AppleEventosiPadNotícias

Em um evento cheio de novidades, Apple anuncia os novos iPad Air e iPad mini com tela Retina

Novos iPads

Em um evento que atualizou quase toda alinha de produtos da Apple de uma só vez, a empresa anunciou a nova versão do iPad, chamada iPad Air, além da segunda versão do iPad mini, que finalmente traz a tela Retina. Enquanto o primeiro é mais fino do que um lápis, o segundo atende aos pedidos já repetidos à exaustão por usuários mundo afora. E as novidades que acompanham estes aparelhos não são poucas.

iPad Air

Já era esperado que o novo modelo de iPad fosse “mais fino, mais leve e mais rápido” do que o anterior, como de praxe. Porém o modelo novo é tão fino, que nem mesmo os mais otimistas poderiam ter previsto tamanha mudança. Com apenas 7.5 milímetros de espessura, ele é 20% mais fino do que o modelo anterior, 28% mais leve, e pesa apenas 450 g.

Leve como o ar

A tela continua com 9.7 polegadas e a resolução de 2048×1536, e estas parecem ser as únicas características que se repetem em relação ao modelo anterior.

Processadores

Chips

Assim como acontece com o iPhone 5s, o novo iPad Air tem um processador A7 de 64-bits, e ele também traz o co-processador M7, desenvolvido especificamente para armazenar informações relativas aos movimentos do dono.

Preço, Cores e Disponibilidade

Cores

Disponível nas cores Cinza Espacial e Prata (nada de dourado por enquanto), os modelos WiFi custam U$499 (16gb), U$599 (32gb), U$699 (64gb) e U$799 (128gb), enquanto os modelos WiFi + Celular (LTE) saem por U$629, U$729, U$829 e U$929 respectivamente. Eles estarão disponíveis nos Estados Unidos a partir de 1º de Novembro.

iPad mini Retina

iPad mini com tela Retina

A novidade mais aguardada desde o anúncio do primeiro iPad mini finalmente se concretizou. O iPad mini com tela Retina manteve as mesmas dimensões físicas, mas ficou mais pesado (23g na versão Wi-Fi e 29g na versão 4G). A resolução aumentou e agora suporta o mesmos 1536 x 2048 px da versão maior. Surpreendendo a todos, ele traz o chip A7 de 64 bits e o coprocessador M7, algo que irá representar um pulo bastante significativo em relação ao atual A5 que acompanha os iPads mini de primeira geração.

E a boa notícia para os brasileiros: ele será compatível com a rede 4G de nossas operadoras, não importando em qual país se compre o aparelho (diferentemente do iPhone 5s e 5c, que dependem do modelo).

Preço, Cores e Disponibilidade

Cores iPad mini

Sem uma data exata definida, seu lançamento nos Estados Unidos está prometido para o final de Novembro. Ele será vendido nas cores Cinza Espacial e Prata (nada de versão dourada aqui também), e custarão U$399 (16gb), U$499 (32gb), U$599 (64gb) e U$699 (128gb) para os modelos Wifi, e U$529, U$629, U$729 e $829 para as respecitvas capacidades para o modelo WiFi + Celular (LTE). No Brasil, ele provavelmente chefe apenas em 2014.

Modelos antigos

A Apple seguirá vendendo tanto o iPad 2 (a partir de U$399) quanto o iPad mini sem tela Retina (a partir de U$299).

E no Brasil?

Bom, ainda é cedo para especular sobre qualquer informação relativa a preço e lançamento dos novos iPads no Brasil. Com a perspectiva do lançamento dos iPhones 5s e 5c até o final do ano, e levando em conta o fato de que o iPad mini começou a ser vendido no País há apenas 4 meses, é prudente não esperar que eles sejam lançados tão cedo por aqui.

A boa (aliás, excelente) notícia é que tanto o iPad Air quanto o novo iPad mini irão suportar a rede LTE brasileira!

Tags
Mostrar mais

Marcus Mendes

Publicitário formado pela ESPM-SP. Além do seu trabalho como motion designer, contribui com o Blog desde 2012 e é também um dos editores da Revista iThing. Não sabe dizer o que faz no tempo livre por não saber o que isso significa.

Artigos Relacionados