Apple

A falta do adaptador na caixa dos iPhones economizará 861.000 toneladas de metal, diz Apple

Dia 22 de abril é o Dia da Terra, e como sempre faz, a Apple divulgou um Relatório de Progresso Ambiental, contando seus esforços para diminuir a emissão de CO2 na atmosfera.

E neste relatório, ela volta a defender que a retirada do adaptador de energia da caixa dos iPhones reduziu significativamente o lixo eletrônico e o transporte dos produtos.



A Apple diz que sua decisão de parar de incluir adaptadores de tomada em produtos como o iPhone economizará este ano 861.000 toneladas de cobre, zinco e estanho.

Além disso, a embalagem menor do iPhone permitiu à empresa enviar o dispositivo de forma mais eficiente também. Cada palete de remessa pode transportar até 70% mais caixas do iPhone 12, de acordo com a empresa.

Isso significa menos transporte de avião e caminhões, reduzindo assim a emissão de carbono. Além disso, ajuda no objetivo de eliminar totalmente componentes plásticos da caixa do iPhone até 2025.

Como empresa, avançamos com maior urgência do que nunca para criar um futuro mais forte e saudável para nosso planeta e seu povo. Em 2020, isso significou um progresso real em nossa luta contra as mudanças climáticas. A Apple tornou-se neutra em carbono para nossas operações em todo o mundo, e temos o compromisso de nos tornarmos neutros em carbono até 2030 para toda a nossa produção – desde nossa cadeia de suprimentos até o uso dos produtos que fabricamos. Esses mesmos produtos agora usam mais materiais reciclados do que nunca, como 40% de conteúdo reciclado no MacBook Air e o tungstênio 99% reciclado que agora usamos no iPhone 12 e no Apple Watch Series 6.

O relatório observa o trabalho em andamento no Laboratório de Recuperação de Materiais da Apple no Texas para recuperar materiais como elementos de terras raras, aço e tungstênio de iPhones reciclados.

A Apple diz que uma tonelada métrica de componentes que seu robô desmontador Daisy remove dos iPhones tem tanto ouro e cobre quanto 150 toneladas métricas de minério extraído. A empresa também disse que 39.000 toneladas métricas de lixo eletrônico foram mantidas longe dos aterros no ano passado.

Sim, sabemos que a Apple errou ao retirar o adaptador de energia da caixa justamente no ano em que ela criou um aparelho com mais custos, ainda mais da forma abrupta que foi (leia mais sobre isso neste outro artigo). Porém, é inegável (repito, inegável) que o fato de acostumar o consumidor a manter apenas um único carregador para diversos de seus aparelhos eletrônicos é uma forma de gerar menos lixo eletrônico no mundo nos próximos anos.

E precisamos adotar essa cultura de reutilizar os recursos que temos, não só para os produtos Apple, mas para tudo o que usamos no dia a dia.

Ainda falta muito para chegarmos ao que é preciso fazer, mas é bom ver que algumas empresas já estão agindo em prol disso.

E vale lembrar que dia 22 de abril haverá o Desafio do Dia da Terra para usuários de Apple Watch.

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo