O objetivo principal do Blog ao lançar um aplicativo próprio na App Store foi o de preencher uma necessidade que os leitores tinham. Porém, a intenção também era poder analisar mais de perto o público brasileiro que baixa aplicativos para iPhone e iPod touch. Por isso, dividimos aqui com vocês os números que o Wallpaper Calendário gerou nos primeiros 15 dias de presença na loja, para que possamos mostrar a todos como é estar “do outro lado da cerca” da App Store.

Antes de tudo, foi uma bela surpresa o sucesso que ele fez entre os usuários, não só no Brasil, mas em algumas partes do mundo. Sem que fosse feita nenhuma divulgação além dos posts aqui do Blog, outros sites internacionais começaram a fazer resenhas sobre ele, mostrando como é grande a visibilidade de aplicativos gratuitos. E essa é uma parte apaixonante da loja da Apple: por mais simples que você seja, seu trabalho chega facilmente no mundo inteiro, sem nenhum esforço da sua parte. Nunca foi tão fácil vender o seu produto em todo o planeta.

Foi surpresa o sucesso porque consideramos que o aplicativo é simples, sem muitas pretensões. Até porque não é todo mundo que tem o costume de usar um calendário no seu fundo de tela. Mesmo assim, várias avaliações muito positivas de brasileiros que realmente gostaram do app, o que fez com que ele ficasse mais de 10 dias no primeiro lugar no ranking gratuito dos Utilitários. As poucas avaliações não tão positivas foram de estrangeiros que reclamaram do aplicativo ser somente em “espanhol”, o que é bem compreensível. Não era previsto que usuários de outros países gostassem, o que nos forçará a lançar uma outra versão ‘poliglota’ futuramente. 😉

Um dos problemas do sistema interno da App Store que rapidamente constatamos é a maneira em que a Apple disponibiliza os dados estatísticos dos downloads. Horrível! Ela fornece apenas planilhas únicas por dia, que devem ser baixadas diretamente no site em um prazo de 7 dias antes de desaparecer para sempre. Se você deixar passar esse prazo, fica sem saber como foram as ‘vendas’ de seu aplicativo naquele período. Muito ruim. Há também os relatórios mensais e semanais, mas aí não tem como você saber se em um determinado dia as vendas subiram ou baixaram.

Felizmente existem ferramentas que facilitam muito a vida do desenvolvedor. Entre as várias que testamos, a solução mais completa foi o AppViz, da Ideaswan. Ele é um programa para Mac (o que teoricamente não é um problema para os desenvolvedores) que custa 29,95$. Vale cada centavo. Ele apresenta todos os números, gráficos, vendas, updates, ranking, avaliações, tudo em uma só interface. Ele também baixa todos os dados diretamente do iTunes Connect (site de gerenciamento de aplicativos), facilitando muito esta tarefa. O desenvolvedor pode usá-lo gratuitamente nos primeiros 30 dias antes de decidir comprar.

Foram mais de 10 mil cópias instaladas em 15 dias, não considerando as atualizações para a versão 1.0.1, lançada no dia 5. Aliás, esse dia foi o de maior atividade. Culpa do update ou da volta do feriadão?

Outro problema constatado: o número de usuários brasileiros que baixam diretamente de uma conta americana ou argentina, principalmente nos primeiros dias. No dia de lançamento do Wallpaper Calendário, mais de 50% dos downloads foram feitos pelos Estados Unidos. Para os desenvolvedores tupiniquins isto é prejudicial, pois interfere diretamente na classificação do ranking nacional. Um aplicativo pode ser muito popular, mas arrisca ficar com as avaliações divididas em dois ou três países, o que faz com que no final a lista dos Top 10 da loja brasileira não seja assim tão fiel à realidade.

As várias sugestões enviadas pelos usuários nos ajudará a fazer uma grande atualização do aplicativo, com algumas novidades. Mas isso não será para logo, principalmente porque esperamos as novidades do futuro OS 4.0. Se você ainda não instalou, não deixe de baixá-lo (link iTunes) e dizer o que achou através de uma avaliação na App Store. 😉

Não posso deixar de agradecer mais uma vez a Max Systems, que nos ajudou a trazer este aplicativo aos nossos leitores. 🙂