Notícias

Desenvolvedor desiste de lançar aplicativo gratuito por causa da pirataria na App Store

Nem todos entendem nosso posicionamento em relação à não tolerância de divulgação de aplicativos crackeados aqui no Blog. Vez ou outra recebemos algum comentário mais agressivo ou emails nos chamando de “puritanos“, mas isso não muda nossa convicção de que o uso de aplicativos crackeados é um verdadeiro tiro no pé, pois atinge diretamente pequenos desenvolvedores, que encontram na App Store uma maneira honesta de sustento.

Um exemplo dos prejuízos que isso pode trazer à comunidade acaba de acontecer.
O desenvolvedor Steven Troughton-Smith anunciou que vai descontinuar o aplicativo gratuito Stack.

Stack era um aplicativo do jailbreak que imitava a mesma função existente no sistema operacional MacOS X. Era uma maneira muito prática de organizar os aplicativos, principalmente para quem possui um número muito grande deles. Veja no vídeo como seria a versão 2.2 que estava quase pronta para ser liberada:


Acontece que além de contribuir para a comunidade jailbreak, Steven também possui alguns programas na App Store, que possibilitam que ele se sustente e não cobre pelo Stack. Mas essa semana ele descobriu que todos os seus aplicativos tinham sido crackeados, em desrespeito à todo o tempo que ele tinha dedicado ao seu trabalho.

Como consequência, o desenvolvedor vai retirar o seu aplicativo do Cydia, para dedicar todo o seu tempo para trabalhar exclusivamente para a App Store, para tentar recuperar um pouco do que perdeu.

Por isso, quando você usar um aplicativo crackeado baixado pela internet, pense que isso pode estar contribuindo para que muitos bons programas deixem de existir, ou nem mesmo cheguem a sair do papel, por completa falta de incentivo. Afinal, ninguém gosta de ver seu trabalho indo para a lata de lixo.

[via]

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • toy

    Acho uma total falta de respeito com quem passa dias elaborando um app para o iphone, sendo ele bom ou ruim.
    No casa a pirataria realmente prejudica essas pessoas.

    E no caso a maioria dos app tem um preço justo, e realmente se o cara tem um iphone, um plano de dados oque são R$ 2,35 para se comprar um aplicativo ????

  • rafael

    se fosse assim, os musicos parariam de fazer musicas, grandes empresas de fazer jogos de Xbox,Pc,PS3 de fazer programas que realmente sao bem elaborados nao esses appzinhos que sobe uma cascatinha de icones…

    obs: Nao sou a favor da pirataria, mas que atitudezinha de muleque criado pela avó…

  • Léo

    Discordo do Rafael, acho que foi uma atitude mais de protesto do que uma atitude de moloque. Acho também muito válida a atitude que ele tomou, o cara passa dias para desenvolver um aplicativo, então ele consegui e coloca na Apple Store, daí uns dias ele vê o trabalho dele sem valor algum, ali para quem quiser baixar.

    Acho que esta muito certa a atitude dele, se não quer gastar o dinheiro com o aplicativo, também não vá baixa-lo crackeado.

  • A diferença, rafael, é que a App Store dá oportunidade a qualquer um de ser desenvolvedor. Até você. Ela se baseia em pequenos programadores para disponibilizar a grande variedade que temos.

    Não seja ingênuo de achar que o impacto da pirataria nas grandes gravadoras ou empresas de software seja o mesmo para estes pequenos desenvolvedores.

    • Gilmar

      Concordo plenamente, isto que ele fez não foi nem mesmo um protesto, e muito menos atitude de “moleque”, o cara precisa sobreviver, tão querendo o quê ?
      -programador tambem tem contas pra pagar
      -programdor tambem come.
      -programador também paga gasolina.
      -programdor também paga conta de luz.
      -programador também tem filhos.
      -programador também tem família pra sustentar.
      Não sei pq a maioria das pessoas acha que programadores não são gente.

  • Bem, se a Apple liberar os jogos na iTunes store nacional e deixar eu testar os aplicativos antes de comprar eu realmente deixo de usar apps crackeados!!!

    Todos os apps ilegais no meu Iphone ou estão em teste ou são jogos que Apple se recusa em deixar comprar.

    Antes que alguém fale, versão lite não é teste para mim.

  • Eu trabalho com desenvolvimento de software. Fico para da vida quando tenho que fazer hora extra de graça!

    Com pirataria é a mesma coisa. Pense nisso. Vc gosta de trabalhar de graça? Aposto que não. Aposto que qdo isso acontece vc fica reclamando do seu chefe, não é mesmo?

    Quando vc pirateia, vc não está pagando por uma coisa sue alguém trabalhou muito para fazer o programa.

  • jaao

    quem ja tinha esse aplicativo no iphone, se um dia quiser remove-lo o que faz? Oo

  • Ceceu Veron

    Realmente a maioria dos aplicativos tem um preço em conta , mas o q vcs me dizem do LEXI COMPLETE , que custa miseros 299 dolares ??? Vai dizer q aí não é pra crackear mesmo ???

  • Vicente

    Antes era o assunto do jail, agora isso…huhuauahaua

    Não tem muito o que se discutir…
    A pirataria existe, e não é porque é comentada aqui que deixará de existir.

    Ingênuo é desenvolvedor que começa no ramo “sem saber” que há hackers, crackers…o que for…

    É assim mesmo, os melhores perduram, já os fracos, já viram né…
    Também me ponho no lugar dele, porque não sou ignorante, muito menos egoísta, mas infelizmente, isso é um caso que não dá para frear…

    …ainda é um meio muito permissivo, mesmo sendo uma atitude “iLegal”…

  • Sérgio Carvalho

    pessoal, contribuindo, só para lembrar que em função da pirataria, os músicos não ganham dinheiro com cds, e sim com SHOWS. É o caso como já afirmaram grandes conhecidos, Zezé de Camargo e alguém, ou caras menos conhecidos (mas muito melhores), como Silvério Pessoa, de Recife (ex-Cascabulho). O dinheiro dos cds do Silvério são para fazer mais cds… isto, em função da pirataria.

  • Look

    Só pra corrigir: Lights Off foi feito por Lucas Newman e Adam Betts antes de existir o SDK, ou quando o SDK era o Web 2.0. Logo depois que ele lançou o jogo, ele foi contratado pela Apple para trabalhar no iPhone (antes trabalhava na Delicious Monsters). Como Lucas foi contratado, ele abandonou o Lights Off, que depois foi relançado.

    • Boa, Look, esta informação eu não tinha.
      Já alterei o artigo, valeu! 🙂

  • Não concordo com o Ceceu. O que acontece se vc quiser comprar uma Ferrari? Vc pode chegar na loja e dizer “1 milhão é muito caro, vou pagar 1000 reais”? Não. Nesse caso vc passa vontade e não compra.

    Com software é a mesma coisa!

  • Frederico

    Amigos, o desenvolvedor tem o direito de tomar a decisão que lhe couber, não devemos julgar se é certa ou errada.

    Cada um tem seu ponto de vista e ele também tem o dele. Também sou desenvolvedor, e sei que é doído ver nosso trabalho sendo usurpado pelas pessoas.

    Mas por outro lado, temos que acreditar que a vida é assim mesmo. E já desenvolver os aplicativos pensando nessa possibilidade (pirataria). E quando se prevê esse tipo de coisa, pode-se chegar a resultados interessantes.

    Cito aqui duas frases para ilustrar o caso:

    “A necessidade que é a mãe da invenção” Platão

    “No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade” Albert Einstein

    Parando para pensar nessas frases, continuo respeitando a decisão do Steven, mas faço isso resignado, pois estou certo de que diante da dificuldade devemos sempre seguir adiante.

  • Vicente

    O Steve Jobs é famoso por esse “codinome” Steven…
    É a terceira vez que me pego lendo uma coisa dessas…hehe

  • henriqueG

    Agora sou mais contra a pirataria do que antes, eu uso o Stacks… e estava ancioso para a versão 2.2 =/

  • angela

    Olá,
    éstou em busca de desenvolvedores, no Brasil, de aplicativos para iphone, smartphones, etc. Quem pode me dar uma dica?