Curiosidades

Vídeo mostra como a American Airlines se livrou de quilos de papel graças ao iPad

iPad em modo avião

No final de 2011, a companhia aérea American Airlines conseguiu obter autorização da FAA (Administração Federal de Aviação Americana) para usar o tablet da Apple em todas as fases do voo em algumas aeronaves e desde então vem substituindo diversos quilos de manual em papel por um simples iPad. Um vídeo mostra um (bem) contente piloto da companhia, explicando o quanto seu trabalho melhorou depois do iPad.

Ele diz que a FAA ainda está analisando a liberação para outras aeronaves, testando em ambientes de baixa pressão para ver se o iPad resiste à bruscas mudanças de descompressão. Também é analisado se o suporte em que ele é fixado é estável durante o voo, o que fez o piloto achar irônico visto que os livros em papel geralmente caem no chão durante as decolagens e aterrissagens, e ninguém fala nada disto.

Confira a alegria dele em manipular o iPad:

via MacRumors

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • zigfrid

    Ipad pode parar de funcionar se cair o livro não né.

    • Diego

      Bem, o iPad será parte da aeronave, ou seja, estará devidamente fixado no seu lugar, como tudo em uma aeronave, eliminando riscos de queda.
      O iPade terá carater consultivo e não operacional, ou seja, ele não será imprescindível para que o avião se mantenha no ar.

      Além do mais, o FAA aprovou. tenho certeza que eles tomaram todas as medidas de segurança possíveis.

      • copeta

        Eles podem ter um segundo para casos de emergência.

        • Antonio Freitas Neto

          Nao. Isso seria amadorismo. Contingência pra esses casos é papel mesmo, que nao trava nem reboota.

          • TiãoGavião

            Qualquer coisa a Siri fala: rezem bastante que vai cair 😉

            • Thiago

              so nao da pra usar o mapas do ipad… Ai eu queria ver o aviao parando no meio do atlantico 🙂

            • Dorinha

              Kkkkkk ri muito!!! 😀

    • GilsonCarvalho

      Essa demora pra a aprovação, deve ser para avaliar se o funcionamento do ipad no avião, afeta os equipamentos de aviônicas da aeronave, deve ser por isso

    • Fernand:o_O

      Mas, se o avião cair, para quê eles vão precisar do manual?

  • Antonio Freitas Neto

    Medo.

    Os livros cairem, tudo bem, pq eles nao espatifam né? 🙂 Mas espero que tenham contingencia em papel guardada em algum lugar, pq nao da pra confiar a vida das pessoas a um ipad. Bugs acontecem, sabemos que a qualidade geral do iOS nao anda grande coisa, complicado.

    Otima iniciativa mas tem que se priorizar a vida dos passageiros!

    • Eduardo Barbosa

      Acho que você não entende mt muito bem como funciona, na vdd o iPad em si não trabalha em nenhum momento em sincronismo com a aeronave, ele apenas é usado pra navegação, msm coisa de vc abrir uma pagina ou foto, e se por ventura ocorrer um erro é utilizado sistemas alternativo, e eu te garanto que se o FAA aprovou é pq foi mt bem satisfatório o resultado dos testes.

      • Antonio Freitas Neto

        Sim, mas essa documentacao pode ser fundamental em um momento de crise e no caso de falha do ipad, é importante ter uma contingência.

        • Helio

          Pra momentos de crise, eles tem uma copia em papel do QRH (Quick Response Handbook) pra procedimentos de emergência (1m:35s). Preste atenção.

          • Antonio Freitas Neto

            É isso ai. Como eu falei (acho que você nao prestou atencao…), tem que ter contingencia em papel. Nada de confiar cegamente a vida de pessoas em dispositivos domésticos.

    • Cristiano

      Tode equipamento em aviões são duplicados, ou seja, se falhar aquele iPad do piloto, prontamente se utiliza o do co-piloto.

      Risco zero.

      Abraços!

      • Antonio Freitas Neto

        Ah legal. Por isso que aviões nunca caem. Oh…wait

        • Daniel

          Aceita cara, você perdeu 🙂

          • Antonio Freitas Neto

            Perdi mesmo. Perdi meu tempo argumentando com fa boy 😉

        • Breno

          Talvez, se nao fosse assim, cairia mto mais!!!

          • Antonio Freitas Neto

            Ufa. Alguem com bom senso. Exato!

            Ate porque quando um avião cai, dificilmente é um fato isolado. É um conjunto de falhas (inclusive as redundancias) acontecendo ao mesmo tempo.

            • Dan

              Irmão na boa, pense mais um pouquinho, esses caras nao são amadores como a gente, que as vezes compramos um iphone, um samsung ou um lumia so porque ele é bonitinho ou coisa parecida. Os caras são profissa mano se um ipad chegou a estar ai onde estar é porque foram feitos varios testes com varias marcas e em relação as outras marcas se mostrou mias eficiente para tal tarefa e por isso merece estar la, se fosse um samsung beleza palmas pra ele e se fosse um nokia beleza palmas tambem pra ele, reconhecimento é muito bom e incentiva à melhorias.

            • Filipe Ferreira

              Amigo sabe ler inglês ? Então de uma lida na página da própria Apple. FAA não é qualquer agência de aviação, ela dita a maioria das regras para a aviação comercial mundial, tanto que após ela ter proibido a decolagem do Boeing 787, ele não decolou mais, em nenhum lugar do mundo, porque outras agências não discutem a credibilidade da FAA. Então cara, numa boa, deixa quem sabe de aviação fazer o trabalho dele, eles não vão deixar que um acidente ediondo aconteça nos EUA. Se eu fosse você ficaria muito mais tranquilo em viajar sendo “guiado” por um iPad, do que num país como o Brasil em que os centros de controle nem sequer respondem avioes em voo. Pra terminar, se iPad e aparelho doméstico não sei como voce caracterizaria os outros? Tablets de sargeta?

    • Paulo Victor

      Ninguém corre risco nenhum ali. O iPad não controla nada, é simplesmente uma versão digital da papelada que eles usavam. Aliás, essa papelada toda continua presente no cockpit, mesmo com o novo uso do iPad. Além de que, provavelmente, o co-piloto tem um também, como backup.
      Além do que, se a FFA aprovou, é por que teve muuuuuuuuuito teste e muita discussão antes disso ser operacional. Voe sem medo.

    • Edson

      Cara assista, “Mayday” Acidentes aéreos no Discovery, tem um que acontece justamente por conta do manual de pouso, cujo o piloto não conseguiu fazer o check list devido ao numero enorme de paginas que continham, no final os investigadores recomendaram que as companhias aéreas buscassem alternativas para simplificar a papelada em voo, acho que o iPad pode salvar vidas não provocar acidentes.

      • Antonio Freitas Neto

        Imagina uma tela espatifada entao ou tendo que rebootar ele durante um pouso 🙂

        Mexeu com vidas, tem que tomar muito cuidado, ter várias redundáncias, testar diversos aspectos.

        • SamuEX

          Cara, você é muiiiito chato.
          E não manja nada de voos, mas isso não é sua obrigação.
          Porém, continua chato. Muiiito chato!

          • Antonio Freitas Neto

            Nada. É que rolou a sindrome da torcida organizada 😉

            Mas ja falei que tem contigencia em papel e já esta claro que tem. Sem essa besteira de fazer contingencia com outro ipad (essa foi a melhor…).

            Não da realmente para confiar apenas em dispositivos domesticos para momentos de crise.

            Fechou.

          • Raas

            Nem de iPad! Se ele rebootar!?!? Deve estar acostumado com o tablet dele, com Android, dando boot o tempo inteiro e acha que com o iPad é a mesma coisa.

        • Márcio

          Que estranho, tenho Ipad desde o primeiro, e nunca deu reboot!

        • Dan

          Rebootar??? Tambem tenho um e nao me lembro de alguma vez de precisar rebootar ele… Ja sei irmão você queria que tivesse la um tablet com android ou com windows Phone aceretei parceiro???. Por que Android e Windows Phone é pra uso EXECUTIVO uma vez dita que o Ipad é para uso DOMESTICO. Ahhh deixa ei ir vou “colocar o iPad no fogo pra aprontar o feijão pro almoço”… fala serio.

    • PauloDuarte

      E se eles levarem pelo menos mais 2 iPads reservas? Mesmo assim ainda seria menos volume que aquela quantidade de livros…

    • Paulo Magalhães

      Entendo a preocupação das pessoas com ter sua segurança dependendo de um aparelho eletrônico.
      Todavia se o medo é este , então é melhor não voar.
      TODOS os aviões modernos ( em especial os da airbus) são MUITO computadorizados. O IPAD são apenas dados de consulta. Se ele APAGAR vaio dar trabalho , mas dificilmente matará alguém. Mas se o Piloto automático ou o computador de bordo der pau ( veja-se o airfrance sobre o atlântico) a coisa fica bem séria.
      Sou piloto e não gosto muito do excesso de automatização nas aeronaves, mas esta é das menos problemáticas.

  • Eduardo Barbosa

    Eu também sou piloto aqui no EUA, e com certeza meus amigos da AA alguns gostaram mt, eu tive a oportunidade de testar o iPad com o sistema deles e é msm muito bom, cada piloto tem o seu e pode optar por utilizar ou não durante seus vôo, boa matéria blog parabéns.

  • Daniel Gmrs

    Mto legal, só acho que deveria ter uma proteção maior para o ipad(capa rigida) e um suporte mais firme..

  • Guilherme Cruz

    hehehe verdade, mas na real um aplicativo só faz aquilo que seu “dono” manda. se for bem programado ele só fará aquilo que o programador o instruiu a fazer, e é claro obedecer aos comandos do usuário.

    Achei uma boa ideia =D

  • Marcelo Santos

    Mas… não poderia ser um tablet Android?

    • Antonio Freitas Neto

      Pela demanda descrita, poderia até ser sim.

      • Filipe Ferreira

        Sendo Android,ou o seu iPad doméstico, você pode até dizer que tem problema de REBOOTAR, mais se fizeram testes com o iPad é porque mostra que tem características para tal, ou seja, tem a capacidade de atender a demanda !

  • George

    Certeza que eles jogam FlightControl durante os vôos!

  • Led

    Vocês não fazem ideia de quantos pilotos já usam o iPad no dia-a-dia! Incluindo aviação geral, comercial e executiva!! Sou piloto e, eu mesmo, uso um!! Ajuda muito na hora de consultar tudo, além de ser mais ágil e dinâmico (por exemplo, para consultar metereologia – Não preciso mais ir na sala correspondente do aeroporto).
    A única diferença é que, por não ser homologado (como a American Airliners), todos temos de manter as publicações originais e atualizadas em papel também! E se houver qualquer discrepância, vale o que está no papel.

    • Vicente Pires

      Olha pra frente rapá!
      Fica lendo BDI enquanto pilota…

  • Gilberto

    Meu medo é só o piloto ficar jogando Infinity Blade e esquecer de pilotar.

  • Glaucio Lacerda

    Isso mostra também que quando vamos decolar ou pousar, as comissárias pedem para desligarmos qualquer equipamento eletrônico, para não interferir nos equipamentos do avião. Com esta iniciativa isto vai por água abaixo, pois se dentro da cabine tem um ipad ligado, é sinal que nada atrapalha termos ipads ou iphones (em modo avião) na área de passageiros. Muito legal

    • João G.

      O piloto operar seu iPad em “Modo avião” é uma coisa, CONFIAR que o passageira irá operar seu equipamento em “Modo avião” é outra coisa.

  • Anderson

    Será q tem um carregador, aeroveicular p ligar o ipad no isqueiro do avião? Kkkkkk!

  • Rodolpho Tonoli
  • Guilherme

    O engraçado é que eles usam um iPad na cabine de comando e em algumas aeronaves nas quais a aa oferece um tablet para entretenimento dos passageiros o equipamento usado é um Samsung!

    • Gidel Queiroz

      Pra vc ver o descaso enorme dessas companhias aéreas com os clientes. Mas o importante é lá na frente mesmo.

      • Guilherme

        Verdade Gidel…. Mas realmente o importante é lá na frente! Pelo menos por lá capricharam na escolha do tablet! Afinal na minha opinião não há igual ao iPad!

  • iRon

    Eu queria voar num avião da Apple, já pensou que design seria?

  • MafiosaBe

    🙂

  • PauloM.

    Apesar de ainda não ser homologado para uso no Brasil e outros países, a Apple disponibiliza uma grande quantidade de Apps para uso dos pilotos. Alguns Apps tem confiabilidade excelente, mas mesmo assim os desenvolvedores advertem para não utilizarem os Apps como meios primários.
    O iPad é fantástico, principalmente para aviação geral, onde os aviões são limitados em espaço, peso e avionicos, assim o iPad trás vantagens que vão além da diminuição do peso e ganho no espaço (devido a diminuição do ROTAER, AIP, Cartas…) até no aumento da segurança desses voos.
    Para um piloto o tempo que se ganha em voo ou em solo são bem notáveis, seja para uma consulta de boletins meteorológicos e imagens de satélite, ou até mesmo para o planejamento da rota e a navegação em voo. Sem contar com a facilidade de manuseio do dispositivo.
    Aqui no Brasil, devido a confiabilidade do dispositivo, algumas empresas de transporte de cargas já utilizam seus iPads na cabine em seus voos, mais a parte impressa de papel caso haja fiscalizações.
    Sobre o uso dos dispositivos em “Modo Avião” entre pilotos e passageiros. Os iPads usados no cockpit pelos pilotos em voos comercias de transporte de passageiros, também são usados em modo avião. Porque nesses vôos, o iPad é usado somente para consultas de visualização na tela, não havendo a necessidade do uso das funções de GPS e troca de dados, o que evita qualquer interferência. Outra coisa pra ficar claro, é que jamais o iPad é sincronizado ou conectado aos instrumentos do avião, excluindo somente a conexão para recarregar a bateria.

  • PauloM.

    Apesar de ainda não ser homologado para uso no Brasil e outros países, a Apple disponibiliza uma grande quantidade de Apps para uso dos pilotos. Alguns Apps tem confiabilidade excelente, mas mesmo assim os desenvolvedores advertem para não utilizarem os Apps como meios primários.
    O iPad é fantástico, principalmente para aviação geral, onde os aviões são limitados em espaço, peso e avionicos, assim o iPad trás vantagens que vão além da diminuição do peso e ganho no espaço (devido a diminuição do ROTAER, AIP, Cartas…) até no aumento da segurança desses voos.
    Para um piloto o tempo que se ganha em voo ou em solo são bem notáveis, seja para uma consulta de boletins meteorológicos e imagens de satélite, ou até mesmo para o planejamento da rota e a navegação em voo. Sem contar com a facilidade de manuseio do dispositivo.
    Aqui no Brasil, devido a confiabilidade do dispositivo, algumas empresas de transporte de cargas já utilizam seus iPads na cabine em seus voos, mais a parte impressa de papel caso haja fiscalizações.

  • Lucas

    Se fosse um tablet com Android provavelmente travaria em pleno procedimento de decolagem 🙂

  • Claudionor

    Muito bom 🙂

  • Sergio

    A resistência às mudanças é uma força poderosa sempre presente quando surgem avanços tecnológicos importantes em todas as áreas em que o ser humano atua, aviação inclusive.
    Ainda me lembro das objeções que apareceram quando surgiram os primeiros EFIS !

  • Guilherme

    E na hora de desligar os aparelhos eletrônicos durante o pouso/decolagem?

    Ferrou.

  • Luiz Carlos

    Ué eles podem ficar com ele ligado durante o voo?? Não atrapalha os equipamentos?? hehehe

  • PauloM

    Apesar de ainda não ser homologado para uso no Brasil e outros países, a Apple disponibiliza uma grande quantidade de Apps para uso dos pilotos. Alguns Apps tem confiabilidade excelente, mas mesmo assim os desenvolvedores advertem para não utilizarem os Apps como meios primários.
    O iPad é fantástico, principalmente para aviação geral, onde os aviões são limitados em espaço, peso e avionicos, assim o iPad trás vantagens que vão além da diminuição do peso e ganho no espaço (devido a diminuição do ROTAER, AIP, Cartas…) até no aumento da segurança desses voos.
    Para um piloto o tempo que se ganha em voo ou em solo são bem notáveis, seja para uma consulta de boletins meteorológicos e imagens de satélite, ou até mesmo para o planejamento da rota e a navegação em voo. Sem contar com a facilidade de manuseio do dispositivo.
    Aqui no Brasil, devido a confiabilidade do dispositivo, algumas empresas de transporte de cargas já utilizam seus iPads na cabine em seus voos, mais a parte impressa de papel caso haja fiscalizações.
    Sobre o uso dos dispositivos em “Modo Avião” entre pilotos e passageiros. Os iPads usados no cockpit pelos pilotos em voos comercias de transporte de passageiros, também são usados em modo avião. Porque nesses vôos, o iPad é usado somente para consultas de visualização na tela, não havendo a necessidade do uso das funções de GPS e troca de dados, o que evita qualquer interferência. Outra coisa pra ficar claro, é que jamais o iPad é sincronizado ou conectado aos instrumentos do avião, excluindo somente a conexão para recarregar a bateria.

  • PauloM

    Em 2011 aconteceu um Workshop promovido pelo DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), onde o tema foi a discussão sobre dados digitais.
    Lá representantes da Gol e Tam falaram sobre o uso de informação aeronáutica em formato digital a bordo das aeronaves. A Tam tambem destacou os benefícios do uso do EFB no voo, cujo sistema possibilita aos pilotos a visualização de documentos em formato digital e a utilização de aplicativos direcionados à operação da aeronave.

    A Embraer disse que o iPad já passou por uma série de testes, incluindo pressurização e interferência eletromagnética, passando com êxito. Para a empresa EMBRAER a utilização de recursos eletrônicos no lugar dos manuais e documentos impressos é ecologicamente correto e implica em cortes de gastos com a ‘carga morta’. É a chamada Operação Paperless.

    Nesse workshop um Chefe da Seção de Segurança Operacional da ANAC, abordou o tema dando ênfase às classificações dos níveis de uso do iPad a bordo das aeronaves e como se encontra hoje a questão da regulamentação da operação desse dispositivo. Segundo informações, existem três classes de hardware (equipamento iPad e sua interoperabilidade com a aeronave) e três tipos de software.
    No quesito hardware, o de Classe I é portátil (não prevê meios de fixação na aeronave) e não pode ser acessado nos pousos e decolagens. O de Classe II já possui um dispositivo de fixação e pode ser usado em todas as fases do voo. Por fim, o de Classe III é um produto aeronáutico completamente integrado, nasce com a aeronave.

    Pra encerrar, vamos relembrar que até o momento nenhum iPad recebeu autorização da ANAC para substituição das publicações impressas. Então não adianta apresentar o iPad nas fiscalizações de rampa. São ao todo cinco as fases de aprovação do equipamento.