Opinião

[opinião] A fantástica técnica de construir um falso rumor, baseando-se em nada

O próximo iPhone 5 poderá ter uma tela de tamanho diferente do que é hoje? Claro, por que não? Afinal, ninguém melhor do que a Apple para ter visão de mercado antes dos concorrentes. Mas o fato é um só: ninguém sabe o que irá acontecer e é imaturo criar informações em cima apenas de imagens feitas por computador ou informações obscuras obtidas por fontes desconhecidas.

Infelizmente, grande parte da mídia não pensa assim. O importante é publicar e atrair visitas. Afinal, a maioria dos leitores ainda herdam o conceito da velha mídia: se saiu no Jornal Nacional, é porque deve ser verdade (substitua “Jornal Nacional” pelo seu grande site prefererido).

No fim da última semana surgiu esta imagem acima, o que fez muitos sites (muitos mesmo) afirmarem a possibilidade do próximo iPhone ter tela de 4 polegadas. Qual o objetivo disso? Atrair mais visitas ou fazer com que as vendas atuais de iPhone diminuam? Ou é mais fácil só copiar e colar a notícia de outros sites? Afinal, o leitor não vai reclamar…

Pois agora serei duro com você, leitor e grande culpado por essa maré de rumores falsos que inundam a net nas últimas semanas. Sim, você, que lê e aceita esse tipo de “informação lixo”. É você quem apoia e continua visitando este tipo de informação, sem reagir quando ela não se comprova. Estamos transformando a internet em um grande Domingão do Faustão.

Sites mais críticos beneficiariam a todos nós, pois incentivaria o debate e a divulgação da boa informação.

Não precisa ser nenhum mago de iPhone para ver que a imagem acima é bastante imprecisa e não passa nenhuma credibilidade. Mas já que os grandes sites não fizeram esta análise, vamos fazer nós mesmos.

1. Imagem impressa em um plástico?

Só eu que vejo uma imagem impressa em um plástico e não uma real peça de um futuro iPhone?

2. Linhas paralelas onde não deveriam existir

A peça está em perspectiva na foto. Apesar disso, as linhas são perfeitamente paralelas, o que dá um ar de imagem torta aos olhos mais aguçados. Compare com uma foto real, tirada de um site que vende peças do iPhone 4:

3. Falta do sensor de proximidade

Para ter seriedade jornalística, os sites poderiam pelo menos analisar imagens de peças que já existem antes de simplesmente repetir a “notícia”. Pela suposta posição da câmera frontal, acredita-se que esta “nova tela do iPhone 5” esteja sendo vista pela parte traseira (ou a Apple decidiu mudar a câmera de lado?). Mas neste caso, normalmente é possível visualizar um espaço mais transparente para o sensor de proximidade do iPhone, coisa que não existe na foto fake. Será uma nova tecnologia criada pela Apple, em que o aparelho detecta por mágica a aproximação?

4. Teste da sobreposição de imagens

Conforme dito acima, seria preciso, no mínimo, comparar a imagem com dados reais antes de passar adiante a informação como sendo uma notícia. Ao pegarmos a tal tela do iPhone 5 e compararmos com o atual aparelho, vemos que ela é torta e não segue padrões mínimos de design.

Por exemplo, o auricular não está perfeitamente centralizado como deveria ser, mostrando o quão amadora a montagem da imagem é.

Viram como não é difícil analisar seriamente um rumor? Como um site pode apenas reproduzir uma bobagem sem checar antes? Onde está o jornalismo investigativo?

O iPhone 5 pode ter tela de 4 polegadas? Pode. Mas por favor, apresentem indícios mais sérios antes de afirmar algo assim, pois do contrário, isso só gera falsas expectativas e tira a força das reais novidades, que geralmente são boas.

Que fique claro: o objetivo aqui não é dizer que o BDI é melhor do que ninguém ou menosprezar quem quer que seja. Mas um protesto contra o que está se transformando a mídia especializada em Apple, cuja qualidade está deplorável.

Parafraseando um texto que li ontem no MeioBit: os formadores de opinião estão se transformando em “repetidores de opinião alheia”. Quem perde com isso? Todos nós.

Conteúdo original © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados