Apple WatchRumores

[rumor] Próximo Apple Watch deverá ter mais novidades de software que de hardware

Em 2018, o Apple Watch ganhou sua maior mudança de design desde o lançamento com o aumento da tela e um maior espaço útil para informações (que no relógio são chamadas de Complicações). Antes disso, as mudanças foram mais internas, incluindo coisas que naturalmente faltavam, como resistência à água, GPS e conexão 4G.

Diferente de um celular, a tendência do relógio é não sofrer grandes alterações de um ano para outro, justamente por ser mais um acessório do que um dispositivo único e independente. Então, é de se esperar que em 2019 não vejamos grandes revoluções no modelo “Series 5”, pelo menos não em matéria de hardware.

E os últimos rumores tendem a confirmar esta tendência.






O Mark Gurman é conhecido por ter alguns contatos internos na Apple, mas também por adivinhar coisas baseadas nas tendências. Seja como for, sempre quando ele diz algo é interessante ficar de olho, pois muitas coisas são pistas do que virá.

E essa semana ele falou no site Bloomberg sobre o que ele espera dos novos produtos da Apple que serão revelados em setembro, baseado nas informações que ele recebeu daqui e dali.

E sobre o Apple Watch, especificamente, ele não acredita que haverá alguma mudança externa significante, a não ser a inclusão de dois novos materiais: cerâmica e titânio. A Apple já experimentou fazer relógios de cerâmica quando este material substituiu o ouro nos finados modelos Edition, no Series 2. Depois disso, ela focou apenas nas caixas de alumínio e aço inoxidável.

O titânio, além de servir como matéria base do novo Apple Card, agora também revestirá os novos relógios da maçã. Além de ser um material bastante resistente, ele é bem leve.

O que Gurman não diz é se estes materiais substituirão os existentes. Seriam modelos novos, mas caros, ou simples substitutos dos modelos atuais?

Seja como for, as mudanças de hardware prometem ser estas. Nada de nova tela, ou novo formato de relógio. As principais mudanças prometem ser focadas no software, com o novo watchOS 6, que cobrirão quem já possui os modelos anteriores, principalmente o Series 4. A maioria dos novos mostradores são para a tela maior, mas também tem alguns apps novos, como App Store e Calculadora.

De fato, a ideia não é ficar trocando de relógio a cada ano e sim comprar um que seja atualizado por um grande período de tempo. Isso é algo muito positivo, apesar de alguns provavelmente reclamarem que “não há nenhuma inovação“. O Watch é o smartwach mais vendido no mundo e poder comprar um sabendo que ele não ficará defasado no ano seguinte é algo que dá mais segurança na compra.

Fonte
Bloomberg
Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close