Apple

Apple vai adotar padrão aberto para acessórios de casa inteligente, junto com Google e Amazon

Há algum tempo, a tendência de acessórios domésticos inteligentes vem crescendo, e hoje é bastante fácil você ter em sua casa um sistema que permita, por exemplo, acender a luz apenas com a voz ou ajustar o ar condicionado para ligar quando você esteja chegando do trabalho. 

As gigantes da tecnologia, como Apple, Google e Amazon ajudam a difundir isso, oferecendo dispositivos integrados com os sistemas e popularizando a tecnologia.

O problema é que cada fabricante adotou seu próprio padrão proprietário: dispositivos HomeKit que só funcionam com a Siri da Apple não respondem à um smartphone Android, e isso acontece também com acessórios das concorrentes.

Ou seja, caso você resolva implementar este tipo de funcionalidade na sua casa, terá antes que decidir qual plataforma adotar, e ficará preso à ela no futuro. E em um mercado que cresce a cada ano, à espera da tecnologia 5G, isso tende a se tornar uma grande bagunça.

Felizmente isso parece que irá mudar. Apple, Google e Amazon decidiram entrar em acordo e irão trabalhar juntas para criar um novo padrão universal aberto, em que todos os produtos, independente da marca, poderão interagir entre si dentro de casa.





O projeto tem o nome de CHIP (Connected Home over IP) e tem como objetivo criar um padrão que permita que os dispositivos sejam compatíveis entre si.

A própria Apple divulgou um comunicado sobre isso e já publicou o código fonte do HomeKit, para que qualquer um possa criar um acessório compatível sem a prévia autorização da maçã.

Mas para a certificação MFi (Made for iPhone), no entanto, ainda será necessário pagar para ter direito de colocar o selinho na caixa. Mas com o código aberto, já é possível adaptar um dispositivo para torná-lo compatível, mesmo sem certificação.

A diferença é que a versão comercial também irá conter em primeira mão todas as novidades lançadas em novos sistemas da Apple, como o futuro iOS 14. Apenas empresas que possuam MFi poderão disponibilizar de imediato novas funcionalidades não presentes na versão de código aberto.


O novo padrão será criado por um pool formado por Apple, Google, Amazon e a Zigbee Alliance, que por sua vez é formada por  empresas que oferecem dispositivos domésticos inteligentes. Para citar algumas: Ikea, Legrand, NXP, SmartThings (Samsung), Schneider Electric, Signify (Philips Hue), Silicon Labs, Somfy e Wulian.

É apenas o começo e é provável que não vejamos o novo padrão finalizado antes de 2021. Mas já é um grande passo para facilitar muito a vida (e o bolso) do consumidor.

Bem-vindos ao futuro!

PS: é de se notar a ausência de Microsoft e Facebook nesta parceria.

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close