Notícias

Swatch quer chamar a atenção patenteando a expressão ‘One More Thing’

Uma das coisas mais empolgantes na época que Steve Jobs estava vivo era quando ele citava a frase “One More Thing” em suas apresentações. No começo, ele fingia que a apresentação tinha acabado, mas aí dizia que tinha algo mais a dizer e então apresentava um produto novo que deixava todos perplexos. Isto virou padrão e muitos de nós esperávamos isto como um ponto alto em todos os eventos. Apesar de todos concordarem que virou uma “marca registrada” de Jobs, na verdade a frase nunca foi patenteada, porque nem faria muito sentido fazer isso.

A Swatch, a famosa fabricante de relógios digitais, resolveu chamar a atenção, solicitando uma patente para a frase.

O que parece é que o Apple Watch incomodou bastante a fabricante suíça, que está apelando para artimanhas paralelas para ter seu nome na mídia. A frase já foi depositada em 44 países, inclusive no Brasil.

Swatch

Apesar do protocolo efetivamente ter sido registrado em maio deste ano, o pedido faz referências à data de 27/11/2014, que é a mesma do pedido original feito na Suíça. O Apple Watch foi apresentado ao mundo um pouco antes, em setembro daquele ano.

Swatch INPE

Há dois registros no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual), um de número 909432929 e outro de número 909432813. O primeiro classifica a marca para metais preciosos que compõem relógios e acessórios para relógios, como pulseiras. O segundo inclui aparelhos para processamento de pagamento eletrônico, computadores, laptops, smartphones, tocadores de música… Ou seja, TUDO o que a Apple faz. Chega até a ser engraçado.

Swatch_INPE_3

Nossa opinião: eles realmente estão mordidos com a entrada do Apple Watch ao mercado, que fizeram eles sumirem da mídia nos últimos tempos. Em vez de tentarem criar algum produto novo que se adapte aos tempos atuais e cative os consumidores, eles parecem optar por tentar atingir a Apple de outra maneira, chamando a atenção de blogs de tecnologia que estão reproduzindo a notícia e citando o nome deles. Ela já fez isso antes, quando registrou a marca iWatch em um momento que todos os rumores afirmavam que este seria o nome do relógio da Apple. Não parece má-fé isso?

Talvez a Apple nem responda, nem se oponha ao registro, porque o Swatch nunca poderá impedir que a frase continue sendo citada nas apresentações oficiais. Não respondendo, reforçaria ainda mais a situação patética em que o Swatch está criando para ela mesma.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Saulo Rogério

    Desespero total!

  • LeeEdwards2

    Essas empresinhas estão muito desesperadas mesmo com a Apple ahahaha

    • JanjaBoy

      SWATCH, faz parte do grupo das empresinhas?

      • Rafael

        perto da apple é.

        • JanjaBoy

          Perto de Relógios Invicta, não.
          Qual é o ponto que uma empresa começa a ser grande?
          Só se tiver a grana da Apple, é isso?
          A Microsoft dever uma merreca na sua percepção, acho.

          • Rafael

            Tracei o paralelo entre duas empresas. Não entre todas existentes. E se considerarmos valor de empresa e de marca, é sim empresinha uma em relação a outra. Da uma pesquisada na lista das empresas mais valiosas, perigoso vc nem encontrar a sua grande marca de relógio. ;P

            • JanjaBoy

              Seja menos fanboy que a vida é bem melhor.
              Mas você não respondeu. Microsoft é merreca?

            • Rafael

              Não sou fanboy não. É uma questão de mercado, economia. Da uma estudada jovem, pra quem estuda a visão é bem melhor.

            • JanjaBoy

              Não é fanboy? Mas o comportamento é de um fanboy.
              Se para você US$ 1,43 bilhão é coisa pequena, desculpa.
              Não confunda pequeno com menor.
              Ok que a Apple é a maior empresa, empresa com maior valor, valor maior que Google, maior que Microsoft e blá, blá, blá.
              Mas falar que quem fatura US$ 1,43 bilhão é uma empresinha, é hilário.

            • Rafael

              Ultima vez brother. Somente tracei um paralelo entre as duas empresas. Quando uma fatura 1,4 bi e outra 42,1 bi em 2014, sim, há uma empresinha perto de outra. Não sou fanboy, mas se vc não quer entender e acha que isso é próximo ok… Apesar de ser bizarro. Agora, Microsoft é outra conversa… Nem vou entrar no mérito que não faz sentido.

        • JanjaBoy, só para ilustrar um exemplo (uma redundância mesmo): a Nokia, antes do iPhone, detinha mais de 90% do mercado de celulares e ria da Apple, que na época, nem chegava perto de ser a marca mais valiosa do mundo e nem sequer perto de ser a empresa mais valiosa do mundo. Quando viram a proposta do iPhone, a Nokia esculachou a Apple, esnobaram legal e ainda disseram algo parecido como “Estamos no mercado de celulares e smartphones há anos e dominamos! Como uma empresa de computadores ousa fazer celulares? Nunca dará certo!”

          Olha só o que uma década fez… a Nokia foi de mais de 90% para meros 1%.

          O que Rafael quis dizer, é que a Apple na época (décadas atrás), era uma EMPRESINHA perto da Nokia, perto da MIcrosoft, perto da Google. Mas ela não precisou ficar usando de artifícios baratos como registrar marcas e patentes semelhantes de outras empresas.

          Agora se nem este ponto consegue te convencer, não sei o que vai.

  • Ei pessooal olhem com carinho para o podcast, no iTunes está mostrando apenas até o episódio do dia 17. Achei que era problema no App do Podcast da Apple, mas testei em outros e mesmo problema.

    • Aqui está normal e até agora ninguém mais reclamou deste tipo de problema.

      Já pensou para cogitar que alguma coisa por aí do seu lado esteja desconfigurada?

      • Não sei bem o q se passa. Ele só mostra os podcasts até o dia 17, mas consigo ver os outros qdo me desinscrevo e tento me inscrever de novo. Acho engraçado pq os demais funcionam normalmente recebo os da jovem pan sem problemas. Tentei tb no rssradio e alguns episódios faltam como na imagem

        • Eu consegui resolver. Apaguei todos os podcasts do App Podcast do iPhone, instalei do zero o RssRadio sem importar os podcasts, adicionei todos novamente manual e voltou a aparecer. A impressão que da é que o Podcast nativo do iPhone é uma porcaria.. Enfim, fica minha recomendação tb q estou adorando esse RssRadio

          • Que bom que resolveu.

            Mas que, na próxima vez, não insinue que não temos carinho pelo nosso trabalho, antes de averiguar o que está acontecendo. 😉

            • Epâ. Está sensível heim? Não quis dizer para olhar com carinho de forma pejorativa, longe disso, se o trabalho de vcs fosse ruim eu não acessava o site nem ficava triste por não conseguir ouvir o podcast. Alias, estão de parabens pelo trabalho.

  • Danilo Kosinski 

    Swatch dando uma de samsung…

  • Leonardo VimpriO

    Tudo bem, quero um apple watch, vou ter um inclusive, mas em nenhum momento pensei em substituir ele por qualquer um de meus relógios, não sei vocês mas homem gosta de relógio é muito mais que ver as horas ou moda mas andar com um trabalho belo, bem feito, magnifico no braço. Watch nunca será um

    Patek Philippe, nem com diamantes incrustados.

    Apesar de serem relógios, são dois seguimentos totalmente diferentes.

    • João Lucas

      Então você vai andar com dois relógios no braço? Porque se você vai comprar um Apple Watch, mas não vai substituir seu relógio atual por ele…

      • Estanislaw Duarte

        Risos

      • Luís M.

        Não, ele vai utilizar os dois tipos de relógio mas dependendo da situação.
        Eu te entendo, Leonardo. Penso a mesma coisa. Não é pq tem um relógio que faz muito mais que um relógio mecânico que deixaremos de utiliza-los.

      • Leonardo VimpriO

        Pois é João, acho que q

    • Renato Faria

      Leonardo, penso como vc até certo ponto, no que diz respeito a ter uma coleção de relógios e adquirir um apple watch para aumentar a coleção e alternar o uso deles. O problema é que acho que o apple watch por ter infinitas funções perto dos outros pode criar uma dependência do usuário, da mesma forma que somos dependentes dos nossos celulares hoje em dia. Já li um post aqui no blog de colega que vendeu sua coleção e ficou só com o relógio da apple. Optei por não ter um apple watch por conta disto, prefiro não me arriscar a criar esta dependência e continuar usando diferentes modelos, o pessoal brinca mas pode ter certeza que daqui há algum tempo veremos pessoas mostrando um relógio num pulso e no outro um apple watch escondido por não conseguir ficar sem suas funcionalidades.

      • Leonardo VimpriO

        Bacana mesmo este seu raciocínio, meu deu até medo, acho que não quero mais um watch gosto bastante de relógios… kkkk

  • Cassio Delmanto

    é fácil vilanizar a Swatch, diante disto tudo, mas o conceito da própria empresa sempre foi resguardar a indústria relojoeira tradicional… quando o oriente inventou o relógio à quartz (movido a bateria), as lendárias indústrias suíças começaram a perder mercado e valor e estavam à beira da falência… com a ajuda do governo Suíço, Nicolas Hayek saiu comprando várias dessas empresas tradicionais falidas e formou o Swatch Group, criando então a marca Swatch, de relógios coloridos à bateria, para fazer sucesso comercial e ajudar a manter todo mundo, e essa foi a salvação da indústria relojoeira mecânica na época… então quando eu vejo uma notícia dessas, não penso somente em vingancinha e má-fé não… sem dúvida é uma empresa que vê seu mercado e relevância decaindo e está usando as armas que pode para manter a coisa funcionando… o truque, entretanto, é que eu não acho que o Apple Watch realmente esteja apresentando um grande risco pras empresas tradicionais… como disse o site especializado Hodinkee, talvez ele seja o anjo da morte para empresas mais simples, como Bulova, Seiko, Citzen e a própria Swatch (como marca, não grupo), mas não apresenta qualquer problema a empresas como Omega, Rolex e afins…

    • sheldonDS3

      ótimo comentário!

  • O que eu achei engraçado, é que o mesmo escritório de Marcas e patentes atende aos dois “concorrentes”. A Apple também é atendida pelo Dannemann.

  • Fabio Hori

    O melhor a se fazer é ignorar mesmo. Se a capacidade criativa da empresa se restringe a usar desses subterfúgios para tentar continuar relevante, que ela caia mesmo no ostracismo.

  • Arley Martins

    Ridiculamente ridículo. Apple é Apple. Esses mini concorrentes querem a todo momento pegar uma carona para aparecer na mídia.Eu achava que a Swatch era empresa grande. E viva o desespero.

  • Vitor

    iLex, só duas correções. 1ª O INPI é o Instituto Nacional de Propriedade INDUSTRIAL e não INTELECTUAL. (No print da tela já da pra ver isso…) 2ª Isso não é pedido de patente, mas sim de MARCA. O INPI controla tanto marcas quanto patentes e uma patente refere-se a algo novo, com atividade inventiva e aplicação industrial, o que não é o caso da expressão “one more thing…”. No print da tela também está clara a descrição “marca”.

  • Luiz Assis

    Será que o próximo Beta já é o GM?

  • Jayme Ricardo

    Grande coisa!!! Pode Patentear!!! Ai vai virar uma marca para eles, o que não impede ninguém de dizer a frase ou usar em uma apresentação, ou eles vão solicitar royalty de todos que falarem … “Mais uma coisa..!!!”

  • Andrieux Querido

    Que historia eh essa de Ser elegivel para trocar o isight dos Iphones 6 Plus. É Recal?? Faz uma materia disso ?!? 🙂 No meu diz que é elegivel. Sera que devo trocar?

    • Jeferson

      Acho que você comentou isso no post errado, colega.

      • Andrieux Querido

        Acho que vc nao viu que nao tinha post disso ainda !!!

  • Victor

    Taxi vs Uber, Vivo vs whatsapp, swatch… O que acontecem com essas empresas que tentam acabar com a concorrência ao invés de melhorar os próprios serviços? Isso tem nome?

  • Jefferson Soares

    Patéticos.

  • Felipe

    Bizarro que a Apple tem a patente de “retangulo com bordas curvas” e ninguém fala mal dela aqui por isso.

    • Você REALMENTE acha que é a mesma coisa que patentear uma frase conhecida de outra pessoa ou está só sendo troll?

      • Vander Júnior

        Se considerarmos que a Swatch está tentando patentear uma “marca registrada” do concorrente, realmente o comentário perde o sentido. Mas se você considerar que patentear um formato geométrico comum como “retângulo com bordas curvas” é algo tão ridículo quanto o que a Swatch está fazendo… Aí o comentário cai como uma luva na matéria! Afinal, é só olhar ao seu redor que verá inúmeros eletrônicos com este formato. Inclusive aparelhos celulares que datam de uma época em que a Apple ainda nem existia… 🙂

  • Apple nunca fez isso né?
    Precisa lembrar do famoso caso das patentes da Samsung?
    É claro que a Swatch está errada, mas essa defesa cega de vcs nos comentários aqui enoja.

  • Paulo Coelho

    E a patente dos gestos? Engraçado que ninguém é contra hehe.