AplicativosResenhas

Testamos o aplicativo FabFocus, que adiciona profundidade de campo em suas fotos

Na semana passada, falamos aqui de um aplicativo que prometia trazer o mesmo efeito da função modo Retrato, exclusiva do novo iPhone 7 Plus. Esta função é capaz de identificar pessoas (ou objetos) em uma foto e então embaçar o fundo, dando a impressão de profundidade de campo. Como isso depende da câmera fotográfica dupla, outros dispositivos não possuem o modo Retrato.

Foi por isso que a notícia de que um novo aplicativo poderia fazer isso em todos os aparelhos chamou tanto a atenção. Os desenvolvedores do FabFocus fizeram um grande alarde antes mesmo do aplicativo chegar à App Store, criando uma grande expectativa. Porém, essa estratégia de marketing pode se transformar em um tiro no pé quando você não tem um produto que corresponda ao que os usuários esperam.

Segundo as palavras dos próprios desenvolvedores, o FabFocus usa o reconhecimento facial para aplicar efeitos de profundidade de campo como nas câmeras DSLR, em qualquer iPhone. Eles usam uma “avançada inteligência artificial para detectar pessoas e automaticamente desfocar todo o fundo“.

“É fácil assim tirar um sensacional retrato com um efeito profissional de profundidade de campo.”

Só que a realidade não é tão maravilhosa assim.

Como o app funciona

O aplicativo tem uma interface bem simples e não muito complicada para iniciantes. O usuário pode tirar uma nova foto diretamente no app ou então escolher uma feita anteriormente na biblioteca de fotos, o que por si só já é uma vantagem em relação ao modo Retrato original do iPhone 7 Plus.

fabfocus2

Depois da foto tirada (ou escolhida), você dá início ao processo e o aplicativo procura identificar as pessoas presentes na foto, para destacá-las do fundo. Ele então aplica automaticamente o embaçamento em tudo que não é identificado como rosto, dando a impressão de desfoque. Você ainda pode ajustar manualmente o que quer ou não que fique embaçado, mas aí o processo é bem mais complicado e pouco intuitivo.

fabfocus5

Para definir manualmente o que você quer que fique embaçado ou não, você desenha com o dedo uma máscara verde, para indicar o que será preservado. É preciso dedicação e tempo para preencher o objeto desejado nos mínimos detalhes.

A realidade do dia-a-dia

Em nossos testes, a tal “avançada inteligência artificial” não foi muito eficaz em detectar todos os rostos. Em casos de fotos com mais pessoas, foi muito comum o aplicativo identificar apenas um rosto, deixando um efeito bizarro na imagem. Há também casos em que ele não identifica rosto nenhum.

fabfocus3fabfocus4

Aliás, a maioria das fotos que fizemos, não ficaram suficientemente boas de primeira, e precisaram receber alguns retoques manuais para chegarem a um resultado mais próximo do razoável. Mesmo assim, a imagem fica bem amadora, e é visível que foi aplicado um efeito tosco para desfocar o fundo artificialmente.

fabfocus1

Claro que para muitas pessoas, este tipo de efeito será o suficiente para agradar, mas basta ter o olho um pouco mais apurado para ver o quão grosseira foi a aplicação do efeito.

O grande problema é que o app se vende como uma ferramenta intuitiva e automática, induzindo os menos experientes a comprá-lo para criar imagens maravilhosas de forma fácil. Mas na realidade, o resultado automático é de qualidade questionável, precisando de reparos manuais complicados e trabalhosos para se chegar a uma melhoria aceitável.

O FabFocus custa $1,99, mas não aconselhamos a sua compra. A falha detecção de rostos e a aplicação precária do efeito automático força na maioria das vezes o usuário corrigir a imagem de forma manual, com uma ferramenta difícil de usar. Neste caso, vale muito mais a pena investir em outros aplicativos que também permitem a aplicação de embaçamento de fundo, mas de uma maneira bem melhor, como é o caso do Tadaa SLR ($3,99),  cuja a aplicação do efeito é toda manual, mas os resultados são muito melhores. Também há uma versão gratuita dele, chamada TADAA – HD Pro Camera, que possui vários outros efeitos inclusos.

Tags
Mostrar mais

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados

  • Gleidson Aguiar

    Caraca !!! $1,99 ??
    Melhor comprar um iPhone 7 !!!

    • MagicCarpetDriver

      onde tem iPhone 7 de 1,99???? 😛

  • Rene Fraga

    Excelente matéria, precisamos de mais assim, parabéns BDI!

  • Guilherme Paviani

    Ahh queria ver um que aplica o efeito em tempo real, ou pelo menos simule né. E depois voce poderia simplismente ajustar caso fosse necessário. Ai sim seria top!

  • Marco Túlio Rezende

    Seria uma boa uma comparação iPhone 7 x app. Pq desse jeito só pareceu uma propaganda pra comprar um app rival.

  • DMZamora

    O problema é que o desfoque gerado por uma lente real não é linear. Quanto mais distante da lente estiver um objeto, mais desfocado ficará. E programas não conseguem simular esse efeito, de forma que o resultado fica sempre artificial, ainda que seja bem aplicado. Mesmo o resultado apresentado pela câmera dupla do iPhone 7 Plus, que usa a diferença de comprimento focal das duas lentes para identificar o primeiro plano, fica bastante artificial, para quem está acostumado a ver os resultados apresentados por uma câmera “de verdade”.

    • Estan Duarte

      A sensação que fica é de recorte e embaçamento, e não exatamente o tom escurecido de cores e desfocagem distante…

    • Guilherme Salles

      Cara, tão “bastante” fica no iPhone 7 que não sei como a Apple teve coragem de anunciar isso. Fica com uma cara de gerado por computador absurda, tem nada de profissional naquilo. Qualquer aventureiro em fotografia profissional consegue notar.

    • João Vitor

      Na verdade o modo retrato do 7 Plus consegue mapear 9 camadas de profundidade (não só o primeiro plano) pela diferença de ângulo das câmeras, e vai aplicando o efeito de acordo. Aqui um exemplo bom disso, achei bastante aceitável (compare a árvore com o fundo). Mas tudo que envolver composição vai estar sempre sujeito à falhas, como a do braço do bebê ali. https://uploads.disquscdn.com/images/f192c3ae336dae49fb87ee019130ca8a9e323fa6cadee3cf56534bdf16c8dff2.jpg

      • DMZamora

        Não sabia desse detalhe das 9 camadas. E é verdade que fica *bem* melhor que os programas avulsos, mas ainda parece um tanto artificial. E há um erro grotesco no braço da criança, o arbusto que aparece por trás continua nítido. CLARO que não estou exigindo que o programa conseguisse identificar isso, seria praticamente impossível, mas pelo menos existe a possibilidade de corrigir manualmente, no próprio iPhone, sem o uso de programas adicionais?

        • João Vitor

          Pois é, seria ótimo! Acho difícil que a Apple lance uma solução pro uso mais manual/preciso do sistema. Vamos torcer para que apps de terceiros façam isso com mais fidelidade!

          • DMZamora

            Só para exemplificar por que eu digo que é artificial, segue uma imagem de desfoque real, feita com um iPhone 6. Situação forçada para gerar o desfoque (foco no primeiro plano, muito perto da câmera, e fundo distante). Veja como o desfoque não é “empastelado”, tem detalhes, é possível ver os pequenos círculos nos pontos de maior luminosidade, muito diferente do “borrão” que é gerado artificialmente: https://uploads.disquscdn.com/images/8dcf181db69cffe80b80ebfd61c05b1b795cf13067e263145ecbfc55799f357f.jpg

  • Meus olhos sangram.

  • Ricardo Maciel

    Pago???!!!

  • Rafael Nascimento

    Se for pra pagar 1,99$ nesse app, eu recomendo o BigLens, é mais barato 0,99$ e faz a mesma coisa, nem sempre reconhece o rosto, mas tem a opção de fazer manualmente.

  • HANEYBR

    se alguem aqui tem um Lumia com câmera Pureview…existe um app nativo chamado REFOCUS…quando voce tira uma foto (são tiradas 3) com foco no primeiro plano, foco no segundo plano e foco em ambos os planos, você apenas ajusta a intensidade…
    Enfim… a apple vendendo como novo algo que já existe e muito melhor… literalmente,

  • Paulo Nunes

    Só uma correção: profundidade de campo focal é um termo que se refere a quanto da imagem ficou em foco. Assim, se uma foto tem grande profundidade de campo, ela quase não apresenta áreas desfocadas, o contrário de como foi descrito no artigo: o bokeh ou desfoque em plano de fundo representa assim um estreitamento do campo focal, e não um acréscimo de profundidade.

    • Mubarak Nunes Machado

      Perfeita a explanação. Mesmo não possuindo uma lente tão clara no smartphone, é possível se obter naturalmente esse efeito trazendo o primeiro plano para o mais próximo possível da lente (na verdade, do sensor) da câmera e posicionando o plano de fundo para o mais longe possível. É o que acontece nas fotos do tipo macro com um enquadramento do plano de fundo distante.

  • Muryllo Lopes

    Ou pegue o BigLens que faz a mesma coisa que esse Focus aí e ainda é free

  • Tiago Cheregati

    Na verdade o certo seria dizer que o programa em questão TIRA profundidade de campo, já que ele desfoca algumas áreas originalmente em foco.