Acessórios

HomePod: o que é, como funciona e o que acontece se compramos em outro país

Em junho de 2017 a Apple anunciou que pretendia lançar um novo produto chamado HomePod, que consiste em uma caixa de som sem fio capaz de interagir com a Siri. A ideia parece ser bastante inspirada em outros produtos da concorrência, como o Amazon Echo e o Google Home, cujo objetivo é disponibilizar um assistente virtual para a casa toda.

Neste artigo, pretendemos explicar o que ele é e como funciona.


Atraso no lançamento

A exemplo do primeiro modelo do Watch, a Apple anunciou com bastante antecedência o HomePod, prometendo lançá-lo no final de 2017. Porém, o desenvolvimento dele não foi concluído a tempo e a data teve que ser adiada para início de 2018.

Esse atraso todo acabou permitindo que informações importantes fossem vazadas. Graças ao firmware de testes do aparelho, acabamos descobrindo antes do tempo como seria o novo iPhone X, os Animoji, além de diversas outras informações que a Apple só iria revelar na sua apresentação.

O que é o HomePod?

Diferente de seus concorrentes, a Apple não apresenta seu produto como um assistente virtual que faz várias coisas, mas sim como uma caixa de som inteligente voltada para incorporar música à sua casa.

Acreditamos que o HomePod vai levar a experiência com músicas na sua casa a outro nível. Tim Cook

As especificações técnicas do aparelho são bem ousadas: processador interno A8 (o mesmo do iPhone 6 e da Apple TV de 4ª geração), som espacial de alta qualidade, seis microfones e sete tweeters espalhados pelo diâmetro do aparelho, tudo envolto em um tecido uniforme sem costuras.

A Apple garante que não há distorções no som nem mesmo quando o volume estiver no máximo em músicas mais agitadas. Seu processador inteligente é capaz de analisar a todo o momento os baixos e agudos, para harmonizar em tempo real o som. Além disso, o dispositivo entende o ambiente e direciona o áudio, para uma maior precisão acústica.

Ele possui um pequeno display sensível ao toque na parte superior, de uso opcional. Ele mostrará os estados de execução do dispositivo, além de oferecer a opção de controles através dele. Por exemplo, um toque pausa a música, dois toques passa para a próxima faixa, três toques rápidos retrocede para a anterior. Mantendo um toque prolongado, ativa a assistente Siri.

Outro ponto forte do HomePod é a tecnologia AirPlay 2. Caso você possua dois ou mais HomePods em sua casa, eles podem se comunicar entre si e tocarem a mesma música ao mesmo tempo, em ambientes diferentes. Com isso, você tem musica na casa inteira. Pode também usá-los juntos no mesmo ambiente para ter uma experiência stereo ainda mais marcante. Porém, essa funcionalidade infelizmente não está sendo entregue junto com o produto. Em mais um atraso, a Apple promete incorporar o AirPlay 2 até o final do ano, através de uma atualização no software.

As caixas de som se conectam pela rede Wi-Fi, com o protocolo 802.11ac (que é mais rápido para quem possui roteador que forneça este padrão). Apesar disso, ele não é um dispositivo móvel, por necessitar de um cabo conectado à corrente elétrica.

Música, com assistência virtual

Para se diferenciar dos concorrentes, a Apple enfatizou bastante a música em seu novo produto. Mas além de você poder escutar seus hits preferidos com som de alta qualidade pela casa toda, pode também interagir com a assistente virtual Siri, sem precisar usar o iPhone ou iPad para isso.

Você pode, com a voz, pedir para tocar músicas, playlists e artistas específicos através do Apple Music (você precisa de uma assinatura do serviço). Porém, pode também fazer outras coisas normais da assistente, como acender lâmpadas do HomeKit, saber como está a temperatura na sua região, ativar um timer, pedir para ler mensagens recebidas no iPhone e até atender ou fazer ligações, mantendo suas mãos livres e o telefone no bolso.

A notícia ruim para nós que falamos português é que, apesar da Siri no iPhone já falar a nossa língua, no HomePod por enquanto ela só atende comandos em inglês. Portanto, esta parte do novo produto ficaremos de fora por enquanto.

Preço e disponibilidade

Inicialmente apenas três países receberão o HomePod: Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. O lançamento acontece no dia 9 de fevereiro, com pré-venda a partir do dia 26 de janeiro. O preço em dólares será de US$349. Não há nenhuma data anunciada de quando ele será lançado em outros países e, principalmente, no Brasil.

Você pode viajar para um destes países e comprar um HomePod antes dele ser lançado no Brasil? Pode. Ele funcionará bem para tocar músicas e espelhar seu iPhone ou iPad nele. Porém, como já afirmamos, a Siri não funciona em português, o que limitará bastante a sua experiência com ele caso você não domine a língua de Trump. Será uma caixa de som sem fio com preço bem elevado (considerando que existem diversas outras ótimas opções com preços menores).

Qual a utilidade de um dispositivo assim?

Se você for pensar a curto prazo, a utilidade é bem questionável. Uma caixa de som cara, capaz de tocar músicas pela casa e que ainda não ativou todas as suas funções prometidas… pode ser algo difícil de compreender. Afinal, com um iPhone e alto-falantes sem fio bluetooth de marcas conhecidas pode-se reproduzir uma experiência bastante similar, com um custo bem mais em conta.

Mas isso é apenas o começo de um plano que a Apple pretende expandir bem mais no futuro. A ideia é introduzir em nossas casas um hub que integre todos os nossos dispositivos da maçã para criar uma casa automatizada e conectada. Talvez ainda demore uns 2, 3 anos para isso realmente começar a se efetivar, porém parece claro que é apenas o início de uma ideia, que será desenvolvida com o tempo.

Assim como o iPhone, a Apple tem a grande vantagem de fazer tanto o software quanto o hardware, o que é um grande diferencial frente à concorrência.

Apesar disso, não é a primeira vez que a maçã lança uma caixa de som. Em 2006 ela apresentava o iPod Hi-Fi, que era uma espécie de dock aditivado para o iPod. Por ser bastante caro, acabou não fazendo muito sucesso na época. Será que o HomePod terá um destino diferente?

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.
  • Luciano Assunção

    Super desnecessário. Pedir coisas a Siri é perda de tempo já que você nunca sabe quando ela vai vir com o bom e velho “sorry I can’t do that” ou pedir uma musica e ela entender outra coisa – além do fato de ela
    não trabalhar com apps de terceiros. Infelizmente a Siri se tornou a pior das assistentes virtuais, ficando muito para trás da concorrência. Nesse caso prefiro manter minha maravilhosa caixinha Sony XB20 de 50 doletas mesmo (que inclusive funciona com a Siri)

    • Douglas Knewitz

      Eu uso bastante, principalmente quando estou cozinhado algo, sempre peço pra ela me lembrar a hora de tirar do forno e coisas do tipo. Mas claro, de vc usar pra um objetivo mais amplo como uma busca as vezes ela simplismente não entende o que vc fala! Pra mim que não uso app de streaming de música o sentido do HomePod pra mim nao existe.

      • Luciano Assunção

        Então Douglas, eu uso a Siri basicamente para controlar musicas (por conta dos AirPods), onde peço pra aumentar ou abaixar o volume, além de pedir também para configurar timer (na academia, para controlar o descanso) e lembretes. Para essas coisas ela pode ser útil, mas eu sinto muita falta do fato de ela simplesmente não controlar apps streaming de terceiros. Eu não posso pedir uma musica ou uma playlist do Spotify porque ela simplesmente ignora. Acho que pagar o valor do HomePod para ter tão pouco é fora de questão para mim e para a maioria das pessoas que não possuem uma casa inteligente, onde da pra controlar tudo por voz. Meu speaker da Sony consegue ativar a Siri tranquilamente e custa 7x menos.

    • Sapo

      “além do fato de ela não trabalhar com apps de terceiros” Como assim cara pálida? Hoje em dia vc já pode mandar uma mensagem ou ligação de áudio do whatsapp pela Siri (exemplo). Hoje em dia a Siri já é aberta para integração com apps, ai depende dos desenvolvedores.

      • Luciano Assunção

        Desculpa, acho que não fui específico. Eu quis dizer em relação a musicas mesmo. Hoje em dia você fica limitado a pedir musicas ao Apple Music, não podendo utilizar a Siri para interagir com o Spotify ou deezer (eu pelo menos não consigo).

  • Marcelo Silva

    Hoje em dia ter um iphone ou um produto da apple não é mais vantagem. A cada atualização o iphone fica mais lento. Poderiam ao menos oferecerem o downgrade né, deixar o usuário escolher oq fazer com o seu produto. Por isso que estou com meu 6s e não tenho previsão nenhuma de comprar outro iphone, por enquanto não vejo vantagem.

  • Claudio A. Heckler

    Para quem já tem um sistema de som bom, o Chromecast Audio pode ser uma alternativa melhor. Tenho alguns deles pela casa, ligados em micro-system, home theater e caixa amplificada. Da’ par usar isoladamente ou em grupos (mesmo audio em vários cômodos da casa), e funciona com qualquer coisa que permita “casting” (spotify, etc …)

    Ah, e conta com saída ótica digital, para uma melhor qualidade de som quando ligado a um aparelho hi-fi como um bom home theater ou amplificador com entrada ótica.

    • Alexandre Soares

      Não tive uma boa experiência com o Chromecast Áudio mais IOS. Talvez para quem use Android ele funcione melhor.

      Em tempo, tenho um Mini system com AirPlay e tentei usar o chomecast Áudio nele. O AirPlay se sai melhor … mas não é tudo isso também.

  • Rafael Neves

    A ideia é até ok, já que as “gigantes” já estão fazendo isso. O problema é a Siri…

  • paulogrego

    “Será uma caixa de som sem fio com preço bem elevado”, ops, na verdade com fio né 🙂

    • É tão sem fio quanto os carregadores sem fio.

      • será que no futuro teremos lugares públicos (restaurantes, cafés, etc) com carregadores sem fio sobre a mesa? É lógico que já deve ter… Mas nas minhas andanças até em outros países nunca vi.

    • Ela só seria realmente sem fio se tivesse uma bateria interna… como qualquer JBL

      • Douglas Knewitz

        E se tivesse uma bateria interna perderia o sentido de ser uma caixa de som doméstica.

        • Não perderia, mas ampliaria o seu uso… até pq se quisesse deixar em casa, era só deixar carregando direto. (tão simples a lógica)
          Resumindo.. um produto pra quem não tem com o que gastar.

  • Pedro Luna

    Ao camarada que teve o post excluído enquanto estava respondendo.

    Assim como qualquer coisa desinteressante, pare de consumir. Não gosta de um canal de TV? Mude. Não gosta de um site? Mude. A audiência e o interesse das pessoas vai ditar o tom/volume editorial, entre outras coisas. Mude!

  • Gleidson Aguiar

    Estou muito satisfeito com meu Apple Hi-Fi , pra mim nao existe melhor !!!

  • Douglas Knewitz

    HomePod, um dispositivo pensado para levar a diversão e tecnologia a seu gato! #homecat

  • KB

    Preço do Apple Watch. Considerando que o Apple TV ainda não tem Siri no português, Homepod vai ter uso bem caixa de som aqui no .br…

  • Rafael

    JBL.

  • Alisson Rocha

    Apesar de achar interessante, não compraria. Quando a Apple decidir soltar as tais funcionalidades que não serão disponibilizadas agora, provavelmente será na HomePod 2, ou 3, ou 4, e aí quem tiver esta primeira versão se ferra. Como foi muito bem explicado na matéria, se é só pra ouvir música, tem outras opções.

  • Rafael Cavalcante

    caríssimo, passo.

  • Marcos Vinícius

    Estarei nos EUA no dia do lançamento, 09/02, existe alguma forma de fazer a reserva de um Homepod sem ser através do site da apple, ou seja, comprar o produto online e retirar na loja. Não queria fazer desta forma pra fugir do iof do cartão que é alto, mas ao mesmo tempo receio que o produto se esgote se eu deixar simplesmente pra comprar no dia.

    • Luciano Assunção

      Não é possível, até porque seria prejuízo pra loja ficar “segurando” o produto sem nenhuma garantia de que você vai finalizar a compra.

  • Júlio Liza

    Taí um trem da Apple que eu não compraria…nem se a Siri contasse piada de/em português…😜

  • LAERTE

    Não entendo a apple lançar produtos sem todas as suas vantagens. parece que vende produtos caros para nos testarmos durante anos sem todas as suas funcionalidades. somos o que entao?
    apple tv nova sem siri em portugues faz sentido. eu nao entendo.

    • Quanto à Apple TV de 4ª geração, apesar de ainda não termos Siri em português eu achei que foi um belo upgrade. O fato de poder instalar aplicativos nela já é, por si só, um ponto que vale a pena.

      Eu tenho a aTV4 na sala e a aTV3 no quarto, e percebo claramente a diferença quando vou usar as duas.

  • Daniel Zibordi

    Não consigo entender o motivo desses dispositivos não falarem português.
    Com excessão da Alexa, no Amazon Echo, que nunca falou português, tanto a assistente do Google Home como a Siri já funcionam em português nos celulares (e nos relógios)
    Então por que não funcionar nas caixas de som inteligente também???

  • Santos Valdo

    Na boa, vou comprar meu Google Home mini, integrar ao meu Chromecast e fui