História

Há 61 anos, nascia Steve Jobs

No dia 24 de fevereiro de 1955, nascia em San Francisco, na Califórnia, o menino Steven Paul Jobs.

Mas apesar de ter se tornado uma pessoa que influenciou o mundo em que vivemos, várias turbulências no início quase fizeram com que tudo desse errado. Filho de um sírio com uma filha de alemães católicos, acabou sendo disponibilizado para a adoção assim que nasceu.



Joanne Schieble Simpson e Abdulfattah Jandali se conheceram na faculdade e começaram a namorar.

Por causa da diferença religiosa, as famílias de ambos eram contra o relacionamento e não aceitavam os dois juntos, o que fez Joanne ficar desesperada quando descobriu que estava grávida, aos 23 anos.

Como o aborto não era algo aceitável nem na comunidade católica, nem na muçulmana, ambas as famílias exigiram que o bebê fosse entregue para a adoção assim que nascesse, ou eles seriam deserdados.

JadaliJoanneJandali e Joanne, pais biológicos de Steve, muitos anos depois

Jandali voltou para a Síria, deixando Joanne parir o filho sozinha e sem condições de se sustentar, em um abrigo para mães desamparadas em San Francisco.

Após dar a luz em um parto bem difícil, ela relutou muito antes de entregar o pequeno Steven para a adoção. Só o fez convencida pelo médico, que a fez refletir no futuro do menino.

Já que foi forçada a entregar o filho, Joanne fez algumas exigências. O casal que o adotaria deveria ter pós-graduação universitária, porque queria que o filho se tornasse alguém de futuro brilhante.

Ela encontrou um casal de advogados interessados, mas eles acabaram desistindo logo após o parto, porque queriam uma menina, não um menino.

Foi então que apareceu outro casal, mais humilde, bastante interessado em adotar o menino: Paul Reinhold Jobs, mecânico e ex-membro da guarda costeira, casado com Clara Hagopian Jobs, filha de imigrantes armênios.

O grande problema: eles não tinham nem mesmo o segundo grau completo. Como poderia o bebê ser alguém na vida algum dia, com pais assim?

Sem condições de sustentar o bebê e sem mais alternativas, Joanne finalmente aceitou o casal Jobs, mas só depois de fazê-los assinar um compromisso de que o menino iria para a faculdade quando tivesse idade.

Paul JobsPaul Jobs, com Steve

Há vários outros detalhes e pormenores nesta história toda, que você pode conferir na biografia autorizada escrita por Walter Isaacson.

É incrível as voltas que a vida dá. Graças a tudo isso, Steve pôde crescer aprendendo noções de perfeccionismo e design na garagem de seu pai adotivo, em pleno coração de Silicon Valley, o que possibilitou participar da onda que fez o mundo dos computadores mudar. Sabe-se lá o que teria acontecido com ele se Joanne e Jandali o tivessem criado.

Se estivesse vivo, Steve Jobs completaria hoje 61 anos.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar