Notícias

Governo da China interfere na App Store, censurando aplicativos sobre Dalai Lama

A Apple sempre procura respeitar as leis locais de cada país para que ela não tenha problemas em fazer funcionar sua loja virtual de aplicativos no máximo de lugares possíveis. Um exemplo disso é o fato dela não ter disponibilizado a categoria Games na App Store brasileira, pois arriscava entrar em conflito com a legislação brasileira para a venda de jogos online (leia “Entenda porque não há jogos na App Store brasileira“).

Isso acontece até mesmo quando a ideologia de uma ditadura impõe ao seu povo a censura de informações. Exemplo disso é a China, onde esta semana viu alguns aplicativos desaparecerem da sua loja online, a pedido (ou ordem?) do governo daquele país. No mínimo 5 títulos que fazem referência ao líder espiritual Dalai Lama (que hoje em dia luta contra a dominação chinesa no Tibet) foram retirados da loja local.

O desenvolvedor de um dos aplicativos retirados, o Dalai Lama Quote (link iTunes), disse que, apesar de não concordar ideologicamente com a censura de informações, entende completamente o porquê da Apple ter feito isso.

Para o resto do mundo os aplicativos continuam disponíveis, bastando para isso procurar por Dalai Lama no campo de busca.

No ano passado, o governo chinês bloqueou no país por algum tempo o acesso a toda iTunes Store, por causa de um disco musical dedicado ao chefe tibetano.

via

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados