AppleDesenvolvedoresRumores

O que esperar do iPhone 2.0

Faltando uma semana para a tão esperada WWDC e depois de dois meses recheados de boatos e fotos falsas, vamos fazer um levantamento dos rumores sobre o iPhone 2.0 mais prováveis de virarem realidade, segundo nossos palpites pessoais :

novo modelo: sim, é quase impossível a Apple não lançar um novo modelo agora em junho. O silêncio da empresa e o esvaziamento dos estoques ainda em maio fizeram crescer exageradamente as expectativas e deixaram a Apple em uma situação que, se ela não lançar um novo modelo agora, a decepção será catastrófica.

– versão 3G: como já comentamos aqui, o anúncio oficial do lançamento em determinados países deixou claro a intenção de lançar uma versão 3G do iPhone. E logo.

– novo design: não é costume da Apple mudar radicalmente o design de seus produtos apenas um ano após o lançamento deles. Porém, muitos indícios apontam que algumas mudanças deverão vir, tornando o iPhone mais leve, mais fino, e provavelmente com opções de cores. A nossa aposta aqui no blog é que fique próximo do iPod touch atual.

– GPS: muitos afirmam que ele virá com a função de GPS. Eu tenho minhas dúvidas, principalmente depois da matéria do Gizmodo defendendo a não adoção do GPS. Algo me diz que essa matéria pode ter sido plantada pela própria Apple para justificar a não implementação da função. E convenhamos: o gasto com bateria é enorme para uma função que nem todos usam.

– câmera fotográfica: pouca gente fala nela, mas o que se espera é que no mínimo uma resolução de 3 Megapixels seja adotada.

– vídeo-conferência: é uma das vantages da tecnologia 3G e não deve faltar na nova versão. Nosso palpite é que a câmera na parte da frente do iPhone seja escondida, coerentemente com o estilo de design “clean” da Apple.

– gravação de vídeo: qualidade é uma obsessão para a Apple. Ela só vai implementar esse recurso se o resultado for bom. Alguns programas independentes já mostraram que isso é possível, mas ainda tem algumas coisas a melhorar.

– capacidade: as informações são contrastantes, mas acreditamos na possibilidade do desaparecimento da versão de 8GB e no surgimento de uma 32GB. Se isso acontecer, é provável o lançamento paralelo de uma versão de 64GB do iPod touch.

– preço: a grande dúvida de todos. Foram tantas informações que realmente fica quase impossível de determinar qual será a política da Apple nesse sentido. No início do ano foram anunciadas as quedas de preço nas memórias flash, o que poderia baratear os iPhones. Nós apostamos na permanência dos preços atuais, com a possibilidade de subvenção pelas operadoras (ou seja, o preço ficaria menor para quem assina um plano).
O site MacRumors cogita também a possibilidade de uma versão “para pobres”, mais simples e sem 3G por 200 dólares. Humm…

– desbloqueio: vai ser possível desbloquear o firmware 2.0? Ninguém sabe. O beta já foi desbloqueado, mas nada impede que a Apple adicione novos métodos de proteção na versão final. Mas uma coisa é certa: o jogo de “gato e rato” (como definiu Jobs) vai continuar, e cedo ou tarde os hackers vão acabar achando soluções de desbloqueio. Mas não é possível determinar quando. Só para lembrar, a baseband 4.6 demorou 3 meses para que se descobrisse um método de desbloqueio por software…

– aplicativos: a Apple permitirá a instalação oficial de aplicativos de terceiros, através da sua AppStore. Porém, nenhum aplicativo atual funcionará no novo firmware sem uma nova recompilação por parte dos desenvolvedores. Isso quer dizer que, se você usa frequentemente algum aplicativo do Installer, vai ter que esperar para que saia uma nova versão para o 2.0 antes de fazer o update do firmware, se não quiser ficar sem ele.

A apresentação de Steve Jobs será na próxima segunda, dia 9 de junho, à partir das 14h, horário de Brasília.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • thiago

    “O site MacRumors cogita também a possibilidade de uma versão “para pobres”, mais simples e sem 3G por 200 dólares. Humm…”

    Excelente para pessoas como eu que usam celular pré-pago e raramente têm créditos, ou seja, a função 3G seria inútil. Tomara que se torne real!!!

  • Paulo

    Estou muito interessado no iPhone 3G. Seria o meu primeiro aparelho da Apple. Estou indo pros EUA em Setembro mas tenho ainda muitas duvidas a respeito da venda desse novo modelo. Essa possibilidade de empresas de telefonia subsidiarem o preco do iPhone pode dificultar a compra de pessoas que como eu querem apenas o celular. Se na hora de comprar eu tiver que preencher um cadastro ou um termo de fidelidade (com conta mensal e tudo mais) vai ser complicado.

    Quando comprei o meu NOKIA e65 tive que assinar um termo de 2 anos de fidelidade com a VIVO, como garantia que ficaria com a operadora em troca do valor do aparelho com desconto.

    Alias, como é feito hj em dia nos EUA? A pessoa simplesmente vai na loja e compra, sem fazer nenhum tipo de contrato com a AT&t?

    A proposito, o blog eh sensacional.

  • Caio Oliva

    Eu tenho o iPhone mais fino e leve de todos os tempos :p
    O iPhone 5