Curiosidades

Mais uma patente da Apple que mostra um sensor de digitais sob a tela do iPhone

Mesmo antes da apresentação oficial da Apple, diversos rumores e informações encontradas no firmware do HomePod nos dão claras pistas do que virá por aí em setembro. Porém, uma grande dúvida ainda permanece no ar: a Apple vai conseguir manter o seu icônico Touch ID no novo iPhone, ou jogará fora esta tecnologia já consolidada e implementada em diversos dispositivos? Vários rumores dizem que será retirado, enquanto de outra parte, muitos mantêm viva a esperança da maçã conseguir resolver isso.

Esta semana, mais uma patente mostra que seria possível manter o sensor de digitais escondido sob uma tela sem botão.

O que muitos rumores afirmam é que o novo iPhone 2017 não terá o Touch ID, porque a Apple não teria sido capaz de implementar o sensor sob a tela. E visto que o plano é eliminar o botão frontal, o scanner de digitais seria descartado também. Isso poderia ser considerado um passo para atrás, pois por anos ela desenvolveu esta tecnologia que hoje é prática e confiável, chegando até mesmo no MacBook Pro.

Mas não é por falta de vontade da maçã. Esta semana, o Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos concedeu à Apple o registro de um sensor de digitais capaz de funcionar sob a tela do celular.

A tecnologia, chamada de sistema de imagem acústica, capta a digital através de sensores ultra-sônicos implementados sob a tela.

Não é a primeira vez que a Apple deposita uma patente de um sensor incorporado à tela. Desde 2015 há patentes sobre isso, e em 2014 ela chegou a adquirir uma empresa especializada em sensores sob a tela, a LuxVue.

Ou seja, por mais que possa vir um detector facial super poderoso, parece haver uma grande vontade da Apple em implementar um sensor de digitais sob a tela. Podemos concluir que, com todo este investimento, ela pretende usar isso em algum produto no futuro, caso contrário seriam anos de estudos e gastos com aquisições em vão. Mas ficaria bizarro ela desaparecer com o Touch ID agora para depois ele reaparecer no futuro. Seria uma quebra de continuidade que evidenciaria uma derrota por não ter sido capaz de implementar a tecnologia que passou anos desenvolvendo, justamente no ano em que decide fazer um iPhone sem botão frontal.

A lógica diz que, se a Apple está desenvolvendo esta tecnologia, decidiria por lançar um iPhone sem botão quando ela estivesse pronta para virar realidade. Se ela não está pronta, então o normal seria adiar o novo iPhone e lançar as variações normais (7s) que lança todos os anos, caso contrário seria um dispositivo incompleto em comparação ao projeto inicial. A Apple pós-Jobs nunca se importou em lançar versões comemorativas de aniversário, então não seria tão grave deixar de lançar o tal do “iPhone dos 10 anos“. Forçar a barra e lançar um aparelho incompleto não faz muito o estilo da maçã. Ou pelo menos não deveria fazer.

Mas a Apple mudou e nem sempre ela faz as coisas de acordo com a nossa lógica. Teremos que esperar até o evento de setembro para realmente conhecer como ficará o novo iPhone e saber se estas patentes significam alguma coisa ou se são apenas tempo e dinheiro jogados fora.

Via
AppleInsider
Fonte
U.S. Patent and Trademark Office
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Rafael Cavalcante

    Touch ID ícone!

  • Gabriel

    “Mas a Apple mudou e nem sempre ela faz as coisas de acordo com a nossa lógica”
    Isso é a maior coisa que temos percebido conforme o tempo passa né?
    Tinha criticado a falta do headphone jack no 7, mas hoje em dia só uso um reciever da China de fone de ouvido. Mordi a língua.
    Mas nada nesse mundo e nos outros vai me explicar a descontinuação do iPod Nano e continuar com o iPod touch… sério.
    Qual a diferença entre um iTouch e um iPhone 5SE? A linha telefônica (e consequentemente 3/4g). Se precisasse e outro dispositivo com iOS pegava um 5SE. Agora o q vai substituir o Nano? Com sua portabilidade e leveza?
    Chateado.

    • Tito Chase

      Concordo muito contigo, Gabriel. Loucura a não continuidade do Nano. Tenho um. Faço atividade física com ele, tenho um Iphone 7 red, mas música é no Ipod.

    • Robert Venicius

      Talvez porque o Apple Watch tenha substituído ele.

      • Gabriel

        Não sei nada sobre a próxima geração de Watches, mas a atual não substituiu em nada o Nano, que é o mesmo modelo desde 2012 (salvo engano).
        Não tem como ouvir musica nele (Nano tem bluetooth, headphone jack e memória interna grande) e não tem rádio FM (pra muitos é um ponto positivo, inclusive pra mim).
        Se o próximo vier com memória interna ai sim, o que eu acho impossível, visto que a Apple quer promover o Apple Music, e pra isso, precisamos primordialmente de internet, coisa que sem um chip, o Watch não consegue.

        • O Apple Watch tem memória interna sim e é possível transferir músicas para ele e escutar com fones Bluetooth, sem precisar ficar com o iPhone perto.

          • Amoracyr Nuñez

            Exato! Depois que peguei um Apple Watch nunca mais levei o iPhone pra correr junto comigo (só nas primeiras vezes para calibrar). Mas concordo que o Nano não precisava ter sido descontinuado.

          • Gabriel

            Não fazia ideia que o Watch dava pra transferir musicas! Ainda mais pq não é posto como atrativo o tamanho da memória dele!
            Sabem me dizer quanto ele tem de capacidade?
            (Btw ainda não me justifica o fato de existir um iTouch e não existir um Nano xD)

            • O Apple Watch é uma tetéia, são 2GB de memória reservada para música, tem WiFi e Bluetooth, GPS integrado e sensores para exercícios físicos. Ele é imbatível na academia, junto com o um fone bluetooth, uso o Beats X. Ele continua com Internet e sincronizado com o telefone, mesmo distante, caso o relógio tenha rede WiFi. O negócio é impecável, tu tem música offline, atende ligação, tem todos os apps de exercício físico instalados nele, a marcação de batimento, passos, distância/GPS, fora a conexão com o Apple Music e com todos outros Apps. Tinha um PEBBLE e troquei pra ele, foi uma baita evolução.

        • Rob Simões 

          Substituiu completamente. Eu tenho um iPod nano, e depois que comprei o Watch nunca mais usei. Aliás estou há dois anos tentando vender esse nano e não consigo, mesmo pedindo um terço do que a Apple pedia. Se eu não consigo vender imagino que a Apple não vendia mais nada.

    • Paulo Getirana Cotta Junior

      “Mas nada nesse mundo e nos outros vai me explicar a descontinuação do iPod Nano e continuar com o iPod touch.”
      Só pode haver um único motivo: número de vendas e procura.

    • Rob Simões 

      O iPhone SE é muito mais caro que um iPod touch, e com muito mais recursos. Eu vejo muita utilidade no Touch, mas não vejo nenhuma no Nano.

  • wellington alves

    Bom dia !!

    entro no site todos os dias, mas ta complicado navegar com essa travadeira na hora de navegar pelo site, ninguém ta sentindo isso no mac ? acesso pelo windows pelo mesmo mac via Boot Camp e não tem problema !

    • Wellington, isto está acontecendo com alguns poucos leitores. Se você testar em um Mac diferente, vai ver que o problema provavelmente não se repete.

      Não sabemos o que pode ser. A princípio pensávamos que fosse apenas com Windows rodando Chrome, mas outros usando a mesma configuração não encontraram problema. Em Macs, você é o primeiro.

      Você usa algum bloqueador de conteúdo?

      • Ariel Martins

        Também tenho mac e acesso pelo safari, não uso nenhuma extensão e desde que mudou o visual a navegação está lenta, perdeu toda a fluidez que o site tinha, inclusive ao rolar a página.

        • Gerinho Faustino

          Estou sentindo a mesma coisa no meu Mac quando navego pelo Safari, mas quando eu navego pelo Google Chrome, a navegação fica normal, com fluidez.

      • wellington alves

        Nao uso nenhum Bloqueador, verifiquei que quando faço as rolagem do site o mesmo consome muito processamento !!!

      • No meu Mac estava travando também, mas parou sem eu ter feito nada, no Safari está bem fluido, só no chrome que rola meio estranho, mas não chega a incomodar como estava antes.
        E estou com bloqueador de conteúdo no Safari.

        • Antes que eu pudesse comemorar, a página voltou a apresentar esse engasgo, tanto no Safari quanto no chrome, com guia privada ou normal, com o bloqueador ativado ou desativado.

          • Estan Duarte

            O que eu notei, é que o site perde fluidez no momento em que a nova barra ao rodape da pagina, progressiva de acordo com a rolagem apenas da materia, tem apresentado uma dificuldade gráfica para algumas versoes de navegadores. Não se trata da maquina ou sistema operacional, esta relacionado ao Motor do navegador, WEBkit.

      • Ja tinha dito isso em um outro post. Uso Safari e Chrome, em ambos o site da umas travada na rolagem de pagina. Testei no windows e é a mesma coisa.

      • João Vitor

        Ultimo Mac OS Sierra aqui, rolagem muito travada tanto no Safari quanto no Chrome. Uso nenhum bloqueador de conteúdo.

      • Wilan

        Já tentou abrir a página usando o inspetor do navegador e bloqueando alguns elementos para ver se isso resolve? Outra coisa boa é carregar a página e acompanha a performace para ver se tem algo consumindo de mais do navegador.

    • Gabriel

      Win10, 8gb Ram, Phenom II x6 3.2, GTX 960, Chrome e Edge aqui e ta super sussa. No iphone 6s plus tb. Único bug que vejo é que se eu selecionar “Versão para computador” no iPhone, não muda.

    • Estan Duarte

      Troquei de Navegador, o Chrome ja estava errando em outras coisas, essa falta de fluidez no site foi a cereja do bolo… Estou usando Mozilla agora.

    • Carlos Lino Jr.

      Achei que era só comigo isso. A rolagem anda muito bugada.. Hoje diminuiu, mas não ta lisinho ainda não

      • Estan Duarte

        Mudei para o Firefox e resolveu.

  •  lover

    Eu ainda acho que nós vamos ver um iPhone sem bordas e com Touch ID na tela. Ela vem desenvolvendo essa tecnologia a anos, impossível que ela não tenha conseguido fazer ela funcionar ainda.

    • BS

      Penso igual! E os argumentos que o blog usou neste artigo me fizeram acreditar ainda mais nisso….

      •  lover

        Pra mim ela fez todo aquele hype em torno do homepod, porque se ela quisesse teríamos encontrado vestígios bem mais concretos sobre como esse botão fictício vai funcionar.

    • Deus te ouça, a minha esperança está cade vez menor. Eu penso que a Apple vai implementar isso nos iPhones 8, a serem lançados em 2018 (eu não acho que o terceiro modelo de borda a borda vai se chamar iPhone 8, mas sim iPhone Edition ou iPhone Pro)

  • Com todo o histórico da apple, mesmo vivendo essa era pós Jobs acho difícil remover algo como o Touch ID do iPhone neste momento, se fosse esse o plano ele não teria chegado aos MacBooks já fadado a morrer, rezo para que no final da apresentação eles façam aquele suspense que jobs fazia e nos mostre o sensor sob a tela.

    E se não me engano, essa patente se assemelha ao método de leitura de digitais de um outro telefone que já foi apresentado, não?

  • Estan Duarte

    Materia bastante coerente, é de uma lucidez fenomenal. Vejo muitos Blogs e sites viajarem na maionese. Obrigado, bom trabalho.

  • Caio Soares

    Caraca essa fonte do site é muito fina. Fica ruim de ler no celular e no iMac fica pior ainda.

  • André

    Ansioso para ver a performace!

  • O touch ID virá no logo da maçã atrás do aparelho no iphone 8, mas a apple vai focar no uso do desbloqueio por face ou iris, a digital no logo será mais para falar que não tirou por completo, se a nova tecnologia der certo, aí sim futuramente podem tirar o sensor de digitais caso não consigam a eficiência esperada ao tentar aplicar ele sob a tela.

  • Meu palpite continua sendo o mesmo: a Apple armou o vazamento das informações no firmware do Homepod para esconder as surpresas do evento. Acompanhem:

    – Esse ano ela lançou uma campanha interna enfatizando a importância do sigilo das informações;
    – Até agora ninguém havia conseguido a façanha do sensor de digitais sob a tela. Se isso vaza a surpresa vai por água abaixo e outras fabricantes (essa mesmo) correria para apresentar uma cópia da função;
    – Mesmo com toda a campanha e incentivo da Apple o firmware de um hardware que ainda nem foi lançado e que não tem interface gráfica vaza com várias informações sobre… interface!
    – O vazamento do reconhecimento facial seria, para o mercado (e concorrentes), a tal “derrota da Apple”;
    – Por pura “coincidência” a patente exatamente sobre isso é concedida semanas antes do evento de lançamento;
    – Todos já esperam pelo “pior” quando chega a apresentação e… tchanam! Surpresa! Não há nada* de novo no novo iPhone (* eu sei), mas o TouchID que já existe há anos acaba virando “novidade”;

    Ainda vou além: como já disse anteriormente, a Apple está investindo MUITO numa tecnologia atualmente dada como “antiga” (Realidade Aumentada). “Antiga” porque o hype do recurso já foi há anos, e a experiência de ninguém é boa com isso (até então). Daí a maçã lança o incrível ARKit, incentivando desenvolvedores do mundo inteiro a produzirem apps usando a “nova” tecnologia. Por pura coincidência inverte a posição das lentes do iPhone 8 (agora estão na horizontal se o iPhone estiver deitado), aumenta o tamanho da tela (e muda a proporção), parece que finalmente vai entregar telas com maior contraste (OLED, AMOLED ou sei lá o que virá)… Pra mim, está claro que tem óculos de realidade virtual E aumentada vindo por aí. Seria um GRANDE diferencial em cima da concorrente coreana e uma tecnologia realmente inovadora (nunca usamos óculos de realidade virtual vendo o nosso mundo real, mas com coisas adicionadas). Espero, MESMO, não queimar a língua, pois é algo que eu realmente quero ver de perto.

    • Fabio Conde

      Já foram lançados celulares com leitor embutido na tela.

  • Elton Fabricio ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    “Forçar a barra e lançar um aparelho incompleto não faz muito o estilo da maçã.”
    Ué.. o primeiro iPhone e o primeiro Watch foram lançados incompletos.

  • Fazer as apostas e pegar a pipoca, mas acho que é por aí mesmo, ou iPhone Pro ou iPhone Edition. iPhone X acho fora de cogitação. Quanto ao leitor de digitais é cada vez mais apenas esperança.