Aplicativos

Spotify anuncia grandes mudanças, e passará a oferecer podcasts e vídeos

Em um evento realizado nesta manhã em Nova York, o Spotify anunciou diversas novidades bastante interessantes, em uma decisão corajosa que irá ampliar seu negócio de atuação. Agora, além de contar com um acervo de milhões de músicas, o Spotify também passará a oferecer podcasts e conteúdos em vídeo, além de trazer uma ferramenta de reprodução de música bastante inovadora para quem costuma correr para se exercitar.

A convite da assessoria de imprensa do Spotify, o Blog do iPhone acompanhou a transmissão ao vivo das novidades, que você confere a partir de agora.

Para quem ainda não conhece, o Spotify é um dos principais serviços de streaming de música no mundo. Presente em 64 países, o serviço chegou ao Brasil em novembro do ano passado (para ler o artigo que fizemos a respeito da chegada do serviço, siga este link), e foi rapidamente adotado pelos brasileiros.

No entanto, com o crescimento de outros serviços de streaming de música como o Rdio e Deezer, e com a perspectiva da entrada da Apple neste mercado após a compra da Beats (dona, claro, do Beats Music), o Spotify se viu em uma situação delicada, e resolveu expandir os seus negócios para tentar se manter relevante e à frente da concorrência.

Now

O primeiro anúncio foi o Now. Aqui, o usuário irá encontrar playlists para diferentes situações e partes do dia, como por exemplo Primeiras Horas da Manhã, Indo Para o Trabalho, Jornada de Trabalho, Hora de Deitar, etc. Nestas playlists, junto das músicas, os usuários poderão ouvir podcasts e assistir a vídeos. Se você escolher a playlist Primeiras Horas da Manhã, por exemplo, irá ouvir músicas adequadas para este momento do dia, além de podcasts e vídeos de notícias para já começar o dia bem-informado. Já no final do dia, irá ouvir músicas relaxantes, e podcasts e vídeos bem-humorados para desestressar.

Video da Vice em reprodução no app

Playlists temáticas sempre fizeram parte do acervo do Spotify, e são usadas por milhões de pessoas todos os dias. O que difere as playlists do Now em relação às playlists tradicionais é justamente a presença dos podcasts e vídeos permeando a programação musical. O Spotify firmou parcerias com dezenas de produtores de conteúdos, como por exemplo o Comedy Central, Vice,  ESPN e MTV para oferecer uma gama bastante ampla de conteúdo para os usuários. Além disso, alguns conteúdos irão aparecer no Spotify antes de serem liberados em outros veículos, o que oferece uma vantagem interessante para o serviço.

Parceiros Spotify

A segunda novidade irá agradar a todos que costumam ouvir músicas enquanto correm. Agora o Spotify trará um novo item no menu chamado Running. Bastará ativar esta função, escolher um estilo musical (ou deixar o Spotify fazer isso para você), começar a correr, e em poucos segundos o aplicativo irá identificar o seu ritmo, passando a reproduzir músicas cujas batidas tenham a mesma frequência das suas passadas.

Spotify Running

Ainda sobre o Running, a empresa apresentou algo bastante inovador, e definiu a novidade como “uma nova forma de reproduzir música“. Composições musicais foram criadas especificamente para esta função, e a promessa do Spotify é que estas músicas sejam remixadas e reorganizadas de forma instantânea e natural conforme o usuário for variando o seu ritmo de corrida. Mais do que simplesmente acelerar ou diminuir a velocidade de reprodução da música, o aplicativo irá “compor” a música de forma instantânea com base no seu ritmo.

Esta função contará inicialmente com 6 destas composições “modulares”, e uma delas foi composta por ninguém menos do que o DJ Tiesto, que inclusive subiu ao palco para falar a respeito da novidade. Confira um vídeo promocional feito pelo Spotify para divulgar a função Running e suas composições originais.

Agora, para a parte ruim. Todas estas novidades serão lançadas somente em 4 territórios: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e Suécia (terra natal do Spotify). Eles disseram que em breve outros países passarão a contar com as novidades, mas não deram datas específicas.

No entanto, mesmo olhando de fora, é curioso ver o mercado de streaming evoluir desta forma. Não é sempre que uma empresa muda o seu foco de atuação de maneira tão abrangente. Resta torcer para que esta evolução não demore muito tempo para chegar por aqui. 😉

Tags
Mostrar mais

Marcus Mendes

Publicitário formado pela ESPM-SP. Além do seu trabalho como motion designer, contribui com o Blog desde 2012 e é também um dos editores da Revista iThing. Não sabe dizer o que faz no tempo livre por não saber o que isso significa.

Artigos Relacionados