Notícias

Desenvolvedores poderão ganhar menos com aplicativos vendidos na Europa

App Store

De ontem para hoje, a Apple enviou aos desenvolvedores um comunicado avisando que a partir de 1º de janeiro de 2015 os impostos europeus dos preços dos aplicativos serão calculados diferentemente para cada país. Até então, o imposto (VAT) era único para toda a comunidade.

Mas ela não deixou claro se os preços para o consumidor irão aumentar ou não, apenas disse que a comissão dos desenvolvedores só será calculada depois de descontado o imposto.

Infelizmente um ruído na interpretação do email da Apple fez a blogosfera internacional espalhar aos quatro cantos da internet que “os preços de aplicativos para o consumidor podem aumentar na Europa“, o que não é necessariamente uma verdade. Em nenhum momento a Apple afirma isso e, pelo contrário, a única coisa que ela dá certeza é que a comissão dos que vendem aplicativos será calculada apenas após descontado o imposto.

Aumentar os preços dos aplicativos para o consumidor é complicado. A Europa ainda passa por um momento de crise em que as pessoas não se sentem muito incentivadas a consumir, e aumentar o preço agora poderia ser fatal frente ao crescimento da plataforma Android no continente. Além do mais, adotar um preço diferente para cada país da União tiraria a uniformidade que sempre existiu na Comunidade Europeia.

Por isso, não é absurdo imaginar que, em um primeiro momento, a Apple possa manter os preços atuais para o consumidor final, e descontar o valor do imposto na comissão do desenvolvedor. Ela arcaria apenas com 30% deste imposto e não faria o consumidor deixar de comprar aplicativos. Ou seja, seria o desenvolvedor quem arcaria com a maior parte do prejuízo.

Mas claro, só saberemos com certeza de como será todo o processo a partir do dia 1º de janeiro.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Felipe

    Uma coisa que minha professora dizia, a crença de que terá inflação leva a inflação. Acho que o melhor é manter os preços e não “alimentar” essa crença, até mesmo pra Apple, que se as pessoas começarem a pensar que os apps vão ficar mais caros a cada ano no iOS, terão mais um motivo pra migrar pro Android.

  • Celso Pimentel

    Os aplicativos são tão baratos que não sei se de determinada maneira afetaria alguma economia.

    • Eduardo Marques

      Podem ser até baratos mas levando em conta a quantidade de pessoas que comprarem, este valor pode ser grande dependendo do país em que o desenvolvedor mora.

  • Maksson Charamba

    WhatsApp passando por instabilidades? Ou é só no meu aparelho?

    • Marquinho

      Acho que sim! Aqui tava uma droga também!

  • Diógenes Magnus

    com tanto dinheiro em caixa, eles ainda querem ganhar mais?
    Eita ganancia viu…

    • prcl

      oi?

      • Diógenes Magnus

        Oi! Tudo bem? 😛

        eu me refiro que a própia Apple poderia arcar com esse imposto, para que nem os consumidores e nem os desenvolvedores precisassem arcar com estes valores. Seria um tipo de “investimento” por parte da Apple na Europa 😉
        falei grego? 😛

        • prcl

          não falou grego, mas falou uma outra coisa, você tinha falado na apple querer ganhar mais

          • Diógenes Magnus

            ué… Hoje quem paga esses impostos? A Apple…
            Ano que vem quem vai pagar esse impostos? A Apple que não…
            Se a Apple deixa de pagar, ela está ganhando 😉

  • Por que ela simplesmente não repassa o imposto para o consumidor no preço final do aplicativo? Na App Store americana num foi sempre assim? Nunca um app de $0.99 sai por este preço. Tem sempre a taxa do Obama inclusa. Hehe

    • Gaius Baltar

      São costumes diferentes. Os norte-americanos (estadounidenses e canadenses) estão acostumados a saber o preço antes de impostos. Por essa razão algumas pessoas acham que o iPhone europeu é mais caro que o norte-americano, quando na verdade os impostos é que são mais altos no Velho Mundo. Aqui na Europa as pessoas estão acostumadas a ter o preço final, já com o Imposto de Valor Acrescentado (IVA em português ou VAT Em seguida inglês). Mudar isso agora é problemático.