AplicativosNotícias

TIM faz parceria com Waze e oferece navegação gratuita no aplicativo

Waze

Clientes da TIM e que costumam usar o navegador Waze gostarão da notícia. A operadora fechou uma parceria com o serviço e agora permite o uso do aplicativo sem desconto do plano de dados contratado para todos os seus clientes.

O Waze é um aplicativo colaborativo que ajuda a escolher as melhores rotas baseado na quantidade de trânsito em tempo real. Mas sua principal desvantagem em relação aos grandes navegadores (como TomTom e Sygic) é a necessidade de se conectar na internet para atualizar as informações. Com esta parceria, o uso fica menos custoso.

O Waze tem ajudado milhões de brasileiros no trânsito cada vez mais intenso das cidades. Por isso, buscamos essa parceria em primeira mão, que trará ainda mais benefícios para os clientes. A ação está em linha com o posicionamento de inovação da TIM e com foco no mercado de dados e apps, um dos pilares da estratégia da empresa para 2014”, explica Fábio Cristilli, diretor de Internet, VAS e Aparelhos da TIM Brasil.

Segundo a assessoria de imprensa da operadora, o cliente não precisa fazer nada para usufruir do serviço: basta abrir o aplicativo e usar e as conexões que ele fizer com a internet não serão descontadas. Tanto para clientes Pós quanto Pré.

A isenção da cobrança do tráfego de dados será válida até 09/07/2014, podendo ser prorrogada.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Arthur Barroso

    Agora só falta a Tim disponibilizar sinal 3G.. Cobertura da TIM é uma vergonha.

    • Tinha quem pensar primeiro na Qualidade do sinal…. eh uma Vergonha essa TIM

      • Daniel Alencar

        Verdade

    • JEFFHD3D

      Eles divulgam isso e quando o cliente for utilizar irá perceber que continua pagando pelo acesso ao aplicativo na rede, e quando o cliente ligar para eles, eles dirão: TIMganei.

    • Vinicius Perez

      Por essas e outras que mudei pra Nextel… Bem melhor!

      • Rasico

        Eu achava que só os funcionários da Nextel gostavam da Nextel…

      • Cadu Nunes

        Cara, já tive plano da Nextel (depois de 3 anos sofrendo com um serviço porco que nunca funciona, cancelei em fevereiro) e hoje nem se eles me pagassem pra usar voltaria a ter plano da Nextel.

    • Daniel Alencar

      hahahahaha, bem isso. Nao so isso né. Tenta ligar pra alguem ele cobra e cai a ligacao sendo que a pessoa nem chegou a atender. :/

    • Krikaoli

      Eu era TIM, passei muita raiva. Prefiro pagar um pouco mais caro a ter um serviço barato que não funciona.

    • JEFFHD3D

      Eles divulgam isso e quando o cliente for utilizar irá perceber que continua pagando pelo acesso ao aplicativo na rede, e quando o cliente ligar para eles, eles dirão: TIMganei.

  • Rafael

    Se funcionar bem… poderia expandir para as outras operadoras! uso diariamente o Waze e ele é responsável por 90% do meu tráfego de dados!

  • Andre Luiz Reis

    Até parece que uma pessoa vai escolher uma operadora por causa desse benefício. A TIM é a que tem a pior qualidade de 3G do Brasil. Prefiro pagar mais caro e ser cliente da Claro ou Vivo (acredito serem melhores).

    • Marcus Malacarne

      Fiz um teste de pouco mais de um ano na Claro e achei uma bosta o sinal aqui na minha região (oeste do Paraná). Já voltei pra Vivo, que é sem dúvidas a melhor operadora por aqui.

      • Saba Vô Arie

        Concordo com você. A VIVO é a melhor aqui no Paraná

    • javar

      Você não deve conhecer a Oi então

      • Andre Luiz Reis

        Eu sou da Oi a 5 anos ou mais.

        • Rafa Crespo

          Somos 2!

  • Lucas Vargas

    Todas podiam fazer o mesmo…

  • Bira Michels

    Se a internet funcionasse nossa seria otimo!

  • Thiago

    Boa iniciativa. Só falta melhorar a qualidade de sinal

  • Pedro Leão

    A Vivo também fez uma parceria bacana, com o Evernote, disponibilizando o serviço Premium de graça por um ano.

    • Thiago

      Realmente aquela parceria da vivo foi muito legal, comecei a usar o evernote graças a isso, e quando vencer pretendo comprar a licença por mais um ano.

      O que acho sacanagem é que quando uma empresa se disponibiliza e firma uma parceria legal para seus clientes, os brasileiro br br Hu3 se aproveitam né, e geral que nao era cliente, pegou também.

  • Michael

    O problema, pelo menos no iPhone é que se eu deixar o 3G ativado para ter acesso ao Waze ele fará também outras conexões (em segundo plano de outros aplicativos) e acabará cobrando a conexão.

    • Anderson Nilton Hurtado Antune

      Você deixa o 3G desligado????? Um smartphone sem internet é um celular comum que tira boas fotos..rsrsrs
      Vá em AjustesCelularUSAR DADOS CELULARES PARA:
      E desabilite todos os aplicativos que você não deseja que usem sua internet.

      • Marcus Malacarne

        Compartilho do mesmo pensamento, smartphone sem internet não dá…

      • Cadu Nunes

        Por isso que digo que a maioria das pessoas que compram tecnologia de ponta não entendem como usar elas a seu favor.

        Smartphone sem internet é muito pior do que ter um celular que tira fotos.

  • Marcelo Allper

    Primeiro essa operadora péssima tinha que melhorar o seu serviço pra depois fazer parcerias. #timganei

  • Daniel Luz

    Não vai durar muito. O Marco Civil sendo aprovado, a neutralidade vai impedir justamente este tipo de discriminação.

    É até estranho anunciarem isso agora. Me parece mais estratégia para deixar a neutralidade da rede com cara de vilã…

    • Anderson Nilton Hurtado Antune

      Pensei na mesma coisa!!

    • Floydbh

      Comigo são 3!!
      E na minha humilde opinião: Eles deixam de cobrar 1 serviço para dobre no valor de outro… isso vale para QUALQUER OPERADORA!

    • Floydbh

      Comigo são 3!!
      E na minha humilde opinião: Eles deixam de cobrar 1 serviço para dobre no valor de outro… isso vale para QUALQUER OPERADORA!

    • Você é mais um dos milhares de brasileiros que entendeu ERRADO o Marco Civil. O que você escreveu não é verdade.

      • Daniel Luz

        Poderia elaborar, então? Me refiro ao capítulo III, seção I. Parágrafos 2º-IV e 3º me parecem particularmente apropriados aqui.

        • Claro, Daniel. E obrigado por incentivar a troca de ideias. Estamos aqui para isso. 🙂

          Se eu não acessei o documento errado, você deve estar se referindo a esta parte do texto:

          “O responsável pela transmissão, comutação ou roteamento tem o dever de tratar de forma isonômica quaisquer pacotes de dados, sem distinção por conteúdo, origem e destino, serviço, terminal ou aplicativo, sendo vedada qualquer discriminação ou degradação do tráfego que não decorra de requisitos técnicos necessários à prestação adequada dos serviços, conforme regulamentação.
          
          Parágrafo único. Na provisão de conexão à Internet, onerosa ou gratuita, é vedado monitorar, filtrar, analisar ou fiscalizar o conteúdo dos pacotes de dados, ressalvadas as hipóteses admitidas em lei.”

          O grande incentivador do Marco Civil foi a chamada “neutralidade” da internet. O que é isso?
          Muitos parecem acreditar que neutralidade é “todos os serviços devem ser iguais e ninguém pode fugir disso”.
          Na minha opinião (e de vários outros), eu não vejo assim.

          Neutralidade é você receber pelo que pagou. Por exemplo, você contrata uma conexão de 10 mega que te dá direito, pelo contrato, a acessar qualquer site na internet, certo? Mas então porque quando você acessa o Youtube, ele carrega devagar? Porque as operadoras limitam esta velocidade para alguns serviços. É ISSO que não pode mais acontecer, você pagar por uma coisa mas ter o serviço limitado.
          É por isso que o texto que você citou diz de “degradação do tráfego”.

          Neste caso específico da TIM (poderia ser qualquer outra operadora), a situação é totalmente diferente: você contratou o serviço de internet e o que o Marco Civil exige é que a TIM permita que o usuário se conecte a qualquer serviço, até mesmo o Waze, sem restrição de conexão. Isso está sendo feito, conforme as normas da neutralidade, concorda?
          O fato dela não cobrar pelo seu acesso é escolha dela e não interfere em nada nos seus direitos de consumidor. Pelo contrário, é uma vantagem para você.

          Seria um absurdo se o Marco Civil dissesse que “as operadora são obrigadas a cobrar SEMPRE pelos serviços”. Isso prejudicaria o consumidor e beneficiaria diretamente as teles.

          Consegui me fazer explicar?
          Se eu entendi algo errado, esteja a vontade para apontar meu erro. 🙂

          • e

            Perfeito, compartilho desse entendimento… O que não poderia era se um concorrente do waze tivesse o acesso limitado é deixasse o serviço lento prejudicando assim quem acessa o outro serviço… Isso sim é neutralidade na rede…

            • Daniel Luz

              A lei proíbe não só “degradação”, mas também “discriminação”. Não é só reduzir a velocidade de um serviço: cobrar valores diferentes ou proibir o acesso a certos concorrentes podem não ser degradação, mas certamente são discriminação.

              Favorecer o Waze, produto de uma empresa que lucra com o serviço, em detrimento do Apple Maps, Bing Maps, HERE Maps, etc. se enquadra facilmente em condição comercial discriminatória, o que está explicitamente proibido no projeto (§2º-IV).

            • Krikaoli

              Pra isso que você está falando existem outras normas… O Marco Civil da internet não foi elaborado pra concorrência econômica não…

            • Krikaoli

              ❤️ Pessoas inteligentes

          • Daniel Luz

            iLex, eu *acho* que você está se referindo a uma versão antiga do PL. Se entendi corretamente o site da Câmara, o parágrafo único ao qual você se refere está escrito nas versões de 2011, mas as mais novas expandiram esta seção, que agora tem 3 parágrafos, elaborando no significado da neutralidade. Me refiro à versão apresentada aqui [http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=517255], em “Aprovada a Redação Final […] Inteiro teor”.

            O primeiro parágrafo já diz que a “discriminação ou degradação” (ênfase em como não se aplica só à degradação) só pode ocorrer por “requisitos técnicos indispensáveis […] e priorização de serviços de emergência”.

            O segundo parágrafo encerra determinando que se ofereçam “serviços em condições comerciais não discriminatórias e abster-se de praticar condutas anticoncorrenciais”. A Apple certamente adoraria que seus usuários tivessem igual oportunidade de usar seus mapas, mas agora a operadora impôs um diferencial num concorrente seu, de uma empresa com fins lucrativos e que ganha muito com anúncios e com mais gente alimentando sua base de tráfego. Não sabemos se ela está aberta para negociar com a Apple, ou que tipo de incentivo seria necessário para ganhar este privilégio.
            Ou no ponto de vista das fabricantes: a operadora acabou de criar uma enorme vantagem para quem compra aparelhos com a bênção do Waze, e dane-se quem usa Tizen, Ubuntu, Jolla ou qualquer outro sistema que não teve essa sorte. É mais uma barreira para quem tenta competir no mercado, facilitando o oligopólio atual. Isso, a meu ver, caracteriza-se facilmente como discriminação comercial, em várias frentes. [editei este parágrafo porque falava que não há Waze para Windows Phone]

            Finalmente, o terceiro parágrafo, que é basicamente o parágrafo único ao qual você se referiu, deixa claro que é vedado “filtrar ou analisar o conteúdo dos pacotes”. Para se saber qual é o serviço sendo usado é preciso analisar o pacote, e para se proibir uso caso o usuário não pague é necessário filtrar. (Contra-argumentando meu próprio ponto aqui: a definição de “conteúdo” pode se referir apenas à carga do pacote IP, e o endereço IP do destinatário seria então metadado, não conteúdo. Mas isso ignora algumas complicações, como consulta DNS.)

          • Daniel Luz

            Acho que meu comentário sumiu quando tentei editar para fazer uma correção, publicando novamente…

            iLex, eu acho que você está vendo uma versão antiga do PL. Se entendi corretamente o site da Câmara, o parágrafo único ao qual você se refere está escrito nas versões de 2011, mas as mais novas expandiram esta seção, que agora tem 3 parágrafos, elaborando no significado da neutralidade. Me refiro à versão apresentada no site da câmara, procurando pelo PL 2126/2011, no link do parágrafo “Aprovada a Redação Final […] Inteiro teor”.

            O primeiro parágrafo já diz que a “discriminação ou degradação” (ênfase em como não se aplica só à degradação) só pode ocorrer por “requisitos técnicos indispensáveis […] e priorização de serviços de emergência”.

            O segundo parágrafo encerra determinando que se ofereçam “serviços em condições comerciais não discriminatórias e abster-se de praticar condutas anticoncorrenciais”. A Apple certamente adoraria que seus usuários tivessem igual oportunidade de usar seus mapas, mas agora a operadora impôs um diferencial num concorrente seu, de uma empresa com fins lucrativos e que ganha muito com anúncios e usuários alimentando sua base de tráfego. Não sabemos se ela está aberta para negociar com a Apple, ou que tipo de incentivo seria necessário para ganhar este privilégio.

            E do ponto de vista das fabricantes: a operadora acabou de criar uma enorme vantagem para quem compra sistemas que foram agraciados com a bênção do Waze, dificultando o crescimento de Ubuntu, Tizen, Jolla, WebOS, etc. e facilitando o oligopólio atual. Isso, a meu ver, caracteriza-se facilmente como discriminação comercial, em várias frentes.

            Finalmente, o terceiro parágrafo, que é basicamente o parágrafo único ao qual você se referiu, deixa claro que é vedado “filtrar ou analisar o conteúdo dos pacotes”. Para se saber qual é o serviço sendo usado é preciso analisar o pacote, e para se proibir uso caso o usuário não pague é necessário filtrar. (Contra-argumentando meu próprio ponto: a definição de “conteúdo” pode se referir apenas à carga do pacote IP, e o endereço IP do destinatário seria então metadado, não conteúdo. Mas isso ignora algumas complicações, como consulta DNS.)

            • Krikaoli

              Mesmo que tenham adicionado essa questão concorrencial, deixa eu te explicar uma coisa, essa não é uma norma auto executória meu caro, ela tem que ser provocada e decidida pelos trâmites legais. E até isso acontecer nada impede o oferecimento do serviço gratuito.

          • Patrick

            Nada disso,

            A lei é bem clara em relação a conexão gratuita:
            §3º Na provisão de conexão à Internet, onerosa ou gratuita, é vedado bloquear, monitorar, filtrar, analisar ou fiscalizar o conteúdo dos pacotes de dados, ressalvadas as hipóteses admitidas na legislação.

      • Krikaoli

        Exato…

    • Krikaoli

      Negativo, ela impede que cobrem por isso, não impede que façam promoções sem cobrar, existe uma diferença.

      • Daniel Luz

        “Waze sem cobrar” é só uma forma diferente de dizer “vamos cobrar para que você use concorrentes como Apple, Bing, HERE”. Todas empresas que sairiam ganhando com mais gente alimentando suas bases de dados, fora a exposição dos anúncios do Waze. É exatamente a definição de condição comercial discriminatória.

        • Krikaoli

          Estou tentando alcançar o seu pensamento, mas o projeto não fala de condição discriminatória, salvo engano dois artigos falam sobre a neutralidade, o 2º é o 9: “Art. 9o O responsável pela transmissão, comutação ou roteamento tem o dever de tratar de forma isonômica quaisquer pacotes de dados, sem distinção por conteúdo, origem e destino, serviço, terminal ou aplicativo, sendo vedada qualquer discriminação ou degradação do tráfego que não decorra de requisitos técnicos necessários à prestação adequada dos serviços, conforme regulamentação.” O que interessa no marco civil da internet não é competição comercial… Isso aí são outros quinhentos… Você está viajando, nenhum serviço gratuito pode ser proibido sem lei ou uma decisão judicial em contrário. Desde que o Waze de graça não esteja atrapalhando a banda de internet, puxando menos ou puxando mais não existe nenhum óbice da TIM oferecê-lo na vigência do Março Civil. Você assim como outros estão fazendo confusão no conceito de discriminação.

        • Felipefp

          Waze sem cobrar é mt diferente de cobrar os concorrentes. Um é incentivo ao uso de um aplicativo, onde todos os outros são cobrados pelo valor acordado, mas onerar em apenas determinados aplicativos ou piorar sua qualidade é realmente afetar sua capacidade de concorrência. O que o waze fez foi buscar uma vantagem competitiva, assim como a Tim, que sabe que muitas pessoas gostariam de ter esse benefício em outras operadoras. Isso p mim é MUITO diferente de dificultar ou piorar o serviço de outro aplicativo. Afinal, se eu gosto do maps posso continuar usando meu app favorito, funcionando 100% e pagando o que eu acordei em contrato, sem me sentir obrigado a usar o waze pq n contabiliza dados. Do jeito que vc fala qualquer programa de vantagens parece um atentado à concorrência, quando na verdade, gera mais concorrência por serviços melhores e alianças.

    • Carlos Nunes

      Cara, você chegou a ler o texto do Marco Civil ou só ta comentando por leu as matérias mau e porcamente escritas na internet.

      Sugiro que leia o texto pra entender antes de escrever coisas erradas. Fica bem feio pra você.

  • Raquel Cassari

    Uso a Tim e o Waze suga minha franquia rápidinho. Tim é horrivel a rede 3G mas essa noticia é um alento

  • macjulius

    Deve funcionar uma beleza NA PORCARIA DE GPRS QUE A TIM TEM AQUI (Ilha Solteira, SP) E EM VÁRIAS CIDADES DO BRASIL

  • Bernardo Oliveira

    Mas segundo a “nova lei da internet” as operadoras não podem fazer mais esse tipo de negocio. Liberar internet pra um ou mais app´s separadamente. Pode liberar a internet no celular não limitando no que vai ser usado. (vi no CQC segunda) entendi errado será ??

    • Entendeu errado.
      O que não pode é vender um contrato que diz que você tem acesso a qualquer parte da internet e depois limitar o acesso.
      Definitivamente não é o caso aqui.

      • Bernardo Oliveira

        hmmmmm Vlw meu jovem!!

  • sinceramente, tenho um tim beta, e aqui na minha região funciona perfeitamente… raro os casos de perda de sinal…

  • Gilmar

    como o Brasileiro é ignorante… quando o assunto é futebol não acreditam em qualquer asneira que é dita por aí, mas quando se trata de seus direitos não se interessam em aprofundar seu conhecimento para não caírem nas baboseiras que circulam na net.

  • JOSE

    Esse app é muito legal, porém……dificil de usar com nossas operadoras HORRIVEIS.

  • Mauricio Bertolin

    O sinal da TIM é muito boa… Para mandar SMS!!! Nem para ligações ele server.

  • Hw

    O cliente pre pago paga um valor diário, e quando ele abilitar a internet do iphone, este fará conexão com os servidores da apple e ele pagará a taxa do uso diário!!!

  • Daniel Alencar

    Eita peiga! Mas nem por isso troco de operadora!

  • Robson Medeiros

    inclusive fiquei uma boa parte do dia de hoje sem 3G. O sinal estabilizou agora. Trabalho no Centro de SP.

  • Krikaoli

    Só falta a TIM disponibilizar o sinal para os seus clientes. Aqui em Brasília é um nojo, a pior de todas.

  • Rafael

    Tim pode ser a pior operadora mas infelizmente é a unica que (quando funciona) me entrega preços justos no Brasil. Possuo um chip TIMBeta e nada como gastar 25 centavos na primeira chamada do dia e todas as outras saírem gratuitas ou apenas pagar 25 centavos para o dia que uso o 3G com plano de dados ilimitado. Sobre o assunto da noticia, acho bacana isso de parcerias de empresas de telefonia com aplicativos. Muitos deixam de usar o Waze por conta da franquia ridicula que disponibilizam.

    • Krikaoli

      Quando o serviço é horrível o preço não pode ser chamado de justo, é o barato que sai caro.

  • A. Sobrinho

    Agora só falta a TIM disponibilizar o 3G. Pois é, meu plano de dados no pós-pago é terrível. Moro e trabalho no centro de Curitiba e durante o dia meu celular só conhece a rede Edge. A rede 3G somente funciona no período da madrugada.

  • Marcelo Marchiori

    Avisa a TIM que o Waze não funciona sem conexão com a internet…

  • Bruno Laia

    pelo menos alguma coisa

  • Jadson Lener

    ow vanta, se pelo menos a gente tivesse sinal 3g pra poder usar o app td bem, mas do jeito que é…

  • André Sigmaringa

    Coloquei crédito no tim, parti pra cima do waze, acabaram todos os meus créditos, queria saber como isso funciona, visto que só usei o waze no celular. Alguém saberia me dizer?