AppleServiços

Aumenta o preço do Apple Music, Apple TV+ e pacote One no Brasil

Até que demorou para acontecer, mas esse momento infelizmente chegou.

A partir desta semana, a Apple aumentou no Brasil o preço de alguns de seus serviços:

  • Apple Music
  • Apple TV+
  • One

Felizmente o aumento não afetou outros, como iCloud, Fitness, Arcade e App Store.


Nos últimos tempos vimos os serviços concorrentes aumentando seus preços, então parecia só uma questão de tempo para a Apple fazer o mesmo. E ela até que conseguiu segurar por bastante tempo.

Netflix, Globoplay e Amazon Prime tiveram seus preços reajustados, enquanto a Apple TV+ era a única das grandes que ainda mantinha o seu valor de assinatura desde o lançamento, em 2019.

Mesma coisa para o Apple Music, que até então estava só vendo seus principais concorrentes aumentarem os preços no Brasil.

Quem tem uma conta universitária não terá alteração de valor. Isso porque esse valor foi o único a aumentar em maio (de R$ 8,50 para R$ 11,90), então dessa vez não sofreu reajuste.

Confira como ficaram os novos valores dos serviços:

Apple Music

PLANO PREÇO ANTIGO NOVO PREÇO DIFERENÇA
Universitário R$ 11,90 R$ 11,90 0%
Individual R$ 16,90 R$ 21,90 29,5%
Familiar R$24,90 R$ 34,90 40,1%

Apple TV+

ASSINATURA PREÇO ANTIGO NOVO PREÇO DIFERENÇA
Apple TV+ R$ 9,90 R$ 14,90 50,5%

Pacote One

PLANO PREÇO ANTIGO NOVO PREÇO DIFERENÇA
Individual R$ 26,50 R$ 34,90 31,6%
Familiar R$ 37,90 R$ 49,50 30,6%
Premium R$ 69,50 R$ 79,90 14,9%

Outros serviços ainda não aumentaram de preço. Mas até quando?

Câmbio geralmente é o responsável pelos reajustes

Geralmente quando o preço aumenta fora dos Estados Unidos, isso tem a ver com a variação do dólar no país.

A Europa, por exemplo, teve um aumento considerável no preço do iPhone este ano, devido à forte desvalorização do Euro em 2022. E isso também vai resultar no aumento de preços na App Store em todo o Velho Continente.

Porém, já houve casos em que o preço caiu, também por causa do câmbio.

No Brasil, há tempos a Apple não reajustava os preços de seus serviços.

O último aumento que vimos na App Store foi em outubro de 2020. No armazenamento do iCloud, desde 2018 que os valores não mudam. E nenhum destes dois serviços sofreu alteração agora.

Quando o Apple TV+ foi lançado, em novembro de 2019, o dólar no Brasil estava valendo R$4,14. Hoje ele está custando mais de 25%, mas não podemos esquecer que durante a pandemia, quando o dólar tocou os R$5,90, o preço se manteve inalterado no Brasil.

Claro que todo o aumento é ruim para o consumidor e ninguém aqui quer defender aumento de preço. Seria uma sandice. Porém, não dá para ficar se lamentando, pois esse aumento um dia viria.

Agora é torcer para que ela consiga segurar o máximo que puder os preços da App Store e do iCloud em nosso país, que são dois dos mais usados serviços da maçã pelos usuários.


Google News

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo