Curiosidades

iTunes U: Se o iOS não vai às universidades, as universidades vão até o iOS

Um dos aspectos mais interessantes e, surpreendentemente, menos comentados do iTunes é o chamado iTunes University ou, para os mais íntimos, iTunes U.

Anunciado em 2007 pelo pessoal de Cupertino, o serviço foi criado para gerenciar e distribuir  conteúdo educacional multimídia entre os acadêmicos e usuários da internet. Desde então, em um ímpeto, ele cresceu e se multiplicou de maneira notadamente significativa.

O que esse engenhoso sistema faz é permitir que Universidades de todo o mundo disponibilizem aos seus alunos (por meio de senhas fechadas) ou ao público externo acesso remoto a conferências, palestras, debates e até mesmo a cursos completos de sua grade acadêmica.

Seu funcionamento é bastante similar ao dos já conhecidos podcasts. Você opta por “assinar” o conteúdo de um determinado curso ou baixar seus arquivos individualmente, que permanecem armazenados em seu dispositivo. Graças a ele você, pode finalmente assistir àquela imperdível conferência de astrofísica enquanto aguarda o seu vôo, ou conferir uma complexa aula de civilização grega enquanto caminha na esteira.

Vale a pena ressaltar que há algo de revolucionário no funcionamento desse tal iTunes U. Afinal, é a primeira vez que um conteúdo acadêmico tão vasto e representativo (são mais de 600 universidades, 300 delas com acesso ao público geral!!) encontra-se ao alcance de qualquer mortal usuário de um computador com iTunes. E isso sem precisar gastar nenhum tostão. O acesso é gratuito e universal, ou seja, está disponível inclusive na App Store brasileira. Aleluia!

Claro que nem tudo é como gostaríamos. Ainda não há universidade brasileira disponível, nem previsão de que alguma venha a oferecer conteúdo por lá. Ainda assim, não há motivo para desespero: aqueles que não dominam o inglês podem se aventurar no conteúdo hispânico das instituições de ensino espanholas e mexicanas que já abriram suas portas virtuais para o mundo.

Por fim, se você não quer se restringir à esfera acadêmica, vale a pena dar uma passada na interessante seção “Beyond Campus”, que traz videos e áudios ligados a importantes instituições do mundo das artes e entretenimento. Lá você pode, por exemplo, acessar a fala de um conferencista do MoMA, assistir aos filmes que representam os primórdios da história do cinema armazenados na Biblioteca do Congresso Americano ou acompanhar excertos de óperas da Royal Opera House.

Ah, eu já falei que o acesso é gratuito? 😛

O conteúdo da iTunes University é compatível com qualquer iPhone, iPod Touch e iPad e, para dar um gostinho do que tem por lá, separamos alguns cursos bastante úteis ou curiosos que podem interessar a você,  leitor do Blog.

Bons estudos!

DESENVOLVENDO APLICATIVOS PARA iOS
Stanford University / outono 2010

Curso completo sobre as ferramentas e APIs necessárias para se criar aplicativos através do iPhone SDK. 6 aulas de aproximadamente uma hora cada.



PROGRAMAÇÃO PARA iPHONE
University of Utah

Desenvolvido pelo iPhone Programming Association, tem como objetivo educar estudantes no desenvolvimento de softwares para iOS.



JUSTIÇA COM MICHAEL SANDEL
Harvard University

Trata-se de um dos mais populares cursos na história da notória Universidade de Harvard. Temas como equidade, democracia, cidadania e teorias da justiça são discutidos ao longo de 12 aulas desse curso semestral. Conta com ótimo material de apoio com referências bibliográficas. Para os alunos de direito, absolutamente imperdível!

NEGÓCIOS E LIDERANÇAS
MIT

Coletânea de conferências de professores e convidados que, de acordo com a universidade, estão “moldando o futuro”.



TOLKIEN EM OXFORD
Oxford University

Podcast que explora a relacao entre J.R.R. Tolkien e a Universidade de Oxford, onde o autor estudou e trabalhou. 4 aulas de aproximadamente meia hora.



ASTROFÍSICA – FRONTEIRAS E CONTROVÉRSIAS
Yale University

Curso focado em três áreas da astronomia que estão avançando muito rapidamente: planetas extra-solares, buracos-negros e energia escura. São 24 aulas de aproximadamente 50 minutos com temas que vão de órbitas planetárias ao conceito de multiverso.






Tags
Mostrar mais

Artigos Relacionados