Opinião

Especial tablet: como o futuro produto da Apple pode revolucionar nossa vida digital

Acho que não precisa dizer que hoje e amanhã o assunto principal aqui no Blog será o evento especial da Apple, não é? 😉 Isso porque acredita-se que ele será muito próximo do iPhone, tanto em usabilidade quanto em revolução.

Mas como ele poderá revolucionar o mercado, visto que outros já tentaram antes, sem sucesso?

O grande trunfo da Apple é enxergar oportunidades onde outros não vêem.

O iPod é um ótimo exemplo disso.
Na época que foi lançado, existiam muitos outros tocadores de MP3, devido ao sucesso de sites como o Napster e o Kazaa, onde se podia baixar a música que quisesse direto na internet, em formato digital, completamente de graça. As gravadoras, na sua imensa incompetência (até hoje) em se adaptar as mudanças tecnológicas, ficaram sem ação, vendo seus lucros caírem vertiginosamente.

Foi então que a Apple apresentou algo que parecia difícil de dar certo, mas que se mostrou uma revolução no mercado de música: um tocador de MP3 associado a uma loja digital de músicas. Mas porque as pessoas pagariam por elas, se podiam ter de graça?

O segredo foi a enorme facilidade de todo o sistema apresentado pela Apple. Era comum você ficar meia-hora baixando um título no Napster e depois perceber que a qualidade era horrível. Na iTunes Store isso não acontecia; por um preço muito pequeno (0,99$), tinha-se a certeza de baixar rapidamente um produto de qualidade, que sincronizava diretamente com o seu iPod.

O que a Apple ofereceu não foi um produto e sim uma facilidade. Focando na melhoria da experiência do usuário, o tocador da Apple ganhou a simpatia de centenas de milhares de pessoas no mundo inteiro, salvando, por consequência, a indústria fonográfica.

Há 3 anos, a indústria de celulares estava caminhando para a estagnação, com modelos novos surgindo todos os anos, mas sem nenhuma real novidade. Foi preciso a Apple lançar sua própria visão de telefone e uma loja online de aplicativos com um processo de instalação extremamente fácil para que todo o mercado mudasse sua direção. Hoje, é inconcebível pensar em um smartphone sem seus aplicativos.

Mesma coisa pode acontecer com o futuro tablet.
Aliás, o termo Tablet PC é registrado pela Microsoft desde 2001, quando introduziu a interação por toques (de caneta) na tela com seu sistema Windows. Desde então, a indústria ainda não descobriu o que se pode realmente fazer com esse tipo de dispositivo. Os tablets já existem há dez anos e ninguém ainda criou nada revolucionário com eles para o grande público. Escrevam esta frase para poder relê-la daqui a 2 anos. 😉

Visto que o grande sucesso da Apple não é vender aparelhos, mas sim soluções, é bem provável que o produto que será apresentado nesta quarta-feira será tão revolucionário quanto o iPod em uma outra indústria que sofre atualmente com o progresso tecnológico: a editorial.

Hoje em dia, jornais e revistas impressos parecem estar com seus dias contados. Ninguém mais compra uma revista de tecnologia, pois sabe que as notícias publicadas ali já estão defazadas de 10, 15 dias, coisa quase inadmissível na velocidade de informação que vivemos atualmente com a internet. A mesma coisa com os jornais, que perdem feio para os sites, portais de notícias e até mesmo para o Twitter no quesito rapidez de informação.

A revolução de um novo tablet pode estar nesta estrutura facilitadora que a Apple pode apresentar, trazendo a modernidade atual para o mundo editorial. Um aparelho que permita você comprar um jornal ou uma revista sem precisar sair de casa, com riqueza de mídias (tipo vídeo e áudio) e atualização quase em tempo real.

Mas qual a diferença para o que se vê na internet hoje em dia?
Os protocolos atuais usados na internet rodam em um número enorme de plataformas, mas são bem limitados. Quem é webdesigner sabe muito bem como é difícil fazer um site que rode exatamente da mesma forma em todos os tipos de computadores, com sistemas e navegadores diferentes. Em uma plataforma única (como um tablet), o design gráfico seria comparável as revistas impressas, sem limites para a criação.

O tablet, junto com um sistema de vendas de publicações e livros, pode modernizar o mercado editorial, hoje quase condenado ao desaparecimento, se não fizer nada para se atualizar.

Acompanhe esta revolução amanhã, dia 27, em nossa cobertura que começa às 14h. Não perca. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Pequeno errinho de concordância: “As gravadoras, na sua imensa incompetência (até hoje) em se adaptar as mudanças tecnológicas, ficARAM sem ação”
    Ah, e eu até remarquei o dentista pra acompanhar o evento amanhã pelo blog 🙂

  • Sou cético quanto ao posicionamento do tablet. Confio na Apple mas ela já cometeu e comete erros regularmente. Qualquer posicionamento que tente bater de frente com e-book readers dedicados é um erro crucial, a tela reflexiva exclui qualquer aparelho desse mercado. Uma abordagem a um mercado de notícias tradicionais, mas com um conteúdo de informação mais rico (assim como foi exposto no texto), parece ser o caminho. Mas será que um aparelho que tenha em seu chamariz essa função será necessário? Será que precisamos disso?
    Com o tempo saberemos…

  • Jimmy

    Estarei acompanhando.

  • Lucas

    Acho que o que revoluciona a apple é tambem o fato de criar produtos extremamente otimos, e por um preco bom tambem (em outros paises né). Mas como a revolucao da itunes store e do proprio iphone, ela colocou um celular otimo no mercado, e que voce poderia deixa-lo do jeito que voce quer, algum dia alguem viu a motorola ou a nokia fazer isso antes do iphone? jamais, a apple entro e provou que pode se enriquecer muito mais liberando para seu publico o jeito que o consumidor quer ele. isso sim é uma grande revolucao!

    • Ênfase para “(em outros países né)”, haha.

    • Abel

      Do jeito que o consumidor quer?! Quem dera! No máximo, ela permite que ele escolha dentre os aplicativos que *ela* aprova.

      É claro, esse modelo atende à maioria (seu sucesso é a prova incontestável), mas o jailbreak ainda é necessário para o consumidor que realmente deseja que seu aparelho fique como ele quer.

  • iPc

    Mas iLex, desse jeito que voce falam voce esta “confirmamdo” que a Apple amanha lançara um produto revolucionario… Tem essa iinformação pelo jeito neh? 😛

    • Ricardo

      Não deve ter qquer info privilegiada não. Mas se vc ler atentamente esse post, excelente aliás, verá na perspectiva histórica por ele traçada, que restam poucas dúvidas que o nicho lá citado, o mercado editorial e outras midias devem ser exploradas pelo nov produto. Parabens pela forma de exposição do post

  • Diogo

    Aqui em Portugal, o evento é a que horas?
    Já agora, este blog está de Parabéns. Todos os dias ligo o PC, e venho logo aqui 😉

  • Beto

    Pô será q além do iphone teremos q carregar isso tbm?? Só agora q consegui comprar meu 3gs. Assim vou ter q abrir falencia. Espero q realmente seja necessário ou totalmente desnecessário pra mim. kkkkk
    Pq se for meio termo, ficarei tentado a comprar.

  • iPrest

    Se liga Gehot: jailbreak para o tablet já!

  • ótimo texto, parabéns iLex!

  • leonardo

    vou estar ligado em 5 blogs amanhã para cobertura do evento 3 Brasileiros e 2 americanos 😀 e concerteza no Blog do iPhone 🙂

  • ILex li isso hj e quase me acabei de rir.
    http://www.igrejainternacional.com/artigos/a-maca/
    tem louco pra tudo, muito ansioso pra ver a tablet.

  • Paulo

    Vai ter streaming de vídeo em tempo real aqui?

  • Fernando

    Parabéns pela matéria e pelo site!!

  • Thalmo

    Caraca mané, faltam quantos minutos pra começar?????

    HHHHOOOOOWWWWWWWW

    To muito doido!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Cléber Oliveira

    a maça vai liberar o evento ao vivo ou vai ser aquele clássico (e tosco) modo de tweetes?

  • Thalmo

    Quero mais posts cara, manda mais, to muito louco…..

  • Paulo Nunes

    Gostei muito da análise, os mock-ups diversos, características futuristas e especulações malucas que surgiram até hoje ainda não haviam me mostrado como esta tablet poderia ser revolucionária assim. Tudo bem que a Apple deve ter boas cartas na manga sobre o aparelho em si (e que ninguém ainda pensou ou descobriu), mas os serviços e soluções, usabilidade, como falou o iLex, realmente devem ser a chave para, mais que o sucesso, a sobrevivência do formato.

    Parabenizo o iLex pela qualidade do post e real contribuição ao assunto; é melhor sentar, raciocinar, pesquisar e publicar uma opinião bem embasada, do que traduzir e publicar o dia inteiro dezenas de notícias e rumores inúteis de sites sensacionalistas. Blog é pessoal, mas pessoal não significa necessariamente superficialidade.

  • O tablet vai ser um iphone tamanho familia com algumas funções novas (mas nada revolucionario)

    Fikdik.

    Ps: No dia que começar a tecnologia de holograma, ai sim eu vou dizer “porra! revolucionario!”

  • Marcelo Sacrini

    Eu tb aposto nisso e adoraria testemunhar uma revolução no mercado editorial como o que aconteceu à época do iPod e tb iPhone.

    Só acho que a mensagem visual do convite enviado, e sabemos que a Apple cuida bem de detalhes desse tipo, não remete ao mundo editorial. Lembra muito mais coisas como rabiscos, pinturas, cores, desenhos..

    Será viagem minha?

  • iLex, convertendo 10AM do fuso do horário do pacífico (UTC -8) para o horário de verão brasileiro (UTC -2), o evento ocorrerá às 16h.

    Por que você está falando que será as 14h? :/

  • Vareja

    Até hoje não entendo como uma pessoa pode pagar US$ 0,99 por uma musica, sendo que nos blogs encontra-se QUALQUER música de graça (é só saber procurar).
    Esse tablet vai revolucionar. Mais uma vez a apple mostra sua excelência.

    • Henrique

      É porque essas pessoas preferem ser éticas…

  • Ótima noticia

  • Claudio Bauer

    iLex

    Seus posts são sempre muito bem redigidos e super consistentes.

    Mas desta vez vc bateu todos os recordes.

    Parabéns.

  • Rodrigo Ferrari

    Baixo MUITO Mp3.. mas sei usar as ferramentas, torrents, etc etc.. Pessoais leigas e normais no meio da tecnologia não sabem extrair, analisar qualidade, kbps de uma faixa nem nada… voce oferece por 99 cents a musica perfeita, legalizada, pois o cantor e banda precisam ser pagos…. está certissimo.

  • RafaelVaccariN

    É hoje !!!!!!!

  • Dinnosan

    Parabéns ao blog pela cobertura consistente que vem dando, e com certeza, a Apple conseguiu toda a publicidade que precisava para o lançamento do novo produto gastando muito pouco.

  • Anderson

    Excelente post iLex!!! Este blog vai travar hoje! Mudando um pouco de assunto, tem jogo interessante novo na app store! Spore Creatures. Posta aí depois…

  • Waldomiro

    Perdão pela babação de ovo, mas é por isso que leio este blog.
    Nem pensava nisto, o mercado editorial. Só pensava no gadgete em si.
    Obrigado.

  • Daniel

    EI galera, su sou do futuro e a apple revolucionou denovo, em 2011 lançaram o ipad2 incrivel xD…

  • Junior Manoel

    Da vontade de rir de “certos comentários” que diziam que o ipad não tinha nada de revolucionário e seria um fracasso. 😀

  • Mauricio

    iPad 2 né?

  • Derp

    E agora ja estamos quase com o iPad 3 que muita gente anda anciosa pra comprar

  • iMike

    Sou do futuro, “mais futuro ainda” kkkkkk
    … Já estamos no IPad 4, IPad Mini e IPhone 5.