Notícias

Fábricas de iPhone na China continuarão fechadas por causa do Coronavirus

A grave epidemia de Coronavirus que assola a China parece ainda estar longe de se estabilizar. 

Contrariamente à previsão para as atividades produtivas e comerciais retornarem no dia 10 de fevereiro, as autoridades do país ainda impedirão a reabertura de fábricas por mais um tempo.





A Foxconn, uma das principais parceiras da Apple na China, deverá manter suas fábricas de Shenzhen fechadas por tempo indeterminado, devido ao ainda alto grau de risco de contaminação na região.

Fontes do site de notícias Nikkei revelaram que as autoridades ainda estão receosas quanto à reabertura das fábricas:

“Os governantes locais não querem arriscar a propagação potencial de vírus em um ambiente de trabalho que possui um enorme número de trabalhadores. Ninguém quer assumir a responsabilidade de reiniciar o trabalho neste momento crítico”

Vale lembrar que é de lá que saem boa parte dos iPhones vendidos no mundo inteiro. Com a fábrica parada, são centenas de milhares de unidades por dia que deixam de ser produzidas, afetando diretamente as vendas do aparelho.

Claro que a questão da proteção às vidas das pessoas é a prioridade neste momento. Mas o mercado segue atento em quanto este problema sanitário irá influenciar no calendário de lançamentos da maçã este ano.

ATUALIZAÇÂO:

Algumas autoridades chinesas negaram neste domingo (9) que já se tenha tomado alguma decisão quanto à reabertura ou não das fábricas, declarando que o tema ainda está em discussão, como afirma a Reuters. Porém, ao mesmo tempo não descartaram a hipótese da informação se concretizar até esta segunda.

A Apple confirmou que adiou a abertura de suas lojas físicas no país (previsto para o dia 10) para o dia 15 de fevereiro.

Fonte
Nikkei
Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close