AppleNotícias

Apple adiciona mais 20 cidades em seus mapas 3D

O Flyover é uma função dos Mapas da Apple que permite visualizar cidades em três dimensões. Este recurso foi uma das novidades mais esperadas quando a empresa lançou o aplicativo, em 2012, mas ele não está disponível para todas as cidades, pois é preciso mapear cada uma, de forma especial. Aos poucos a Apple vai adicionando mais e mais lugares e esta semana ela incluiu 20 novas cidades. O Flyover ainda não cobre nenhuma cidade situada na América do Sul.

São elas:

  • Graz, Áustria
  • Aarhus, Dinamarca
  • Cádis, Espanha
  • Ensenada, México
  • Loreto, México
  • Bobbio, Itália
  • Turin, Itália
  • Gothenburg, Suécia
  • Malmo, Suécia
  • Mayaguez, Porto Rico
  • Sapporo, Japão
  • Rapid City, Estados Unidos
  • Millau, França
  • Nice, França
  • Strasbourg, França
  • Omaha Beach
  • Chenonxeaux, França
  • Dijon, França
  • Rotterdam, Holanda
  • Budapeste, Hungria

Mesmo não tendo a sua cidade, você pode realizar um passeio virtual em algumas dessas, graças a um recurso do iOS 8. Veja como fazer neste outro artigo.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Léo Coast

    Brasil como sempre.. Sendo um dos últimos países a usufruir de tais funcionalidades Apple.

  • Fabio Martinn

    BDI o mapas nao foi lançado em 2012 com ele o FlyOver no iOS 6? no texto consta em 2011

  • Dorinhavasc

    Quando será que vai aparecer Brasil????

    • Matheus Augusto

      Daqui 5 anos provavelmente 😂😂😂😂

  • macjulius

    Só eu aqui que acha que não tem nenhuma cidade brasileira por culpa de alguma burocracia?

    • Matheus Augusto

      Sei lá, acho q n. Só se for uma burocracia Apple do tipo ” Nada pode chagar ao Brasil sem ao menos já estar por 5 anos nos EUA”

    • Tenho certeza que não. Não existe absolutamente nada na legislação que impeça isso. A Apple não precisa de permissão para criar uma versão em 3D de alguma cidade, assim como os serviços de GPS também não precisam para criar mapas. Além de ser ótimo para o turismo, é claro.

  • Sem querer puxar a sardinha, mas Brasília é tombada e considerada patrimônio da humanidade, acho que merecíamos um 3D… Aliás, Brasília é considerada uma das cidades mais interessantes do mundo de se avistar de grandes altitudes… Fica a dica Apple.

    • Matheus Augusto

      Tmb acho. Apoio muitíssimo a ideia. Que venha logo para o plano piloto 👌🏻👌🏻👌🏻

    • Ticiano

      Concordo!!!

    • Rodrigo Melo

      E se o veículo não tripulado que faz o mapeamento desse uma “esbarradinha” naquelas edificações altas de lá, não seria de tudo ruim…
      Kkkk
      (Óbvio que é brincadeira, né?!?) 😉

    • Francis

      “Brasília tem a transparência do cristal e a lógica de uma equação ” Oscar Niemeyer

  • Fabrício Mendes dos Santos

    O artigo fala em 20 mas só contei 18 listadas… Me enganei?

    • Felipe Borges

      Não se enganou, tambem fui conferir e tem 18 mesmo. Agora, são 18 ou 20? Eis a questão. ‘-‘

  • Marcelo Coutinho

    A Apple nunca demonstrou muita importância com o Brasil, sempre somos os últimos em tudo.

  • Felipe

    Será que nas olimpíadas colocam o Rio?

  • Paulo Mu

    Pelo preço que se paga num produto Apple aqui no Brasil, mendigar por um recurso adaptado ao nosso idioma/território nacional é o cúmulo.

  • Eu acho impressionante como uma empresa como a Apple pode ter um sistema de adoção tão lento. Os usuários PAGAM pelo aparelho, consequentemente pelos serviços que ele se predispõe a oferecer, e mesmo assim nada. Flyover? Até hoje não temos NEM a navegação curva-a-curva do Mapas nativo (que nos EUA é simplesmente fantástico). Sinceramente, acho que já era hora de agilizar certas coisas.

    A cidade de Rapid City em Dakota do Sul tem pouco menos de 68.000 habitantes e recebeu o recurso nessa última leva. São Paulo tem aproximadamente 20 milhões. Óbvio que a primeira é mais fácil de mapear, mas no quesito importância a diferença é discrepante.

  • José Adriano Camargo

    uma brincadeira com um fundinho de verdade!!!
    tbm nao iria ficar chateado!

  • Russo

    Por que brincadeira? Apoio totalmente!