Aplicativos

Apple e Google retiram da App Store o popular aplicativo ProTube

Desde que o YouTube deixou de ser um aplicativo nativo do iOS, o Google mantém um app dedicado para seu serviço de vídeos. Porém, ele sempre foi bastante limitado: não permite escutar o áudio em plano de fundo, não permite Picture-in-Picture (PiP) no iPad (deixa usar outros aplicativos enquanto assiste o vídeo) e é cheio de propagandas. Com isso, alguns apps alternativos apareceram na App Store, facilitando demais a vida dos usuários.

Um dos mais populares desses, o ProTube, acaba de ser retirado da App Store, por pressão do Google.

O ProTube tinha diversas vantagens em relação ao app oficial. Permitia visualizar vídeos em 4K a 60 fps, além de deixar o aplicativo em plano de fundo, para continuar escutando enquanto mexe em outras coisas no aparelho. Ele também tinha um modo “audio only” para escutar um vídeo usando muito menos banda de internet.

O desenvolvedor do aplicativo, Jonas Gessner, explicou em seu site os detalhes da sua briga com o Google. Desde o ano passado o gigante das buscas vem pressionando para que o ProTube retire todos estes diferenciais que, segundo a empresa, ferem os Termos de Uso do serviço.

A primeira vez que o YouTube pediu para a Apple remover meu app foi há mais de um ano, inicialmente apenas afirmando que meu aplicativo viola seus termos de serviço. Isso foi um pedido genérico de retirada, que enviaram para vários outros aplicativos de YouTube de uma só vez. Mais tarde começaram a entrar em mais detalhes, informando que eu não poderia vender o app pois viola seus Termos de Serviço. Basicamente queriam que eu removesse todos os recursos que fazem o ProTube ser o que é – que inclui player que permite reproduzir vídeos de 60fps, reprodução em plano de fundo, o modo somente áudio e muito mais. Sem essas características, o ProTube não seria melhor que o app oficial do YouTube e é exatamente o que eles queriam. O YouTube quer vender seu serviço de assinatura YouTube Red (US$10 por mês) que oferece muitos recursos que ProTube também oferecia por um preço menor fixo.

Gessner diz que, mais cedo ou mais tarde, ele teria que retirar o aplicativo do ar para evitar uma cara ação judicial, mas queria ter conseguido atualizar o app para o iOS 11, o que permitiria que usuários que já compraram pudessem continuar usando por mais tempo. Mas a Apple acabou cedendo aos pedidos do Google e retirou o aplicativo da loja no dia 1º de setembro, antes mesmo e passar a aceitar atualizações para o novo sistema.

Claro que os termos de uso visam proteger a maneira como o YouTube funciona para gerar dinheiro, afinal, o Google vive substancialmente de propagandas. Mas é curioso notar como o app oficial do YouTube poderia ser muito melhor do que é, sem sacrificar o usuário por causa do seu modelo de negócios. O ProTube era popular porque tornava a vida do usuário mais fácil. Simples assim.

O Google sabe disso e até criou uma modalidade de assinaturas (o YouTube Red) que traz vantagens como escutar áudio em segundo plano, baixar vídeos e áudios para assistir off-line, além de eliminar todas as propagandas. Porém, cobra US$9,99 por mês, o que é mais caro que a assinatura do Netflix nos EUA. Por mais fã que se seja do YouTube, não tem como compará-lo com o Netflix em termos de riqueza de conteúdo e opções de qualidade.

O fato é que o modelo de negócios do Google é a publicidade, e por isso a experiência do usuário nunca ficará em primeiro plano. O importante é ele visualizar o banner e clicar nele, o resto, que se adapte.

No ano passado, nós comentamos aqui sobre alguns aplicativos que permitem visualizar vídeos do YouTube de forma menos penosa. Dê uma olhada e baixe-os logo, antes de também desapareçam da App Store.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • paulogrego

    De certa forma concordo com a decisão do Google/Apple em relação ao Protube, afinal ele tira receita do Google.

    O aplicativo oficial não abusa das propagandas, e as considero um “preço” muito baixo por um ótimo serviço que eles vêm oferecendo gratuitamente há tanto tempo. Ainda mais porque podemos pular a propaganda, e elas em geral são interessantes e só aparecem às vezes. Pensem que esse sistema de publicidade poderia ser bem pior e muito mais invasivo.

    Por outro lado, essa de capar o aplicativo para tentar forçar a versão de assinatura acho que foi uma bola bem, bem fora do Google. O serviço é caríssimo (daria uns 400 reais por ano aqui) com conteúdo muito fraco (pelo menos por enquanto), o que não justifica a cobrança. Não estou atualizado no assunto, mas no início do Red ouvi muitas críticas dos americanos.
    Nesse ponto é bom esses aplicativos como Protube para “cutucar” o Google e tentar segurar um pouco essa onda.

    Espero que a tendência seja esse Red miar e o Google centralizar as funções na versão aberta. Sonho meu!

    • João Alves

      Eu achei interessante essa opção com mais recursos e sem propaganda, mas U$ 9,99 não é caro, É UM ABSURDO! U$0,49 -> esse sim um preço justo!

  • Lu Lu

    Não permitir reproduzir uma música em segundo plano em quase 2018 é muito ultrapassado! Vergonha isso

    • Filipe Perina

      Mas é permitido.. contanto que você pague o serviço do YouTube Red 👎

    • GuilhermeCasagrandeJr

      Eu discordo de você, @disqus_27bT4NJvBG:disqus!

      O Youtube nasceu como uma plataforma de transmissão de vídeo. Você quer ouvir música? Para isso existe o Apple Music, Spotify, Deezer, o próprio Youtube Red, e uma série de aplicativos que baixam os áudios do Youtube para serem escutados quando você quiser.

      Por isso, não acho um absurdo o fato do Youtube não continuar rodando áudio em segundo plano…

      Mas enfim, apenas ponto de vista!

  • Daniel

    Da para escutar o áudio do Youtube em segundo plano é só você abrir o Youtube pelo Safari, dar play no vídeo, apertar o botão home, abrir a central de controle e dar play denovo

    • Pedro Freitas

      Pode ser que no iOS 10 você consiga mesmo, porem a partir do 11 essa manobra não é possível.

      • No próprio 10 eu já não consigo mais fazer isso.

  • Lembro que quando tinha Jailbreak usava muito o ProTube para baixar videos offline…

    Ainda bem que hoje temos o Workflow, vamos ver até quanto tempo vai durar…

  • Vítor

    Eu não vejo nada de errado na decisão da google, o sistema de propaganda do youtube é o melhor que eu ja vi, a maioria dos apps gratuitos fica jogando aqueles baners irritantes na frente da tela toda hora. Quanto a assistir videos em 60fps, o app do youtube já faz isso sim, já vi vários, basta o vídeo ter sido colocado na plataforma nesse modo. Assistir videos em 4K… Alguém me diga qual iPhone tem uma tela de resolução 4K!! E sobre ouvir o áudio em segundo plano a maioria das pessoas usa isso para ouvir música, o youtube não é um app de streaming! Quem quer ouvir música com o celular no bolso que pague um Spotify, recomendo aliás.
    As pessoas andaram se acostumando tanto em ter serviços de qualidade excelente de graça que acabam se esquecendo que as empresas precisam de dinheiro. Não estou dizendo que o app do youtube sem anúncios iria falir a google ou algo assim, mas se existe outro app usando o app deles para receber dinheiro e ainda por cima rouba clientela, estão mais do que certos de querer retirar este app.

    • Arthur Silva

      O que eles não poderiam fazer era entregar um resultado inferior e uma experiência que não é melhor que a de um app não oficial, ou podem né? O servico de assinatura não parece ser bom para justificar o preço, mesmo sem os anúncios que se repetem mais de 3x por dia e no meio dos vídeos. Por fim, acabaram se esquecendo de não generalizar, afinal, quase todo mundo sabe que ninguém sobrevive comendo vento, fora os custos.

  • PoderosoCastig4

    e pensar que o google nasceu sob a filosofia de ser um buscador limpo, sem publicidade

    • Renato

      kkkkkkk bem lembrado.

  • McKoe

    Eu uso o aplicativo “MediaHuman YouTube to MP3 Converter for Mac”. É uma manobra e tanto mas vale muito a pena para palestras etc. Converto para mp3 e jogo no iTunes. O áudio fica no iPhone e posso ouvir offline, pra ouvir no carro ou viagem de avião por exemplo.

    • Arthur Silva

      interessante

      • Eduardo Pires

        Que trabalho!!! O Amerigo (app pago ou gratuito) faz isso muito mais fácil e direto no próprio iPhone. Copia o vídeo e extrai o áudio se quiser.

        • McKoe

          O Amerigo continua funcionando para youTube? Fui dar uma olhada e parece que não aceita mais…

          • Eduardo Pires

            Pra mim sim. Ao menos a versão paga que uso. Funciona pra qualquer site que tenha vídeo/gif, não importa qual plataforma (Instagram, Twitter, Facebook, YouTube,etc)

  • pedro

    O YouTube Red vem com o Google Play Música integrado em sua assinatura. Eu assino pelos $9,99 pq gosto de como funciona. O mesmo preço pra quem assina o Apple Music, então não tem muita diferença. Agora, de fato, se fosse APENAS o YouTube Red sem o Play Música pelo preço cobrado, não valeria a pena

    • Arthur Silva

      Apple Music são $ 4,99… não? Assina plano família?

      • pedro

        Quando me referi ao valor, é da conta americana, pois o YouTube Red não é comercializado no Brasil.

        • Arthur Silva

          É, realmente é mais caro.

  • ♏J

    feliz aqui usando o youtube++, que faz tudo isso e ainda pode baixar os videos e sem precisar de jailbreak

  • Rei/SP

    Como está claro neste artigo, o Youtube poderia melhorar muito mais. Para mim, o melhor recurso do Protube é poder escutar o audio em plano de fundo, tb merece ser mencionado é poder assistir a um video em 720 em 3G/4G, apesar que “drena” bastante a conexão em termos de consumo. Muito caro é pagar U$10,00 ao mês para ter tais recursos sendo que a maior parte dos vídeos disponibilizados são de “amadores”, entusiastas etc…, não cobram do Google pois não visam o lucro, diferente do Netflix, por ex.

  • Paulo Ricardo

    Só avisando que os apps dessa lista que você fez há 1 ano, cujo o link jaz nessa matéria, não funciona mais pra iPhones, pois ou são pra iPad apenas, ou não estão na App Store brasileira ou estão sem “background áudio” por requerimento do Google.

    • Eduardo Pires

      Falei acima que existe um excelente app chamado Amerigo. Faz download (em background) de vídeos, extrai áudio, funciona vídeos em background (não em pip)