Opinião

Seis anos sem Steve Jobs

Hoje, 5 de outubro, marca a data de morte de Steve Jobs, uma das figuras mais importantes da tecnologia moderna. E apesar das previsões catastróficas que se fazia no final de 2011, a Apple continua mais viva do que nunca.

Mas estar viva não significa estar melhor. Para escrever este texto, sou obrigado a abordar dois lados: o dos números e o da alma.

Por mais que Tim Cook insista em afirmar que “o DNA da Apple é o mesmo do tempo de Jobs“, é bem visível que a empresa perdeu o brilho criativo que sempre marcou a sua história. Seus produtos não são mais surpresas (até por conta dos rumores e vazamentos) e nem são coisas muito diferentes dos concorrentes. É claro que a evolução tecnológica tem um limite e não podemos querer revoluções a cada 12 meses, porém, o que a Apple vem apresentando ultimamente não tem mais deixado ninguém com aquele brilho nos olhos.

A causa disso talvez seja explicada através de um texto que escrevi aqui no início do ano. Muito mais que ser criativo e com uma cabeça única, Jobs era um obcecado. Tinha uma visão diferenciada das coisas e obrigava a todos que trabalhavam com ele a seguirem a mesma obsessão, até chegarem onde ele queria. E isso não era diferente de outros personagens históricos como Charles Chaplin, Picasso ou Ayrton Senna. A equipe tinha que chegar naquele objetivo determinado, mesmo que isso custasse casamentos ou desgastes psicológicos.

O efeito WOW que tínhamos era fruto da busca das coisas que surpreendiam Jobs. Os produtos eram fantásticos porque Steve buscava isso, sempre. Ele chegou a comentar uma vez que eles procuravam fazer produtos legais para eles, acima de tudo, independente se iria ou não vender depois. E esta fórmula foi ótima para nós, usuários.

Jobs tinha a coragem de dizer não para o que o mercado impunha, sabendo que para isso teria que apresentar algo melhor. Nunca teríamos um telefone sem teclado físico se Tim Cook fosse o líder em 2008. Nem mesmo um sistema que não rodasse o Adobe Flash, pois tinha que ser muito forte para aguentar tamanha pressão de todos. Jobs tinha, e graças a ele a Apple conseguia fazer muitas coisas contra a maré, que acabaram mudando o mercado.

Não que a empresa hoje tenha deixado completamente de inovar (seus produtos continuam muito bons, apesar do que os haters afirmam), mas o que vemos atualmente são novidades mais frias e técnicas, menos emotivas. Jobs ressaltava sempre que a Apple deveria ser feita por artistas, mais do que por técnicos.

Isso é fácil de visualizar se analisarmos tecnicamente o primeiro iPhone. Suas especificações não eram superiores ao que havia disponível na época. Ele não era compatível com rede 3G, tinha uma câmera traseira limitada que não fazia vídeo, não enviava MMS, não tinha nem ao menos um copiar/colar. Porém, ele tinha uma magia que mudou a forma como encarávamos os celulares. Ele revolucionou mais pela maneira que ele interagia com o usuário do que propriamente por superioridade técnica. E são essas sacadas geniais que estão cada vez mais escassas na Apple.

Apesar disso, hoje ela é uma das empresas mais ricas do mundo. Provavelmente seria também se Steve Jobs estivesse vivo, mas Tim Cook teve o talento de administrar bem uma empresa que todos achavam que ficaria sem líder, sem rumo.

Cook é mais técnico, mais humano. Provavelmente hoje é muito mais agradável de se trabalhar na Apple do que na época de Jobs, mas em contrapartida, as revoluções viscerais que eram resultados de enormes esforços humanos, ficam cada vez mais raras. Ninguém mais vai deixar de passar seu tempo livre com a família, vivendo, ao invés de ficar trancado semanas em uma sala tentando descobrir a próxima revolução tecnológica. E isso, vendo pelo lado humano, é muito bom.

Seja como for, meu lado egoísta e nada humano sente falta de Jobs. O mundo tecnológico perdeu muito depois que ele se foi. E as keynotes da Apple também.

 

Tags
Mostrar mais

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados

  • Hudson Reis

    Como faz falta…

  • Hudson Reis

    Como faz falta…

  • Carlos Frederico

    Concordo com quase tudo… porém, temos um pequeno detalhe aqui: a revolução não se baseia somente em obsessões ou apelos artísticos. Eu acho que foi aqui mesmo que eu li, mas na época em que foi lançado o primeiro iPhone, todas as tecnologias já existiam de fato. A Apple simplesmente fez o que ela melhor sabe fazer: juntar isso e transformar em decência, diferente do que as outras empresas fazem.

    Quando falamos de revoluções, há diferentes tipos de revoluções. Revolução da experiência, revolução de união… e, querendo ou não, a mais importante de todas: revolução material. Não é que a Apple não quer, é que não existe o material ou este está em desenvolvimento.

    Se formos ver, a Apple continua fazendo exatamente o que sempre fez de melhor: revolução da unificação, da epxeriência. O Face ID é um exemplo disso. O processador A11 é outro. O que quero dizer com isso? Que só vamos ter iPhone durando 1 semana fora da tomada quando ocorrer a revolução material das baterias. Não existe mágica. A Apple nunca fez mágica, ela somente faz o que toda empresa deveria fazer: excelência no foco.

    E é justamente por isso que ela quer tomar toda a cadeia de produção: as outras empresas não são excelentes o suficiente… complicado isso. É ruim isso, pois voltando ao lado humano e egoísta, o que motiva a criatividade às vezes acaba sendo a enorme pressão da concorrência, disputas, competitividade, etc…

    • Anderson Camões

      Concordo. Eu mesmo tinha um telefone Samsung sem teclado que rodava Windows mobile. Mas interação da tela nem se comparava a do primeiro iPhone.

    • Rodrigo

      eu discordo de vc, pra mim, a primeira desmonstraçao do scroll com inercia e do pinch 2 zoom foi mágica. Touch screen é velho de guerra, mas esses 2 movimentos trouxeram um foco pro usuario que é sem precedente.
      E eu ainda penso no sensor do iphone x (que eu chamo de franjinha) saltando a tela e tirando a simetria quando vc usa o celular em modo paisagem. Uma falha estética que nenhum artista cometeu na história… obra sim de uma visao focada na engenharia ao inves do usuario….

    • paulogrego

      Assim como o Rodrigo, discordo em parte, porque a apresentação do iPhone foi mágica sim. Dizer que “a Apple *simplesmente* juntou as coisas” não é justo. Quem acompanhava a tecnologia de perto e viveu aquela época sabe muito bem como aquilo ali foi revolucionário.

      Esse tipo de coisa não parte de qualquer um, tem que ser um gênio especial, daqueles raros, para ter a visão e conseguir materializar a ideia de forma tão incrível.

      Hoje, depois de 10 anos, é fácil desdenhar, parece tudo tão simples e óbvio. Mas pensa a partir da perspectiva de uma pessoa que nunca viu nada disso. É difícil, mas só assim para entender o que foi aquele momento. Colocar a mão num iphone pela primeira vez foi algo surreal, experiência única, e dificilmente teremos outro WOW daquela intensidade outra vez.

      • Disse tudo

        • Maurício Habitzreuter

          Teremos sim e se chama Tesla Motors

  • Carlos Frederico

    Concordo com quase tudo… porém, temos um pequeno detalhe aqui: a revolução não se baseia somente em obsessões ou apelos artísticos. Eu acho que foi aqui mesmo que eu li, mas na época em que foi lançado o primeiro iPhone, todas as tecnologias já existiam de fato. A Apple simplesmente fez o que ela melhor sabe fazer: juntar isso e transformar em decência, diferente do que as outras empresas fazem.

    Quando falamos de revoluções, há diferentes tipos de revoluções. Revolução da experiência, revolução de união… e, querendo ou não, a mais importante de todas: revolução material. Não é que a Apple não quer, é que não existe o material ou este está em desenvolvimento.

    Se formos ver, a Apple continua fazendo exatamente o que sempre fez de melhor: revolução da unificação, da epxeriência. O Face ID é um exemplo disso. O processador A11 é outro. O que quero dizer com isso? Que só vamos ter iPhone durando 1 semana fora da tomada quando ocorrer a revolução material das baterias. Não existe mágica. A Apple nunca fez mágica, ela somente faz o que toda empresa deveria fazer: excelência no foco.

    E é justamente por isso que ela quer tomar toda a cadeia de produção: as outras empresas não são excelentes o suficiente… complicado isso. É ruim isso, pois voltando ao lado humano e egoísta, o que motiva a criatividade às vezes acaba sendo a enorme pressão da concorrência, disputas, competitividade, etc…

    • Anderson Camões

      Concordo. Eu mesmo tinha um telefone Samsung sem teclado que rodava Windows mobile. Mas interação da tela nem se comparava a do primeiro iPhone.

    • Rodrigo

      eu discordo de vc, pra mim, a primeira desmonstraçao do scroll com inercia e do pinch 2 zoom foi mágica. Touch screen é velho de guerra, mas esses 2 movimentos trouxeram um foco pro usuario que é sem precedente.
      E eu ainda penso no sensor do iphone x (que eu chamo de franjinha) saltando a tela e tirando a simetria quando vc usa o celular em modo paisagem. Uma falha estética que nenhum artista cometeu na história… obra sim de uma visao focada na engenharia ao inves do usuario….

    • paulogrego

      Assim como o Rodrigo, discordo em parte, porque a apresentação do iPhone foi mágica sim. Dizer que “a Apple *simplesmente* juntou as coisas” não é justo. Quem acompanhava a tecnologia de perto e viveu aquela época sabe muito bem como aquilo ali foi revolucionário.

      Esse tipo de coisa não parte de qualquer um, tem que ser um gênio especial, daqueles raros, para ter a visão e conseguir materializar a ideia de forma tão incrível.

      Hoje, depois de 10 anos, é fácil desdenhar, parece tudo tão simples e óbvio. Mas pensa a partir da perspectiva de uma pessoa que nunca viu nada disso. É difícil, mas só assim para entender o que foi aquele momento. Colocar a mão num iphone pela primeira vez foi algo surreal, experiência única, e dificilmente teremos outro WOW daquela intensidade outra vez.

      • Disse tudo

        • Maurício Habitzreuter

          Teremos sim e se chama Tesla Motors

    • Carlos Frederico

      @rodrigosze:disqus , esse momento mágico foi “só” uma revolução da experiência e unificação de tecnologias existentes. O momento mágico é porque ninguém tinha pensado em colocar numa tela de celular. E isso não deixa de ser uma nova tecnologia ou inovação, claro…

      Além disso, geralmente, o usuário nunca sabe o que ele quer. E não é culpa dele: nós não temos noção de design, ergonomia, etc. Se tivéssemos, não haveria o porquê de existirem testes, pesquisas e tudo mais. Quase toda usabilidade que vem de uma empresa séria passou por centenas de testes e mesmo assim essa quantidade ainda não é suficiente… pois empresas e grupos não são videntes.

      @paulogrego:disqus , entendo o seu ponto e concordo. Contudo o que acontece é que certas revoluções só ocorrem com uma mudança drástica de materiais… e, sinceramente, nesse ponto a Apple tem feito milagres: com os atuais materiais, ela tem otimizado de tal forma que nenhuma outra empresa faz. Como é algo técnico demais, não dá para surpreender a imensa massa de usuários que só quer ligar, navegar e assistir vídeo. E não é culpa deles, de ninguém.

  • Um texto primoroso, exprimiu o que muitos de nós sentem e pensam. O que causa ainda mais frustração nas keynotes da Apple, é que muitas vezes me parece que nem mesmo os próprios executivos estão empolgados com o que estão mostrando no palco. Eles tentam usar o modo Jobs de distorção sem se convencerem. A Apple tem que trazer de volta o Scott. 😂

    • Estan Duarte

      saudade do pai do iOS, esse sim faz falta

      • Luiz Victor

        Realmente, depois que ele foi embora, a qualidade do iOS foi decrescendo de uma maneira absurda.

  • Um texto primoroso, exprimiu o que muitos de nós sentem e pensam. O que causa ainda mais frustração nas keynotes da Apple, é que algumas vezes me parece que nem mesmo os próprios executivos estão empolgados com o que estão mostrando no palco. Eles tentam usar o modo Jobs de distorção sem se convencerem. – A Apple tem que trazer de volta o Scott. 😂

    • Estan Duarte

      saudade do pai do iOS, esse sim faz falta

      • Luiz Victor

        Realmente, depois que ele foi embora, a qualidade do iOS foi decrescendo de uma maneira absurda.

  • Anderson1sp

    Saudades!!
    Na época do Steve, eu era mais feliz com a apple, mesmo ela sendo mais fechada.

  • Anderson1sp

    Saudades!!
    Na época do Steve, eu era mais feliz com a apple, mesmo ela sendo mais fechada.

  • Lucão Arruda

    apple ja era sem este cara.

    • Leonardo Negrisoli

      Não diria ja era, diria diferente.
      Já era seria se ela estivesse em declínio (sobre sua solidez) desde a morte do Jobs

      • Lucão Arruda

        eu ja diria declinio mesmo… nao no sentido de vendas… mas sim na parte de novidades… pararam no tempo

        •  lover

          Temos essa sensação porque ela leva anos pra fazer algo que todos já estão fazendo. Em câmeras ela leva anos na mesma abertura, em pleno 2017 lançar um iPhone cm a mesma câmera do ano passado é um erro. O potencial de melhorar hardware aliado a esse software, teríamos uma câmera superior a qualquer outra, mas ela prefere guardar specs pros outros anos. Em quanto a concorrência joga pesado ela fica lá fazendo nós de troxa.

          • Lucão Arruda

            concordo com vc lover

          • Me parece que números em câmera não é o que mais importa. Ano após ano o iPhone sempre está nas cabeças de qualidade de de fotos. É igual a cores de processamento e memória RAM. A Apple parece que prefere trabalhar com qualidade do que com números.

        • Leonardo Negrisoli

          Mas isso não é só a Apple né? Não tem mais WOW do mercado há muito tempo.
          Como o blog falou “É claro que a evolução tecnológica tem um limite e não podemos querer revoluções a cada 12 meses…”.
          A diferença dela pros concorrentes é que ela só coloca coisas em seus dispositivos quando realmente acredita no potencial da tecnologia, e não só coloca pra dizer que colocou e tudo bem.
          Mas sinto falta do WOW do passado anyways

          • Lucão Arruda

            o que me deixa triste é o seguinte: eles estao mais preocupados em vender do que realmente fazer algo novo, exemplo: deixaram a camera pretuberante para vendar mais capinha, tiraram a entrada de fone, pra vender fone bluetooth, agora colocaram o vidro pra quebrar e vender o carregamento indutor… Então assim, falta novidade, e os dispositivos não estão mais vindo completos, tão cada vez mais capados, isso é bom pra eles, ruim pra nós os consumidores. Eu não me conformo até agora com o novo macbook pro capado de entradas para eles venderam adptador… tenso.

            • Leonardo Negrisoli

              Verdade.
              Eu estou louco pra comprar o MacBook Pro novo, mas apesar de querer muito, me decepcionei com a qualidade do TouchBar (meio pixelada) e de ele ser 100% com entradas USB-C me fazendo comprar adaptadores pra tudo! Será que era tão impossível assim manter pelo menos uma USB-A? Acho que não, mas para o Business não era interessante… Por isso que comentei que o Tim is all about the money!
              Tirar a entrada do fone foi zoado, achei desnecessário e até agora estou buscando um motivo com benefício pra gente, fora as questões de duração/tamanho da bateria que eu nem vou comentar

            • CarlinhosDOWN

              É difícil formar uma opinião quando não se tem um entendimento técnico dos dispositivos.
              Sim, seria difícil e mais complicado manter dois tipos de entrada (USB-C e USB-A), principalmente se considerarmos que a fixação de Jony Ive é de reduzir espaço interno para fazer o MacBook o mais fino possível. A solução mais simples é adotar apenas um padrão, principalmente se ele promete ser o adotado por grande parte da indústria nos próximos anos.
              Claro que é incômodo para nós, usuários, mas toda a fase de transição é assim.

            • Leonardo Negrisoli

              Concordo, mas é no mínimo desagradável você fazer com que seus notebooks sigam um padrão que você mesmo não segue nos seus dispositivos (iPhones com USB-A).
              Além disso, não sei o pq no Jony ter essa fixação tao grande com deixar tudo fino…. Prefiro algo levevente mais grosso e com benefícios para o usuário do que algo finíssimo com a necessidade de carregar uma case só de cabos e adapdadores.

  • Lucão Arruda

    apple ja era sem este cara.

    • Leonardo Negrisoli

      Não diria ja era, diria diferente.
      Já era seria se ela estivesse em declínio (sobre sua solidez) desde a morte do Jobs

      • Lucão Arruda

        eu ja diria declinio mesmo… nao no sentido de vendas… mas sim na parte de novidades… pararam no tempo

        • Leonardo Negrisoli

          Mas isso não é só a Apple né? Não tem mais WOW do mercado há muito tempo.
          Como o blog falou “É claro que a evolução tecnológica tem um limite e não podemos querer revoluções a cada 12 meses…”.
          A diferença dela pros concorrentes é que ela só coloca coisas em seus dispositivos quando realmente acredita no potencial da tecnologia, e não só coloca pra dizer que colocou e tudo bem.
          Mas sinto falta do WOW do passado anyways

          • Lucão Arruda

            o que me deixa triste é o seguinte: eles estao mais preocupados em vender do que realmente fazer algo novo, exemplo: deixaram a camera pretuberante para vendar mais capinha, tiraram a entrada de fone, pra vender fone bluetooth, agora colocaram o vidro pra quebrar e vender o carregamento indutor… Então assim, falta novidade, e os dispositivos não estão mais vindo completos, tão cada vez mais capados, isso é bom pra eles, ruim pra nós os consumidores. Eu não me conformo até agora com o novo macbook pro capado de entradas para eles venderam adptador… tenso.

            • Leonardo Negrisoli

              Verdade.
              Eu estou louco pra comprar o MacBook Pro novo, mas apesar de querer muito, me decepcionei com a qualidade do TouchBar (meio pixelada) e de ele ser 100% com entradas USB-C me fazendo comprar adaptadores pra tudo! Será que era tão impossível assim manter pelo menos uma USB-A? Acho que não, mas para o Business não era interessante… Por isso que comentei que o Tim is all about the money!
              Tirar a entrada do fone foi zoado, achei desnecessário e até agora estou buscando um motivo com benefício pra gente, fora as questões de duração/tamanho da bateria que eu nem vou comentar

            • CarlinhosDOWN

              É difícil formar uma opinião quando não se tem um entendimento técnico dos dispositivos.
              Sim, seria difícil e mais complicado manter dois tipos de entrada (USB-C e USB-A), principalmente se considerarmos que a fixação de Jony Ive é de reduzir espaço interno para fazer o MacBook o mais fino possível. A solução mais simples é adotar apenas um padrão, principalmente se ele promete ser o adotado por grande parte da indústria nos próximos anos.
              Claro que é incômodo para nós, usuários, mas toda a fase de transição é assim.

            • Leonardo Negrisoli

              Concordo, mas é no mínimo desagradável você fazer com que seus notebooks sigam um padrão que você mesmo não segue nos seus dispositivos (iPhones com USB-A).
              Além disso, não sei o pq no Jony ter essa fixação tao grande com deixar tudo fino…. Prefiro algo levevente mais grosso e com benefícios para o usuário do que algo finíssimo com a necessidade de carregar uma case só de cabos e adapdadores.

            • CarlinhosDOWN

              Pera lá, que seu grau de mimimi agora passou de 340%…

              Você realmente acredita que a câmera protuberante e a retirada da entrada do fone de ouvido foi somente para vender acessórios?
              Mesmo que grande parte das capinhas e fones de ouvido vendidos para usuários de iPhone não seja da Apple e sim de outras marcas menos caras?

              Cara, se você fosse consultor de marketing, seria um desastre.

            • Proper

              Por mais que eu diga que não concorde com a teoria de conspiração do Leonardo ela não é de todo absurda se pensarmos de maneira racional. Aliás, o racional seria pensar que, com toda tecnologia disponível (e os concorrentes provam isso na prática), um sensor protuberante ainda seria necessário? Após 1 ano, qual é realmente o benefício real e o sacrifício técnico exigido para se retirar o conector P2 (e mais uma vez os concorrentes entram aqui).

              Houve uma época que Jobs dava de ombros para algumas coisas que pareciam absurdas em um primeiro momento, mas que se mostraram benéficas a longo prazo (e mesmo em um primeiro momento se você parasse para pensar tinham completa lógica, como é o caso do Flash e suas vulnerabilidades, mesmo que na altura já fosse largamente usado pelo mercado), mas hoje a Apple parece querer impor tendências/design (como as citadas no parágrafo anterior) só para parecer diferente, ignorando a lógica e utilidade prática real de algumas decisões (e aqui cito o que está por vir com a “franjinha” do iPhone X, que me parece uma decisão de design estranha considerando a própria essência da empresa, e que conhecendo o jeito Jobs de ser, seria inimaginável em sua época pois não possui harmonia).

  • Rodrigo Alineri

    Jobs era o centro de tudo. A Apple girava em torno dele. E por consequência o mundo se curvava ao grande visionário que era.

  • Rodrigo Alineri

    Jobs era o centro de tudo. A Apple girava em torno dele. E por consequência o mundo se curvava ao grande visionário que era.

  • Juliano

    O blog tá virando a eterna viúva do Steve Jobs.

  • Rudimar Serves
    • Luiz Victor

      Saudades dessa interface.

  • Rudimar Serves
    • Luiz Victor

      Saudades dessa interface.

  • Fernando

    Eu tive um grande efeito WOW com o AirPod.. tá aí um produto que me surpreendeu muito.. acho ele sensacional..

    • Leonardo Negrisoli

      Achei eles meio estranhos no começo, depois que testei gostei e depois que tive, amei.
      Só acho que deveria dar pra fazer mais coisas com gestos e gostaria de poder checar a bateria da case rápido quando ligado no mac. Deveria ter o widget de bateria também.

  • Fernando

    Eu tive um grande efeito WOW com o AirPod.. tá aí um produto que me surpreendeu muito.. acho ele sensacional..

    • Leonardo Negrisoli

      Achei eles meio estranhos no começo, depois que testei gostei e depois que tive, amei.
      Só acho que deveria dar pra fazer mais coisas com gestos e gostaria de poder checar a bateria da case rápido quando ligado no mac. Deveria ter o widget de bateria também.

    • Murilo Herrmann

      exatamente! os AirPods foram algo que me animaram muito também.

  • Leonardo Negrisoli

    Vejo a Apple de Tim Cook muito mais focada em $$$ do que em ser WOW como era antes.
    Tudo é adaptador, tudo é vendido separadamente e bla bla bla.
    O pior de tudo recentemente pra mim foi vender os novos iPhones sem o carregador sem fio ou o kit de carregamento rápido na caixa. Foi tipo mostrar o doce pra criança e dps não dar. Vou ter que gastar US$ 1k de celular, mais US$ 130 de acessórios + case.. imagina se tivesse que comprar assim no Brasil? Só o carregador da mophie sem fio não deve vir menos de R$500

  • Leonardo Negrisoli

    Vejo a Apple de Tim Cook muito mais focada em $$$ do que em ser WOW como era antes.
    Tudo é adaptador, tudo é vendido separadamente e bla bla bla.
    O pior de tudo recentemente pra mim foi vender os novos iPhones sem o carregador sem fio ou o kit de carregamento rápido na caixa. Foi tipo mostrar o doce pra criança e dps não dar. Vou ter que gastar US$ 1k de celular, mais US$ 130 de acessórios + case.. imagina se tivesse que comprar assim no Brasil? Só o carregador da mophie sem fio não deve vir menos de R$500

    • Sendo justo, nenhum outro smartphone (como o S8, por exemplo) vem com carregador sem fio na caixa. Mas isso o mimimi da internet não fala.

      • Leonardo Negrisoli

        Verdade… Mas o super carregamento rápido poderia vir né? Aí já matariam dois coelhos numa cajadada só. Teríamos esse “diferencial” e já estaríamos dentro dos novos padrões USB-C…. Pera, caí da cama e acordei pra realidade do USB lightining 😛

        • Concordo. Em pleno 2017 o iPhone ainda vir com um carregador 5W/1A na caixa é realmente decepcionante.

      • Elano Soares

        Na verdade a samsung está dando carregadores sem fio pra quem comprar o Galaxy S8 como brinde, basta comprar e se cadastrar no site da samsung.

        • Mas aí é uma ação promocional, que é diferente.
          Para o consumidor é ótimo, mas o “padrão” é não vir na caixa. Se a promoção acabar, o cliente continua tendo que comprar o carregador separado.

      • Proper

        Olha, ao menos seu maior concorrente, a Samsung, tem procurado atrair consumidores com outros mimos. Por exemplo, o citado carregador sem fio, foi oferecendo como brinde do mês de setembro para quem comprasse um Galaxy S8/S8+, e agora no mês de outubro estão oferecendo um case da Montblanc. Estas ações promocionais não são recentes (ocorrem no mínimo desde 2016) e são recorrentes atualmente, inclusive para a compra de modelos menores e outros que não se encaixam em smartphones (ex., notebooks, tablets, etc).

        Esse tipo de atitude seria inimaginável com a Apple atual.

  • Rafs Moreira

    iLex, não vai ter unboxing do iPhone 8?

    • Já está feito. Vai sair junto com o artigo review que estamos finalizando. 😉

      • BS

        E do watch séries 3, vai ter?

        • Sim, vai ter review do Watch Series 3 também. 🙂

          • Rick

            Ilex, gostaria de saber se eu comprar um Watch cellular, tem chances dele vir a funcionar com alguma operadora no Brasil em um futuro ?

            • Bem difícil de afirmar algo, pois depende muito da boa vontade e disposição das operadoras brasileiras.
              Acho que se um dia habilitarem, o atual Watch já vai estar tão velho que você irá preferir trocá-lo por um mais novo…

    • Estan Duarte

      tambem aguardo, gostei muito do 8, parece uma joia. Muito mais bonito que o X, opiniao pessoal.

  • Rafs Moreira

    iLex, não vai ter unboxing do iPhone 8?

    • Já está feito. Vai sair junto com o artigo review que estamos finalizando. 😉

      • BS

        E do watch séries 3, vai ter?

        • Sim, vai ter review do Watch Series 3 também. 🙂

          • Rick

            Ilex, gostaria de saber se eu comprar um Watch cellular, tem chances dele vir a funcionar com alguma operadora no Brasil em um futuro ?

            • Bem difícil de afirmar algo, pois depende muito da boa vontade e disposição das operadoras brasileiras.
              Acho que se um dia habilitarem, o atual Watch já vai estar tão velho que você irá preferir trocá-lo por um mais novo…

    • Estan Duarte

      tambem aguardo, gostei muito do 8, parece uma joia. Muito mais bonito que o X, opiniao pessoal.

  •  lover

    A Apple tem um ritmo muito lento de aceitar padrões da indústria, a própria transição pro USB-C está muito confusa nas linhas de produtos. A adoção da tecnologia OLED foi tardia e mal sucedida ( o OLED que ela usa tem um brilho inferior ao note 8, a tecnologia existe ela apenas não quis colocar) e ainda disse que não havia posto antes pois não era boa o bastante para o iPhone, mas ela faz profunda do brilho da tela e escolheu o painel com brilho muito inferior ao do note 8, provavelmente pra no próximo ano por como uma evolução. A Apple não mudou, mesmo com Jobs ela sempre foi a mesma empresa de adoção e implementação de tecnologias muito lentamente, a conta gotas. Não estou nem falando de esperar a maturação da tecnologia, mas ela deixa a desejar em coisas básicas, em pleno 2017 ela me lança 3 iPhones e sendo dois deles desnecessários. Aí pra mim falta foco e planejamtro pra ter pained oled suficientes e expandir a cadeia de montagem. Jobs faz falta pra comandar e unificar as mentes criativas, cook è exelente gestor mas só! Se Jobs estivesse vivo certamente não veríamos erros de design como a capa de bateria, a lente da câmera saltada, essa atenção nos detalhes.

    • Leonardo Negrisoli

      Bom ponto!

    • Anderson Camões

      E o MacBook Pro 2017 que parte de 128 de SSD enquanto o 2016 começava em 256?
      Ou seja reduziu a capacidade em menos de 1 ano.

      • Leonardo Negrisoli

        Sério? Não lembrava disso…

      • Estan Duarte

        isso eh assustador, voce ter um notebook com menos capacidade que seu proprio celular, mesmo que venha HDD ninguem liga para isso.

    • O engraçado é que as empresas sempre implementão as tecnologias embarcadas nos iPhones. Ano após ano é a mesma coisa. Dizem que a Apple não muda em nada mas tudo o que vem no iPhone vai ser copiado pela concorrência. É claro que essa é uma constatação minha.

      • Grande verdade.

        O Google acaba de lançar o Pixel 2 custando mais de US$1.000 (com as taxas) e sem entrada de fone de ouvido. Pergunta se o pessoal do mimimi reclamou?
        O adaptador para fone de ouvido do Google custa o dobro que o do iPhone. Alguém reclamou? Não vi.
        Eles lançaram um programa de certificação chamado “Made for Google” muito similar ao MFi (Made for iPhone). Sério que o vasto vocabulário inglês não tinha nenhuma outra palavra que eles pudessem usar para definir o certificado?

        Falar mal da Apple é um passatempo preferido da internet. Atrai cliques e faz você ficar popular.

      • Grande verdade.

        O Google acaba de lançar o Pixel 2 custando mais de US$1.000 (com as taxas) e sem entrada de fone de ouvido. Pergunta se o pessoal do mimimi reclamou?

        O adaptador para fone de ouvido do Google custa o dobro que o do iPhone. Alguém reclamou? Não vi.

        Eles lançaram um programa de certificação chamado “Made for Google” muito similar ao MFi (Made for iPhone). Sério que o vasto vocabulário inglês não tinha nenhuma outra palavra que eles pudessem usar para definir o certificado?

        Falar mal da Apple é um passatempo preferido da internet. Atrai cliques e faz você ficar popular.

  • Leonardo Negrisoli

    Verdade… Mas o super carregamento rápido poderia vir né? Aí já matariam dois coelhos numa cajadada só. Teríamos esse “diferencial” e já estaríamos dentro dos novos padrões USB-C…. Pera, caí da cama e acordei pra realidade do USB lightining 😛

    • Concordo. Em pleno 2017 o iPhone ainda vir com um carregador 5W/1A na caixa é realmente decepcionante.

  • John Wick

    A Apple carrega o fardo da vanguarda.
    Ela lançou o Smartphone que revolucionou a maneira como se lidava com um telefone,mas não da pra esperar que cause este impacto todos os anos.
    A tecnologia evoluiu muito rápido,é descabido esperar grandes saltos depois dos passos largos dados entre 2010 e 2013.
    Penso que na falta do que cobrar,as pessoas se tornaram mimizentas e sempre com esta síndrome de que deveria ser melhor.Fico pensando se o inventor da roda ainda fosse vivo(E pudêssemos apontar com certeza quem foi),as pessoas diriam “Nossa cara,você não inova mais,nunca mais reinventou a roda,precisamos de uma roda diferente,menos redonda.”

    • Estan Duarte

      kkkkkkk boa viu. prefiro o avanco no iOS, acredito que o patamar de desempenho do iPhone ja esta bom.

  • John Wick

    A Apple carrega o fardo da vanguarda.
    Ela lançou o Smartphone que revolucionou a maneira como se lidava com um telefone,mas não da pra esperar que cause este impacto todos os anos.
    A tecnologia evoluiu muito rápido,é descabido esperar grandes saltos depois dos passos largos dados entre 2010 e 2013.
    Na falta do que cobrar,as pessoas se tornaram mimizentas e sempre com esta síndrome de que deveria ser melhor.Fico pensando se o inventor da roda ainda estivesse vivo(E pudêssemos apontar com certeza quem foi),as pessoas diriam “Nossa cara,você não inova mais,nunca mais reinventou a roda,precisamos de uma roda diferente,menos redonda.”

    • Estan Duarte

      kkkkkkk boa viu. prefiro o avanco no iOS, acredito que o patamar de desempenho do iPhone ja esta bom.

  • BS

    Pessoal, tem uns dois dias que estou tendo dificuldade de ler artigos do blog no iphone (iphone 7, IOS 11, Safari). Depois que abro o artigo, passa alguns segundos e a página chama outra página (parece de propaganda) mas não abre e fica branca… está impossível ler o blog no iphone… estou escrevendo agora pelo PC… Mais alguém acontecendo isso?

    • BS

      Deve ser alguma coisa de java script… quando desabilito o java nas configurações do Safari o problema não acontece… mas também não consigo ver algumas partes da página, como o “mostrar mais”…

      • Boa Tarde, estamos verificando, aparentemente é um problema relacionado ao disqus, porem em nossos testes parou de acontecer. Se possível limpe os dados do site, disqus e blog e teste para ver se ainda acontece.

        • Jefferson Soares ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Scott Forstall!?
          Kkkk… boa!

          • Alex iPilot

            Tempos bicudos esses, hehehe….

        • Alex iPilot

          Acontecia comigo ontem apenas numa matéria… Depois parou…

    • Estan Duarte

      Resolva o problema limpando os COOCKIES do Safari. Lembrando que isso reconfigura todas os logins de site e voce presisara digitar a senha novamente nos mesmos sites.

      • BS

        Continua acontecendo esporadicamente… como limpa os cookies? Já limpei todo o histórico e dados de sites (que acredito limpar os cookies também) e continua acontecendo… só não acontece se eu desligar o java script (mas aí existem outros efeitos colaterais).

        • Estan Duarte

          sim, seria essa opcao

  • BS

    Pessoal, tem uns dois dias que estou tendo dificuldade de ler artigos do blog no iphone (iphone 7, IOS 11, Safari). Depois que abro o artigo, passa alguns segundos e a página chama outra página (parece de propaganda) mas não abre e fica branca… está impossível ler o blog no iphone… estou escrevendo agora pelo PC… Mais alguém acontecendo isso?

    • BS

      Deve ser alguma coisa de java script… quando desabilito o java nas configurações do Safari o problema não acontece… mas também não consigo ver algumas partes da página, como o “mostrar mais”…

      • Boa Tarde, estamos verificando, aparentemente é um problema relacionado ao disqus, porem em nossos testes parou de acontecer. Se possível limpe os dados do site, disqus e blog e teste para ver se ainda acontece.

        • Jefferson Soares ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Scott Forstall!?
          Kkkk… boa!

          • Alex iPilot

            Tempos bicudos esses, hehehe….

        • Alex iPilot

          Acontecia comigo ontem apenas numa matéria… Depois parou…

    • Estan Duarte

      Resolva o problema limpando os COOCKIES do Safari. Lembrando que isso reconfigura todas os logins de site e voce presisara digitar a senha novamente nos mesmos sites.

      • BS

        Continua acontecendo esporadicamente… como limpa os cookies? Já limpei todo o histórico e dados de sites (que acredito limpar os cookies também) e continua acontecendo… só não acontece se eu desligar o java script (mas aí existem outros efeitos colaterais).

        • Estan Duarte

          sim, seria essa opcao.
          1ª. Ajustes/Geral/Safari/Limpar dados/


          …/Safari/Avancado/Dados Sites/ESPERAR CARREGAR LISTA, no rodape tem a opcao em vermelho Remover Todos os Dados.

          Verifica tambem se a opcao “Bloquear Pop-ups” esta ativada.

  • Jefferson Soares ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Bravo!

  • Jefferson Soares ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Bravo!

  • Acho que falta um pouco de pulso firme (que seria do Steve) em atender necessidades e criar necessidades. Vamos imaginar como seria o iPhone de 2017 se Steve estivesse aqui:
    – Só teria um modelo, o X em comemoração aos 10 anos, não teríamos o 8, e apenas duas ou três cores;
    – AirPods na caixa por padrão e sem adaptadores;
    – USB-C;
    – Depender menos das concorrentes Samsung e LG;
    – Implementaria uma solução simples para usar o iPhone com o Apple Pay e o Apple Car, pra popularizar;
    – E por fim, o “One More Thing…” : o carregamento sem fio À DISTÂNCIA, SEM BASE – que seria a revolução. Você poder andar pela casa e/ou escritório enquanto seu iPhone carrega.

    •  lover

      Melhor ainda, a tecnologia que daria esse carregando a distância estaria tbm no HomePod. Ou vc poderia adquirir uma só com o carregamento a distância.

  • Acho que falta um pouco de pulso firme (que seria do Steve) em atender necessidades e criar necessidades. Vamos imaginar como seria o iPhone de 2017 se Steve estivesse aqui:
    – Só teria um modelo, o X em comemoração aos 10 anos, não teríamos o 8, e apenas duas ou três cores;
    – AirPods na caixa por padrão e sem adaptadores;
    – USB-C;
    – Depender menos das concorrentes Samsung e LG;
    – Implementaria uma solução simples para usar o iPhone com o Apple Pay e o Apple Car, pra popularizar;
    – E por fim, o “One More Thing…” : o carregamento sem fio À DISTÂNCIA, SEM BASE – que seria a revolução. Você poder andar pela casa e/ou escritório enquanto seu iPhone carrega.

  • André

    Deixou sua marca registrada na história com a revolução dos smartphones.

  • André

    Deixou sua marca registrada na história com a revolução dos smartphones.

  • Mas aí é uma ação promocional, que é diferente.
    Para o consumidor é ótimo, mas o “padrão” é não vir na caixa. Se a promoção acabar, o cliente continua tendo que comprar o carregador separado.

  • Proper

    Por mais que eu diga que não concorde com a teoria de conspiração do Leonardo ela não é de todo absurda se pensarmos de maneira racional. Aliás, o racional seria pensar que, com toda tecnologia disponível (e os concorrentes provam isso na prática), um sensor protuberante ainda seria necessário? Após 1 ano, qual é realmente o benefício real e o sacrifício técnico exigido para se retirar o conector P2 (e mais uma vez os concorrentes entram aqui).

    Houve uma época que Jobs dava de ombros para algumas coisas que pareciam absurdas em um primeiro momento, mas que se mostraram benéficas a longo prazo (e mesmo em um primeiro momento se você parasse para pensar tinham completa lógica, como é o caso do Flash e suas vulnerabilidades, mesmo que na altura já fosse largamente usado pelo mercado), mas hoje a Apple parece querer impor tendências/design (como as citadas no parágrafo anterior) só para parecer diferente, ignorando a lógica e utilidade prática real de algumas decisões (e aqui cito o que está por vir com a “franjinha” do iPhone X, que me parece uma decisão de design estranha considerando a própria essência da empresa, e que conhecendo o jeito Jobs de ser, seria inimaginável em sua época pois não possui harmonia).

  • Estan Duarte

    Wow, que materia hein? Excelente.

  • Estan Duarte

    Wow, que materia hein? Excelente. Eu acredito que todos que usam iPhone, usam por experiencia. Particulamente gosto que tudo funcione corretamente, no iOS temos isso ou a tentativa de fazer funcionar. Nao procuro novidades revolucionarias, a verdade eh que quero apenas algo que funcione, tirar do bolso e usar e em seguida guardar de volta sem ressalvas, viver sem a preocupacao tecnica de bateria e processamento. Os apps sempre estao la prontos para voce usar e nunca o aparelho aparenta estar cansado. Acredito que o maior trunfo do iOS seja nao transparecer a engenharia por tras do sistema, apenas funcionar sem encerrar apps ou travar porque saiu abrindo um app atras do outro. A tal magica que voce nem lembra que existe RAM. O sistema trabalha sem interacao do usuario, como de fato deve ser um sistema inteligente.

  • Rogério Cardoso

    Bela reflexão!

  • Rogério Cardoso

    Bela reflexão!

  • Claudson Andrade

    Steve Jobs, como nos sentimos a sua falta ;(

  • Claudson Andrade

    Steve Jobs, como nos sentimos a sua falta ;(

  • Marcelo Ávila

    OFF: Erro ao carregar os comentários do blog pelo safari, abre esse site ai da imagem e trava o navegador.

    https://uploads.disquscdn.com/images/a6ee3980a70deeeb9a9bd48b9a2c2d5fc2d2080b54990fb3c4e47df4147b4783.png

    • Estan Duarte

      limpa os COOCKIES do Safari, isso sao arquivos automatizados de publicidade, nao exatamente do blog. Quando limpa os coockies voce perde acesso automatizado onde exige logins.

  • Marcelo Ávila

    OFF: Erro ao carregar os comentários do blog pelo safari, abre esse site ai da imagem e trava o navegador.

    https://uploads.disquscdn.com/images/a6ee3980a70deeeb9a9bd48b9a2c2d5fc2d2080b54990fb3c4e47df4147b4783.png

    • Estan Duarte

      limpa os COOCKIES do Safari, sao arquivos automatizados de publicidade, nao exatamente do blog. Quando limpa os coockies voce perde acesso automatizado onde exige logins.

      Verifica tambem se a opcao “Bloquear Pop-ups” esta ativada.

  • xavierbarros

    Hoje eu pude constatar como faz falta.
    Pedi para a Siri tocar alguma coisa de “ Choppin” olha o que ela mostrou. #RIPJOBS #eunaovivipraverisso
    https://uploads.disquscdn.com/images/fb3cdb8f1299353b5536cdf6a78a0d8019fc6629bc7d2adbf0978dd5eddd4c9a.png

    • Estan Duarte

      mas voce falou “chopan” ? o sistema identifica a regiao e as musicas das listas comumentes pesquisadas por usuarios e tenta acertar. mas eh ultrajante ouvir funk kkkk

  • xavierbarros

    Hoje eu pude constatar como faz falta.
    Pedi para a Siri tocar alguma coisa de “ Choppin” olha o que ela mostrou. #RIPJOBS #eunaovivipraverisso
    https://uploads.disquscdn.com/images/fb3cdb8f1299353b5536cdf6a78a0d8019fc6629bc7d2adbf0978dd5eddd4c9a.png

    • Estan Duarte

      mas voce falou “chopan” ? o sistema identifica a regiao e as musicas das listas comumentes pesquisadas por usuarios e tenta acertar. mas eh ultrajante ouvir funk kkkk

    • Robert Venicius

      Isso é verdade! o OK Google do celular da minha namorada da uma surra na SIRI em questão de entender, tava tentando buscar o nome de um filme em inglês ela não reconhece metade falado em português, metade falado em inglês, isso é bem frustante! : /