Notícias

Novela do protótipo: Polícia invade casa de blogueiro e confisca computadores

Como previsto, a nossa novela do protótipo continua com fortes emoções! 😛

A notícia que causou rebuliço na internet ontem a noite foi a invasão que a REACT (Rapid Enforcement Allied Computer Team — polícia da Califórnia especializada em investigar crimes digitais) realizou na casa de Jason Chen, aquele mesmo que aparece no vídeo revelando o protótipo do iPhone 4. Foram confiscados 4 computadores, dois servidores, discos externos e telefones.

A invasão aconteceu na noite de sexta-feira, dia 23, através de um mandado de busca e apreensão. Como não havia ninguém na casa naquele momento, tiveram que arrombar a porta. No momento, ninguém foi acusado de nada e o processo ainda é investigativo.

Mas porque só ontem (segunda) o Gizmodo comentou o fato?

O blog americano alega que a invasão da polícia viola a seção 1524 (g) do Código Penal da Califórnia — o código de protecção dos jornalistas. Além disso, a seção 1070 do Código California protege os jornalistas de terem de revelar as fontes de informação quando um tribunal está fazendo descobertas. Com isso, os advogados do Gizmodo conseguiram uma liminar para paralisar as investigações, até que se avalie se esta lei pode ser aplicada ou não.

Porém, o buraco aqui é mais embaixo. Se o Gizmodo não tivesse assumido que pagou US$5.000 por um aparelho considerado roubado e cujo proprietário real ele sabia quem era, aí sim podería proteger sua fonte de informação. Porém, ao confessar que cometeu um crime (segundo as leis da Califórnia), o blog deve sofrer as consequências penais. Afinal, em nenhum lugar do mundo o jornalismo dá imunidade criminal.

Se o alvo das investigações fosse somente a pessoa que encontrou (ou roubou) o protótipo, a polícia não poderia ter invadido a casa de Chen, apenas convocá-lo para um depoimento. Mas ao existir um mandado de busca e apreensão, deixa claro que a justiça está considerando os envolvidos como réus e não apenas como jornalistas que informaram sobre o protótipo.

Uma das coisas que a investigação policial pretende procurar nos computadores de Chen é o histórico de acesos à internet, como cache de páginas e de buscas. Ela pretende assim averiguar se o Gizmodo teve acesso ao dispositivo ANTES de comprá-lo.

Enquanto isso, a Gawker Media (gestora do Gizmodo) tenta usar todos os meios que pode para impor o seu ponto de vista e distorcer um pouco os fatos. O Yahoo News publicou ontem uma matéria intintulada “Qual o papel da Apple Inc. na força-tarefa que investiga o caso do protótipo do iPhone?“, afirmando que a Apple é uma das 25 empresas que fazem parte do comité de direção da REACT. Porém, John Gruber destaca que o editor do Yahoo News, John Cook, tomou posse do emprego há pouco tempo. Quem era seu antigo patrão? Gawker Media. Coincidência?

Para deixar claro, não estamos aqui reclamando que o Gizmodo tenha revelado o futuro iPhone; até gostamos disso. Mas o que está sendo discutido é até onde a ética (ou a falta dela) pode justificar o jornalismo. O Giz é um site que apresenta informações interessantes, mas que nunca prezou muito por coisas moralmente corretas (ensinando inclusive como colar em provas de colégio).

Ao menos, toda esta novela está servindo para refletirmos sobre tudo isso.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Rodrigo Alineri

    Eu até havia comentado no post “principal” da novela (Vazamentos de uma Paixão ;)), que esse japa ia ser enquadrado, ou como disse no comentário, “suicidado”. A Apple não ia deixar isso barato.

    • Squalo

      Correção ai em cima japa não, pq o cara é chines ou coreano menos japa.

      • David

        Nossa, e isso faz toda a diferença, né?

        O que se pode comentar aqui é que o cara é um ser humano, e isso sim deu margem pra que ele fizesse o que fez: Besteira.

        • Rodrigo Alineri

          Pode ser o que for… é mais um vacilão que quiz aparecer. Ponto.

  • Danilo Ferreira Gomes

    Aguardo os próximos capítulos… =D

  • Wilson

    Eu comentei esse assunto com minha esposa (que não é ligada no mundo eletrônico) e ela ficou impressionada com o vacilo do tal engenheiro cervejeiro. Não acreditou quando eu disse que o cara não foi demitido. Sinceramente, às vezes nem eu acredito. Fico imaginando o esporro que o cara levou do Steve Jobs.

  • Marcelo

    Muito boa a matéria, gostei!

    @blogdoiphone tá chegando aos 10,000! que massa! 😀

  • Caríssimo, saudações.

    Por ser possuídor, obviamente, de um iPhone, acompanho, de segunda a sexta, o seu excelente blog, e não posso deixar de colaborar com ele, no único assunto onde isso me seria possível, até porque se trata de erro comum, praticado por quem não é da área, e que sempre comento em sala aula…

    Trata-se de trocar mandado (com D, de ordem judicial) por mandato (com T, de outro), ou seja, o correto é “mandaDo de busca e apreensão”, e não mandaTo, como foi escrito mais de uma vez neste post…

    Reitero que mandaDo vem de orDem judicial, enquanto que mandaTo decorre de um contraTo onde ouTro age em meu nome, quase sempre comprovado por meio de um documento, ou seja, um instrumento chamado de procuração…

    Espero, com a melhor das intenções, ter colaborado para o aperfeiçoamento desse espetacular blog…

    A propósito, se possível, dê uma passada no meu (profheraldomoreira.blog.terra.com.br)…

    Grande abraço,
    Heraldo Moreira

    • Tem toda a razão, Heraldo, falha minha. Obrigado pelo toque. 😉

      • Quem “dá toque é ginecologista” (essa é cruel!), apenas quis colaborar…

        Eu é que agradeço por essa ferramenta extremamente útil que é seu blog…

        Parabéns!

        Heraldo Moreira
        (profheraldomoreira.blog.terra.com.br)

  • Max

    Aos incrédulos: e aí? Isso também foi uma jogada de marketing da Apple? Agora vocês acreditam que o protótipo realmente vazou e que a Apple não queria isso? Pois é o Giz está enfrentando a ira de Jobs… Imagino qual deve ter sido a reação dele quando viu a foto do novo iPhone no site… Deve ter xingado até a última geração do Jason Chen…

    • Leotoneto

      Ira do Jobs?!?!?!?!?! Não, o cara cometeu um crime, pagou por um produto roubado, sabia que era roubado, conhecia o dono do produto roubado e, mesmo assim, espalhou isso para todo mundo… Não podemos achar que isso possa ser normal ou natural. Ele deve ser punido sim, pela justiça em primeiro lugar, e depois por seus leitores, que não deveriam mais dar créditos a um ladrão, uma pessoa desonesta desse tipo.

      • Rodrigo Alineri

        Concordo com você, mesmo ele tendo pago pelo aparelho, ele não deixou de participar do roubo. Se um ladrão chega me oferecendo uma TV de 29″ por 20 reais, além de eu estar errado em comprar, eu vou ajudar ele a fumar mais crack… MUNDO CÃO!

  • Gileno Paiva de Lima

    alguem ja parou pra pensar se essa “perda” foi mesmo isso!!!!
    as consequencias estão me deixando em duvida, tá parecendo um “esquecimento proposital”,
    agora por que???? com certeza tem um motivo, vamos aguardar……..

  • Marcio

    Omo faco backup da agenda e suas fotos e restauro posteriormente? Quero fornatar o iphone e comecar do zero, pois esta um pouco lento.

  • jegue-boy

    o tio jobs ficou rosa chiclete

  • Carlos Adller

    Esse japa tem uma cara de mongol… Vacilou.

    • Dynho

      Chen esta mais pra chinês que japonês amigo…

  • Vinícius Ferrão

    Não sei porque o http://www.blogdoiphone.com.br está visivelmente contra o Gizmodo. Infelizmente aqui não está tao bom como antes na epoca do Firmware 1.x

    Fora que não se deve julgar a ética de um Blog, ninguém garante ética no meio… a ética acaba quando o furo de jornalismo deixa de ser de outro blog.

    Espero que o comentário não seja censurado.

    • Max

      Cara, não vejo o blog contra o Gizmodo. Os caras cometeram um crime em prol do furo jornalístico e estão pagando por isso. Eu mesmo fiquei muito ressabiado com o Giz depois que disseram que pagaram 5 mil dólares no protótipo. E do jeito que a corda não estourou no lado mais fraco, que é o Gray Powers, é um indicativo forte de que a história toda trata-se de um grande crime contra o patrimônio da Apple. E podem ter certeza que a perda do segredo significou uma grande perda financeira para a Apple, afinal, nesse mercado altamente inovador supreender é sempre necessário. A supresa foi-se embora, e os concorrentes já estão se preparando antes mesmo de eles terem um produto disponível no mercado. Isso é péssimo do ponto de vista de negócios.

    • Vinícius, se você só vê superficialmente as coisas, não há argumentos inteligentes que o farão mudar de ideia. Se você não entendeu a frase “Para deixar claro, não estamos aqui reclamando que o Gizmodo tenha revelado o futuro iPhone; até gostamos disso“, e prefere que não comentemos uma questão ética que todo mundo está discutindo, talvez então este blog não seja mesmo para você.

      Para os que ficam, reforço: nada contra o Gizmodo. O dia que tiver algo contra, deixarei de lê-lo e de postar links para ele. Se o que ele fez fosse normal, o Engadget teria feito antes, pois teve a oportunidade.

      • Rodrigo Alineri

        iLex, será que esse caso tem ligação com um funcionário da empresa que fabrica os iPhones para a Apple, que “perdeu” um dos quatro protótipos existentes do suposto iPhone 4G? Lembra desse caso? Acho que foi a cerca de um ano… não tenho certeza.

  • Sandro

    Ótima matéria, imparcial e com bom senso que todos esperamos!

  • Fausto Yoshihara

    O Giz fez uma jogada de risco ao publicar o furo do ano, mas agora tem que enfrentar as consequencias!!
    Com certeza eles pensaram e planejaram tudo antes de publicar a matéria, agora eh ver ate onde eles se prepararam!!

  • Michal

    Ok. Não é moralmente correto comentar sobre colas mas é certo comentar/ensinar sobre jailbreak?

  • Pra mim esse protótipo foi é roubado dentro da Apple e agora ela (Apple) entregou o caso pra quem realmente tem de cuidar de ladrão. A Polícia.

  • Dinnosan

    Alguém sabe dizer se foi dado queixa fo roubo do aparelho? Segundo foi dito no inicio dessa confusão toda, quem encontrou disse ter perguntado no bar se era de alguém. Será que o Quiz comprou o protótipo sem verificar se tinham dado queixa de roubo, afinal de contas ficaram com o aparelho um tempão antes de começarem a divulgar as fotos.

  • Lucas P.

    Tenso…

  • Juarah

    Alguém aí se atreve a abrir seu 3gs para ver se tem um 4G dentro ?hehehehe!!!!

  • krikaoli

    Um detalhe: estou acompanhando essa novela. Aqui no Brasil, em tese, de acordo com o relato, a tipicação penal correta seria a apropriação indébita, pois no Brasil o roubo apenas ocorre mediante violência ou grave ameaça. E furto não existe na modalidade culposa. E mais, o furto de uso não existe. Portanto, eu pego o protótipo de um iPhone, uso e o devolvo no mesmo estado é crime atípico. Abraços