AppleNotícias

Apple volta a ter crescimento nos lucros em seus resultados do primeiro trimestre fiscal

Durante anos sempre comentamos aqui sobre os recordes sucessivos que a Apple batia a cada trimestre fiscal, gerando sempre crescimento nos lucros, Porém, durante todo o ano passado, essa tendência se inverteu, com a empresa apresentando resultados menores que os 12 meses anteriores. Neste início de 2017 parece que ela retomou o seu caminho, voltando a crescer e a faturar mais do que 2016.

A Apple bateu seu recorde histórico, ou seja, ela nunca vendeu tanto iPhone quando nos últimos 3 meses. Não é exagero considerar que o lançamento do iPhone 7 teve grande participação neste faturamento. Foram vendidos 78,3 milhões de iPhones (de diversos modelos). Hoje, mais cedo, uma empresa de análise de mercado já tinha adiantado que o iPhone vendeu em dezembro mais unidades que o Galaxy S7.

O crescimento nas vendas representa 4% em relação ao mesmo período do ano passado.

A receita geral também teve um crescimento de 4,6%, totalizando US$ 78,4 bilhões. Compare com o gráfico do mesmo período do ano passado:

Já os iPads, como era de se esperar, mantiveram a tendência de queda nas vendas. Com os rumores de que novos modelos podem ser lançados em março, muita gente resolveu esperar para investir em um aparelho mais moderno.

Os serviços mantiveram seu ritmo de crescimento, com um aumento de 17%. São incluídas nesta categoria as vendas na App Store, as compras feitas com o Apple Pay, as assinaturas do Apple Music, do iCloud e a venda de músicas na iTunes Store.

Porém, no bolo total o iPhone cresceu sua participação, representando somente ele 70% da receita de toda a empresa.

É claro que o trimestre das festas de final de ano (OUT-NOV-DEZ) é sempre o melhor em vendas e é de se esperar sempre bons resultados. Resta saber se nos próximos trimestres a empresa manterá seu crescimento, uma tarefa bem difícil principalmente com a expectativa de todos em relação ao que ela irá apresentar em setembro, no próximo modelo de iPhone.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Winder

    Eu com lucro desse na minha empresa estaria rindo atoa.

  • Lui Alexandre

    O Mac daqui a pouco não significará nada pra Apple. Fico imaginando como seria se ela abaixasse os preços da linha de Macs… a receita dela com esses computadores poderia dobrar.

    • Robson Olindo

      Mas é uma faca de dois gumes, abaixar o preço, vender mais unidades, mas a margem de lucro fica menor. Ou seja para fazer os 9% na receita que mostrou nesse gráfico, ela teria que vender quase o triplo do que vendeu nesse período. A Sammy faz muito isso, tanto que o lucro total da Sammy não chega nem perto do lucro que a Apple teve, mesmo a Sammy vendendo muito, muitos aparelhos. Chega uma hora que tem que se decidir QuantidadeXMargem de Lucro. A Apple prefere a margem de lucro a Sammy prefere a quantidade, duas maneiras de pensar no mundo corporativo.

  • hecnpo

    Uma correção, iLex. O título do artigo diz que houve aumento do Lucro, quando na verdade oq aumentou ano a ano foi a Receita. O lucro da Apple no trimestre caiu de US$18,4 bilhões no primeiro trimestre fiscal de 2016 para US$17,9 bilhões neste.

  • KB

    Acho que previsões futuras vão depender muito também do que o novo governo americano do Trump vai inventar.

  • Duane

    Não vi nenhum gráfico de lucro aí

  • Bruno

    Ilex, corrige o artigo, está errado, o lucro caiu novamente (apesar de a receita ter subido).