Notícias

Apple é processada por não ter evitado que carro entrasse em sua loja

Aquele acidente feio que aconteceu na semana passada em uma Apple Store perto de Boston, nos EUA, deixou 1 morto e 19 feridos. O motorista admitiu que foi um acidente, alegando que seu pé ficou preso no acelerador, o que impediu que ele evitasse o que aconteceu.

Anúncios

Porém, as vítimas do episódio não se deram por satisfeitas e entraram com um processo contra a Apple e a administração do shopping, pois consideram que o acidente era “100% evitável“.

Segundo o jornal Boston Herald, o advogado que representa um grupo de vítimas diz que tanto os gestores do shopping quanto a Apple são parcialmente responsáveis pelo acidente.

“Nossos especialistas nos dizem que essa catástrofe era 100% evitável. Eles deveriam ter colocado algumas barreiras ou postes de amarração entre os clientes e o tráfego do estacionamento (que era movimentado no feriado).”

O advogado ainda diz que seus clientes sofreram ferimentos graves, incluindo “lesões ortopédicas e cerebrais”.

O escritório de advocacia, ironicamente, se chama Sheff & Cook, que é o mesmo sobrenome do CEO da Apple.

Anúncios

O advogado ressaltou que seus clientes não determinaram uma quantia específica para o processo, mas querem que algumas atitudes sejam tomadas.

“Queremos corrigir um erro que existe. Gostaríamos de ver mais esclarecimentos sobre esses tipos de dispositivos de segurança e, claro, garantir a integridade dessas famílias.”

Entre a rua e a fachada da loja havia cerca de 9 metros de estacionamento. Assim mesmo, eles defendem que poderia haver grades de proteção para evitar acidentes como este.

Nem a Apple, nem a empresa que administra o shopping (WS Development) comentaram sobre o caso.

Fonte
Boston Herald

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo