AppleNotícias

Apple muda planos e pagará artistas mesmo durante os 3 meses gratuitos do Apple Music

Eddy Cue

O último final de semana foi marcado pela grande polêmica entre artistas do meio musical, que protestaram contra uma cláusula no contrato do novo serviço de streaming Apple Music. A empresa de Cupertino não pretendia pagar nada aos artistas durante o período de três meses de testes. Mas esta postura irá mudar, para a alegria de todos.

Tudo começou na semana passada, quando vários artistas independentes protestaram contra o fato da Apple decidir não pagar nenhum direito autoral durante o período de três meses de testes que os consumidores terão direito no Apple Music. No modelo de streaming, os artistas são pagos cada vez que sua musica é ouvida por alguém.

A lógica da Apple era que, se ela não recebe nada, não repassaria nada. Afinal, os três meses de testes são bons para todos, pois atraem mais clientes e aumentam potencialmente o número de usuários pagantes.

Mas os indies (como os independentes são chamados) não gostaram e alguns artistas mais famosos foram em defesa deles. A pop star Taylor Swift anunciou na semana passada que participaria do Apple Music, mas deixaria seu álbum mais popular, o 1989, de fora. Não bastasse isso, no domingo ela postou em seu blog uma carta aberta explicando sua decisão. Ela não estava fazendo isso por ela, que ganha bastante dinheiro com shows e álbuns, mas pelos novos artistas, que não possuem ainda a mesma estrutura e ficariam 3 meses tendo seu trabalho sendo usado, mas não recebendo nada por isso. O título da carta é “Para a Apple, com amor, Taylor“.

Nela, Taylor explica que adora a Apple e aprecia a sua tentativa de criar novas alternativas para que os artistas divulguem seus trabalhos. Diz que a empresa é uma grande parceira comercial e que graças às suas inovações, ela consegue ficar mais próxima de seus fãs. Mas a política de não pagar os artistas durante os três primeiros meses é algo que pode prejudicar a muitos.

Nós nunca pedimos iPhones de graça. Por favor, não nos peça para lhe fornecer nossa música sem nenhuma compensação.

A carta aberta surtiu efeito.

Eddy Cue, responsável pelos serviços de internet da Apple, mostrou em seu Twitter que a Apple deu ouvidos aos pedidos de Swift (a cantora, não a linguagem de programação).

A Apple sempre se certificará que os artistas serão pagos. O Apple Music irá pagar os artistas pelo streaming, mesmo durante o período de testes dos consumidores. Nós ouvimos você, Taylor Swift e os artistas independentes. Com amor, Apple.

A resposta de Taylor foi imediata, também pelas redes sociais:

Estou muito feliz e aliviada. Obrigada a todos pelas palavras de apoio. Eles nos ouviram.

Eddy Cue depois explicou com mais detalhes o que aconteceu:

Quando acordei esta manhã e vi o que Taylor tinha escrito, seus argumentos mostraram que precisávamos fazer uma mudança.

Com isso, o novo serviço deve ganhar a adoção de ainda mais artistas, se transformando em uma nova alternativa de ganhos para eles. Muitos independentes que antes tinham dificuldade em conseguir vender seus discos, agora poderão receber pelas suas músicas, que estarão disponíveis no mundo inteiro para quem quiser ouvir, aumentando ainda mais as chances de serem conhecidos.

A empresa não divulgou quanto cada artista ganhará por streaming e se o valor será igual no período de testes. No Brasil, a comissão dos artistas será menor, porque o valor da assinatura paga será mais barata, para se adaptar ao mercado local.

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close