Curiosidades

Executivo da Apple sugere que no futuro as notificações de ligações no iPhone serão mais discretas

Desde 2007 até hoje, quando você está fazendo algo no iPhone e de repente recebe uma ligação, a tela inteira é tomada pela função Telefone, não importa o que você esteja fazendo. Isso é chato e inconveniente algumas vezes, principalmente quando você vê que é apenas mais um telemarketing te ligando.

Mas em um e-mail, Craig Federighi parece ter indicado que isso pode mudar no futuro.



Há tempos que muita gente pede para que, quando há uma ligação no iPhone, que a chamada apareça mais discretamente, como forma de notificação na tela, por exemplo. Isso permitiria não interromper o que se estava fazendo e poder recusar a chamada caso não fosse importante.

Exemplos de conceito da ideia

A Apple nunca se mostrou preocupada com isso, nem deixou transparecer que um dia iria mexer neste comportamento. Pelo menos não até agora.

Um usuário do Reddit enviou um e-mail para Craig Federighi, vice-Presidente Sênior de Engenharia de Software da maçã, Sugerindo uma mudança do tipo. E Craig respondeu.

No e-mail, o executivo revela que sua caixa de correio está repleta de pedidos para mudar isso, e diz que isso pode ser algo a se mudar no futuro.

“Obrigado pelo toque. Fico feliz em saber que você está curtindo o iOS 13!

Minha caixa postal diariamente se enche de mensagens de usuários do Reddit fazendo este pedido.

Nós não podemos mudar isso agora no iOS 13, mas com certeza teremos isso em mente para o futuro.

– craig”

Se isso acontecer no ano que vem, serão 13 anos sem que esta característica tenha mudado.

Se já mudaram até o controle de volume na tela (que por anos foi outro pedido dos usuários), podemos ter esperança que os avisos de chamada também poderão mudar um dia, não?

Fonte
Reddit
Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar