Apple

Fim da exclusividade de operadoras na venda do iPhone poderia ser positivo para a Apple

Exclusividade com a AT&T

Segundo o analista Gene Munster, da Piper Jaffray, a Apple pode estar estudando a possibilidade de oferecer o seu celular a outras operadoras dos Estados Unidos a partir de 2010, ano que acaba o contrato de exclusividade com a AT&T para a venda do iPhone.

Desde o começo a Apple adotou a política de exclusividade de operadoras, razão pela qual no Brasil apenas Claro, Vivo e TIM têm a permissão de vender o aparelho. Porém, baseado no exemplo da França, o analista acredita que a fatia de mercado do iPhone poderia crescer muito mais se a venda fosse liberada.

No final do ano passado, a justiça francesa obrigou a Apple a quebrar a exclusividade com a Orange e disponibilizar o celular também às outras operadoras do país (leia “Apple é forçada a disponibilizar o iPhone à todas as operadoras na França“). Mas isso teve um efeito muito positivo para as vendas, fazendo o market share do iPhone crescer de 15% para incríveis 40% do mercado francês.

Além da análise de Munster, vários rumores já correm há algum tempo sobre uma aproximação da Verizon com a Apple. A operadora americana promete lançar já no início de 2010 uma nova rede 4G de alta velocidade.

Se isso realmente se concretizar, é possível que várias rejeições de aplicativos que hoje são impostas pelas limitações da rede AT&T não existam mais, servindo de desafio para as próprias operadoras a oferecer cada vez mais serviços.

via

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • André Pedroza

    Seria ótimo aqui para o Brasil. Quanto mais concorrência, melhores preços.

  • Eduardo

    Tomara q os preços não suba se isso vier a acontecer!

  • CarlosT.

    Que aumente a concorrência! Aliás isso deveria se aplicar a todos os setores e produtos! Da Apple e de outros!

  • rene

    Seria bom pq poderíamos comprar iPhone desbloqueado nos EUA e usar aqui. E finalmente poderia ser liberado o Google voice.

  • Joze

    Vai ver que é por isso que os iPhones só explodem por lá…

  • Arliss

    A lógica de mercado (se é que isso existe) diz que a concorrência tende a fazer os preços diminuírem isso sim.

    Para o Brasil duvido que fizesse muita diferença. Quem mais ia vender o iPhone? A Oi ????? Faça-me rir!!

    Nos EUA… seria bom pra AT&T parar de encher o saco, e lançar outros aparelhos HTC também. E certamente o iPhone importado desbloqueado de fábrica ficaria mais acessível.

  • thiago

    Na frança não houve queda de preço e as pacotes oferecidos pelas 3 operadoras se parecem tanto que nunca ficou tão claro que não ha concorrência alguma nos mercados de telefonia…

    enfim…
    A apple vende mais, as operadoras vendem mais…
    e o consumidor é unico a não ganhar nada com isso.

  • edivaldo

    Três operadoras vendendo aqui e não muda nada em relação preço/dispnobilidade/atendimento.
    A concorrencia aqui não está funcionando, pelo menos, não como deveria ser.

  • Diógenes

    Tomara que aconteça isso mesmo. Ganham os clientes de todas as operadoras, com a concorrência e os clientes de operadoras que ainda não vendem o iphone, que poderão comprá-lo com subsídios maiores…

  • Rafael Scott

    Sou cliente da Oi há algum tempo e fiquei muito triste em saber que a Oi não participaria das privilegiadas com o iPhone. ;( Espero que isso mude logo! 😉

  • Homero

    Deveriam liberar pra OI.

  • Luiz

    Incrível como eles demoraram para perceber isso!
    Já estava na cara há muito tempo!

  • Vitor Sá

    Concorrência é sempre positiva, aqui no Brasil ela ajudou sim! Não lembra dos preços no site carioca da Claro q foram depois alterados? E claro q foi culpa da Vivo que abaixou os seus preços! Se não fosse isso eu não teria comprado um de 32GB, q por sinal era o ultimo da loja (no domingo)…

    • É, lembrando que no início seria só a Claro que venderia o iPhone no Brasil.
      Depois a Vivo conseguiu negociar um contrato, e não duvido nada que essa história de ser obrigado a vender só para clientes no lançamento não seja produto deste acordo…

  • Daniiel De Rogatis

    Comprei o 3gs na loja que só vende produtos Apple no shopping Iguatemi – sp. Como se fosse pre pago da Vivo. Levei a nota na loja da Vivo,paguei R$ 120,00 de “quebra de contrato” e tive o desbloqueio oficial pelo iTunes.