Notícias

Segundo sua biografia, Steve Jobs ficou deprimido com a reação do anúncio do primeiro iPad

Talvez muitos de vocês tenham acompanhado com a gente a transmissão do evento daquele 27 de janeiro de 2010, quando Steve Jobs apresentou o primeiro tablet da Apple, o iPad. E a chance de terem também falado mal do novo produto naquela semana também é muito grande, pois as críticas (em todo o mundo) foram duras e implacáveis em cima do que seria apenas “um iPod touch gigante” ou uma tela que não servia para nada.

A reação negativa foi no mundo inteiro, o que deixou Steve Jobs bem chateado e até um pouco deprimido com tudo isso. É o que conta a sua biografia, que será lançada mundialmente nesta segunda-feira.

Após anos de pesquisas e preparativos para aquilo que Jobs acreditava ser uma nova revolução na forma como interagimos com os computadores, a reação da mídia e imprensa foi terrível para ele. E durou até o lançamento efetivo, em abril daquele ano.

Jobs comentou a Isaacson, seu biógrafo, que no dia chegou a dizer:

Estou meio deprimido hoje. Essas coisas deixam você um pouco pra baixo.

As críticas foram realmente duras. E não precisamos nem ir muito longe para ver o que os diversos blogs e sites disseram, basta ver as reações aqui mesmo no BDI.

Depois de nossa transmissão por áudio do evento (que infelizmente, por culpa do estagiário, a gravação se perdeu na história), muitos leitores vieram aqui dar sua opinião sobre o novo produto. E a maior decepção era sobre características que poderiam ter já na primeira geração, como câmera frontal e multitarefa.

Resumidamente: achei o aparelho semi-acabado.

A última coisa que esse produto vai prestar é pra ler livro! No máximo, vai causar vista cansada e dor de cabeça. Imagina ler um livro de 700 páginas em 3 ou 4 dias

Sim, é um iPod Touch gigante.

É um iTouch com a grande especialidade em ser leitor de livros! Não sei se vai “pegar” igual aos iMacs, iPods e iPhones…

Fiquei decepcionado… deram Biotonico Fontoura pro iPod touch. Esperava algo mais próximo de um computador.

Que porcaria de produto é esse gente ? Deus me livre. Broxou todas as minhas expectativas.

É, não me agradou muito. Vi produtos na CES 2010 bem mais empolgantes.

Hoje anunciaram o Newton do seculo XXI…. A Apple acha que a gente é bobo.

Espalhei pra todo mundo que hoje a Apple lançaria um produto revolucionário. Amanha vou ter que desmentir para todos.

Mac Cube 2, o retorno.

Natimorto!!!

Acho que a Apple terá que engulir esse fracasso. Não tem como esse produto dar certo. Essa borda ficou horrivel e ainda precisa de mais recursos para pegar.

E os exemplos acima foram apenas do primeiro dia; o lamento se prolongou por semanas, até os primeiros números do sucesso começarem a aparecer e os primeiros unboxings mostrarem a magia do aparelho (aliás, o nosso unboxing na época foi muito bom). Até mesmo o Jornal Nacional chamou de “engenhoca”.

Hoje, ninguém duvida mais do sucesso do iPad. Depois de mais de um ano do lançamento, nenhum outro concorrente conseguiu criar um produto para destroná-lo da liderança, além de ter se tornado o segundo produto da Apple que mais vende.

O iPad iniciou uma revolução sim, na forma como os computadores serão no futuro, tanto é que ele já está fazendo com que as pessoas comprem menos laptops.

Para Steve Jobs, foi duro de ver uma coisa que ninguém mais via na época. Ter certeza que aquele aparelho iria mexer com a vida das pessoas, mas ao mesmo tempo ouvir todo mundo falar mal dele e não perceber as mesmas coisas que pareciam tão óbvias para quem o criou.

Definitivamente, não é nada fácil ser visionário nesse mundo.

via AppleInsider

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Monty

    Devo dizer que estou na lista dos que criticaram no lançamento. Hoje não sei viver sem, e já devo ter “vendido” uns 5 iPads para amigos.

    • Danilo Ferreira Gomes

      Compartilho sua história… com a diferença que disse q o iOS numa tela maior seria interessante…
      A não ser no trabalho, não utilizo mais PC nem meu notebook… e não fazem falta.

      • por isso tiro o chapeu para o jobs

      • José Djair Casado de Assis Júnior

        Bom, não tenho iPad e tenho alguns amigos q tem… Inclusive “vendi” um de uma amiga, q via as fotos no bichano, p um MacManiaco amigo meu (um dos primeiros da minha cidade a ter um iPad 1).
        Posso afirmar:
        O iPad é muito legal 1 ou 2;
        Sem iPad eu ligo no máximo meu note 1x na semana pra fazer meus projetos (sim, sou arquiteto);
        Email, vejo a maioria no iPhone ou no trabalho (raridade);
        Gostaria muito de ter um iPad, mas o iPhone me satisfaz e por enquanto o preço é proibitivo;
        Não vejo o “futuro presente” sem os tablets…

  • Daniel

    Bacana, vou esperar o preço abaixar o comprar a bio, deve ser muito boa mesmo.

  • Leandro Nascimento

    True story…

  • Raphael

    Me arrependo de ter falado mau. Ate concordei com o JN que isso era uma geringonça. Hj adoraria ter um iPad 2.

  • Filipe Araújo

    Lendo isso que me faz ficar triste pelo falecimento do Jobs. Eu tenho certeza absoluta que os produtos da Apple continuarão bonitos e excelentes e a cultura que ele criou continuará pela Apple nos próximos 50 anos. Mas e no próximo produto revolucionário? Será que quem estiver no comando da Apple vai aguentar 1 mês inteiro de pessoas criticando seu produto, mas sabendo que aquilo é revolucionário? Será que mais alguém vai ter essa visão inacreditável? De ver o que ninguém mais viu, de ser 1 em 6 bilhões de pessoas, e mesmo assim pensar diferente. Esse é meu medo, Steve Jobs foi incrível, e espero que a Apple continue “pensando diferente”.

    • André Luciano Claret

      Pois é…
      O problema, é que o próximo na Apple a criar um produto revolucionário, por mais que seja completo, terá muita crítica por parte das pessoas que acredita que só o Steve Jobs era capaz.
      Creio sim, que haverão produtos tão revolucionários quanto.

  • João Paulo Canário

    Hoje todo mundo quer um! 🙂

  • Gustavo

    Também achei meio sem sentido lançar um ”ipod touch gigante”.
    Mas depois que você começa a mexer nele não quer mais largar.
    E mais uma coisa: A apple sabe o que está colocando no mercado.

  • Matheus Carvalho

    Quem criticou o iPad 1foram os primeiros a comprar o iPad 2. Realmente isso deixa a gente deprimido mesmo, imagino Steve, ele deve ter morrido de tristeza do que as pessoas falaram do iPhone 4S, se ele tivesse aguentado até os três dias depois do inicio das vendas, ele Iria dormir sabendo que fez algo fantástico!

  • Flavio Roberto Bayer

    Pra mim ele continua sendo um iPod Touch gigante, embora um iPod Touch gigante seja muito melhor do que eu pensava. Depois de ter um iPad a minha opinião mudou drasticamente!

  • Marcio

    Ipad e um produto maravilhoso, por isso não devemos criticar o que não conhecemos.

  • Felipe

    Fiquei muito empolgado na época com este lançamento e me lembro que ficava muito chateado quando as pessoas me diziam que isso não iria vingar ou não viam utilidade para esse aparelho nas suas vidas. Isto é indicio de que me tornei um fanboy? Rs

  • Luís César

    Realmente, é muito difícil ser visionário neste mundo. Mas apesar de tudo ele mostrou exatamente o que a gente queria e me sinto privilegiado em ter digitado esse comentário do meu iPad 2.

  • Roney Cezario

    Resumindo é hoje onde estão esses críticos?juntando dinheiro para comprar um iPad.
    Coitados…

    • Ah, vai dizer que você não criticou também na época?
      Há, não vem com essa, Saraiva… 😛

  • Rafael

    Mesmo pegando o iPad nas mãos e brincando, mantenho a mesma opinião do lançamento, um produto inacabado, já o iPad 2 este sim me facina e estou louco para por as mãos em um.

    • José Djair Casado de Assis Júnior

      Não vou falar do iPad, sim do meu antigo iP 3G. Passei ele pra mesinha mãe e sabe o que ela me disse essa semana?
      -Ano q vem vou comprar o iPhone 5.
      Isso explica um pouco da experiência q o usuário tem dos produtos Apple.
      Inacabado? Talvez, mas sempre um passo à frente do mercado e cativando os usuários (ainda q seja uma jovem senhora q não quer outro aparelho. Há tá ela tb tem um android!, Moderninha!).

  • Rafael Martins

    Felizmente não critiquei, pois não o conhecia comprei o 1 e vejo que e um aparelho fantástico

  • Anderson

    Eu já achei o iPad irado, desde o seu lançamento. E a minha sorte na época foi que um amigo meu estava de passagem pelos EUA, e comprou um modelo Wi-Fi de 64gb no mesmo dia! Nossa, ele chegou de viagem uns 5 dias depois do lançamento e foram os 5 dias mais longos de minha vida. uhauhauhauha.
    Usei o iPad wifi, e assim que começaram as vendas do 3g, vendi o meu antigo e comprei um novo. Hoje tenho um iPad2 branco, de 32gb que está mais que suficiente pra mim.
    E como o iLex falou, eu até deixei de usar diariamente o meu Macbook, por conta do iPad.

    • Raphael

      Acho que até o iPhone faz a gente usar menos o laptop. É mais prático e você consegue ler as notícias, enviar e-mails e ver os videos da mesma forma (ou quase) do que em um laptop sem precisar ficar com um equipamento grande à mão. Laptop só para tarefas profissionais já que até games tá no iPad.

  • Fernando

    E pensar que pra mim o iPad foi, como sempre, mais um produto que com certeza iria comprar

    • Gustavo Moraes

      [2], enquanto eu via a keynote, eu pensava: “nossa que demais! Eu quero!” kkkkkk

      • 3, nossss, quando eu vi eu fiquei *oooo* EU QUERO!

      • o que aconteceu com o iPad em seu lançamento, é exatamente o que está acontecendo com o iPhone 4s, todos criticam criticam criticam e criticam…. quero só ver quanto tiver a lingua portuguesa integrada, e meio mundo se arrepender do que disse!

  • Raphael

    Corrige lá, iLex: ele ficou “deprimimido” (sic).

  • Leonardo Freitas

    Faz parte da natureza humana criticar…
    Eu estava encantado com meu iPhone 3GS e defendi o iPad com unhas e dentes. Acompanhava (e acompanho) o BDI diariamente e não via a hora de comprar o meu aqui no Brasil.
    O dia 3 de dezembro de 2010 nunca foi tão aguardado por mim. Mais que meu próprio aniversário. Hehehe
    Hj não vivo sem ele e, como disse um colega ai atrás, devo ter vendido alguns graças a meu entusiasmo ao defender o iPad.
    O resultado está ai! A concorrência movendo mundos e fundos para tentar acompanhar a tendência dos tablets sem, no entanto, chegar aos pés do nosso querido iPad.
    E VIVA JOBS!

    • A Apple realmente deveria criar um sistema individual de comissão para as vendas que a gente faz boca-a-boca. É muito produto dela que a gente vende. 😛

      • Daniel Taiguara

        Meu chefe e alguns amigos me perguntaram uma vez se eu ganhava algo defendendo o iPad e falando para eles comprarem.

        Chegou o dia que eles testaram o meu e logo depois compraram e depois nunca mais falaram isso.

        Se a apple monta-se algum esquema que na ativação de um novo aparelho o novo cliente pode-se colocar o apple ID de quem indicou a produto e presentea-se o indicador com um gift de 15 eu ficaria muito feliz. 🙂

        • Leonardo Freitas

          Qualquer 5% seria bem vindo. 😉

  • Ha, um genio incompreendido, foi assim que Jobs deve ter se sentindo. No lançamento eu achei maravilhoso e ele deve ter ficado muito orgulhoso que sua criação no final calou a boca de todos tanto que mudou o mercado e agora tem muito fabricante tentando a todo custo passar o iPad.

  • João Diego

    Para quem trabalha embarcado, o Ipad 1 é a opção. Pois na maioria das companhias de Petróleo é proibido subir com algum dispositivo portátil com câmera, sem autorização. Nesse caso, o “inacabado” é a única alternativa.

  • Airton

    Como faço para comprar a biografia do Steve Jobs para ler em português no meu iPad?

    • Sonia

      Vai lá no site da Saraiva.

      • Lucas Barbosa

        hahahaha acho que o amigo quis dizer “comprar E ler” no meu iPad

  • Raphael

    Eu meio que queimei a língua na época… Não critiquei, mas achava que era algo completamente desnecessário, e que se fosse ter um, seria por puro e simples luxo.

    No mestrado, levava meu notebook para tomar notas nas aulas, e o trambolho era grande demais. Um amigo passava pelo mesmo problema. Ele comprou um netbook. Eu me arrisquei e comprei um iPad 2, em março, duas semanas depois do lançamento. Ouvira boas críticas do 1, mas não sabia se ele serviria bem como ferramenta de produtividade. Considerava inclusive comprar com uma daquelas cases com teclado embutido…

    Resultado: hoje aposentei o desktop, o notebook não sai mais de casa, e tudo que preciso faço pelo iPad, seja com as ferramentas do iOffice, seja com acesso remoto do TeamViewer. Carrego livros, VadeMecum, apostilas, slides de apresentações, e os meus materiais de aula (sou professor universitário de Direito) todos no iPad. Quase 90% de tudo o que faço, o iPad resolve, e com a vantagem de não ter nem 1/10 do peso da mochila imensa que eu carregava com livros, apostilas, notebook, carregador, etc.

    Foi um dos meus melhores investimentos no que tange a investimento profissional, com certeza.

    As críticas vieram por das razões: as pessoas não apostam muito no “novo”, ainda mais se criam a idéia de algo reciclado (iPodão, como lemos bastante). Fora isso, ainda existia meio que o ranço do fracasso do TabletPC, lançado em 2002: se antes não colou, pq colaria agora?

    Depois quando a gente fala que a Apple vive não só de inventar, mas de reinventar conceitos, o pessoal não entende 🙂

    • José Djair Casado de Assis Júnior

      Curti! Hehehehehe

  • Richard Nunes Gomes

    Todo produto da Apple é criticado, até que a pessoa compra o produto
    Depois que compra 100% dos casos falam “esse foi o dinheiro mais bem gastado”.

  • iJunior

    Eu já sabia!

    Que esses “criticos” estavam errados, eu sabia que o iPad não seria um fracasso como a maioria disse que seria.

    Procurei o 1º topico do iPad 1 para mostrar oq escrevi na época antes que apareça um e venha dizer que “na época eu critiquei também” mas infelizmente não achei 🙁

    Mas eu lembro que escrevi +ou- assim:

    “Quero vê o que esses aprendizes a mãe diná vão dizer daqui ha uns meses quando perceberem que o iPad foi um secesso”

    🙂

  • Alan

    Mesmo as pessoas terem descoberto o diferencial dos iPads hoje em dia, ainda prefiro, 1000 vezes um iPhone 4S.

  • Francisco Junior

    Lançamento do iPad 1: a cada 10 pessoas, -15 pessoas queriam o iPad;
    Lançamento do iPad 2: a cada 10 pessoas, 276.984.749 pessoas querem o iPad.

  • Edson

    Engraçado é que assim que lançam todo mundo fala mal do produto. Messes depois todo mundo compra…

  • robert Venicius Alves de araujo

    eu não critiquei (:
    e me orgulho disso por experiencia própria prefiro primeiro provar antes de criticar…

  • O IPhone 4 específicamente, me lembra muito o formato do Monolito, que aparece em 2001 uma odisséia no espaço, e 2010 o ano em que faremos contato, um bloco sólido com conhecimento além do esperado pelo ser humano, O IPad,tem um formato que lembra a Nave Galática, da série original e o IPad 2 lembra muito o veículo utilizado na série Arc II.

  • E pra finalizar, SJ foi um gênio incompreendido, para sua época

    • Rafael Scheid

      Incompreendido??? A empresa do cara é só a maior do mundo… se faltou compreensão, penso o que seria a Apple se o compreendessem ahahahhaa…
      O pai do iPad, e por que não do iPhone, o Newton, pode ter sido incompreendido, mas não vejo absolutamente mais nada que tenha sido colocado e que era realmente bom que o mundo não tenha aproveitado. O conceito de PC, as telas sensíveis ao toque, o design junto à qualidade mesmo dentro de um case, o novo jeito de ouvir música, o entretenimento ultra portátil e a mobilidade da internet que foram enfiados goela abaixo do resto do mundo pela Apple (com ajuda das opiniões dos users, vide App Store)… As maiores visões de mundo que Jobs teve foram colocadas todas pra funcionar, e FUNCIONARAM, não apenas com F mas com todas as letras em maiúsculo haha. E mais alucinante delas continua sendo o Personal Computer, que evoluiu para iPhones, iPads, iPods…

  • Rafael Scheid

    Acho o aparelho sensacional, mas depende necessidade do usuário… pra mim é inútil. Minha necessidade está em extrema mobilidade da minha internet, minhas musicas, alguns passatempos, e-mails, notas de informaçoes e meus contatos ou então em um sistema completo que possa fazer qualquer coisa, e por este motivo eu tenho um iPhone e um MacBook Pro. Não tenho necessidade de um aparelho no meio disso.

  • Junior Santos

    O problema deste iPad 1 e o iPhone 4S é a imprensa… Eles querem ditar o que é bom e ruim para o consumidor….

    Os números nas vendas provaram o contrario… Pontos pra Jobs!!!!

  • Flavio

    Eu fui um dos milhares que criticou o iPad em seu anuncio, e hoje estou aqui, com o meu na mão, estava inclusive lendo essa materia nele 🙂
    Steve era um grande visionário, e como todo, incompreendido.

  • André Tamarindo da Rocha

    Como na época eu estava iniciando no mundo Apple (acabara de adquirir um iPhone 4), fiquei entusiasmado com a apresentação de Steve Jobs. Lembro que no evento ele elogiou o Kindle, outro aparelho que eu estava namorando há um bom tempo, mas que eles tinham ido além. Aquela frase me deixou ainda mais entusiasmado. Até comprar meu próprio iPad, eu devorei toda a informação disponível no site da Apple. Quando botei minhas mãos em um pela primeira vez, fiquei impressionado pela qualidade da imagem, pois eu havia erroneamente suposto que, como sua resolução era inferior a do iPhone, a imagem não seria muito boa. Quando um amigo finalmente me trouxe um dos Estados Unidos, comecei a usá-lo nas mais diversas situações: trabalho, estudo, igreja, etc. Na época muitos amigos me criticavam: “Pra que serve isso? Parece tão desajeitado!”, “Não dá nem para plugar um pendrive”, “Põe ele na orelha para fazer uma ligação”… O engraçado é que era só passar quinze minutos mostrando algumas funcionalidades do iPad que as pessoas mudavam de opinião rapidinho: “Puxa, que incrível! Também quero um!” Minha esposa, que no início não ficou nem um pouco empolgada com o aparelho, ficou um dia com ele e me ligou no trabalho dizendo que eu teria que dar um jeito de comprar um para ela, mas que teria que ser o modelo top e não o básico que eu havia adquirido. No fundo é prazeroso a gente ser um precursor no uso de algo que hoje está na moda. E acho que para o Steve Jobs e todos na Apple o sucesso do iPad, além de trazer um grande retorno financeiro, é um belo tributo pela incansável busca da execelência que eles tanto perseguem. Agora que eu estou pensando em adquirir um MacBook, estou pronto para passar por tudo novamente…

  • ☠Ëdïnhö☠

    Pois é isso prova que não devemos nos precipitar e criticar ferozmente um produto
    Hoje em dia ficamos com cara de bobo lembrando as asneiras que dissemos ☹
    Jobs foi um homem muito afrente de seu tempo ….

    • ☠Ëdïnhö☠

      Pra complementar hoje esta ocorrendo a mesma coisa com iPhone 4s
      Fazem piada com o nome dizem que e um i4 ananolizado mas aposto que ninguém recusaria a oportunidade de ter um nas mãos
      Daqui uns meses haverá outro post como este e novamente morderemos a língua ….

  • SYN G.

    Confesso que critiquei o iPad no início, não via sentido no iPod touch com fermento.. Isso só me fez gostar e idolatrar SJ, pois quando o iPad fez sucesso e quando eu mexi num iPad pela primeira vez, logo vi que não deveria ter criticado sem antes conhecer, e vi que SJ era realmente um gênio incompreendido..

  • animalbhz

    Fino… É mto bom sempre…. Mas Wozniack sim é o cara….

  • murilo

    Sou fã da Apple e nunca falei mal do seus produtos, pelo contrario sou o carinha chato que faz todos comprarem iPhone hehehe … mas isso e normal para a Apple eu acho . sempre que ela lança algo os jornais, revistas, androids heheh falam mal por falar sempre foi assim não sei por qual motivos todos preferem criticar algo antes mesmo de usar. muitos eu sinto que é pela falta de $$$$ e criticando se sente melhor

    Twitter: @vilelanew

  • Cristian

    Eu não consegui acompanhar o evento naquele dia, mas quando vi a primeira matéria aqui no blog, falando sobre o iPad, nem acreditei que ele fazia tudo aquilo, hehe. Foi a minha melhor compra, se tratando de produtos tecnológicos, que fiz até hoje. 🙂

  • Mateus Eduardo Souza Miranda

    Me lembro bem do momento em que vi na reportagem do Jornal da Globo (aquele que passa antes do Jô) o iPad sendo apresentado. Fiquei bastante impressionado, e gostei bastante do produto. É claro que tive as decepções ao ver que ele não tinha câmera, por exemplo, mas mesmo assim, isso não me deixou menos feliz ao ver pela primeira vez um iPad pessoalmente, nem me fez babar menos por ele.

  • Luciano Alencar

    Ouvi gente comentando: O que vou fazer com esse iPhone de Itú? Só vai me dar trabalho e além de tudo não cabe no meu bolso…….

  • Felipe Drumond

    Fiquei ressabiado na época do lançamento, não vi grande utilidade em ter um. Continuo ainda hj achando que é mais voltado para leitura e navegação e não creio que se venda menos laptops hoje por causa do iPad. Um iPad não substitui de forma alguma um laptop nas nossas tarefas diárias. Talvez substituisse no caso da minha mãe, que só navega e usa msn rsss. Mas é bem verdade que ele tem coisas que um laptop não possui, como o GPS, que dá a ele algum diferencial. Numa viagem então nem se fala. Enfim, estou querendo um para leitura e navegação e espero me surpreender e melhorar minha opinião sobre o bicho! Tô comprando!

  • ja que vcs tao relembrando do ipad, vo da uma off topic akii, como sera que vai ser o ipad 3???

    • com toda essa reviravolta atual da Maçã ,não me surpreenderei que seja um “iPad 2S” apenas com melhorias internas ,como o iPhone 4S 😛

      • Cristian

        Verdade. Mas como meu iPad 1 começou a ficar um pouco mais lento com o iOS 5, pretendo trocá-lo pela próxima geração, seja iPad 3 ou 2S (eu também pensei nessa possibilidade de nome, hehe).

  • Leonel Neto

    Eu pelo contrario nunca me questionei se esse seria um produto fracassado da apple. Desde o início ja estava doido para por as maos nele, rs

  • Fernando

    Eu nao acompanhei o lancamento do ipad 1 ma lembro de ter visto uma pessoa no aeroporto usando… Eu achei aquilo tao feminino… Mas tao feminino … Que pensei… Minha esposa vai gostar… E gostou mesmo!!!!

    O Ipad eh um produdo magico, para mulheres… Homens nao usam isso.

    • Eduardo Boabaid

      Machismo DETECTED!!!

      Você que pensa!

    • ☠Ëdïnhö☠

      ????

  • Eu fui um dos que falou muito mal do iPad, e até hoje eu falo que o iPad 1 não tem muito uso pra mim.

    O iPodão só começou a ter um motivo maior (de existência) quando o conteúdo pra ele foi lançando com coisas que fariam diferença entre ter um iPod ou um iPod com tela maior, como a wired, que é excelente.

    Até sair o iPad 2, eu não via uso nenhum pra mim, quando saiu o 2, com maior processamento que o iPhone 4, eu comecei a pensar em comprar.. quando eu li uns quadrinhos, quando eu li a wired, quando eu usei o iPad 2 como 2a tela do meu macbook pro, ou acessando meu mac usando uma maquina virtual qualquer, eu vi que poderia ter algum motivo pra ter. 😛

    Não é que hoje eu não viva sem ele, mas ele me ajuda muito e me entretém quando eu quero jogar algo. Até que eu leio bastante no meu iPad 2, mas não livros. Eu leio a Wired e a National Geographic. Leio muito quadrinho, mas pra ler livros, o Kindle ainda é muito superior. Se fosse só para ler livros, eu teria ainda meu Kindle, e não teria comprado o iPad. 😛

    Pra uso geral, eu ainda prefiro o meu macbook pro. O iPad não substitui o computador, pelo menos, não no meu caso. 🙂

  • Eu admito que fiz piadinhas sobre ser um iPod gigante, mas tava começando a entrar no mundo Apple, hoje eu sempre defendo os produtos da Apple, mas claro que se algum for um lixo eu vou criticar, mas so depois de testarem e tudo…

    Steve Jobs sempre soube onde apostar, no começo tbm deve ter sido duro pra ele, mas sorte nossa que ele seguiu em frente.

  • Pois é ,tem vezes que até comentários preconceituosos e precipitados afetam um grande gênio visionário.

  • Thy

    O ipad fez o meu iphone virar um simples telefone quando estou em casa…

  • Alex Nogueira

    Eu critiquei e ao mesmo tempo disse que não queria colocar as mãos num iPad porque todos os defeitos sumiriam num passe de mágica, hehehe…

    Para mim, o iPad 1 wifi continua um iPodão mas não considero isso pejorativo, de maneira alguma, quem pensa assim talvez não saiba utilizar o iPod Touch…

    Eu reclamava do tamanho, desejava que fosse um pouco menor; da falta de conexão USB por causa da pequena capacidade de armazenamento e da falta do idioma português. O que eu fiz foi me adaptar e buscar soluções para aquilo que eu chamava de “defeitos” do iPad.

    Hoje sou muito feliz com meu “Porta Retrato” (seu outro apelido carinhoso)…

  • iJE

    Mas o iPad realmente é um iPod Touch gigante, com apenas alguns recursos a mais.

    Foram as diferenças no iOS e nos aplicativos, para aproveitar a tela maior, que fizeram a diferença!

    É uma lembrança que o hardware depende do software (e vice versa) para se ter sucesso no mercado, algo que parece que os concorrentes ainda não aprenderam…

  • Cristian

    Acabei de ler todos os comentários da matéria do BDI, sobre o lançamento do iPad. O pessoal realmente pegou pesado. Mas hoje, posso arriscar em dizer, que de cada 10 que criticaram, 9 devem possuir o iPad 1, ou 2. 😉

  • aleft

    Eu quando vi o iPad 1 adorei. comprei no dia do lançamento no Brasil e to com ele até hoje. a questão da falta camera no iPad 1 pra mim não fez diferença.
    De qualquer forma, todo visionário é criticado no início. chamado de maluco etc. quando o homem tentou voar. ir a lua, criar uma nave que navegasse sob a agua. muitos devem ter exculachado e a história nos prova que foram grandes avanços. faz parte de ser humano criticar e temer o que não se conheçe.

  • Marcelo

    Eu lembro q acompanhei a Keynote lendo os sites e pensei q p.. É essa… Mas depois em casa assisti a Keynote e o negocio começo a fazer sentido.. Engraçado é q o SJ explico exatamente pra q servia o iPad.. Pra consumo de informação.. E o pessoal ao invés de ver isso ficava falando de porta USB e câmera.. Na época não criticava.. Só pensava q “não era pra mim” na minha cabeça era algo excelente pra quem trabalha longe do pc tipo medico.. Dentista.. O que mudo é q hj já quero um 🙂

  • luiz

    aaaa coitado de Steve Jobs, que bom que esta fazendo sucesso o Ipad 2, o papai disse que ja esta encaminhando um pra ca pra casa, eu disse “pai espera o ipad 3”

  • Wesley Oliveira

    Definitivamente, não é nada fácil ser visionário nesse mundo.

  • Pedro

    Quero algo que substitua COMPLETAMENTE um notebook!!!

    Só isso! E continuo achando um IPOD GIGANTE.

    E vai dizer que não seria possível com a tecnologia existente criar um
    MacBook Air com tela MULTITOUCH E TAL…mesmo que fosse maior e um tanto mais grosso.

    Infelizmente, para mim como uso o NOTE, o IPAD é inútil!

  • Ryu

    Sem Jobs para nortear, o futuro poderá ser incerto para os Tablets. As outras empresas só sabem copiar e sem um parâmetro eles simplesmente ficam como em 2008 quando comprei um N810 que se comparado com os tablets de hoje em dia (a tecnologia já existia na época) parecia coisa de 20 anos atrás. Lembram de como era o design dos tablets antes do iPad?

    Resumindo, as empresas não sabem “criar” mercado como Jobs fazia, Ele criava para instigar a alma do ser humano e não para simplismente ser algo cômodo, espero que a Apple de agora em diante continue ousada!

  • Eu mesmo apoiava a idéia de que o iPad era um ipod touch gigante e não iria de jeito nenhum gastar meu dinheiro “niso”. Mas quando mexi pela primeira vez em um, mudei completamente meu pensamento e na mesma hora pensei: “nossa, eu quero um iPad”

  • Leonardo

    Eu sei que a minha pergunta não é muito adequada para o tópico, mas vamos lá, alguém pode me dizer como eu ponho o ícone do FaceTime no meu iPhone que esta no iOS 5 ?

    • Caio brandão

      Esse tal ícone do FaceTime, não existe no iPhone, para ativá-lo. basta ir em Ajustes>Facetime 🙂

  • Mr.MOA

    Será que não estam fazendo o mesmo como o 4S!

  • Carlos

    Nao sinto culpa nenhuma, pois eu sabia que ia ser um puta de um produto, por isso nunca falei mal. De fato, o mundo perde muito com Steve Jobs, quero ver agora quem vai calar essa imprensa de merda quando a Apple revolucionar mais uma vez.

    Tem que ter muito culhões para ser revolucionário num planeta que nao quer evoluir….

  • Weliton Junior

    Pois é, tenho um iphone4 e um ipad2 e realmente a sincronia é fabulosa. Meu notebook agora só uso no escritório, e todo o restante do tempo estou grudado no ipad. Não vivo sem ele hoje mais.

  • krikaoli

    Gostei do “é difícil ser visionário nesse mundo”.

  • Cara com a grana que tinha e com problemas de saúde, tinha tudo pra sentar o traseiro no sofá e esperar o fim após mais uma critica, mas não, ele quis ser revolucionário!

  • Anderson Santos

    Oxente meu rei, já falei mal do 4S…
    E acredito que vou me arrepender de novo. Excesso de expectativa, afinal de contas é um smartphone e não a solução de todos os problemas!

  • Cristiane

    Eu não acompanhava o blog nem vi o lançamento do iPad. Nem as críticas eu vi. Quando vi o iPad ele já estava à venda no Brasil e eu adorei. Mas o preço era muito alto e eu fiquei muito desapontada com as limitações da loja brasileira (não tinha ideia da possibilidade de se criar uma conta internacional).
    Na época, eu queria um leitor de livros digital e comprei o Cool-er, o que aliás não me arrependo. Ainda prefiro ler livros por ele ao iPad, pelo tamanho, características da tela e autonomia da bateria.
    Acabei aguardando o iPad 2 e acho que foi uma ótima compra. Precisar mesmo eu não precisaria, poderia ficar só com meu iPhone e notebook e viver muito bem, mas adoro tudo no iPad. Como dizia meu avô, o que é de gosto, regala a vida.
    Resumidamente, eu não critiquei o iPad, nem tampouco o elogiei, pois nem sabia do seu lançamento.

  • Harlane Castro

    As críticas ao iPad simplesmente confirmam que se Steve Jobs não tivesse tido a visão e coragem de criá-lo com certeza não teríamos uma revolução dessas tão cedo.

  • Nossa, fui um dos que fez duras críticas ao iPad, achava aquilo horrível e sem jeito, mais depois que eu peguei um pessoalmente, depois de novas atualizações do iOS, me apaixonei. Hoje eu não tenho mais PC, nem Notebook. Tenho um iPad, iPhone 4 (Aguardando o ‘4S’teve), iPod Touch 4G. São produtos mágicos, fantásticos como diria nosso gênio. Obrigado Jobs. Obrigado Apple.

  • Interessante.

    Às vezes a gente imagina esses figurões como pessoas de pedra e que nunca titubeiam, ou seja, poços de certeza absoluta… Mas não é bem assim. Todos nós somos humanos.

    O que diferencia o cara bom de verdade, pelo jeito, é como ele lida com as pancadas recebidas, e não como ele se blinda pra não receber pancadas.

  • Daniel Alencar

    Putz, sem palavras. Triste isso!

  • Lukas

    o ipad è incrìvel…
    dà pra ler livros,navegar na net,usar apps naquela telona,visualizar fotos,chamadas voip,è excelente..

  • Pri

    Meu sonho eh ter um iPad!!!

  • kyrii

    Pessoas que falaram isso hoje tem um.
    Mais foi assim com o iPhone também, já que era caro demais e “diferente” dos aparelhos da época , igual ao iPad.

  • George

    “Definitivamente, não é nada fácil ser visionário nesse mundo.” Disse tudo iLex..