Notícias

Apple divulga carta de Tim Cook sobre privacidade

iCloud

Privacidade na web sempre foi um assunto bastante polêmico, e depois dos episódios envolvendo Edward Snowden e a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, a NSA, o assunto ganhou proporções inéditas, gerando importantes discussões. Recentemente, a Apple passou por maus bocados neste quesito, primeiro com o famoso vazamento de fotos de celebridades, e em seguida por conta de um enorme mal-entendido envolvendo o novo álbum do U2, sincronização automática de compras, e um presente que deu errado.

Por outro lado, a Apple vem se esforçando cada vez mais em ser transparente quanto à coleta e segurança dos dados de seus usuários. No ano passado ela publicou um extenso relatório em que detalhou, país por país, quantas vezes cada governo requisitou à empresa informações pessoais sobre seus usuários, e quantas vezes ela cedeu ou negou o pedido. Além disso, Tim Cook costuma dizer que o negócio da Apple é vender produtos e serviços ao invés de tratar os próprios usuários como produtos, a exemplo do que é feito pelo Google ou Facebook, que lucram com a utilização de dados pessoais de diversas formas.

Para reafirmar o compromisso da Apple com a privacidade de seus usuários, e negar informações equivocadas que surgiram nos últimos meses, como por exemplo a notícia falsa de que a Apple trabalhava com governos para implementar maneiras escondidas de acessar informações em seus aparelhos, a Apple divulgou ontem em seu site uma carta escrita por Tim Cook onde ele reforça os ideais e iniciativas da Apple em relação à privacidade dos usuários, seguida de um detalhamento de como os produtos da empresa cuidam da privacidade de seus usuários, um guia com informações para deixar sua ID Apple mais segura, e um infográfico sobre como a Apple lida com pedidos governamentais de informações.

Privacidade

É interessante registrar que neste infográfico a Apple deixa bem claro que a partir do iOS 8 será impossível ela acessar qualquer informação a respeito do usuário a pedido dos governos. Ela diz o seguinte:

“Em aparelhos rodando o iOS 8, os seus dados pessoais como fotos, mensagens (incluindo anexos), email, contatos, histórico de chamadas, conteúdo do iTunes, notas e lembretes são colocados sob a proteção de senha. Ao contrário do que acontece com a concorrência, a Apple não tem como passar por cima da sua senha e por isso não tem como acessar estes dados. Portanto não é tecnicamente possível atender aos mandados governamentais de extração destes tipos de dados de aparelhos em posse deles que estejam rodando o iOS 8”

Ou seja, mesmo que o FBI bata na porta da Apple com um iPhone em mãos e mande a Apple tirar os dados de lá para que eles possam ser examinados, isso será impossível de ser feito.

Além da carta de Tim Cook e de todos estes conteúdos com foco em privacidade e educação dos usuários para que eles possam deixar suas contas mais seguras, a Apple também atualizou sua política de privacidade, que pode ser conferida neste link. Confira abaixo a tradução da carta de Tim Cook:

Na Apple, a sua confiança é tudo para nós. E é por isso que nós respeitamos a sua privacidade e a protegemos com uma forte encriptação, além de rigorosas políticas que guiam a forma como dados são administrados.

Segurança e privacidade são fundamentais no design de todos os nossos aparelhos, softwares e serviço, incluindo o iCloud e novos serviços como por exemplo o Apple Pay. E nós continuaremos implementando melhorias. A verificação em dois passos, que nós recomendamos que todos os nossos clientes usem, em adição à proteção das informações da sua ID Apple, agora também protege todos os dados que você guarda e mantém atualizados no iCloud.

Nós acreditamos em lhes dizer de forma espontânea e preventiva exatamente o que irá acontecer com as informações pessoais e lhes pedir permissão antes de você compartilhar estas informações conosco. E se você mudar de ideia, nós fazemos com que seja fácil parar de compartilhar estas informações conosco.

Nós estamos publicando este site para explicar como nós lidamos com as suas informações pessoais, as coisas que nós coletamos  ou não coletamos, e o porquê. E nós vamos garantir que vocês recebam atualizações sobre privacidade na Apple ao menos uma vez por ano e sempre que as nossas políticas recebam mudanças significativas.

Há alguns anos, usuários de serviços de Internet começaram a perceber que quando um serviço é gratuito, você não é o cliente. Você é o produto. Mas na Apple, nós acreditamos que uma ótima experiência para o cliente não deve vir às custas de sua privacidade.

Nosso modelo de negócios é bastante claro: Nós vendemos grandes produtos. Nós não construímos um perfil baseado no conteúdo do seu email ou seus hábitos de navegação para vender aos anunciantes. Nós não “monetizamos” as informações que você guarda no seu iPhone ou no iCloud. E nós não lemos os seus emails ou mensagens para extrair informações para exibir anúncios para você. Os nossos serviços e softwares são desenhados para fazer com que nossos aparelhos fiquem melhores. Ponto.

Uma pequena parte dos nossos negócios serve sim a anunciantes, e ela é o iAd. Nós construímos uma rede de publicidade porque alguns desenvolvedores dependem deste modelo de negócios, e nós queremos dar apoio a eles assim como ao serviço gratuito iTunes Radio. O iAd segue a mesma política de privacidade que se aplica a todos os outros produtos da Apple. Ele não extrai informações do aplicativo Saúde ou do HomeKit, Mapas, Siri, iMessage, seu histórico de ligações, ou qualquer serviço do iCloud como Contatos ou Mail, e você pode sempre escolher não participar dele.

Por fim, eu gostaria de deixar absolutamente claro que nós não trabalhamos com quaisquer agências governamentais de qualquer país para criar acessos escondidos aos nossos produtos ou serviços. E n’;os nunca permitimos acesso aos nossos servidores. E nunca permitiremos.

Nosso compromisso em proteger a sua privacidade vem de um profundo respeito por nossos clientes. E nós sabemos que confiança não vem facilmente. E é por isso que nós sempre trabalhamos e sempre iremos trabalhar duro para conquistar e manter esta confiança.

Tim

Tags
Mostrar mais

Marcus Mendes

Publicitário formado pela ESPM-SP. Além do seu trabalho como motion designer, contribui com o Blog desde 2012 e é também um dos editores da Revista iThing. Não sabe dizer o que faz no tempo livre por não saber o que isso significa.

Artigos Relacionados

  • A Apple mostra a diferença dela das concorrentes com esse tipo de atitude. Mostrando que se importa com os usuários. Tim Cook é um exemplo para os CEO’s de outras empresas de tecnologia.

    • Dorinhavasc

      Ah não só com os usuários como também se importa e muito com seus lucro$ e imagem.
      Afinal a Apple pisou em peixe grande, então tem que fazer por onde agora e mostrar serviço. 😉

      • Claro que eles não fazem mais do que a obrigação, porém, mostrar que se importa vale muito. Já que muitas outras não se dão nem a esse trabalho.

        • Vinifunny

          Concordo! A apple apesar de todas as polêmicas é uma das poucas empresas que se importam e demonstram isso aos clientes! I Love Apple!

        • Dorinhavasc

          Sim claro muitas fazem isso de não se dar ao trabalho e nem atenção devida aos seus clientes, e por isso talvez nunca cheguem onde a Apple já chegou, mas aí é que está o diferencial da maçã e de outras grandes empresas.
          Assim ela consegue alegrar e adoçar o ego de todos seus clientes e simpatizantes.

        • Jason Baroni

          Fazer a obrigação é algo difícil neste mercado. Mesmo a Apple “não fazendo mais que a própria obrigação”, nenhuma outra concorrente faz.

          Tim Cook é um excelente CEO!

          • Foi exatamente o que eu disse. 😉

            • Jason Baroni

              Sim, sim

    • Daniel Zibordi

      Tenho a impressão de que justamente por se preocupar tanto com a segurança a Apple fique tanto em foco quando ocorre os casos como os citados no post. Esses dias houve um grande vazamento de senhas do gmail e ninguém falou nada.

      • Concordo, exatamente por segurança ser o principal foco da Apple, ela acaba ficando em evidência quando esse tipo de coisa acontece.

  • Caio Vinícius

    Ótima iniciativa!

  • Jonatas Pereira

    Falou e disse. Eles deixaram uma porta aberta, porém já fecharam. Agora vai de cada usuário ser inteligente o bastante para proteger sua própria conta 🙂

  • Alexandra

    Eu troquei minha senha do iCloud.
    Depois de ler ontem a edição de Maio da iThing (sobre iCloud).
    (A revista tava foda como sempre!)
    de 8 dígitos, passou a 17! com direito a # e +

    🙂

  • Rodolfo Barbosa

    Não existe sistema que não possa ser quebrado. Ainda mais com essa história de “Portanto não é tecnicamente possível” não precisa ser nenhum expert em segurança pra saber que isso é mentira. Apesar de ter um 5C, não acredito que nada seja gravado nos servidores da Apple.

    • Wesley Nunes de Souza

      Sem falar que, para quem é da área de tecnologia, sabe que colocar as palavras “impossível” e “segurança” na mesma frase é uma coisa MUITO complexa. Não vamos longe, o brute force mandou abraço!

      • Allan

        A interpretação textual mandou abraço, isso sim! Se vocês tivessem lido como se deve, iriam ver que a Apple não afirma ser impossível quebrar a segurança do sistema, mas sim que eles não tem acesso aos dados de forma ampla. Ou seja, se um governo fizer um requerimento, a Apple não poderá fornecer os dados, pois para tanto seria necessário quebrar a senha do usuário, coisa que não pode ser requisitado legalmente. Isso não quer dizer que o próprio governo não possa tentar quebrar. O que a Apple está dizendo é: “Diferente de outras empresas, nós não temos mais como disponibilizar os dados dos nossos clientes”.

  • OverlordBR

    Uma pergunta pertinente: os dados digitados e capturados nos aplicativos de teclado de terceiros são transmitidos para FORA do iPhone? Isto é permitido pela API disponibilizada pela Apple?
    Ou os dados só ficam disponíveis no aparelho?

    • Isso depende Over. A regra é que os dados não podem ser vazados. Entretanto, os teclados de terceiros podem usar armazenamento no iCloud para entender e prever melhor o que o usuário quer digitar. Além disso, o Swiftkey pede acesso a sua conta de Twitter, Facebook, Evernote e Google. Eu não estou confiando totalmente nessa privacidade não. Considerando a sua primeira e última pergunta: sim e não.

    • Guest

      Não, este teclados entram numa esfera dentro da API que não permite nada além do que foi desenhado para fazer.. pode ficar tranquilo..

    • Victor

      Estes teclados não tem acesso como todos os apps, logo eles não podem gravar nem transmitir dados.. pelo que entendi na api de extensions

    • Dyorgio Nascimento

      conforme o Krijaoli comentou, essa é uma opção sua.
      O teclado vem sem acesso a Networking (comunicação com servidores externos) por padrão.
      Você tem que manualmente conceder esse acesso lá na tela de configurações do teclado.
      Ele não irá perguntar para você se pode, pois a Apple não permite, pois ficaria igual o acesso a fotos que apps de imagem solicitam…automático depois de um tempo para o usuário clicar em sim.
      Quando você ativa essa permissão para o teclado de terceiros, a Apple deixa você bem ciente de que se tu digitar um cartão de credito, uma senha, e qualquer outra informação, ela poderá ser enviada para o desenvolvedor terceiro.
      Eu pessoalmente habilitei isso para o switfkey, porem ao digitar senhas e informações pessoais
      utilizo o teclado nativo, assim evito esse tipo de problema de segurança.

  • CHC

    Gostaria de fazer uma pergunta, só uma, o leitor biométrico do 5s é realmente confiável?

    • Marcio

      Por enquanto sim.

  • Gustavo Andrade

    Não sei se vocês perceberam, mas ao utilizar um teclado de terceiro, no meu caso o Swiftkey, em todas as vezes que se faz necessário preencher um campo referente a senha automaticamente o teclado volta para o nativo. Achei bem interessante, pois previne que teclados de terceiro sejam usados para phishing.

  • Mario Ueno

    CONFIANÇA!

    Esse é o maior mérito que uma pessoa ou Organização possa ter!
    Parabéns (e obrigado!) Apple e BDI por conquistarem a minha! 😉

    []s.

  • Ranyelson Neres

    Dão a verdadeira importância aos seus clientes!. Ponto

  • Victor Wesley

    Alguém pode me ajudar?? Eu atualizei meu iphone 5c pro ios8, até ai tudo certo… Mas eu TO tendo alguns problemas ex::: Aquele negocio de responder já nas notificações não está pegando, e também de gravar áudio no mensagens nao grava, como tambem não está funcionando a função de segurar e tirar foto ou gravar no mensagens, alguém sabe o porquê disto está acontecendo??? OBs: As outras funções estao todas funcionando…

    • Dyorgio Nascimento

      A pessoa que você esta enviando já atualizou?
      Caso contrario não funciona mesmo, somente dois usuários com iOS 8 podem usar o recurso.

    • Leandro Dantas

      O audio via iMessage tem que caracterizar que você tirou o celular da posição horizontal e “levou ao ouvido”.

      O que isso quer dizer? Se você estiver deitado e tentar enviar o audio, terá dificuldades.
      Talvez seu “problema” tenha relação com esse comentário (ou não). Caso não tenha, serve pelo menos de informação. =)

  • Thomas

    Sugestão de artigo para o site: falar sobre o aplicativo Health, como funciona, usos práticos, acessórios, etc…