habitantes, tem uma loja no shopping só do Moto 360… pergunte-me se eu consegui me empolgar com o relógio. Detalhe: desde o ano passado. Chega lá, só experimentar e pode comprar na hora.

    • CDelm_

      também, ao vivo o Moto 360 é bem feio… quando vi pela primeira me surpreendi, porque nas fotos parece tão bonito… decepcionante…

  • Achei pouco… Tanto oba oba e nao tem estoque do produto! Nem a apple deve ter acreditado no sucesso!

    • Pablo Salvanha

      Diego, acho que nesse aspecto a Apple é um tanto quanto conservadora. Depois de anos que foi “soltando” mais nos lançamentos de iPhones, e mesmo assim tem falta de produto.

      Lógico que a logística complexa e o produto que não deve ser nada fácil de fabricar contam contra. A tendência disso é melhorar cada vez mais, principalmente se o produto realmente se estabilizar no mercado (o que eu acredito que vá acontecer).

      • Bruno

        Pablo, logística complexa? Produto difícil de fabricar? Sério?
        Seria complexo para minha empresa. Para a Apple, que entregou 75 milhões de iPhones no Q1, isso é mamão com açúcar.

        • Pablo Salvanha

          Bruno, concordo com você, mas acho difícil crer que a Apple “quis” fabricar tão pouco e passar por essa condição de falta de produtos. Não sei se tenho outra forma de entender isso. Você tem alguma opinião da razão de ter ocorrido o que ocorreu? Acha que ela não quis fabricar uma quantidade maior simplesmente?

          Deve ter ocorrido alguma mudança necessária no projeto que a deixou sem “tempo” para poder fabricar uma quantidade maior no lançamento. Tanto é que agora parecem estar antecipando o prazo para alguns compradores.

          • Talvez eles pensaram assim; Se fizermos vários milhões de relógios e eles não saírem rápido como esperamos, vamos ler “Apple watch encalha”…
            Então eles preferiram fazer menos e irem se adequando aos pedidos!
            Ou não!?

        • Rogerio Coelho C

          Pois é, mas lembre-se que o primeiro iPhone também demorou para estar disponível em grandes quantidades. A Apple fabrica iPhones há anos, já tem uma estrutura e logística bem “conhecida”, assim ela já domina esse processo. Para o relógio não se usam necessariamente as mesmas máquinas e processos então é natural um início mais “cauteloso”, afinal os fornecedores dela também tem que fabricar coisas novas, ela investe pesado em novas tecnologias, la dá o dinheiro para que os caras criem maquinários, contrate pessoal especializado ou treine eles em novas técnicas, o que levaria anos para ter sem o aporte, mas é claro que tudo novo precisa de refinamento e estes processos não são diferentes 🙂

      • Pra mim eu tenho q ela deve saber muito bem como manter esse mkt com a “desculpa” de demanda mais alta do q previsto. Se ja tivesse atendido a todos nao haveria essa ansiedade, e isso acho q faz as pessoas gostarem mais do produto pq tiveram q “sofrer” pra ter o seu.

    • Existem muitas especulações, a própria Apple apontou na direção de possíveis gargalos, como os vibradores do power haptic feedback de AAC e os displays AMOLED. É uma miniaturização animal… Vai saber até onde não acreditou, ou acreditou, ou fez de propósito. Eu não descarto nenhuma teoria. Lembrando que diversas pessoas tinham previsão de entrega para Junho! E receberam no dia 24 de abril, no dia do lançamento!

      • O seu chegou? Vi q vc havia comentado sobre possivelmente receber antes do prazo!

        • Chegou no dia do lançamento (previsto para junho), só não botei as mãos ainda

          • Ah, tadinho… Tem um watch e ta esnobando! Hehehe… Um dia vou ser rico q nem vc só pra ter um e nem fazer questao de abrir a caixa só pq nao era bem o q eu queria! Hahaha

  • Felipe

    E tudo isso só porque é da Apple. Sério, podem ate achar bonito, mas não é nada maravilhoso, e só faz aquilo que os da concorrência já faz. A única explicação que eu consigo imaginar é que ninguém ainda viu uma utilidade pra isso, e que como é da Apple , os fãs dela resolveram comprar só pra falar que tem.

    • Pablo Salvanha

      Felipe, concordo parcialmente com sua colocação. A Apple conseguiu algo muito difícil que a concorrência sonha: não fazer o consumidor “comparar” ou “analisar tecnicamente o produto” (pelo menos não para a maioria dos que cogitam comprar da Apple). Isso se deve a qualidade e excelência que ela plantou a muito tempo e vem colhendo os frutos.

      Parece meio inaceitável para alguns usuários a quantidade de venda de produtos Apple pelo preço e comparando suas configurações ou recursos com a concorrência. Mas garanto que a Apple não vende o que vende pela configuração de seus equipamentos, mas sim pela experiência que transmite.

      Claro que devido aos altos preços e a não existência de produtos “baratos” tornou a Apple com o passar do tempo em uma marca de status. Aí nesse caso entram uma série de outras pessoas que compram o produto pois ter um “Apple” é como ter uma “Ferrari” / “Lamborghini”, dá status e um diferencial para quem vê. Isso é cultural e inegável.

      Então você vê que o público dividi-se em muitas partes. Eu faço parte do que compro pela excelência e experiência que o produto transmite. Não vou mentir sou muito fã da maçã e sempre gosto de ter os produtos que ela lança pois de certa forma tenho dentro de mim que não me desapontarei.

      Mas verdade seja dita, que empresa (vide Samsung, Microsoft, LG, etc) não gostaria de estar na posição da Apple. Uma empresa que tem valor superior a 700 bilhões e que consegue vender produtos como água no deserto. A margem de lucro é bem grande e não vejo a concorrência conseguir fazer qualquer coisa para mudar isso. Afinal de contas, uma Ferrari dificilmente vai deixar de ser uma Ferrari.

      • Pablo, e a Apple também faz uma propaganda de qualidade. Eu vi um anúncio de um smart watch da Breitling, o BB5, parecia propaganda de barbeador elétrico… Sabe quando a concorrência vai começar a vender muito? Quando ela fizer a tática que dá certo, copiar a Apple o máximo possível.

    • Diógenes Magnus

      parei de ler em: “só faz aquilo que os da concorrência já faz”.

    • Felipe,
      Apesar de toda empresa ter seus “fãs” cegos, que a seguem só pelo nome e não pela utilidade, não podemos achar que a maioria é assim.
      E outra, “só faz o que o que o da concorrência faz” é um exagero. O próprio BDi está dissecando o menino e está vendo várias coisas que a concorrencia ainda não faz.

    • Caio Ferreira

      Tem não só o lado de Gadget como tambem o de relogio, quem gosta de usar relogios paga 180 dolares em um sem problemas, pode-se pensar que ao inves de comprar dois destes, poderia entao comprar um Apple Watch que alem de poder trocar as faces do relogio, pode trocar de pulseira e ainda faz mais um monte de coisas. Mesmo para muitos que apenas o veem como um relogio, dependendo do quanto costumam gastar com relogios normais, vale a pena pegar um Apple Watch

  • Luiz Felipe

    Faz sentido ser essw valor que pra mim é pouco, não houve fila, se tivesse fila e estoque teria vendido tanto quanto os novos iPhones, certamente!

    • Tiago Albuquerque

      Estoque?

      • Luiz Felipe

        sim? rs

  • Brunosh

    Convenhamos que relógio redondo tem toda uma outra classe.

    • Bruno

      Sem sacanagem, olhando a foto de relance, parece um de criança e um de adulto!

      • Modelo sport, pulseira branca… Acho que seria mais justo comparar o modelo intermediário com pulseira metálica ou de couro

      • Acredite, Bruno, ao vivo a impressão não é essa.
        Eu também achava que o modelo Sport teria aspecto de “mais vagabundo”, e com as pulseiras coloridas isso ia piorar. Mas ao colocar no pulso, tive que mudar minha pré-impressão; o danado é elegante, mesmo o modelo Sport, e chama muito a atenção. Até demais, para quem vive no Brasil…

        • Bruno

          Acredito sim! A Apple certamente não faria algo ‘vagabundo’, até porque está cobrando relativamente caro pelo Watch. A sensação foi corretamente justificada pelo Daniel Gmrs acima. Não tenho dúvidas quanto à qualidade do ‘hardware’, embora tenha boas dúvidas quanto à real utilidade, especialmente por ser mandatório estar com o iPhone sempre do lado (até para praticar esportes, por exemplo, que para mim seria a principal utilidade). Mas enfim, vamos ver se os devs serão criativos o suficiente para instigar nós, os céticos, a comprá-lo!

        • Dorinhavasc

          É verdade principalmente aqui no Brasil.

    • PaloZo

      Convenhamos que o Moto é lindo! pessoalmente tb! (vou ser xingado aqui, mas gosto é gosto)

    • Passa um ar de conservadorismo, e eu gosto também. (e muito)
      Mas eu me acostumei com a ideia de relogio quadrado, acho que essa imagem de relógio redondo vai se perder naturalmente.

    •  Watch

      O redondo parece um estetoscópio. E acredito que esse formato de tela limite, em certo ponto, os desenvolvedores de aplicativos.

  • Andrieux Querido

    Alguém pode me recomendar umas 2 lojas boas de reparo para iMAC em SP
    Obrigado

    • Pablo Salvanha

      Andrieux, a melhor pedida sem dúvida é na Apple Store oficial que abriu esse mês no Shopping Morumbi. O difícil é conseguir agendar um horário no Genius Bar. No próprio shopping se preferir tem a assistência técnica autorizada na Saraiva. O atendimento é por senha (ordem de chegada). Mas nesse último caso com certeza os preços devem ser um pouco mais caros que os praticados na loja oficial.

      Espero ter ajudado.

      • Andrieux Querido

        Pois é, mas nao pra mim, pois o Vidro do monitor do meu imac, lascou na ponta e quero trocar. Nao me atrapalha em nada mas …
        Como nao sou de SP, eles querem que eu mande o MAC pra fazer o orçamento o que eh um absurdo, ja sei o que quero, é só o vidro. Então tem que ser lojas normais.

        • Pablo Salvanha

          Andrieux, achei que era de SP. Nesse caso minha recomendação a você é que “convença” a loja a encomendar seu vidro (talvez peçam um adiantamento no pagamento) e agende de levar só para trocar. É muito simples trocar o vidro do iMac, só tem que ter as ferramentas adequadas.

  • Bruno

    É preciso saber o que caracteriza sucesso neste caso. Pessoalmente, considerando que a Apple tem cerca de meio bilhão de usuários de iPhone, ter 2 mi de unidades vendidas no lançamento me parece bem pouco ( só ~0,4% dos usuários animaram de pagar pelo menos US$ 350 pelo gadget).
    Sobre a capacidade de produção, aí que é algo que desaponta ainda mais. Difícil crer que uma empresa que produziu e enviou 75 milhões de iPhones em seu primeiro tri, tenha dificuldades de produzir 2 mi relógios… Enfim, o tempo vai dizer.

    • Bruno, acho que a sua comparação está de banana com bicicleta.
      Não dá pra comparar um smart watch, um produto que ainda não é popular, não é “entendido” como necessário pela maioria e não tem uma historia pra contar justamente por ser super recente. Nenhuma empresa vendeu muito seu smart watch.

      Comparar com iPhone é sacanagem, afinal ele tem de sobra tudo que eu citei acima.
      Devemos comparar com a solução da Samsung, da Microsoft, da Motorola e outras mais.
      Traçar um gráfico e se a “barra” que representa a Apple neste gráfico estiver acima das demais, podemos naturalmente entender como sucesso.

      Quanto a dificuldade de produção eu concordo com você, mto lento mesmo.
      Eu penso que:
      – A Apple quis segurar ao máximo para evitar mais vazamentos de informação;
      – O produto é mais complexo do que o natural para montar;
      – Poucas fábricas se qualificaram para montá-lo, pelo motivo anterior;
      – Falta de fé na aceitação do produto e por isso menos pressão para deixar mais unidades prontas;

      Acho que é isso.

  • Luiz Jorge Bolognesi

    De primeiro momento não comprarei, quem sabe o AW 2 ou sei lá….. vamos esperar pra ver!

  • Johannes Georg

    Eu não tive tempo pra procurar mas li em algum lugar que a empresa que a Apple tinha contratado para fornecer os vidros de safira, estava tendo muito problema na produção do artigo. Cerca de 50% dos produtos estavam danificados.
    Levando em consideração que só a Apple (nesse mesmo artigo dizia isso) tem 1/4 de toda a produção mundial destinada para ela (que na época era destinado as câmeras dos iPhones e as home buttons dos mesmos) é de se esperar que criar uma tela para um watch não seja uma questão tão fácil de se resolver quando precisam-se criar milhares de unidades.
    Então pra mim não é de se estranhar que poucos watches foram entregues até agora.

  • Olha, nessa foto, do jeito que está aí, eu estou achando o Moto mais bonito. Foto injusta, devia ter colocado o Apple Watch com uma interface de relógio, pra tornar a comparação mais equilibrada. 😷

  • Mas aí não dava pra colocar o íconezinho do BDI ali… 😛

    A foto que ia antes era essa aqui, em que dá pra ver a definição de tela MUITO melhor que a do Moto:

    http://blogdoiphone.com/imagens/IMG_3696.jpg

    • RACLA

      A definição da tela é melhor mesmo. Mas eu acho o Moto 360 bem mais elegante e tem uma tela maior para um relógio de ponteiros que precisa ser redondo. Talvez no Watch fique melhor um relógio digital (sem ponteiros).

    • Mimi

      Me perdoe a franqueza, mas sou uma que tb acha o relógio da Motorola bem mais bonito
      que o da Apple. Se pudesse escolher ficaria com o da Motorola. Outra coisa que não gostei foi da interface de aplicativos…mais parece uma muvuca…hahaha..:)

      • Rob Simões 

        Eu acho esse Moto 360 horrível. Não gosto da interface do Android Wear, e ainda tem aquela barra preta medonha em baixo, parece que tem um vidro por cima bem distante da tela. O Apple Watch é extremamente mais bonito, mais elegante, mais útil e mais fácil de mexer.

    • Ambos horríveis.
      Sou muito mais o meu iPod Watch!

      😛

      • Renato

        Bem melhor que o novo Watch, que nem entrada pra fone de ouvido tem…

      • Dorinhavasc

        Kkkkkkkkkkk

      • Dorinhavasc

        Kkkkkkkkkkk

      • Larissa Gama

        Na época que esse iPod foi lançado era meu sonho comprá-lo. Mas meus pais nunca deixaram eu ter um… ><

    • Dorinhavasc

      Gostei do Steve Jobs ali atrás 😛

      Brincadeira …. o visor é lindo mesmo, mas continuo achando grande :)))

    • Dorinhavasc

      Gostei do Steve Jobs ali atrás 😛

      Brincadeira …. o visor é lindo mesmo, mas continuo achando grande :)))

    • Larissa Gama

      Eu não tinha reparado no ícone do BDI no Apple Watch, iLex! É um app? :O :O :O Que chique!!!

      • Rob Simões 

        É montagem.

        • Larissa Gama

          Aaaah ><

  • Juliano

    Acho q a Apple é, hoje em dia, um tipo de empresa cujos produtos são desejados independentemente da utilidade dos mesmos.

  • Danilo

    Com um relógio deste no Pulso uma volta no quarteirão aqui na Paulista e você já está sem o braço

    • Francis

      Kkkkkkkkkkkkkkk! Vixe.!!

    • Luiz Fernando Ferreira

      Um relógio desse no pulso é também uma placa escrita na sua testa “estou carregando um iPhone”

      • Coringa

        mais um ponto pro moto. De longe (e de perto) passa fácil por um relógio normal.

    • Pablo Salvanha

      Infelizmente essa é a triste realidade do Brasil.. Eu com certeza deixaria de usa-lo em alguns lugares por conta disso..

      • Dorinhavasc

        Por isso vale a pena nem ter, pensa bem, é justo termos que nos privar de usar uma coisa por que o país em que moramos infelizmente é uma vergonha, onde segurança é zero.

  • Cássio Teixeira

    Colocam ele no mesmo patamar de iPhone e iPad, mas acho ele é mais complexo que isso, fora que estava apostando num ramo diferente, acho que a realidade é muito mais positiva do que eles imaginavam que seriam…

  • Pedro Henrique

    Eu tenho um moto 360 e digo, em termos de design prefiro o moto 360 por passar realmente uma cara de relógio e não de um mini celular pregado no braço, é o que sinto vendo as fotos, mas, em compensação, faltou a motorola maior capricho com ele, a tela dele tem uma resolução bem baixa, não me atrapalha, mas poderia ser melhor, há certa imprecisão na aferição dos sinais vitais, sendo a boa notícia a evolução muito legal que o Android wear está tendo.
    Quanto ao dispositivo Apple, apesar de não curtir o design, dou méritos pela ótima tela e por claramente apresentar sensores bem melhores que a concorrência.
    Em termos de custo benefício o moto 360 é melhor, mas se a pessoa busca um produto mais bem acabado e finalizado o da Apple é a melhor escolha. Claro que se a pessoa tem iPhone ela só poderá comprar o da Apple, e vice versa, mas se a comparação fosse possível seria essa.
    Esses relógios são objetos fúteis, mas são gadgets legais, se a pessoa tem um dindin sobrando vale a pena, se não, não se preocupe, pois não está perdendo grande coisa.

  • Caio Ferreira

    Não vejo a Hora de pegar o meu *—*

  • Não me parece tão fácil ter estoque tão grande assim do Watch. Em comparação com o iPhone temos alguns agravantes:
    – A Apple já conhece muito bem a demanda do mercado por iPhones. Para Apple Watch não, seria imprudente arriscar um estoque muito grande e depois não vender tudo;
    – Os fornecedores da Apple também já estão acostumados com a demanda para o iPhone. No caso do Watch provavelmente a Apple não deve ter nem estabelecido direito todos os fornecedores que vai precisar;
    – O iPhone tem poucas opções e a Apple já sabe quais ela deve fabricar mais. Já para o Watch, além de serem muitas opções, a empresa não tem experiência de mercado sobre quais modelos vendem mais ou quais vendem menos. Provavelmente os modelos mais populares que estão em falta e alguns outros ainda devem estar sobrando no estoque.
    Acredito que com o passar dos anos as coisas tendam a se estabilizar e a Apple consiga tornar o Watch dispoível para cada vez mais pessoas, cada vez mais rápido, assim como ela já faz com o iPhone.

  • RACLA

    Bom comentário.

  • Larissa Gama

    Lindo, chique, elegante, de muito bom gosto (e de faces variáveis!), pronto pra satisfazer todas as idades e os dois gêneros (a Apple foi a única a lançar um Watch que pode cair mais no gosto das mulheres) 😉