Comparativos

Mesmo menor, a bateria do iPhone 14 Pro dura mais que as do Pixel 7 e Galaxy S22 Ultra

Outro dia fizemos aqui um artigo que despertou a ira de muitos usuários de Android. Ele explicava, de forma técnica, por que o iPhone necessita de menos RAM que os celulares com o sistema do Google.

E isso é relevante porque os concorrentes da Apple usam esses números para criar uma imagem na cabeça do usuário de que “quanto maior, melhor“.

Sabe aquela frase “a quantidade importa mais que a qualidade“? Pois é essa a ideia que muitos departamentos de marketing tentam implementar para menosprezar e inferiorizar o iPhone.

Mas se eu te disser que isso não acontece apenas com a quantidade de RAM interna, mas também na capacidade das baterias?

O site PhoneArena fez um teste completo de baterias, comparando os modelos Google Pixel, Galaxy S22 Ultra e iPhones 14 Pro/Max.

E mesmo os iPhones 14 Pro trazendo a menor capacidade nominal de bateria entre eles, adivinha quem foi o que durou mais tempo?

Anúncios

Comparação entre gigantes

O pessoal do PhoneArena fez dois tipos de teste. Em um deles usa um script que fica navegando em páginas da internet, até a bateria acabar. No outro, passa vídeos em continuação até o aparelho desligar sozinho.

Os dispositivos testados foram:

  • Pixel 6 Pro (5.000 mAh)
  • Pixel 7 Pro (5.000 mAh)
  • Galaxy S22 Ultra (5.000 mAh)
  • Pixel 7 (4.355 mAh)
  • iPhone 14 Pro Max (4.323 mAh)
  • iPhone 14 Pro (3.200 mAh)

A lógica que todos estão habituados a seguir é: quanto mais capacidade de bateria, mais tempo irá durar, certo?

Anúncios

Mas o resultado derrubou essa tese. A autonomia da bateria, assim como a RAM, tem a ver também com a integração entre hardware e software, e com o gerenciamento da eficiência.

E neste ponto, o iPhone 14 Pro dá um banho em todos os outros, pois mesmo tendo a menor capacidade em mAh, ainda assim é o que dura mais tempo realizando tarefas.

Veja abaixo a tabela com os resultados da autonomia da bateria em navegação pela internet.

A diferença do iPhone 14 Pro para o terceiro colocado já é bem significante: 2h a mais. E isso em uma bateria de 3.200 mAh (!!!). Se formos olhar para o desempenho do modelo 14 Pro Max, aí sim o resultado é um tapa na cara: quase 5h a mais que o 3º colocado.

Hardware e software

Vale destacar outro ponto: o 3º e 4º lugar são ocupados pela linha Pixel 7, que é do Google. Ou seja, na teoria, é a mesma empresa quem desenvolve tanto o hardware quanto o software. Mesmo assim essa integração parece ainda estar longe daquela atingida pela Apple, que faz isso desde 2007.

Voltamos a repetir o que foi dito no outro artigo: a integração entre sistema e dispositivo é fundamental para que tudo funcione de forma mais eficiente. E isso é muito mais difícil de acontecer em um aparelho que roda Android, porque geralmente ele é feito por quem não desenvolveu o software.

“Enquanto o iOS é feito para um hardware proprietário, desenvolvido exclusivamente pela Apple, o Android foi criado para rodar no máximo de smartphones possíveis, de infinitas marcas.”

O Android, por sua própria natureza, precisa ser compatível com centenas de dispositivos diferentes, o que dificulta muito a otimização do sistema para cada aparelho. Com isso, ele precisa de mais recursos de hardware para fazer a mesma coisa que o iOS faz.

Então, tenha sempre em mente isso quando você ver algum comercial ou até mesmo reviews de sites especializados (sim, fabricantes pagam alguns sites de tecnologia para falar bem deles) que destacam a maior capacidade em algumas especificações, sem mostrar o resultado na vida real.

Confira o vídeo completo feito pelo pessoal do PhoneArena.


Google News

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo