Notícias

Eis a prova de que os “iPhones entortados” não passaram de exagero da mídia

Teste de resistência

A revista Consumer Reports é uma das mais bem conceituadas instituições americanas e sempre faz questão de testar novos aparelhos que chegam ao mercado. Estes testes são tão sérios que são usados como referência para a aquisição ou não de produtos, por milhares de consumidores nos Estados Unidos.

Eles resolveram testar a resistência do iPhone 6 Plus em relação à polêmica de “entortar facilmente“, e chegaram à conclusão que ele é tão resistente quando o iPhone 6 menor. Ou mais.

A história toda começou quando um usuário na internet postou uma foto de um iPhone 6 Plus torto, afirmando de que ele teria entortado ao simplesmente ficar no bolso de uma calça jeans. Bastou isso para que muita gente tentasse se aproveitar do momento e faturasse uma graninha em cima da polêmica, como foi o caso do youtuber que mostramos no artigo anterior, que montou um vídeo questionável mostrando um iPhone Plus sendo dobrado com a mão. Vários leitores perceberam a farsa ao notar que o horário que mostra no aparelho não é contínuo, revelando a montagem. Mas a verdade para este youtuber não importa, pois ele conseguiu ganhar mais de 10 mil dólares em 3 dias (!!!), apenas com a publicidade com o vídeo. Tudo é dinheiro, meus amigos, mesmo que seja conquistado iludindo pessoas.

video fake

Ou seja, já dá para termos uma ideia aí que falar mal de um produto da Apple dá muito dinheiro, o que é exatamente o que alertamos logo que esta polêmica surgiu.

Mas tudo bem, pode ser que você não ache que esta manipulação seja uma prova de que o iPhone 6 Plus não entorta facilmente no bolso. Foi por isso que a Consumer Reports resolveu fazer testes bem mais científicos sobre a resistência do aparelho, e acabou concluindo que o “iPhone grandalhão” é até mais forte que o seu irmão menor de 4.7 polegadas.

Os resultados vão de acordo com o que já dissemos aqui antes: sim, ele entorta, pois como qualquer corpo físico ele também respeita as leis da Física. Mas para isso acontecer, é preciso de uma força acima do normal, o que significa que isso não se passa ao simplesmente colocá-lo no bolso.

Confira o vídeo:

O resultado é que o iPhone 6 e o Plus não entortam tão facilmente como muita gente parece ter o interesse em nos fazer acreditar. Ele não é um dos mais resistentes do mercado, há outros que resistem mais tempo, mas isso não significa necessariamente sinônimo de qualidade; para quem dá mais valor a um telefone resistente do que todo o resto, nossa sugestão é que invista em um antigo Nokia 3310. 😉

Nokia 3310


Consideramos que os testes da Consumer Reports são sérios suficiente para nos mostrar que a paranoia que rondou a internet foi exagerada e a impressão de que o aparelho já vem defeituoso não passa de mera especulação.

Mas o dano para a imagem do aparelho já foi feito. Dificilmente os mesmos sites que alardearam a “falha” do iPhone 6 voltarão atrás e assumirão que a coisa “não é bem assim”. Isso não atrairia tantos cliques e visitas. E muita gente, que só lê manchetes das notícias, continuará afirmando que o novo iPhone entorta. Pense bem: quem ganha com tudo isso?

É muito difícil para o usuário comum não ser atingido pela avalanche de notícias vindas de todos os cantos, principalmente quando portais de notícias e sites que se dizem especializados não fazem um filtro nas informações e apenas as reproduzem como elas chegam. Temos orgulho de termos sido um dos únicos sites brasileiros a questionar a polêmica e ter pedido aos leitores pensarem antes de simplesmente aceitar como verdade absoluta o que era noticiado. Agradecemos mais uma vez a confiança que vocês depositam em nós e é para vocês que buscamos a melhor informação, todos os dias. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados